A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

VISÃO GERAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Conceitos Básicos Prof.Me.Eduardo B. Corrrêa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "VISÃO GERAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Conceitos Básicos Prof.Me.Eduardo B. Corrrêa."— Transcrição da apresentação:

1 VISÃO GERAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Conceitos Básicos Prof.Me.Eduardo B. Corrrêa

2 Níveis de decisão de uma empresa NÍVEL ESTRATÉGICO NÍVEL TÁTICO NÍVEL OPERACIONAL Altos escalões da empresa e geram atos cujo efeito é duradouro Escalões intermediários e geram atos de efeito a prazo mais curto; colocam em prática as decisões estratégicas Dão resposta imediata aos problemas do dia-a-dia, seguindo as orientações táticas ou gerenciais

3 A tomada de decisão é basicamente, a escolha de uma opção entre diversas alternativas existentes, seguindo determinados passos previamente estabelecidos e culminando na resolução de um problema de modo correto ou não. Envolve seis etapas : Análise e identificação da situação; Desenvolvimento de alternativa; Comparação entre as alternativas; Classificação dos riscos de cada alternativa; Escolher a melhor alternativa; Execução e avaliação Tomada de Decisão

4 Visam a solução de problemas Afetam e são afetadas pela cultura e estrutura organizacional Necessárias para fazer funcionar os processos de agregação de valor Devem sempre ter em vista o planejamento estratégico e as metas globais da organização.

5 Tomadas mediante uma regra, procedimento ou método quantitativo. São facilmente computadorizadas Ex: pedido de compras das mercadorias que estão abaixo do estoque mínimo. Tipos de Decisão Estruturadas Lidam com situações incomuns ou excepcionais, difíceis de quantificar. Regras e conexões não são bem definidas (problemas não estruturados) Ex:começar ou não um novo tipo de linha de produto. Não -Estruturadas

6 Influencia o tomador de decisões no estágio de escolha. Risco é a medida da probabilidade de que uma alternativa selecionada resultará em um produto não- esperado ou não-desejado. Decisões não-programadas têm alto risco. O Grau de Risco

7 Tomador de decisão sabe o que vai acontecer Cada alternativa tem uma saída definida que é conhecida Não há risco de que a alternativa selecionada resulte produto inesperado. Todos os fatos relevantes são conhecidos pelo tomador de decisões. Tomada de Decisão sob Certeza

8 Tomador de decisão estima a probabilidade do resultado Alternativas sem uma saída definida Há risco de que a alternativa selecionada resulte produto inesperado. Nem todos os fatos relevantes são conhecidos pelo tomador de decisões. Ex:pesquisa aponta 50% das pessoas estão dispostas comprar Tomada de Decisão sob Incerteza

9 Sistema de Informações pode ser considerado como centro de inteligência ou o cérebro da organização, para o alinhamento das operações com as diretrizes estratégicas. A base para tomada de decisão, em todos os níveis da organização é o acesso às informações. Elas devem estar relacionadas a todos os aspectos importantes do negócio, ou seja, clientes, mercado, pessoas, produtos, processos, fornecedores, sociedade e resultados. Sistemas de Informação

10 Abragência de um software departamental RHVENDASCOMPRASMARKETINGCONTABILIDADEFATURAMENTO NÍVEL ESTRATÉGICO NÍVEL TÁTICO NÍVEL OPERACIONAL SISTEMAS DE INFORMAÇÃO ST

11 Software abangendo todos os níveis de decisão RHVENDASCOMPRASMARKETINGCONTABILIDADEFATURAMENTO NÍVEL ESTRATÉGICO NÍVEL TÁTICO NÍVEL OPERACIONAL SIG SAD SIG: são sistemas que forneçam informações Integradas provenientes de diversos sistemas transacionais. Utilizados para resolução de problemas estruturados. SAD: são sistemas que não só fornecem informação para apoio à tomada de decisões, mas que ajudam no processo de tomada de decisão, através da análise das informações e de tendências. Utilizados para resolução de problemas mais complexos e menos estruturados ST EIS EIS: este sistema é destinado ao nível de alta gerência, que também auxilia os executivos na tomada de decisões, no controle dos fatores críticos de sucesso e do progresso da organização.

12 Sistemas Transacionais (ST) Sistemas de Informação Gerenciais (SIG) Sistemas de Informação Executivos (SIE) Sistemas de Apoio à Decisão (SAD) SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Tipos de SI

13 Transação: qualquer troca de valor ou movimento de mercadorias que afete a lucratividade de uma organização ou seu ganho global, inclusive a realização de metas organizacionais. Ex: pgto de empregados, envio de faturas a clientes, preenchimento de formulários p/governo (fins lucrativos); recebimento de doações, financiamento pesquisas (s/fins lucrativos) Coração da maior parte das organizações empresariais, dá apoio à monitoração e à realização das negociações e armazena dados sobre as mesmas SISTEMAS TRANSACIONAIS

14 Principais características: Coleta de dados através de mecanismos de entrada; Realização de cálculos; Armazenamento de informações e ordenação dos dados, facilitando o acesso a eles; Permite consultas dos dados, em diversas formatações; Produção de documentos e relatórios operacionais. SISTEMAS TRANSACIONAIS

15 Objetivos: Processar dados gerados por e sobre as transações; Manter um alto grau de precisão e confiabilidade; Assegurar a integridade do dados da informação; Produzir documentos e relatórios em tempo; Aumento da eficiência do trabalho; Auxiliar no fornecimento de mais e melhores serviços. SISTEMAS TRANSACIONAIS

16 processar dados gerados por e sobre transações: o principal objetivo de qualquer ST é capturar, processar e armazener transações e produzir documentos relacionados as atividades comerciais rotineiras manter um alto grau de precisão: um objetivo de qualquer ST é a entrada e o processamento de dados sem erros. assegurar a integridade dos dados e da informação: outro objetivo de um ST é assegurar que todos os dados e informações armazenados nos banco de dados estejam exatos, atuais e apropriados. SISTEMAS TRANSACIONAIS

17 produzir documentos e relatórios em tempo: uma das grandes vantagens de um ST computadorizado sobre um ST manual. (uso da Tecnologia) aumento da efiência do trabalho: redução substancial das exigências de trabalho de funcionários e outros. fornecimento de mais e melhores serviços: tanto grandes como pequenas empresas percebem cada vez mais a importância de prestação de serviços superiores aos seus clientes. SISTEMAS TRANSACIONAIS

18 Coleta de dados: processo de coleta e agrupamento de todos os dados necessários para completar uma ou mais transações. Manipulação de dados: inclui a classificação dos dados, disposição dos arquivos em categorias, duplicação da informação e execução de cálculos Armazenamento de dados: envolve a colocação dos dados da transação em um ou mais banco de dados Produção de documentos: envolve a saída de registros e relatórios.Os documentos podem sair como um relatório impresso em papel ou exibidos em tela SISTEMAS TRANSACIONAIS

19 grande quantidade de dados de entrada grande quantidade de saída, inclusive arquivos de dados e documentos necessidade de processamento eficiente para lidar com grandes quantidades de entradas e saídas capacidade de entradas e saídas rápidas alto grau de repetição no processamento computação simples(maioria exige apenas as 04 operações) Características SISTEMAS TRANSACIONAIS

20 Características (Continuação) necessidade de edição para assegurar que todos os arquivos estejam precisos e atualizados necessidade de auditoria para assegurar que toda a alimentação de dados, processamento, procedimentos e saídas estejam corretos, precisos e válidos alto potencial de problemas relacionados com a segurança SISTEMAS TRANSACIONAIS

21 Entrada de Dados Processamento Documentos Relatórios Arq uivo de dados Hora de entrada e saída Aumentos Gratificações Comissões Etc. Documentos Cheques Descontos IR Guias Férias Relatórios Fichas finaneiras Faixas Saláriais SISTEMAS TRANSACIONAIS

22 Processamento de Pedidos Faturamento Controle de estoques Contas a receber Contas a pagar Compras Recebimento de materiais Expedição Folha de Pagamento Contabilidade Geral Aplicações SISTEMAS TRANSACIONAIS

23 SISTEMA DE INFORMAÇÕES GERENCIAIS O sistema de informações gerenciais é um conjunto organizado de pessoas, procedimentos, bancos de dados e dispositivos que fornecem aos administradores e tomadores de decisões as informações para ajudá-los a atingirem suas metas. Também conhecidos como Management Information Systems (MIS) ou Sistemas de Informações Gerenciais (SIG), que nada mais são do que sistemas que forneçam informações Integradas provenientes de diversos sistemas transacionais.

24 Sistemas de Informações Gerenciais - SIG Gerência de nível médio usa relatórios do SIG para comparar resultados reais com metas estabelecidas Executivos de nível superior usam relatórios de SIG para desenvolvimento de estratégias p/sucesso do negócio. Sistema de Informação Gerencial – SIG: Engloba todos os componentes da organização e todos os seus níveis de decisão.

25 Sistemas de Informações Gerenciais - SIG Contabilidade Finanças Recursos Humanos Industrial Marketing Outras áreas Banco de dados Relatórios n SIG é uma coleção integrada de subsistemas normalmente organizados em linhas funcionais dentro da organização.

26 Sistemas de Informações Gerenciais - SIG Entradas: dados armazenados pelos ST Os dados obtidos dessas fontes são processados em informações mais úteis para os administradores e apresentados através de relatórios pré-determinados. Saídas a) Relátorios Programados: produzidos periodicamente ou de forma programada, diária, semanal, mensal,... Ex: um relatório industrial produzido uma vez por dia para monitorar a produção de um novo produto

27 Sistemas de Informações Gerenciais - SIG Saídas (Continuação) b) Relátorios sob Solicitação: desenvolvidos para dar certas informações a pedido de um administrador. Ex: horas trabalhadas por um empregado em especial, c) Relátorios de Exceção: são produzidos automaticamente quando uma situação é incomum ou requer uma atitude de um administrador Ex: produtos com menos de 50 peças em estoque, funcionários que tiveram horas extras na semana,...

28 Características geram relatórios de saída c/formatos fixos e programados produzem relatórios impressos e em tela de computador usam dados internos armazenados no sistema. necessitam de solicitações formais do usuário Sistemas de Informações Gerenciais - SIG

29 São sistemas que não só fornecem informação para apoio à tomada de decisões, mas que ajudam no processo de tomada de decisão, através da análise das informações e de tendências, podendo ter funções específicas que fazem parte do ambiente de apoio à decisão. Também conhecido como Decision Support Systems (DDS). Sistema de Apoio à Decisão – SAD: Tratam de assuntos específicos, estatísticas, projeções, comparações de dados referentes ao desempenho da empresa. SISTEMA DE APOIO À DECISÃO - SAD

30 São sistemas mais complexos que permitem total acesso à base de dados corporativos, modelagem de problemas, simulações e possuem uma interface amigável. Além disso, auxiliam o executivo em todas as fases de tomada de decisão, principalmente, nas etapas de desenvolvimento, comparação e classificação dos riscos, além de fornecer subsídios para a escolha de uma boa alternativa. SISTEMA DE APOIO À DECISÃO - SAD

31 Características Utilizados para resolução de problemas mais complexos e menos estruturados; Tentam combinar modelos ou técnicas analíticas com as funções tradicionais de processamento de dados, como acesso e a recuperação de informações; Devem ser interativos, fáceis de usar e ter interface extremamente amigável; Os sistemas de apoio à decisão devem acompanhar as tendências, sendo mais flexíveis e adaptáveis a mudanças; Devem fornecer subsídios para um rápido encaminhamento e implementação dos resultados obtidos a partir da tomada de decisão. O suporte à decisão é necessário em todos os níveis de gerenciamento da empresa.

32 SISTEMA DE APOIO À DECISÃO Fatores que determinam a necessidade de um SAD: Competitividade entre as empresas; Necessidade de informações rápidas; Disponibilidade de recursos tecnológicos; Oferece vários recursos computacionais; Possibilidade de armazenar o conhecimento de especialistas em bases de conhecimento.

33 Integrando os Sistema de Informação A maior parte das decisões são tomadas com base em diversas informações espalhadas por todos os cantos da empresa. Como o propósito do SAD é apoiar vários processos decisórios em diversos níveis gerenciais, a integração se faz necessária. Esta integração deve ser realizada, não importando como a empresa iniciou o processo de automatização. A conseqüência principal da integração é a descentralização da informação, fluindo por toda a empresa, alcançando quem precisar dela e na hora que precisar.

34 Integrando ST, SIG e SAD ST de cobranças que envia contas mensais aos clientes. SIG de cobranças que produz para agência relatórios semanais sobre contas vencidas SAD de cobranças que executa análises de simulações para determinar o impacto dos pagamentos atrasados no fluxo de caixas, no faturamento e nos níveis de lucro global

35 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXECUTIVO Geralmente chamados de Executive Information Sistem (EIS), este sistema é destinado ao nível de alta gerência, que também auxilia os executivos na tomada de decisões, no controle dos fatores críticos de sucesso e do progresso da organização.

36 Características: Fornece informações do passado, presente e tendências futuras; Permite análise profunda das informações; Dá suporte a todos os aspectos de tomada de decisões; Oferece vários recursos computacionais; Comunicação com o mundo interno e externo que se adaptem ao seu estilo. Adequar à cultura da empresa e no seu modo de tomada de decisão; Proporcionar acesso rápido às informações correntes. SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXECUTIVO

37 Características: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXECUTIVO Satisfazer as exigências de informação; Usados para tarefas de acompanhamento e controle; Adaptam-se ao estilo de tomada de decisão; Contém recursos gráficos; Proporcionar informações de forma rápida para decisões que são tomadas sob pressão; Fáceis de usar, para que não necessite de muito treinamento;

38 SISTEMAS DE INFORMAÇÃO EXECUTIVO Objetivo Prover informações de forma acessível e em formato interativo, sem forçar que os executivos se tornem especialistas em análise e modelo de dados.

39 Principais Tipos de Sistemas de Informação VISÃO GERAL


Carregar ppt "VISÃO GERAL DOS SISTEMAS DE INFORMAÇÃO Conceitos Básicos Prof.Me.Eduardo B. Corrrêa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google