A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANO ICÓNICO Plano icónico (súmula): O plano icónico central é constituído por um copo de vidro cheio de cerveja até ao topo, que se encontra em cima.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANO ICÓNICO Plano icónico (súmula): O plano icónico central é constituído por um copo de vidro cheio de cerveja até ao topo, que se encontra em cima."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 PLANO ICÓNICO

4 Plano icónico (súmula): O plano icónico central é constituído por um copo de vidro cheio de cerveja até ao topo, que se encontra em cima de uma mesa. O copo está devidamente identificado com a marca da bebida alcoólica: Sagres Bohemia. Dispostos lateralmente ao copo, estão talheres (uma faca e um garfo) prateados e um guardanapo de pano branco do lado direito, sugerindo que o prato principal é a Sagres Bohemia. Na cultura ocidental, este conjunto icónico representa uma mesa de refeição. O texto acompanhante do anúncio surge nas partes superior e inferior deste.

5 Função apelativa: Analogia entre o copo de cerveja e o prato de uma refeição à mesa, que convida o indivíduo a experimentar a Sagres Bohemia e a ficar satisfeito, como se de uma refeição se tratasse; As cores sóbrias (preto e bordeaux), aliadas ao prateado e ao dourado, aludem ao requinte, que é sempre sedutor; Ter = Ser: beber Bohemia é sinónimo de ser português e respeitar e se identificar com os valores culturais. É um momento de comunhão nacional através do consumo de um produto que reflecte a alma lusa. A colocação da bebida na mesa a sugerir refeição funciona como signo social (alimentação), que sintetiza a identidade nacional.

6 Função fática: Através do contraste das letras brancas com o fundo negro e da própria concepção inusitada de uma mesa de refeição com um copo de cerveja no centro, o anúncio desperta a atenção; Os tons de vermelho, que dominam o plano central, sobre o fundo negro são um chamariz que mantém o contacto visual por algum tempo; A ausência de outros elementos visuais canaliza a atenção para os existentes; Duplo destaque do logótipo da marca (no copo e na canto inferior esquerdo do anúncio).

7 Função Poética: A conjugação da imagem: centralidade dos elementos principais e ausência de outros, que possam dispersar inutilmente a atenção do sujeito espectador; A analogia da ordenação da mesa a uma mesa de refeição; O jogo de cores: vermelho (intensidade de sentimentos); branco (distinção); preto (elegância, sobriedade). Ou o preto, como cor de fundo, pode ter sido colocado, com o propósito de realçar as cores vermelha e branca.

8 Função emotiva (CENTRA-SE NO EMISSOR): O conjunto icónico traduz ambiente de refeição com requinte (talheres prateados e guardanapo de pano); A imponência do copo patente no seu tamanho e centralidade ocupada no anúncio; A frescura da bebida denunciada pelas gotículas de água no copo.

9 Função metalinguística: Sagres Bohemia = cultura + requinte + sofisticação + unicidade + frescura + portugalidade + grandiosidade + tradição

10 Função Informativa: Mesa de refeição, com um copo cheio de cerveja a substituir o tradicional prato; Talheres prateados a ladearem o copo; Guardanapo de pano do lado direito do anúncio…

11 PLANO LINGUÍSTICO

12 Função poética: Recurso ao fado que está intimamente ligado à cultura portuguesa: Silêncio que (…) se vai beber Bohemia. Este é um slogan harmonioso, com características poéticas. Analogia entre o dito popular Silêncio que se vai cantar o fado e o slogan presente no anúncio: Silêncio que (...) se vai beber Bohemia.

13 Função apelativa: Incita à compra da bebida, por ser: A única recomendada pelos melhores restaurantes: Apoiando-se em argumentos irrebatíveis (a única recomendada pelos melhores restaurantes), intenta-se o apelo ao consumo; Silêncio que se vai beber Bohemia aproveita a expressão popular portuguesa Silêncio que se vai cantar o fado. Este aproveitamento serve para impelir o consumo, pois sugere distinção /excepcionalidade (é preciso fazer-se silêncio), o que é nacional é bom e identificação com a portugalidade, o orgulho e o prazer de ser português; E pelas frases imperativas: Silêncio que (…) se vai beber Bohemia. Seja responsável. Beba com moderação. (incitando a uma conduta responsável).

14 Função fática: Chama a atenção por recorrer a uma expressão bem popular dos portugueses, que com o trocadilho, centraliza-se naquilo que se vai beber. A palavra Silêncio só por si é retentora de atenção.

15 Função expressiva: Elaboração de valorações subjectivas e emissão de juízos de valor, quando se diz que é única e recomendada pelos melhores restaurantes. A única recomendada pelos melhores restaurantes

16 Função referencial: tem o objectivo de informar de forma isenta, imparcial e objectiva o destinatário: Tipo de bebida: cerveja; Marca da cerveja e sua categoria: Sagres Bohemia; Informação adicional e legalmente obrigatória: Seja responsável. Beba com moderação.

17 Função metalinguística: Sagres Bohemia = A única recomendada pelos melhores restaurantes + beber

18 Destinador : Sagres e a agência de publicidade que elaborou este anúncio, a Euro RSCG. Destinatário : público geral; Produto : cerveja Sagres Bohemia; Objecto : portugalidade, distintividade; Objecto-valor : quando o sujeito passivo anseia projectar-se no mesmo ambiente que o sujeito activo (copo) e gozar assim do objecto; Adjuvantes ( relação conjuntiva ): o requinte afecto às peças existentes na mesa; a frescura patente nas gotículas de água no copo; a apreciação por cerveja e pela marca, a proximidade do Verão e, com ele, o calor, que incentiva a toma de bebidas refrescantes, o ínfimo custo da bebida, o prazer de ser português… Oponentes ( relação disjuntiva ): a não apreciação de bebidas alcoólicas nem do requinte, as marcas concorrentes e outras bebidas, com ou sem álcool, que rivalizem com a Sagres Bohemia…

19 Sujeito passivo : os sujeitos espectadores; Sujeito activo / Actor : copo de cerveja, que ocupa um papel central e representa a verdadeira alma portuguesa; Actante : Qualificativo (de vidro, cheio, com gotículas de água, espuma no topo, logótipo da marca); Funcional (por ocupar uma posição central na mesa, goza de destaque); Papel Actancial : Desempenha o papel de protagonista (plano icónico) ou de representante da portugalidade (plano linguístico); Competência : (1) ao nível do domínio e manuseio do código (visual e linguístico), (2) ao nível do acesso monetário e (3) da identificação com o sujeito actor e valorização do objecto; Sujeito Competente – manuseia o código, capaz monetariamente de adquirir o produto, valoriza o objecto, aprecia a marca, bebidas alcoólicas e o conceito de portugalidade; Sujeito não competente : o oposto do anterior e ser menor de idade; Performance : aquisição e consumo do produto, neste caso, da cerveja.

20 Sema nuclear: Natureza inanimada do ícone copo; natureza fabricada do ícone talher; Género masculino do lexema silêncio.

21 Núcleo sémico: Natureza inanimada + natureza líquida + natureza fabricada + natureza consumível do conteúdo do ícone copo.

22 Sema diferencial: Natureza líquida do conteúdo do copo e natureza sólida, por exemplo, do ícone garfo.

23 Sema comum: Natureza morta dos ícones talheres e guardanapo.

24 (1) Um sema contextual possível é o enaltecimento da cultura portuguesa. Pede-se silêncio, enquanto se bebe a Sagres Bohemia. É uma forma de vincar a sua grandiosidade, já que, na cultura portuguesa, se pede silêncio quando se canta o fado, pela importância que este género musical tem na tradição portuguesa. Os índices são: a invocação e adaptação da expressão popular: Silêncio que se vai cantar o fado em Silêncio que… se vai beber Bohemia e, a própria centralidade do copo (ícone) na mesa de refeição, que alude a um lugar de honra. É quase como se se fizesse uma homenagem/o culto à Sagres Bohemia, e todo o bom português deverá bebê-la, pois trata-se de um acto cultural e de identidade nacional. Ou seja, quem é português bebe Sagres Bohemia, servindo esta como elo de identificação nacional. Para além destes índices, temos a presença de símbolos nacionais: o escudo no logótipo da Sagres, que remete para a sua origem nacional, bem como os tons de vermelho e amarelo (dourado), que são as cores da bandeira portuguesa.

25 (2) o requinte e a sofisticação, sendo ilustrados pelos seguintes índices: as cores sóbrias utilizadas no anúncio (como o preto e o bordeaux); o prateado dos talheres (ícones), o dourado fugidio da espuma e notório do próprio logótipo, o brilho do copo de vidro, o guardanapo de pano.

26 Existe isotopia, isto é, há uma relação entre o showing e o telling. Tanto no plano icónico como no linguístico, a Sagres Bohemia é a única recomendada pelos melhores restaurantes. Denota-se uma convergência entre o showing (a centralidade e protagonismo da cerveja) e o telling (a única recomendada pelos melhores restaurantes).

27 O copo de cerveja é o protagonista, e simboliza o convite (espuma), a frescura (as gotículas de água no copo), e a importância e o prestígio pela posição central que ocupa. Existe uma relação ter-ser, isto é, se beber Sagres Bohemia, estará a homenagear a tradição cultural portuguesa por um lado, e será requintado, por outro. Mito: O que é nacional é bom. Outros anúncios veiculam esta ideia de modo a convidar o receptor ao consumo de produtos nacionais.


Carregar ppt "PLANO ICÓNICO Plano icónico (súmula): O plano icónico central é constituído por um copo de vidro cheio de cerveja até ao topo, que se encontra em cima."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google