A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SALA DE APOIO À APRENDIZAGEM_MATEMÁTICA ENCONTRO DE FORMAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SALA DE APOIO À APRENDIZAGEM_MATEMÁTICA ENCONTRO DE FORMAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 SALA DE APOIO À APRENDIZAGEM_MATEMÁTICA ENCONTRO DE FORMAÇÃO

2 O Departamento de Educação Básica é, na estrutura da SEED, a instância responsável pelas políticas educacionais referentes à Educação Básica, tendo em vista o artigo 22 da LDB que preconiza: “A educação básica tem por finalidades desenvolver o educando, assegurar-lhe a formação comum indispensável para o exercício da cidadania e fornecer-lhe meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores ”.

3 Para atingir o que determina o referido artigo, o Departamento de Educação Básica entende que os sujeitos da Educação Básica, crianças, jovens e adultos, em geral oriundos das classes assalariadas, urbanas ou rurais de diversas regiões e com diferentes origens étnicas e culturais (FRIGOTTO, 2004), devem ter acesso ao conhecimento produzido pela humanidade que, na escola, é veiculado pelos conteúdos das disciplinas escolares.

4

5 Oferecer e renovar o suporte material e as condições de funcionamento dos laboratórios e das bibliotecas escolares. Ampliar os acervos, equipamentos e materiais didáticos pedagógicos dos espaços escolares de apoio ao estudo e à pesquisa. MELHORIA DOS ESPAÇOS ESCOLARES

6 Biblioteca do Professor Temas Paranaenses Biblioteca de Literatura Coleção História da República Brasileira Enciclopédia da América Latina Retratos do Brasil Materiais pedagógicos e didáticos de todas as disciplinas da Educação Básica MELHORIA DOS ESPAÇOS ESCOLARES

7 O Departamento de Educação Básica, por meio do programa de pesquisa e produção de materiais didático-pedagógicos, implementa ações que possibilitam o trabalho coletivo dentro das escolas, a troca de experiências, a produção intelectual colaborativa, os subsídios para o estudo, favorecendo a atitude reflexiva e a pesquisa entre os professores. PESQUISA E PRODU Ç ÃO

8 Diretrizes Curriculares Estaduais Projeto Folhas OAC : Objeto de Aprendizagem Colaborativa Livro Didático Público Cadernos Pedagógicos Antologia de Filosofia e Sociologia Página do Departamento - Portal Dia a Dia Educação PESQUISA E PRODU Ç ÃO

9 Um programa de formação continuada justifica-se pela constante necessidade de aprimoramento profissional dos professores da Educação Básica, com ações que privilegiem a formação teórico- metodológica, a reflexão conceitual sobre a interdisciplinaridade e a análise crítica e produtiva da atividade docente, de modo a possibilitar mudanças efetivas na prática educacional. FORMA Ç ÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCA Ç ÃO

10 Grupos de Estudo Semana Pedagógica Encontros centralizados: - Sala de Apoio - CELEM – Centro de Línguas Estrangeiras - Literatura e Ensino - Educação Infantil e Anos Iniciais - Ensino Médio por Blocos de Disciplinas FORMA Ç ÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCA Ç ÃO

11 Formação para os profissionais que atuam em: - Biblioteca Escolar - Laboratório de Física, Química e Biologia - Núcleo Regional de Educação Simpósios Disciplinares Oficina de manejo de resíduos químicos DEB - Itinerante e NRE-Itinerante FORMA Ç ÃO DOS PROFISSIONAIS DA EDUCA Ç ÃO

12 A Secretaria de Estado da Educação do Paraná - SEED - implementou o Programa Sala de Apoio à Aprendizagem em 2004, com o objetivo de atender às defasagens de aprendizagem apresentadas pelos alunos que frequentam a 5ª série/6º ano do Ensino Fundamental. PROGRAMA SALA DE APOIO

13 O programa prevê o atendimento aos alunos, no contraturno, nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, com o objetivo de trabalhar as dificuldades referentes à aquisição dos conteúdos de oralidade, leitura, escrita, bem como às formas espaciais e quantidades nas suas operações básicas e elementares. PROGRAMA SALA DE APOIO

14 Ocorre uma avaliação permanente do Programa, por parte do Departamento de Educação Básica, dos Núcleos Regionais de Educação e de todo o coletivo escolar, objetivando seu melhor funcionamento e eficiência. Devido a essa avaliação, o Programa passou por mudanças em sua regulamentação, que promoveram o aumento do número de aberturas automáticas de demandas e a diminuição do número de alunos por Sala de Apoio, possibilitando assim um maior e melhor atendimento aos alunos. PROGRAMA SALA DE APOIO

15 Permite o atendimento individualizado ao aluno participante, proporcionando a superação de defasagem de conteúdos acumulados ao longo das séries iniciais; Maior aceitação, envolvimento e credibilidade do Programa pelos pais que entenderam o valor e o real sentido da Sala de Apoio; Maior envolvimento dos professores. Aluno passou a ser mais participativo; Melhora na leitura, interpretação, escrita e desenvoltura oral. RELATO DOS PROFESSORES AVAN Ç OS

16 Os alunos que frequentaram, normalmente, as Sala de Apoio obtiveram avanços significativos. Professores mais informados sobre os procedimentos/informações a respeito da Sala de Apoio; O trabalho com as disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática refletiu na melhorias das demais; Cadernos de Orientações Pedagógicas e Coletâneas de Textos destinados aos alunos e professores contribuíram para melhorar a qualidade da oferta do Programa. RELATO DOS PROFESSORES AVAN Ç OS

17 Relatório Semestral reformulado (início de 2008) apresentando mais dados sobre o rendimento escolar, frequência dos alunos e encaminhamentos metodológicos; Ficha de Encaminhamento dos Alunos reformulada (início de 2008): as indicações de conteúdos básicos ficaram mais claras, auxiliando os professores das Salas de Apoio a prepararem suas intervenções; Muitas escolas conseguiram manter neste ano os mesmos professores que atuaram nos anos anteriores na Sala de Apoio. RELATO DOS PROFESSORES AVAN Ç OS

18 Distribuição da aulas (perfil do professor, licenças médicas e licenças prêmio); Não envolvimento de algumas Equipes Pedagógicas das Escolas (o pedagogo trabalha em horário contrário ao funcionamento da Sala de Apoio) e pouco contato entre os professores regentes e o professor da Sala de Apoio; Frequência dos alunos, pouco envolvimento das famílias em enviar os filhos para as aulas no contraturno. RELATO DOS PROFESSORES DIFICULDADES

19 Em algumas escolas espaço físico inadequado ou não há espaço físico; Reprovação em outras disciplinas; Falta de materiais didático pedagógicos; Formação Continuada para os professores que atuam na sala de apoio. RELATO DOS PROFESSORES DIFICULDADES

20 SALA DE APOIO À APRENDIZAGEM - MATEMÁTICA MARY LANE HUTNER Chefe do Departamento de Educação Básica


Carregar ppt "SALA DE APOIO À APRENDIZAGEM_MATEMÁTICA ENCONTRO DE FORMAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google