A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

IBAD – PINDAMONHANGABA/SP A tarefa suprema da Igreja.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "IBAD – PINDAMONHANGABA/SP A tarefa suprema da Igreja."— Transcrição da apresentação:

1 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP A tarefa suprema da Igreja

2 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Nesta unidade, discutiremos a parte prática do evangelismo como, por exemplo, a comunicação evangelística, as estratégias utilizadas na evangelização, o modo de comunicação de diversos tipos de pecadores, os temas especiais para o evangelismo, e a mensagem evangelística.

3 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Para que a mensagem evangelística seja compreendida e aceita pelos pecadores, é necessário que haja uma comunicação eficaz.  1.1 – Os princípios para uma comunicação eficaz  Uma evangelização eficaz exige uma linguagem clara, propósitos definidos e o conhecimento dos tipos de pecadores para que a mensagem evangelística seja específica.

4 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP ▪ Propósitos na comunicação ▪ O tema norteador e a abordagem na evangelização ▪ O conhecimento e a amizade com os pecadores ▪ Experiências diárias ▪ Perguntas na evangelização  1.2- Estratégias auxiliares ao evangelismo pessoal  Para que haja resultado eficaz da comunicação, é necessário que haja reforço.

5 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Para que a mensagem evangelística seja aplicada de forma eficaz, é necessário que conheçamos os vários tipos de pecadores, pois há uma mensagem adequada para cada um deles.  2.1 – Os revoltados com Deus  As pessoas que fazem parte do grupo dos revoltados com Deus sofreram injustiças ou, então, passaram ou estão passando por problemas.

6 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  2.2 – Os escandalizados com os erros da igreja  Muitos dizem que nunca serão evangélicos porque há muitos crentes que não agem de acordo com o que pregam.  2.3 – Os aproveitadores dos prazeres da vida  O grupo dos que querem aproveitar a vida é composto, em sua maioria, por jovens que valorizam os prazeres e são movidos por eles.

7 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  2.4 – Os indecisos  As pessoas que fazem parte do grupo dos indecisos sabem que precisam de Deus e de salvação, mas sempre protelam.  2.5- Os sincretistas  Pessoas que acreditam que todas religiões são de Deus, costumam dizer que “todos os caminhos levam a Deus”.

8 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  2.6- Os desgostosos com a vida  Há muitas pessoas que não têm mais prazer na vida. A causa disso está em suas frustrações e em problemas do passado e/ou do presente.  2.7- Os confiantes em seus atos religiosos  Muitas pessoas acreditam que serão salvas por participarem de alguns atos religiosos e por não praticarem determinados pecados.  2.8- Os crédulos na inocência de suas falhas  Muitos não dão a devida importância à vida espiritual e à vida após a morte porque acham que seus pecados são pequenos de mais e que Deus não os levará em conta no julgamento.

9 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  2.9- Os incrédulos no perdão de seus pecados  Muitas pessoas, por causa de seus muitos pecados, afirmam que Deus não as aceitará mais.

10 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  É necessária a memorização dos versículos, pois só assim a evangelização terá conteúdo bíblico em sua apresentação.  3.1- As pessoas que se consideram fracas para seguir o evangelho  Há pessoas que acreditam que não conseguirão seguir o evangelho e serem santas, pois acham que a vida de crente é muito difícil e que não conseguirão cumprir com a ética evangélica e vencer as tentações do mundo. ▪ A perseverança na fé ▪ O fortalecimento do cristão ▪ A vida cristã vitoriosa  3.2- Os incrédulos na salvação  Há pecadores que acham difícil que a mensagem da salvação seja real para eles, por essa razão é importante mostrar-lhes que Deus se agrada da fé (Hb.11.6).

11 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  3.3- Os aprisionados pelos vícios  Milhões de pessoas não conseguem abandonar os vícios. Para elas, devemos apresentar o Jesus que liberta (Jo 8.32,36;Gl 5:01) e ter ousadia para orar por uma libertação, visto que, através do poder da oração, Deus poderá libertar as pessoas.  3.4- Os temerosos de perseguição  Muitos não aceitam a cristo porque temem a perseguição e a rejeição dos amigos e familiares.  3.5- Os confiantes nos falsos refúgios  Há pessoas que não conseguem enxergar a necessidade da salvação porque a fé delas está direcionada para falsos refúgios, entre eles, a tradição religiosa.

12 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  3.6- Os místicos  As pessoas místicas são as que confiam, entre outras coisas, em anjos, horóscopos, crucifixo, amuletos, numerologia, carta.  3.7- Os impotentes diante do pecado  Há pessoas eu, em sua sinceridade, lutam contra os seus pecados, porém não conseguem deixar de praticá-los.

13 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  3.8- Os opositores aos templos  Há pessoas que não vão à igreja porque crêem que não dependem delas para serem salvas.  3.9- As pessoas com dificuldade no entendimento da mensagem  No Evangelho de Mateus (13.3,18,19), encontramos um tipo de pecador que ouve a palavra e não a compreende e, como conseqüência, o maligno rouba o que lhe foi semeado no coração.

14 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Os confiantes em santos  Milhões de pessoas adoram a santos. Essa veneração é tão grande que elas oram, agradecem, louvam e ofertam aos seus santos.

15 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Muitos crentes não têm coragem de evangelizar porque lhes falta conhecimento bíblico e, como conseqüência, não têm temas para o evangelismo.  4.1- O pecado  Os evangelistas devem incluir o tema pecado na proclamação do evangelho, mas não devem criticar os pecadores pelas suas falhas, tendo em vista o desconhecido da maioria das pessoas sobre o real significado desse tema.

16 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP ▪ A enfermidade espiritual ▪ A rejeição de deus ▪ O afastamento dos propósitos de Deus ▪ As conseqüências do pecado  4.2- A salvação  Após apresentarmos o que é o pecado e suas conseqüências, é importante que mostremos ao pecador a solução que Deus tem para o pecador a salvação.

17 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP ▪ O amor de Deus ▪ A salvação em Jesus Cristo ▪ A importância de Cristo para a salvação da humanidade ▪ Cristo; o substituto do homem ▪ Cristo, o único Mediador ▪ Cristo, o libertador ▪ Cristo, o Senhor

18 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  Para que possamos ajudar as pessoas a aceitaram a Cristo, é preciso enxergar no pecador sua humanidade, ver as pessoas como Jesus as vê, lutar contra as discriminações, identificar e remover as barreiras que impedem as pessoas de aceitarem a Cristo.

19 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  5.1- A humanidade do pecador  Ao evangelizarmos alguém, precisamos ter em mente que estamos falando com um ser humano que tem problemas, temores, anseios, medo de morte. ▪ A personalidade humana ▪ A imagem de Deus no homem ▪ A semelhança entre os homens ▪ A unidade no ser humano

20 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  5.2- A visão para com os pecadores  Um dos pontos importantes que nos auxiliará na condução do pecador a Cristo, é saber como Ele via os pecadores.  5.3- A luta contra a discriminação  É impossível ajudar as pessoas a aceitarem a Cristo se nós não as aceitamos como são.

21 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP  5.4- A remoção das barreiras  Há várias barreiras que impedem as pessoas de aceitarem a Cristo, por esse motivo é necessário que identifiquemos e removamos essas barreiras para ajudá-las nessa decisão.  5.5- A instrução para a salvação  Existem cinco passos que o pecador deve dar para receber a salvação: crer em Cristo, arrepender-se, converter-se, pedir perdão e aceitar a Cristo.

22 IBAD – PINDAMONHANGABA/SP ▪ A crença em Cristo ▪ O arrependimento dos pecados ▪ A conversão ▪ A confissão ▪ A aceitação de Cristo  5.6- A oração com os pecadores  Orar com os pecadores é importantíssimo para a evangelização (mesmo que ele não aceite a Cristo), pois a oração abre portas, faz a pessoa se sentir valorizada.


Carregar ppt "IBAD – PINDAMONHANGABA/SP A tarefa suprema da Igreja."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google