A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Como montar uma exposição Área de Expressões Curso Profissional Técnico de Apoio Psicossocial Módulo 10 Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões |

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Como montar uma exposição Área de Expressões Curso Profissional Técnico de Apoio Psicossocial Módulo 10 Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões |"— Transcrição da apresentação:

1 Como montar uma exposição Área de Expressões Curso Profissional Técnico de Apoio Psicossocial Módulo 10 Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

2 Como montar uma exposição Espaço Iluminação Segurança Placares Vitrines Tipos deExposições Maneira deApresentar Composição Composição-Cor Tipografia Ergonomia Infra-estruturasBásicas Fases de Trabalho Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

3 Espaço Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | | É importante que o espaço seja amplo, regular, de preferência sem colunas, com o tecto suficientemente alto, e com a entrada e a saída bem situadas.

4 ESPAÇO DE CIRCULAÇÃO Por vezes as exposições têm uma determinada ordem que para ser compreendida tem de ser respeitada. Assim, os placares da mostra devem convidar o visitante a um itinerário, facilmente compreensível. Caso isso não seja possível pode recorrer-se a uma sinalização, também esta, de fácil interpretação. Qualquer que seja o sistema de sinalização escolhido, este deve ser num código muito acessível e deve, ainda, prever todas as situações de informação de modo a que o visitante faça o percurso previsto. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

5 Iluminação Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

6 Iluminação A iluminação é um aspecto chave, num espaço destinado a exposições. Cada peça exposta reclama um tipo de iluminação adequado às suas características. Por isso, o espaço tem de ter tomadas suficientes para, caso seja necessário, proceder a uma instalação eléctrica Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

7 Iluminação Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

8 Condições básicas a considerar: Observação cómoda; Visibilidade dos pormenores da forma, cor, textura; Fontes de luz pouco visíveis; Evitar reflexos; Contrastes estimulantes, mas não excessivos; Contorno visual agradável; A luz não ser excessiva e poder reproduzir adequadamente as cores. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

9 Segurança Em primeiro lugar, deve recorrer-se a meios apropriados que garantam o nível de condições adequadas de modo a tratar convenientemente as peças. Em segundo lugar há que prevenir todo o tipo de acidentes ou catástrofes (se necessário, tratar do seguro das peças). Devem evitar-se toques, inundações, fogos, acidentes de circulação ou transporte, contactos desnecessários com o público, etc. Assim, no espaço da exposição, devem colocar-se extintores, caso não haja detectores de fumo, vidros, cordões, varões ou vasos que delimitem espaços, em redor das peças expostas. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

10 Placares Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

11 Placares A colocação dos placares vai determinar o espaço de circulação dos visitantes, pelo que, previamente, se deve pensar, entre outros aspectos, nas suas dimensões e formas, no material em que são concebidos e a expor, no número necessário, na sua flexibilidade, etc. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

12 Placares São normalmente são constituídos por elementos modelares que uma vez encaixados se podem colocar vertical ou horizontalmente. No caso de haver peças volumétricas a expor, há necessidade de assegurar a existência de "pianhas" de distintas dimensões. Estas poderão ter a forma de paralelepípedos, tornando-se assim polivalentes. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

13 Vitrines Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

14 Vitrines Por vezes é necessário proteger os objectos expostos do contacto directo com os visitantes, pelo que se recorre a vitrines. Porém, como não é fácil prever as diversas situações em que irão ser utilizadas, podem construir-se campânulas (em vidro ou acrílico transparente), com dimensões iguais a uma face do cubo ou do paralelepípedo, criando-se assim, as vitrines. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

15 Maneira de apresentar Mostrar implica: ordenar, classificar e valorizar os elementos a expor, numa escala relativa a um sistema linguístico, social, cultural, histórico e político determinante. Expor é sobretudo um acto de dar significado. Assim, a forma de apresentar deve ter uma lógica, uma estrutura interna de modo a que o exposto adquira o sentido desejado. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

16 Maneira de apresentar Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

17 Maneira de apresentar O facto de expor um objecto de uma determinada maneira, por exemplo, junto com outros feitos do mesmo material, com a mesma função ou com a mesma cor ou, pelo contrário, expo-lo junto do ambiente referencial que lhe corresponde, restituindo- lhe a sua autenticidade e valor cultural são formas completamente distintas de expor. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

18 Maneira de apresentar Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

19 Tipo de Exposição Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

20 Tipo de Exposição Há vários tipos de exposição dependendo dos objectivos e da sua concretização formal. Esta variedade depende do grau de complexidade dos assuntos e modelos discursivos. A dimensão e o tempo de duração são outro factor determinante, conforme se trate de uma exposição permanente, temporal ou itinerante. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

21 Tipo de Exposição Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

22 Composição A informação exposta num placard inclui, normalmente, texto e imagem. A "mancha" ocupada pelo texto deve apresentar-se em uma ou duas colunas, interagindo com imagens. Neste tipo de composição, as imagens podem ser usadas de forma flexível e estimulante. Vejamos, por exemplo: atravessar as duas colunas de texto e chegarem até ao "romper" das margens, ou então, pelo contrário, poder ser o texto a submeter-se ao espaço deixado pelas imagens. Em qualquer situação é importante o estudo das proporções dos diferentes elementos, entre si (imagem e texto), e ainda, do seu peso visual na superfície de suporte. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

23 Composição Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

24 Composição - Cor O peso visual de uma mancha ou de uma figura depende da sua posição/colocação, da sua cor, do seu tamanho e da sua forma. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

25 Tipografia Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

26 Tipografia Em qualquer meio de comunicação escrito, o tipo de letra é fundamental. Este, deve sempre apresentar-se adequado à natureza do texto. O tipo de letra FUTURA ou HELVÉTICA são os mais adequados para textos impessoais ou técnicas. O tipo TIMES é mais adequado para textos literários, históricos ou pensamentos. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

27 Tipografia Compor o texto, significa ordenar os espaços e as componentes tipográficas sobre o suporte. Uma boa composição deve conter, de forma clara, a ordem de leitura do texto, podendo apresentar-se como uma estrutura abstracta, geométrica, previamente seleccionada. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

28 Ergonomia Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

29 Ergonomia Numa exposição devem respeitar-se os percentis médios das medidas antropométricas dos potenciais destinatários para se decidir a que altura se devem colocar os elementos expostos. O uso da cor predominante deve ser cuidadosamente planeada, conjugando-se a cor das paredes e painéis com a iluminação, de modo a criar um ambiente harmonioso e suficientemente discreto, permitindo, assim, a visibilidade das cores apelativas e a legibilidade dos elementos expostos. A transmissão da informação, será tanto mais eficaz quanto maior for a compatibilidade entre a memória de curta duração e a forma de apresentação dessa informação. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

30 Infra-estruturas básicas Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

31 Infra-estruturas básicas A montagem de uma exposição acarreta problemas que sempre se repetem, ou seja, são constantes. Tomemos como exemplos: a existência de espaço suficiente, o garantir protecção aos objectos expostos, a iluminação ser conveniente, a existência de tomadas para as instalações eléctricas necessárias, o assumir da manutenção, etc. Por isso, é importante o recurso a assessores com experiência, afim de se realizarem projectos interessantes. Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |

32 Fases de trabalho As fases do trabalho de montagem de uma exposição: 1.Pré-planificação (incluindo os vários contactos e pedidos de autorização) 2.Planificação detalhada 3.Implementação. Desenvolvimento. Produção. Instalação 4.Avaliação. 5.Manutenção. 6.Recolha de dados e revisão Rua Professor Veiga Simão | Fajões | Telefone: | Fax: | |


Carregar ppt "Como montar uma exposição Área de Expressões Curso Profissional Técnico de Apoio Psicossocial Módulo 10 Rua Professor Veiga Simão | 3700 - 355 Fajões |"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google