A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Www.ecoee.com.br www.smartgrid.com.br Rio de Janeiro, 30 de Junho de 2009 Cyro Vicente Boccuzzi CEO, ECOEE Presidente do Fórum Latino Americano de Smart.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Www.ecoee.com.br www.smartgrid.com.br Rio de Janeiro, 30 de Junho de 2009 Cyro Vicente Boccuzzi CEO, ECOEE Presidente do Fórum Latino Americano de Smart."— Transcrição da apresentação:

1 Rio de Janeiro, 30 de Junho de 2009 Cyro Vicente Boccuzzi CEO, ECOEE Presidente do Fórum Latino Americano de Smart Grid VER 2009 – 1º. Seminário Brasileiro Veículos Elétricos & Rede Elétrica Sistemas de Distribuição Inteligentes (Smart Grid) e Veículos Elétricos

2 Mudan ç as clim á ticas e restri ç ões ambientais, custos crescentes dos empreendimentos e demanda tamb é m crescente, confiabilidade para um mundo digital Viabilizaram uma Nova Geração de Redes, com a integração intensiva entre: ativos de energia, telecomunicações e tecnologia de informação bastante diferente da realidade que ainda estamos acostumados a vivenciar !!!

3 Essa rede do futuro proporciona … O uso otimizado de recursos e equipamentos Qualidade compatível com as exigências do século 21 O uso otimizado de geração de energia e de armazenamento disponíveis O uso de tarifas inteligentes e sem subsídio cruzado A prestação de novos serviços e a liberação dos mercados A participação e escolha dos consumidores através de ferramentas em tempo real

4 Por que smart grid? Forma alternativa e mais inteligente de atender a demanda frente ao cenário atual Usa tecnologias recentemente desenvolvidas para: Controle de sistemas em tempo real, Eficiência energética e gerenciamento da demanda, Geração Renovável, solar ou eólica, em pequena escala, sensores, controladores e atuadores de última geração, armazenamento de energia e chaveamento eletrônico, Tarifas inteligentes, uso otimizado, menores investimentos a LP, Redução de emissões, menor impacto ambiental, etc., etc., etc.... As barreiras tecnológicas já foram vencidas !! A questão é de padronização e escala econômica !!

5 Veículos Híbridos já estão se tornando realidade... Fonte: EPRI, USA

6 Compartilhamento de veículos está sendo uma tendência... - compartilhamento de bicicletas em mais de 80 cidades no mundo inteiro - compartilhamento de veículos - se expandindo: são carros nos EUA e mais de 600 cidades no mundo já possuem o serviço....(www.zipcar.com) Fonte: Ryan Chin _ MIT Media Lab, Smart Cities

7 Tendência: Mobilidade sob demanda Fonte: Ryan Chin _ MIT Media Lab, Smart Cities City Car, da General Motors Roboscooter, from ITRI, Taiwan

8 Fonte: Ryan Chin _ MIT Media Lab, Smart Cities City Car, da General Motors Roboscooter, from ITRI, Taiwan Tendência: Mobilidade sob demanda

9 A Geração Distribuída em pequena escala também já chegou....

10 A partir do uso em larga escala, os veículos tem incrível capacidade de armazenamento para as redes elétricas.... Será possível produzir energia em micro escala, de fontes não firmes (fotovoltaica e eólica).... A geração distribuída inteligente transforma potencialmente a cidade inteira em uma usina, com perdas mínimas de transmissão... Faz sentido também dotar os prédios com capacidade de armazenamento, mais que os veículos... Smart Grid e o Armazenamento de Energia... Fonte: Ryan Chin _ MIT Media Lab, Smart Cities

11 Fotos da semana passada

12 Fotos da semana passada...

13 Fotos da semana passada...

14 Fotos da semana passada...

15 Estudos Recentes Pacific Northwest National Laboratory - capacidade de geração atualmente disponível nos EUA seria capaz de absorver imediatamente a troca de 73% da frota convencional hoje existente por veículos elétricos – mas desde que a carga destes veículos seja cuidadosamente controlada. Penetração dos veículos elétricos é função de muitas variáveis: Custo incremental dos veículos (baterias) Preços dos combustíveis fósseis e sua volatilidade Desempenho dos veículos e faixa de autonomia Infra-estrutura disponibilizada para abastecimento e conveniência Custos de abastecimento Tecnologias que competem Penetração em 2050 varia em ampla faixa: EPRI/NRCD – 50% da frota EIA AEO – 3% da frota Fonte: Sizing up the smart grid – the Brattle Group – May 20th 2009

16 O valor do smart grid varia entre 227 e 568 bilhões de dolares... AMI 52 DR (Dinam. Price) 45 DR (enabling tech.) 17 EE (IHDs)22 EE (build. Comiss.) 23 DERs68 Sem PHEVs 227 PHEVs 341 Total com PHEVs 568 O item responsável pela maior valoração (341 bilhões) são os veículos elétricos, seguidos pelo geração distribuída (68 bilhões) e pela infra- estrutura de medição (52 bilhões) Fonte: Sizing up the smart grid – the Brattle Group – May 20th 2009

17 Desafios para a Indústria de Eletricidade na América Latina

18 Negação do aquecimento global – pouca pressão local Visão dirigida por pessoas – não pela indústria... Reguladores, Concessionárias e Industria não sincronizados – Solução = Adiar Maior parte das concessionárias sem direção visionária = fazendo projetos de medição remota não integrados à operação. A realidade da tecnologia Smart Grid está chegando quer estejamos todos preparados ou não. Os clientes são quase sempre esquecidos mas desejam estar envolvidos ativamente. Desafios para a Indústria de Eletricidade na América Latina

19 Obstáculos ainda a vencer... Foco atual na ampliação da oferta contramão do mundo – grandes projetos x microgeração renovável Mitigar a desconexão entre os mercados de varejo (regulado) e de atacado (livre) – Projeto Madeira !! Resolver os incentivos de vender mais elétrons falha em valorizar os programas de gerenciamento da demanda pelos reais benefícios que trazem ao sistema – Leilões de eficiência ?? Por que não abrir o mercado para todos os clientes ??!!! Consolidação empresarial favorece a expansão da oferta e dificulta a Eficiência Energética – Endereçar !!

20 Fórum Latino Americano de Smart Grid

21 Fórum Latino Americano de Smart Grid Primeiro evento na América Latina sobre o tema 40 palestrantes, sendo 11 internacionais, com 10 empresas patrocinadoras e 26 entidades apoiadoras nacionais e internacionais das mais diferentes áreas. 220 profissionais participaram do evento, e outros 200 visitaram a exposição, o que demonstra o grande interesse nessa área. Evento de 2009 já conta com apoio institucional da Aneel

22 Dado o sucesso do evento, o Fórum passou a ser permanente... Os membros do Fórum reconhecem que as tecnologias emergentes tem o potencial para radicalmente aprimorar o uso eficiente de energia Advogam a troca aberta, periódica e gratuita de informações objetivando: Monitorar progresso tecnológico mundial e sintetizar avanços obtidos Articular ações para atingimento da visão proposta, adaptada à nossa realidade. Trazer o estado da arte para o evento de 2009 NOSSO FOCO: ARTICULAÇÃO E SÍNTESE !!! Buscamos ser um veículo INDEPENDENTE e NÃO EXCLUSIVO, para engajar a mais ampla matriz de interessados possível. Não cobramos taxas – a adesão é grátis e reuniões são auto- patrocinadas caso a caso.

23 Fórum Latino Americano de Smart Grid Primeira entidade já criada com escopo especificamente destinado à promover o tema. Objetiva CONGREGAR AS DIFERENTES COMPETÊNCIAS NECESSÁRIAS, se distinguindo das entidades e das associações, que possuem público e escopo mais restritos. O Fórum não compete, antes é apoiado de forma massiva por mais de TRINTA diferentes Entidades, que representam a quase totalidade dos agentes do Setor de Energia.

24 Associações e Entidades apoiadoras do Fórum em 2009

25 E no Brasil? Consulta Pública da ANEEL Substituição de medidores em BT por medidores eletrônicos Objetivo de envolver a sociedade e colher subsídios Foco em 4 áreas principais: Quais funcionalidades prever? Como avaliar os custos e os benefícios dessa modernização? O que considerar na formulação de projetos pilotos? O que deve ser regulado, ou até onde deve ir a regulação? O Fórum realizou uma pesquisa dirigida a profissionais e entidades representativas para debater e articular propostas nas questões chave.

26 Metodologia da Avaliação Elaboração de questionário cobrindo 10 pontos fundamentais e estratégicos da Consulta Pública ANEEL n o 15. Enviados questionários para potenciais respondentes de vários setores de interesse na área de medição e Smart Grid. Universidades, Empresas de Geração, Transmissão e Distribuição e Comercialização de Energia Elétrica, Associações, ESCOS, Fabricantes de Equipamentos e Soluções, Bancos e Analistas do Setor, Governo, Consultores e Consumidores Livres e Cativos. Prazo curto para recebimento das respostas, apenas 3 dias úteis. Recebidos 87 questionários válidos respondidos, obtendo a taxa de 7,8% de resposta.

27 Perfil dos Respondentes

28 Conclusões da Pesquisa (Parte 1) A ANEEL deve incorporar uma visão mais abrangente das novas tecnologias e usos e não se limitar apenas à medição. A instalação de medidores eletrônicos deve ser incentivada de imediato, mas a regulamentação definitiva deve ser somente definida após a realização de projetos de demonstração. Quanto à definição dos requisitos mínimos para a medição e os medidores, metade dos respondentes entende que é necessário um estudo tarifário preliminar, enquanto a outra metade pensa que os requisitos podem ser definidos antecipadamente. Devem ser realizadas primeiramente experimentações práticas em todo o Brasil, para entender o comportamento dos consumidores brasileiros às tarifas e às tecnologias de controle, antes da definição de regulamentação.

29 Conclusões da Pesquisa (Parte 2) Vários P&D devem ser realizados em várias empresas, com o objetivo de envolver número adequado de contribuições para a regulamentação futura. A Aneel deve permitir que cada Concessionária possa propor e realizar seus experimentos dentro de regras pré- estabelecidas. As experimentações devem utilizar verbas de P&D e também investimentos adicionais recuperáveis dentro de certas regras, a partir de aprovação prévia da Aneel. O Governo Brasileiro deve incentivar demonstrações tecnológicas significativas nessa área para a criação de empregos e manutenção de competitividade tecnológica: um terço dos respondentes entendeu que as prioridades seriam outras áreas de infra-estrutura, como PLC, telecomunicações, saneamento e outras.

30 Conclusões A chegada do Smart Grid é inevitável, só questão de tempo. Os veículos elétricos são particularmente importantes na adição de valor a esta nova plataforma, na medida em que se constituem em nova categoria de consumo e permitem firmar a geração renovável em pequena escala. A ANEEL deve estabelecer em breve os atributos mínimos para demonstrações adaptadas à realidade brasileira e adotar critérios focados nos principais envolvidos no processo: Consumidores, Concessionárias, País e Meio-Ambiente. O Fórum está envolvido em um esforço de colaboração global com várias entidades do exterior e está à disposição de toda a sociedade para contribuir com a modernização dos sistemas atuais de eletricidade na medida em ela for técnica, econômica, ambiental e socialmente justificável.

31 Muito Obrigado! Junte-se ao Fórum Permanente!! - PERGUNTAS?www.smartgrid.com.br Contato:


Carregar ppt "Www.ecoee.com.br www.smartgrid.com.br Rio de Janeiro, 30 de Junho de 2009 Cyro Vicente Boccuzzi CEO, ECOEE Presidente do Fórum Latino Americano de Smart."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google