A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ponto de Checagem do Fuso Mitótico (Spindle Checkpoint) Niara Oliveira Disciplina de Genética Humana.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ponto de Checagem do Fuso Mitótico (Spindle Checkpoint) Niara Oliveira Disciplina de Genética Humana."— Transcrição da apresentação:

1 Ponto de Checagem do Fuso Mitótico (Spindle Checkpoint) Niara Oliveira Disciplina de Genética Humana

2 O que é mecanismo de controle Um mecanismo de controle que monitora a execução dos eventos celulares e impede o início de eventos subseqüentes até que o processo anterior seja executado com sucesso 1. controle de qualidade São denominados mecanismos de controle de qualidade do ciclo celular das células eucarióticas 1. 1 Lopes C S et al The Spindle Checkpoint: from normal cell division to tumorigenesis Arch Med Res 34 (2003)

3 O que é Há três tipos de checkpoints descritos: -checkpoint de dano do DNA (bloqueia o ciclo celular nas fases G1, S, G2 ou mesmo durante a mitose); -checkpoint de replicação do DNA (monitora a progressão através da fase S); -checkpoint do fuso mitótico (monitora a divisão celular) 1.

4 Estrutura De uma maneira geral, todos os checkpoints possuem 3 componentes essenciais: sensor -um sensor, que monitora o processo; transdutor -um transdutor, que sinaliza quando o processo não se completa adequadamente; alvo -um alvo, que responde ao sinal inibindo eventos subseqüentes 1.

5 Principais Componentes As principais proteínas envolvidas no ponto de checagem são: MAD2 - MAD2 (=mitotic arrest deficient), codificada pelo gene de mesmo nome localizado no cromossomo 4q27²; ² Cahill D P et al Characterization of MAD2B and other mitotic spindle checkpoint genes Genomics 58, , 1999

6 Principais Componentes - BUB1 - BUB1 (=budding uninhibited by benzimidazole) codificada pelo gene de mesmo nome localizado no cromossomo 2q Cahill DP et al Mutations of mitotic checkpoint genes in human cancer Nature 392, , 1998

7 Como funciona O checkpoint do fuso mitótico monitora a ligação dos cromossomos aos microtúbulos durante a divisão celular e está apto a impedir a progressão desse processo, garantindo, dessa maneira, a segregação idêntica do material genético entre as células-filhas 1.

8 Como funciona cinetócoro No início da divisão celular, uma proteína especializada, chamada cinetócoro, localizada em cada cromátide na região centromérica, captura os microtúbulos que vêm de cada um dos dois pólos do fuso.

9 Como funciona

10 O cinetócoro é essencial pois é a estrutura que sinaliza para a ativação do checkpoint!

11

12 Como funciona pólos opostos Para que a segregação cromossômica seja correta, cada cinetócoro deve estar ligado a microtúbulos que se originem em pólos opostos do fuso.

13 Como funciona Se a célula inicia a anáfase e começa a segregação cromossômica sem que todas as cromátides-irmãs tenham estabelecido conexões com ambos os pólos do fuso, algumas células irão herdar duas cópias de um cromossomo, enquanto outras, nenhuma.

14 Como funciona ponto de checagem do fuso atrasa a progressão do processo de divisão celular O ponto de checagem do fuso detecta a presença de até um único microtúbulo que não esteja ligado ao cinetócoro correspondente e atrasa a progressão do processo de divisão celular até que esse cinetócoro capture o microtúbulo do pólo oposto do fuso 4. 4 Sluder G et al The Mad Ways of Meiosis Science 289, , 2000

15 Como funciona Também, se um dos microtúbulos ligados a um cinetócoro não estiver exercendo tensão suficiente neste, é ativado o ponto de checagem do fuso 4.

16

17 Como funciona Para que a célula entre na anáfase, duas condições devem ser satisfeitas: -o conjunto completo de microtúbulos deve estar ligado aos cinetócoros, garantindo a captura de todos os cromossomos pelo fuso -deve haver ligação adequada entre os cinetócoros das cromátides-irmãs, garantindo que o cromossomo esteja alinhado na placa metafisária 1.

18

19 Para entender como funciona a nível molecular a regulação pelos checkpoints, precisamos conhecer todo o mecanismo molecular que rege a mitose.

20 Controle Molecular da Mitose Intérfase Intérfase: Checkpoint G2/M ativação do complexo promotor da mitose (MPF) Mitose Início da Mitose (prófase metáfase) OK! Checkpoint Mitótico: OK! Ativação do complexo APC/Cdc20 início da anáfase e progressão do ciclo (telófase) Intérfase Fim do ciclo de divisão celular Intérfase 5 Nigg E A et al Mitotic kinases as regulators of cell division and its checkpoints Nature Reviews 2, 21-31, 2001

21 Controle Molecular da Mitose

22 Mecanismo Molecular do Checkpoint Mitótico sinal bioquímico interações moleculares entre BUB, MAD e o cinetócoro 5. Mudanças estruturais induzidas pela não- ligação do cinetócoro ao microtúbulo (e/ou tensão adequada) são transmitidas como um sinal bioquímico, através de reações de fosforilação, culminando em interações moleculares entre BUB, MAD e o cinetócoro 5.

23 Mecanismo Molecular do Checkpoint Mitótico proteínas MAD2 - ciclinas inativado interrompendo Os cinetócoros não ligados aos microtúbulos funcionam como locais de contínua sinalização e liberação de complexos proteínas MAD2 - ciclinas. Com a ligação dessas ciclinas à MAD2, fica inativado o complexo APC – interrompendo a progressão do ciclo celular.

24 Mecanismo Molecular do Checkpoint Mitótico

25 degradação das proteínas inibidoras da anáfase Quando o último cinetócoro livre se liga, cessa a produção de complexos inibitórios, permitindo às ciclinas que se dissociem da MAD2 e se ligem ao APC, ativando-o. O resultado desse processo é a degradação das proteínas inibidoras da anáfase (securinas e ciclinas), dando início a ela 5.

26

27 Mecanismo Molecular do Checkpoint Mitótico Cinetócoro não-ligado/tensão inadequada !!Ativação do Checkpoint!! Liberação de complexos MAD2/ Cdc20 STOP Inativação do APC STOP na Mitose ! !!OK !!OK das proteínas do Checkpoint mitótico!! Dissociação do complexo MAD2/Cdc20 Ligação APC/Cdc20 Ativação do APC Progressão para a Anáfase

28 Erros no Ponto de Checagem do fuso segregação cromossômica desigual Erros no ponto de checagem do fuso, por mutações em genes que codificam elementos que participam desse processo, produzem elevadas taxas de eventos de segregação cromossômica desigual, formando células portadoras de um conjunto cromossômico alterado 4.

29 Erros no Ponto de Checagem do fuso MITOSE Durante a MITOSE -perdas momentâneas -perdas momentâneas da função da MAD2 em mitoses pós-zigóticas podem levar mosaicismo cromossômico para determinada trissomia -perdas definitivas -perdas definitivas da função da MAD2 em mitoses somáticas podem desencadear processo neoplásico

30 Erros no Ponto de Checagem do fuso MITOSE Durante a MITOSE As mutações que comprometem o ponto de checagem do fuso durante o processo mitótico contribuem para a instabilidade cromossômica, gerando anomalias cariotípicas potencialmente severas 6. 6 Michel L S et al MAD2haplo-insufficiency causes premature anaphase and chromossome instability. Nature 409, , 2001

31 Erros no Ponto de Checagem do fuso MITOSE Durante a MITOSE falha no ponto de checagem do fuso Rearranjos cromossômicos e aneuploidias são marcadores de células tumorais, sugerindo que a falha no ponto de checagem do fuso é o principal passo na conversão de uma célula normal em um câncer ¹.

32 Erros no Ponto de Checagem do fuso MEIOSE Durante a MEIOSE A inativação do ponto de checagem durante o processo meiótico implica na formação de gametas portadores de aneuploidias cromossômicas 4.

33 Erros no Ponto de Checagem do fuso MEIOSE Durante a MEIOSE Esses gametas alterados poderão dar origem a crianças portadoras de síndromes cromossômicas ou ser uma das possíveis causas de abortos espontâneos, pois o zigoto formado é incompatível com a vida 4.

34 Mutações na MAD2 Estudos 7 mostraram que a inativação do ponto de checagem por uma mutação na MAD2 leva a um grande aumento na taxa de segregação cromossômica desigual durante a meiose I, mas parece não aumentar significativamente a taxa de erro para a meiose II. 7 Shonn M A et al Requirement of the Spindle checkpoint for proper chromossome segregation Science 289, , 2000

35 Mutações na MAD2 comprometer a meiose I diferentemente da meiose II Uma possível explicação para o fato da ausência do ponto de checagem do fuso íntegro comprometer a meiose I diferentemente da meiose II é que os cromossomos são mantidos unidos de maneiras diferentes nos dois processos 4,7.

36 Mutações na MAD2 Na meiose II, as cromátides-irmãs estão conectadas diretamente umas as outras pelos seus centrômeros, o que pode evitar que ambos os cinetócoros se liguem a microtúbulos provenientes do mesmo pólo do fuso 4,7.

37 Mutações na MAD2 Na meiose I, devido aos locais de recombinação, o par de homólogos é mantido unido pelos quiasmas ao longo de seus braços, em locais específicos. Quanto maior o cromossomo, maior a distância entre o centrômero e o local de recombinação, criando uma ligação mais flexível entre os cinetócoros dos dois homólogos 4,7.

38 Mutações na MAD2 Essa flexibilidade pode fazer com que os cinetócoros dos dois homólogos se tornem funcionalmente mais independentes, aumentando, assim, a incidência de eventos onde ambos os pares de cromátides se liguem a microtúbulos provenientes do mesmo pólo do fuso 4,7.

39 Implicações Clínicas As alterações no ponto de checagem do fuso estão relacionadas: processo neoplásico -à instabilidade cromossômica, característica processo neoplásico conjunto cromossômico alterado -à formação de zigotos com conjunto cromossômico alterado, levando a abortos espontâneos ou nascimento de crianças sindrômicas.

40 Checkpoint e Câncer Altos níveis de instabilidade cromossômica relacionados a alterações no mecanismo do checkpoint mitótico foram encontrados em diversos tipos de células tumorais: adenocarcinoma e carcinoma de pequenas células de pulmão, hepatocarcinoma e carcinoma ductal invasor de mama 1.

41 Catástrofe Mitótica morte celular Processo de morte celular que ocorre durante a mitose como resultado da deficiente ativação do checkpoint. Mecanismo molecular que protege a célula contra a aneuploidização e, conseqüentemente, a instabilidade cromossômica (característica das células tumorais!) 8. 8 Castedo M Cell death by mitotic catastrophe: a molecular definition Oncogene 23(16): , 2004

42 Catástrofe Mitótica Deficiente atuação dos checkpoints (principalmente checkpoint do fuso mitótico e checkpoint de dano do DNA) Ativação da caspase-2 e citocromo C Liberação de fatores indutores da apoptose Morte celular durante a transição metáfase/anáfase CATÁSTROFE MITÓTICA 8

43 Bibliografias Essenciais The Spindle Checkpoint: from normal cell division to tumorigenesis -Lopes CS and Sunkel CE The Spindle Checkpoint: from normal cell division to tumorigenesis Arch Med Res 34 (2003) Cell death by mitotic catastrophe: a molecular definition -Castedo M et al Cell death by mitotic catastrophe: a molecular definition Oncogene 23(16): , The spindle checkpoint, aneuploidy and cancer -Bharadwaj R et al The spindle checkpoint, aneuploidy and cancer Oncogene 23(11): , 2004.

44 Bibliografias interessantes Castro A Mitosis under control Med Sci 19(3): , 2003 Cleveland DW Centromeres and kinetochores: from epigenetics to mitotic checkpoint signaling Cell 112(4):407-21, 2003


Carregar ppt "Ponto de Checagem do Fuso Mitótico (Spindle Checkpoint) Niara Oliveira Disciplina de Genética Humana."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google