A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EMPREENDEDORISMO Prof. Valmir Pires. “Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EMPREENDEDORISMO Prof. Valmir Pires. “Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a."— Transcrição da apresentação:

1 EMPREENDEDORISMO Prof. Valmir Pires

2 “Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a influência libertadora da beleza do reino do espírito, para seu próprio prazer pessoal e para proveito da comunidade à qual seu futuro trabalho pertencer." Albert Einstein

3 Potencial Mercadológico A tarefa de transformar potencial mercadológico e números em negócios em uma empresa de sucesso é de inteira responsabilidade do empreendedor. Uma empresa não nasce da geração espontânea: é preciso um ato criador de alguém que é capaz de observar, analisar e formular um empreendimento que dê conta de gerar bens que possam produzir sentimento de satisfação, conforto e bem-estar nas pessoas ou em grupos de pessoas que venham a consumir estes bens.

4 Organização Uma empresa é um organismo vivo, dinâmico e obrigatoriamente adaptativo ao meio ambiente, para ser saudável do ponto de vista econômico, financeiro e social. Os números de uma empresa são sempre a tradução de comportamentos de pessoas, especialmente, daqueles que criam e/ou que estão a sua frente.

5 Técnicas para o Sucesso É preciso enfatizar que a técnica por si só, não assegura o sucesso do empreendimento. Ele é produto da competência com que o empresário a escolhe, usa e ajusta em busca da concretização de sua meta e de seu projeto.

6 Comportamento O comportamento empreendedor tem sido alvo de pesquisas sistemáticas que, assencialmente, têm resultado em um conjunto de características que, de maneira sintética estão apresentadas abaixo:

7 BUSCA DE OPORTUNIDADES E INICIATIVA Ter a capacidade de antecipar-se aos fatos e criar novas oportunidades de negócios, desenvolver novos produtos e serviços, propor soluções inovadoras.

8 PERSISTÊNCIA Enfrentar os obstáculos decididamente, buscando ininterruptamente, o sucesso, mantendo ou mudando as estratégias de acordo com as situações

9 CORRER RISCOS CALCULADOS Dispor-se assumir desafios ou riscos moderados e responder pessoalmente por eles.

10 EXIGÊNCIA DE QUALIDADE E EFICIÊNCIA Decido que fará sempre mais e melhor, buscando satisfazer ou superar as expectativas de prazos e padrões de qualidade.

11 COMPROMETIMENTO Fazer sacrifícios pessoais, despender esforços extras para completar uma tarefa; colaborar com os subordinados e, até mesmo, assumir o lugar deles para terminar um trabalho; esmerar-se para manter os clientes satisfeitos e colocar boa vontade a longo prazo acima de lucro a curto prazo.

12 BUSCA DE INFORMAÇÕES Interessar-se pessoalmente, por obter informações sobre clientes, fornecedores ou concorrentes; investigar pessoalmente, como fabricar um produto ou prestar um serviço; consultar especialistas para obter assessoria técnica ou comercial.

13 ESTABELECIEMNTO DE METAS Assumir metas e objetivos que representem desafios e tenham significados pessoal; definir com clareza, objetividade – de forma específica e mensurável – as metas de curto prazo e longo prazo.

14 PLANEJAMENTO E MONITORAMENTO SISTEMÁTICOS Planejar, dividir tarefas de grande porte em subtarefas com prazos definidos; revisar constantemente seus planos, considerando resultados obtidos e mudanças circunstanciais; manter registros financeiros e utilizá-los para tomar decisões.

15 PERSUASÃO E REDE DE CONTATOS Utilizar-se de estratégia para influenciar ou persuadir os outros; utilizar pessoas- chave como agentes para atingir seus objetivos, desenvolver e manter relações comerciais.

16 INDEPÊNDENCIA E AUTOCONFIANÇA Buscar autonomia em relação a normas e procedimentos; manter seus ponto de vista, mesmo diante da oposição ou de resultados desanimadores; expressar confiança na sua própria capacidade de complementar tarefa difícil ou de enfrentar desafios.

17 CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR A partir das características apresentadas, reúna-se com seus grupo e eleja as três características que vocês considerem mais significativas e importantes para um empresário ser bem sucedido.

18 Caracteristicas Pessoais O comportamento empreendedor estará presente em todas as nossas ações, sejam elas pessoais, familiares ou profissionais. Nossas características pessoais sempre marcam o estilo com que realizamos as coisas em nossa vida.

19 Caracteristicas Cabe a cada um de nós, descobrir quais estas características são pontos fortes nossos e, depois, utilizá-las em tudo o que fizermos. É importante, também, conhecer e refletir a respeito de nossos pontos fracos e desenvolver características que não temos.

20 A relevância das características empreendedoras varia de acordo com as circunstâncias e os problemas com as quais o empreendedor está envolvido.

21 ESTABELECIMENTO DE METAS As metas funcionam como um potente motor; são capazes de impulsionar a empresa e as pessoas que nela trabalham. Sem sua força orientadora, dificilmente nos moveremos na direção certa. Uma empresa que acredita ter, como única meta, o lucro, descobrirá, mais adiante, que também responsabilidade em relação aos sócios, à comunidade, aos funcionários, além de compromisso com seu próprio desempenho. A busca de uma meta desfocada, mal definida, pode ser frustrante para uma organização.

22 Ao definir as metas gerais da empresa, é desaconselhável que sejam muito específicas. A limitação destas metas gerais pode desviar o foco de atenção da empresa, tornando-a desatenta aos impedimentos e ameaças, bem como as oportunidades de lucro.

23 Ao lado das metas gerais, porém, a empresa deve definir, também, metas específicas. Quanto mais específica a meta, mais fácil fazê-la compreendida junto às pessoas comprometidas com o sucesso da empresa. Da mesma forma, claros tornar-se-ão os critérios de avaliação do desempenho organizacional.

24 Em resumo, a empresa deve trabalhar não apenas em função de metas globais, que retratem o compromisso institucional da organização, mas também fazer-se orientar por metas inerentes ao âmbito operacional.

25 Ao contrário das metas gerais, as metas operacionais têm, como característica, a temporalidade, a revisão periódica, a adaptabilidade às frenéticas contingências mercadológicas, a especificidade dos detalhes como prazos, níveis de excelência, índices de produtividade e de qualidade, diminuição de custos, crescimento de vendas, etc.

26 Para estabelecimento de metas, pode ser utilizada uma lista de checagem. As iniciais desta lista forma a palavra “ESPERTO”.

27 ESPECÍFICAS A meta bem especificada, com clareza e concisão, permite que que saibamos o que exatamente desejamos, por exemplo, comprar um Gol 1.000, cor vermelha, bancos da cor cinza, zero km, com direção hidráulica.

28 SIGNIFICADO ESPECIAL A meta deve ser importante para quem a elabora, ou seja, ter significado pessoal.

29 PROVOCANTE A meta deve representar um desafio. Ela deve estimular a superação de limites e, quando alcançada, gerar satisfação.

30 EXECUTÁVEL A meta deve ser realizável. Deve-se fazer a análise prévia das possibilidades de concretização.

31 REALISTA Ao elaborar uma meta, é necessário analisar os recursos disponíveis no momento e prever as necessidades futuras. Avaliar a capacidade e mobilizar os meios necessários é fundamental.

32 TEMPO FINAL A meta precisa ter prazo definido para sua realização.

33 OBSERVÁVEL A meta deve ser formulada numericamente, para possibilitar a avaliação dos resultados. Deve ser visível e mensurável.

34 PLANEJAMENTO MONITORAMENTO SISTEMÁTICO Planejar é definir, antecipadamente, o que fazer, de que maneira, quando e quem deve fazer, de forma flexível e fundamentada em conhecimentos, estimativas e finalidades.

35 Com o planejamento, selecionam-se opções para a empresa, determinam-se metas e maneiras de alcança-las. É com o planejamento que se desvendam possibilidades de desenvolvimento no futuro. Trata-se de uma proposta de ação que torne possível, à empresa, atingir suas metas.

36 No planejamento é que se traça o caminho para o empreendedor alcançar suas metas. É planejando que o empreendedor consegue organizar o seu negócio, identificar e tirar o melhor proveito das oportunidades com que se depara constantemente.

37 Planejar requer seriedade e profissionalismo. São etapas importantes do planejamento:

38 Prever as atividades a serem realizadas para atingir as metas; Elaborar cronograma de atividades; Determinar o grau de responsabilidade das pessoas incumbidas de realizar as atividades.

39 Com o planejamento, definimos quais são e como atingir as metas da empresa. O monitoramento é a capacidade de acompanhar todo o processo percorrido para alcançar a meta, utilizando instrumentos e procedimentos que afiram sua trajetória e possam confirmar se o rumo está correto ou se correções são necessárias.

40 BUSCA DE INFORMAÇÕES É importantíssima a capacidade do empreendedor de buscar informações por si próprio, ou seja, de empenhar-se pessoalmente no levantamento de informações relacionadas a sua empresa, seus clientes, seus parceiros e seus concorrentes.

41 A incessante busca de novas informações ajuda o empresário a manter a competitividade necessária no Mercado onde atua. Assim, ele consegue estabelecer metas em bases reais, ou seja, planejar e desenvolver melhor o seu negócio.

42 A ampliação do conhecimento sobre seu setor, sobre novas tecnologias, sobre o futuro do Mercado dará, ao empreendedor, base sólida para a tomada de decisões acerca do desenvolvimento do seu negócio.

43 É preciso identificar, que informações são importantes, onde e de que forma as obter.

44 A quantidade e a qualidade da informação que o empresário dispõe permanentemente sobre o mundo dos negócios são fatores determinantes para ter sucesso frente aos concorrentes. Se bem, utilizada, informação é poder.

45 Vantagens Ter a liberdade de enfrentar uma situação difícil e testar as próprias competências, esperando uma recompensa que não depende de outros, são algumas vantagens do espírito empreendedor” (MAXIMILIANO, 2006).

46 Autonomia: Independência e liberdade para tomar decisões são provavelmente às maiores vantagens do empreendedor. A satisfação de ser chefe de si mesmo é a melhor sensação que algumas pessoas podem experimentar.

47 Desafio: Para muitos empreendedores, o desafio de iniciar um negócio é fonte de entusiasmo. A oportunidade de desenvolver uma idéia em um negócio recompensador produz um grande sentimento de realização. Além disso, o empreendedor, em grande parte, é fruto de seu nível de esforço.

48 Controle financeiro: O controle sobre o negócio e, conseqüentemente, sobre seus rendimentos é outra vantagem importante do empreendedor. Ele não corre o risco de ser demitido de uma hora para outra e ver sua situação financeira desestruturada.

49 Desvantagens Sacrifício pessoal : Um empreendedor, no inicio do processo de uma empresa, normalmente trabalha longas horas e, com freqüência, sete dias por semana. Quase não há tempo para a família, diversão e reflexão pessoal.

50 O empreendimento muitas vezes consome a vida do empreendedor, isso freqüentemente resulta no prejuízo das relações familiares e em alto nível de tensão. O empreendedor deve perguntar-se o quanto está disposto a sacrificar para tornar seu empreendimento um sucesso.

51 Sobrecarga de responsabilidade: O empreendedor tem uma carga de trabalho e responsabilidades diferente da dos empregados assalariados. Nas empresas, os empregados têm companheiros que ocupam o mesmo cargo, com os quais podem trocar informações que podem ajudar-se mutuamente. O empreendedor, entretanto, sabe que está “sozinho no topo”. Não há ninguém no empreendimento que tenha como ele, apostado todas as fichas.

52 Pequena margem de erro: Muitas decisões tomadas por empreendedores revelam-se incorretas e não lucrativas, prejudicando os resultados do negócio. No entanto, as grandes empresas sobrevivem porque tem recursos financeiros que podem compensar s perdas. Em negócios pequenos ou emergentes, uma decisão errada pode resultar em falência.


Carregar ppt "EMPREENDEDORISMO Prof. Valmir Pires. “Jamais considere seus estudos como uma obrigação, mas como uma oportunidade invejável para aprender a conhecer a."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google