A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Uma igreja em células dinâmica tem duas asas – O grupo grande expressa a grandeza de Deus. – O grupo pequeno expressa a proximidade de Deus. As duas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Uma igreja em células dinâmica tem duas asas – O grupo grande expressa a grandeza de Deus. – O grupo pequeno expressa a proximidade de Deus. As duas."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Uma igreja em células dinâmica tem duas asas – O grupo grande expressa a grandeza de Deus. – O grupo pequeno expressa a proximidade de Deus. As duas asas trabalham em harmonia. Há inter-relação e interdependência entre a celebração e as células. Os sermões e os encontros das células são parte vital da inter-relação.

4 A grande maioria das igrejas em células faz isso. Por exemplo: Todas as 8 igrejas pesquisadas por Joel Comiskey e incluídas em Crescimento explosivo da igreja em células preparam para as células o roteiro de edificação semanal. 7 destas 8 igrejas usam regularmente os temas dos sermões.

5 A mensagem do pastor é realmente aplicada à vida! Cria coesão em todo o sistema de células. Previne que líderes desviem da rota. Permite que as células focalizem mais a sua atenção na aplicação da Palavra de Deus do que no ensino.

6 Simplifica o trabalho dos pastores no suprimento de apoio, direção e materiais para o sistema de células. Cria uma sinergia contínua entre a celebração e o sistema de células. Libera os líderes para gastar mais tempo em oração e ministração do que em preparação para o encontro.

7 As células devem seguir o tema e o texto do sermão, mas o objetivo do encontro não deve ser a discussão a respeito do sermão. O alvo é ter as pessoas interagindo com a Bíblia. A discussão do sermão fará com que alguns se sintam excluídos.

8 As células não devem ser escolas bíblicas dominicais nas casas. Evite a citação de muitas passagens bíblicas paralelas e informação detalhada do contexto da passagem analisada. O foco deve estar na aplicação. A oração e a ministração pelos perdidos devem ser mais importantes do que o ensino em si.

9 Os líderes de células podem ocasionalmente (mas não sempre) fugir do tema indicado. Isso deve depender das necessidades do grupo e da direção do Espírito Santo.

10 Decida quem irá redigi-los. – Alguns pastores preferem fazê-lo. – Às vezes algum outro membro da equipe. Determine os temas com um mês de antecedência. – Não há problema se o sermão tiver de ser mudado. – É de grande ajuda ter uma série de 4-6 semanas. Entregue o roteiro aos líderes de célula em tempo para que possam se preparar para o encontro.

11 Preste muita atenção. Mais tarde nessa sessão você terá de preparar um roteiro de célula! Coloque a data, o tema e o texto bíblico claramente no início.  Semana de 1 o de Janeiro “Novos começos” Texto: Filipenses 3:7-14

12 Prepare com base nos 4 Es: Encontro, Exaltação, Edificação e Evangelismo. Comece com um quebra-gelo. (Isso é importante). Varie os quebra-gelos. Diferentes tipos : – Fale a respeito do seu passado. – O que aconteceria se...? – Como estão indo as coisas? – Conte-nos um pouco mais a respeito de você.

13 Para idéias de Quebra-gelo: – Colecione sugestões das células – Pesquise Associe o tema à epoca do ano. Por exemplo, para 1 o de janeiro, Filipenses 3:7-14: – Qual foi uma coisa que Deus fez para você no ano passado? – Que objetivo você tem para esse ano que se inicia? – O que você gostaria que Deus fizesse para você neste ano?

14 Você pode, mas não precisa, incluir idéias de adoração. A adoração nas células deve ser breve, simples e focalizada em Deus. As músicas devem vir do repertório dos cultos de celebração. Fitas-cassete ou CDs com playbacks funcionam muito bem.

15 O momento de edificação é o período em que ocorrem três coisas: a interação por meio da Bíblia, a ministração e a oração. É muito importante que você estabeleça claramente um ou dois objetivos, ex.: – Os membros vão identificar o que Deus está pedindo que seja deixado de lado e levar essas coisas a Deus em oração. Estabelecer objetivos oferece aos líderes alvos claros para serem alcançados.

16 As perguntas dirigidas para a célula devem concentrar-se na aplicação à vida e na resposta a Deus. Não faça perguntas que pressu-ponham conhecimentos prévios da Bíblia. Algumas perguntas podem ser usadas repetidamente com algumas variações.

17 O que chamou sua atenção nessa passagem? Qual parece ser o ponto principal dessa passagem? Você pode ilustrar essa verdade com alguma experiência da sua própria vida? (Nós usamos essa pergunta no começo da apostila quando discutimos o assunto de evangelismo.) O que Deus está dizendo a você neste momento?

18 O que chamou sua atenção nessa passagem? Que coisa(s) você teve de deixar para seguir a Cristo? Quais obstáculos impedem os cristãos de andarem com Deus hoje em dia? O que Deus está pedindo que você deixe para trás ao começar esse ano?

19 Instrua repetidamente os grupos a se dividirem em subgrupos. Isso aumenta a oportunidade de cada um ministrar e ser ministrado. Nem todos serão ministrados se o grupo permanecer grande (inteiro) o tempo todo.

20 O exemplo de roteiro na página 6 da sua apostila consiste de apenas 14 linhas e 4 perguntas. Mantenha o roteiro simples! Se há mais de 6 perguntas torna-se facilmente um grupo de estudo focalizado na informação em vez de em responder a Deus.

21 Focalize o que é importante: todos orando por incrédulos e demons-trando-lhes o amor de Jesus por meio de ações. Cada grupo deve ter uma “Lista de bênção”. Envolva as células para orar, planejar e convidar os incrédulos para os eventos de colheita.

22 Esteja atento aos eventos de treinamento. – Se recentemente houve um Final de semana Tocando Corações, instrua os líderes para pedirem a alguém que participou do curso fazer a apresentação de João 3:16 no período do evangelismo. Faça com que os grupos planejem festas e piqueniques a cada 4-6 semanas para convidar outros.

23 É fácil deixar de lado, na célula, o momento de evangelismo. Considere mudar esse período para antes da edificação por quatro semanas seguidas. Isto traz variedade e torna o evangelismo prioritário e central.

24 Discutam em dois grupos (Homens e mulheres): – Quais obstáculos estão impedindo que você seja mais eficiente no evangelismo? – Como esses obstáculos podem ser removidos? Em duplas, discutam e orem: – Que pessoa você gostaria que viesse a Cristo neste ano? – Quais obstáculos estão impedindo que essa pessoa chegue a Cristo? – Orem juntos para que Deus remova esses obstáculos e que o Espírito Santo revele àquela pessoa a necessidade que ela tem de Jesus.

25 Planeje para daqui a quatro semanas. Escolha um tema de João 15:5-8. Prepare e escreva um quebra-gelo: – Genérico (das páginas 4 e 5). – De acordo com a época do ano (para daqui a quatro semanas). – Associado ao tema Estar conectado/desconectado Seco ou frutífero etc.

26 Escreva três a cinco perguntas que ajudariam os membros de suas células a entender esse texto e depois responder a Deus. Redija instruções para um momento de evangelismo. Ore. Agora faça o roteiro!

27 Quando você terminar, troque seu roteiro com alguma pessoa perto de você. Diga-lhe alguma coisa que você gostou no roteiro dela. Uma coisa que poderia ser melhorada.

28 O que isso ensinou a você a respeito de preparar os roteiros das células? Quais perguntas você tem?


Carregar ppt "Uma igreja em células dinâmica tem duas asas – O grupo grande expressa a grandeza de Deus. – O grupo pequeno expressa a proximidade de Deus. As duas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google