A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Quem tem direito ? Video 2:53. Sociologia => estudo dos fenômenos sociais... Social => socius, deriva de "companheiro... Busca de interesses ou preocupações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Quem tem direito ? Video 2:53. Sociologia => estudo dos fenômenos sociais... Social => socius, deriva de "companheiro... Busca de interesses ou preocupações."— Transcrição da apresentação:

1 Quem tem direito ? Video 2:53

2 Sociologia => estudo dos fenômenos sociais... Social => socius, deriva de "companheiro... Busca de interesses ou preocupações mútuas sobre um objetivo comum... Teria relação com globalização...

3 1 - O termo Globalização significa internacionalização das relações econômicas, sociais e políticas capitalistas. ou Aldeia Global

4 Os primeiros passos para essa integração remontam ao séc. XV, expansão marítima Européia.

5 O processo acentua-se com a I Revolução Industrial

6 A Revolução Industrial foi o processo caracterizado pela mudança de uma economia agrária, baseada no trabalho manual, para uma economia dominada pela indústria mecanizada.

7 Na Primeira Revolução Industrial ( ) O trabalho físico começou a ser transformado em força mecânica. Teve início o funcionamento do primeiro instrumento universal de comunicação quase instantânea, o telégrafo.

8 Entre as grandes mudanças provocadas pela I Revolução Industrial ( ), praticamente restrita a Inglaterra, podemos citar: a transferência do poder do capitalismo comercial para o industrial; separação definitiva entre capital e trabalho; divisão do trabalho, trabalho alienado, surgimento e exploração do proletariado (segundo Marx).

9 A concepção de organização social de Karl Marx e Friedrich Engels se baseia nas relações de produção. Nesse sentido, em toda sociedade, seja pré-capitalista ou capitalista, haverá sempre uma classe dominante, que direta ou indiretamente controla ou influencia o controle do Estado, e uma classe dominada, que reproduz a estrutura social ordenada pela classe dominante e assim perpetua a exploração.

10 II Revolução Industrial

11 Segunda Revolução Industrial ( ) - Houve o surgimento das grandes empresas - que, por vezes, se organizavam em cartéis (grupos de empresas que, mediante acordo, buscam determinar os preços e limitar a concorrência)...

12 Contra isso Karl Marx propõe o socialismo (planificado pelo Estado) e através da revolta do proletariado. Porém, contra suas idéias surgiu o neoliberalismo, 2ª. via, proposta para o desenvolvimento globalizado e capitalista.

13 A Terceira revolução industrial Surgiu logo após a Segunda Grande Guerra, a economia internacional começou a passar por profundas transformações. Elas caracterizam a Terceira Revolução Industrial, diferenciando- a das duas anteriores, uma vez que engloba mudanças que vão muito além das transformações industriais. Essa nova fase apresenta processos tecnológicos decorrentes de uma integração física entre ciência e produção, também chamada de revolução tecnocientífica

14 O impacto das novas tecnologias da Terceira Revolução Industrial não se restringe apenas às indústrias, mas afeta as empresas comerciais, as prestadoras de serviços e, até mesmo, o cotidiano das pessoas comuns. Ou seja, trata-se de uma revolução muito mais abrangente. É causa e, ao mesmo tempo, conseqüência da globalização.

15 Nesse contexto... "A globalização destruiu totalmente o social, segundo Alain Touraine (sociólogo francês 85 anos). Touraine tornou-se conhecido por ter sido o pai da expressão "sociedade pós-industrial".

16 Ele foi dos primeiros a falar de uma sociedade pós- industrial, em que os serviços e não a industria seria a locomotiva do crescimento. Hoje em dia ele é um dos mais argutos intérpretes da recente crise global que abalou as finanças internacionais e fala de um mundo em que a sociedade e a política perdeu espaço para a economia. Para ele, depois que a globalização destruiu o social, são forças não-sociais, como a ecologia, o novo feminismo e o individualismo que devem moldar a sociedade moderna.

17 ...três forças em ação, mas uma delas, no momento está congelada, não atua. A força não social que tem mais importância hoje, inclusive no Brasil, é a ecologia. A ecologia não é algo social, é a vida ou a morte do planeta. Não é um problema cultural, mas de sobrevivência... prova disso... na direita, na esquerda, no centro. DESTINO+DE+CAPIVARAS+GERA+POLEMICA+EM+CAMPINA S,00.html Homem x Animal ? 4:03

18 O segundo... é o novo feminismo. As mulheres conseguiram seus direitos etc., mas... elas sumiram da vida política... não falamos mais de mulheres que atuam, como agente de mudança (e sim perdidas dentro da 3ª força...)

19 O terceiro... é o individualismo. O individualismo, por definição, não é social, pois se trata de definir o indivíduo de outra forma que não socialmente... Os direitos, naturalmente, políticos, sociais, hoje em dia, direito à cultura, os direitos das mulheres, das minorias etc... se juntou e se tornou um princípio fundamental, que é lutar pelo direito de ter direitos. Essa frase não é minha, mas de Hannah Arendt, e eu acho que ela resume bem a força moral, ética e política que se constituiu em torno desse tema do valor universal não social... (direito de todos para todos é possível? Responsabilidade de quem? ) Quem tem direito ? Video 2:01

20 ... Então, aí, surge a pergunta: como isso tudo pode caminhar junto? E torna-se necessário um instrumento político para ligar isso tudo, mas, aí, nós não temos. Mesmo quando falamos de democracia, não sabemos mais do que falamos.

21 Vídeo completo...23:08 er/Noticias/0,,GIM LEILA+STERENBERG+ENTREV ISTA+O+SOCIOLOGO+FRANCE S+ALAIN+TOURAINE,00.html


Carregar ppt "Quem tem direito ? Video 2:53. Sociologia => estudo dos fenômenos sociais... Social => socius, deriva de "companheiro... Busca de interesses ou preocupações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google