A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Folding de Proteínas (Parte B- Lessandra) ) Príons e Chaperones.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Folding de Proteínas (Parte B- Lessandra) ) Príons e Chaperones."— Transcrição da apresentação:

1

2 Folding de Proteínas (Parte B- Lessandra) ) Príons e Chaperones

3 Príons São formas não convencionais de agentes infecciosos compostos somente por proteínas. A partícula infecciosa é composta de duas proteínas que possuem a mesma seqüência de aminoácidos: PrPsc(proteína modificada) e PrPc(proteína príon celular). As duas proteínas diferem somente na conformação: PrPc é composta de 40% de -hélice enquanto que PrPsc tem 60% de folha e 20% de -hélice.

4 Mecanismo de Infecção O mecanismo infeccioso é provocado pela interação de PrPsc com PrPc causando conversão da sua conformação final. A infecção se espalha porque novas moléculas de PrPsc são geradas exponencialmente do PrPsc normal. O acúmulo de PrPsc insolúvel é provavelmente um dos eventos que conduz à morte neuronal.

5 Receptor ou proteína príon binding Receptor ou proteína príon binding: proteína que converte PrPc em PrPsc. Exemplo de um receptor: receptor de membrana 66-kDa no qual liga PrPc in vitro e in vivo. O receptor terá a função na patogênese de doenças relacionadas a príons e em processos celulares normais.

6 Doenças de Príons São doenças neurodegenerativas progressivas fatais em animais e humanos causada por um único agente, o príon. As doenças de príons podem ser esporádicas, genéticas ou adquiridas. Exemplos de doenças de príons: BSE(doença da vaca louca), doença Jakob-Creutzfeldt(CJD), insônia familiar fatal(FFI), doença Scheinker-Straussler-Gerstmann(GSS).

7 Chaperones São grupos de proteínas auxiliando o folding de proteínas na célula sobre condições de estresse e fisiológicas. Eles compartilham a habilidade para reconhecer e ligar proteínas não nativas prevenindo, assim, agregações não específicas. Uma característica fundamental dos chaperones é o envolvimento de reações dependentes da energia no processo de folding.

8 Exemplos de Chaperones A) Chaperones dependentes ATP: GroEL, Hsp70, Hsp90. B) Chaperones independentes ATP: sHsps, SecB.

9 Funções múltiplas dos chaperones A função dos chaperones in vivo é reconhecer e estabilizar polipeptídios parcialmente enovelado ou não enovelado. Os chaperones interagem com proteínas nativas e promove o rearranjo de complexos oligoméricos. Protege polipeptídios de interações inadequadas inter ou intra cadeias.

10 Welch WJ, Brown CR. Influence of molecular and chemical chaperones on protein folding Cell Stress & Chaperones 1: (2) JUN 1996 Yu J, Ma KT, Zhang NH. The multiple functions of molecular functions. Progress in Biochemistry and Biophysics 25: (2) APR 1998 Ellis RJ. The general concept of molecular chaperones. Philosophical transactions of the royal society of London series B-Biological Sciences 339: (1289) MAR Referências Bibliográficas

11 Morange M. Chaperone proteins M S-Medecine Sciences 16: (5) MAY 2000 Beissinger M, Buchner J. How chaperones fold proteins Biological Chemistry 379: (3) MAR 1998 Harrison PM, Chan HS, Prusiner SB, Cohen FE. Thermodynamics of model prions and its implications for the problem of prion problem folding Journal of Molecular Biology 286: (2) FEB Prusiner SB. Biology and genetics of prion diseases Annual Review of Microbiology 48:

12 Prusiner SB. Molecular biology and pathogenesis of prion diseases Trends in Biochemical Sciences 21: (12) DEC 1996 Nixon RR. Prions and prion diseases Laboratory Medicine 30: (5) MAY 1999 Collinge J, Palmer MS. Prion diseases in humans and their relevance to other neurodegenerative diseases Dementia 4: (3-4) MAY-AUG 1993 Prusiner SB. Prions Proceedings of the national academy of sciences of the United States of America 95: (23) NOV


Carregar ppt "Folding de Proteínas (Parte B- Lessandra) ) Príons e Chaperones."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google