A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOMENTO CIENTÍFICO Serviço de Geriatria e Gerontologia HC FMUSP Residente: Patricia Langenegger Preceptor: Rafael Lyra Orientador: Dr. Alexandre Busse.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOMENTO CIENTÍFICO Serviço de Geriatria e Gerontologia HC FMUSP Residente: Patricia Langenegger Preceptor: Rafael Lyra Orientador: Dr. Alexandre Busse."— Transcrição da apresentação:

1 MOMENTO CIENTÍFICO Serviço de Geriatria e Gerontologia HC FMUSP Residente: Patricia Langenegger Preceptor: Rafael Lyra Orientador: Dr. Alexandre Busse Discutidor: Dr. Luiz E. Garcez Leme

2 QUESTÕES 1) Nessa metanalise, apenas 2 estudos incluídos foram desenhados para avaliar a população idosa. O restante utilizou-se de análises de subgrupo. Você acha que isso interfere nos resultados? 2) O uso de estatinas como prevenção primária não teve impacto na redução de mortalidade, houve apenas uma tendência. Como você explica isso? 3) Você indicaria o uso das estatinas em idosos sem doença cardiovascular manifesta pelo fato de reduzir eventos (IAM e AVC) e possivelmente prevenir a perda de funcionalidade? 4) O estudo apenas avaliou novo diagnóstico de câncer como efeito colateral. Haveriam outros efeitos colaterais das estatinas importantes a serem considerados nos idosos? 5) Levando-se em consideração o Guideline 2013 da ACC/AHA e o parecer da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia em relação ao uso das estatinas, você consegue fazer um paralelo da conclusão dessa metanalise com o Guideline e o parecer supra-citados?

3 Nessa metanálise, apenas 2 estudos incluídos foram desenhados para avaliar a população idosa. O restante utilizou-se de análises de subgrupo. Você acha que isso interfere nos resultados? Sim! Interfere não tanto pela especificidade ou não do desenho, mas, principalmente pela pobreza de publicações referentes ao tema. Por exemplo: os dois ensaios clínicos são publicados em 2002, portanto mais de 10 anos antes da realização da revisão sistemática. Por outro lado os ensaios referidos utilizam estatinas e doses diferentes, incorporando vieses na avaliação. Finalmente a análise de eventos mórbidos e de mortalidade foi feita com ensaios clínicos diferentes, o que interfere no peso de cada ensaio na finalização da revisão sistemática (Bruckert só aparece em mortalidade e PROSPER só aparece em IAM/AVC).

4 O uso de estatinas como prevenção primária não teve impacto na redução de mortalidade, houve apenas uma tendência. Como você explica isso?

5 RISCO RELATIVO DE MORTALIDADE ESTATINA PLACEBO Mortalidade Geral Mortalidade Cardiovasular RRR 5,9% RRR 9,7%

6

7 RISCO RELATIVO DE IAM E AVC ESTATINAPLACEBO 0,60 (0,43, 0,87) Infarto Agudo do Miocárdio Acidente Vascular Cerebral

8 The discrepancy between the results for MI and stroke on the one hand, and mortality on the other, is at least partly a consequence of different trials that were included for different endpoints. Approximately one-half of the weight for the mortality outcomes was from the ALLHAT (Antihypertensive and Lipid-Lowering Treatment to Prevent Heart Attack Trial) trial, where pravastatin did not improve outcomes, a finding attributed to the narrow LDL-C difference between treatment groups (11). The ALLHAT trial was not included in the analyses for MI or stroke because those data were unavailable.

9 Você indicaria o uso das estatinas em idosos sem doença cardiovascular manifesta pelo fato de reduzir eventos (IAM e AVC) e possivelmente prevenir a perda de funcionalidade? DEPENDENDO DA VONTADE DO PACIENTE APÓS SER INFORMADO Para pacientes acima dos 80 anos com LDL > 190 e/ou diabéticos (Primária) Para pacientes acima dos 80 anos que já vem tomando a medicação sem problema. Para pacientes entre os 60 e os 80 anos com antecedentes de complicações ateroscleróticas (Secundária). Para pacientes entre os 60 e os 80 anos com LDL >190 e/ou diabéticos. (Primária) Para pacientes entre os 60 e os 80 anos com Índice de Framingham acima de 10% (Primária) SIM Para pacientes com LDL <190 NÃO diabéticos. (Primária) Para pacientes entre os 60 e os 80 anos com Índice de Framingham abaixo de 7,5% (Primária) NÃO

10

11

12

13

14 O estudo apenas avaliou novo diagnóstico de câncer como efeito colateral. Haveriam outros efeitos colaterais das estatinas importantes a serem considerados nos idosos?

15

16 In elderly subjects at high CV risk and without established CV disease, statins substantially reduce the incidence of MI and stroke in a short-term follow-up, with a favorable, albeit no significant, trend for reduction in mortality. Levando-se em consideração o Guideline 2013 da ACC/AHA e o parecer da Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia em relação ao uso das estatinas, você consegue fazer um paralelo da conclusão dessa metanálise com o Guideline e o parecer supracitados?

17

18 Guideline 2013

19


Carregar ppt "MOMENTO CIENTÍFICO Serviço de Geriatria e Gerontologia HC FMUSP Residente: Patricia Langenegger Preceptor: Rafael Lyra Orientador: Dr. Alexandre Busse."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google