A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Etologia clássica: conceitos e termos I: os fundadores Charles Whitman (Univ. Chicago) –compto. reprodutor de pombos Oskar Heinroth (Berlin Zoo) –estudo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Etologia clássica: conceitos e termos I: os fundadores Charles Whitman (Univ. Chicago) –compto. reprodutor de pombos Oskar Heinroth (Berlin Zoo) –estudo."— Transcrição da apresentação:

1 Etologia clássica: conceitos e termos I: os fundadores Charles Whitman (Univ. Chicago) –compto. reprodutor de pombos Oskar Heinroth (Berlin Zoo) –estudo comparativo do compto. reprodutor de patos Exibições comportamentais como caracteres taxonómicos

2 Etologia clássica: conceitos e termos II: comportamentos apetitivos e consumatórios Wallace Graig (Whitman Lab) comportamentos complexos divididos em: –componente apetitiva procura activa e orientação para estímulo; variável. –componente consumatória estereotipada; período refractário Exemplo: recuperação de ovos por Aves

3 Etologia clássica: conceitos e termos III: principais autores Prémio Nobel (1973): –K. Lorenz –N. Tinbergen –K. von Frisch Métodos: –obs. dos animais em condições naturais –causas próximas e causas distantes –grande variedade de espécies

4 Etologia clássica: conceitos e termos IV: padrões fixos de acção FAP - fixed action pattern (KL): –expressão estereotipada dos padrões comportamentais; MAP (modal action pattern; Barlow, 1968)

5 Etologia clássica: conceitos e termos V: estímulos sinais Estímulo sinal (NT): –propriedades críticas do estímulo para desencadear a resposta; releasers; comportamentos deslocados; estímulos supranormais

6 Etologia clássica: conceitos e termos VI: estímulos supra-normais

7 Etologia clássica: conceitos e termos VII: mecanismo desencadeador inato IRM IRM - innate releasing mechanism (KL) EstSin IRM FAP

8 Etologia clássica: conceitos e termos VIII: modelo psico-hidráulico Energia específica de acção: necessária para desencadear um determinado comportamento;

9 Etologia clássica: conceitos e termos IX :críticas ao conceito de IRM/drive drives não são independentes dos comportamentos que procuram explicar; correlação das drives com os comportamentos depende das variáveis utilizadas; terminologia ambígua; Aplicação a diferentes níveis de análise do comportamento; pode obscurecer o fenómeno que realmente está a acontecer; não existem universais.

10 Etologia clássica: conceitos e termos X : sistemas hierárquicos no controle do comportamento Tentativa de compatibilizar IRM com dados do sistema nervoso; organização hierárquica do comportamento em níveis: –níveis menores são constituídos por centros ainda menores até que nos níveis mais baixos teríamos as contracções musculares e os impulsos nervosos. Centros estimulados por factores externos e internos (e.g. hormonas) centros superiores inibidos até serem libertados por IRM.

11 Etologia clássica: conceitos e termos X I:o instinto e o inato Inato (latim, innatus) –genético –fixo ontogeneticamente –não aprendido –instintivo Instinto (latim, instinctus) –inclui não só aspecto inato mas também uma conotação com uma motivação interna/impulso (eg fuga a predador)

12 Etologia clássica: conceitos e termos XII: aprendizagem Modificação do comportamento pela experiência ou efeitos do ambiente termo ambíguo e confuso cobre diferentes fenómenos oposição a comportamentos não-aprendidos comportamentos que não são considerados aprendidos mudam com o tempo (maturação) muitos comportamentos têm elementos inatos e elementos aprendidos (eg food begging em gaivotas)

13 Experiência de Hailman comportamentos de solicitação de alimento por crias de gaivota

14 Etologia clássica: conceitos e termos XIII: conflictos motivacionais Quando dois estímulos ocorrem simultaneamente Categorias de conflictos comportamentais: –redirecionamento do comportamento; –actividades deslocadas –outras respostas: movimento de intenção; imobilidade; respostas autónomas (eg defecar)

15 Os 4 Porquês da Etologia N. Tinbergen (1963) Mecanismo causal/ fisiologia Desenvolvimento/ ontogenia Evolução/ filogenia Função/ ecologia

16 Porque é que as aves cantam?

17 Sonograma: representação visual do som

18 Resposta 1: Mecanismo causal

19 Resposta 2: Desenvolvimento

20 Resposta 3: Evolução

21 Resposta 4: Função


Carregar ppt "Etologia clássica: conceitos e termos I: os fundadores Charles Whitman (Univ. Chicago) –compto. reprodutor de pombos Oskar Heinroth (Berlin Zoo) –estudo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google