A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO PEDAGÓGICO CEI RAQUEL ZUMBANO ALTMAN. RESGATANDO E REGISTRANDO NOSSA HISTÓRIA.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO PEDAGÓGICO CEI RAQUEL ZUMBANO ALTMAN. RESGATANDO E REGISTRANDO NOSSA HISTÓRIA."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO PEDAGÓGICO CEI RAQUEL ZUMBANO ALTMAN

2 RESGATANDO E REGISTRANDO NOSSA HISTÓRIA

3 IDENTIFICAÇÃO DA U E CEI RAQUEL ZUMBANO ALTMAN PREFEITURA DO MUNICÍPIO DE SÃO PAULO Diretoria Regional de Ensino – Pirituba Rua: Benedito Gama Ricardo, 82 - Jd Líbano - SP CEP: Fone:

4 ORGANIZAÇÃO ADMINISTRATIVA Conforme determina Portaria nº 4505/07 a U.E. funciona de 2ª a 6ª - feira em período integral de 12 horas, das 07h00 às 19h00, sendo: Das 08h00 às 09h00 – horário de entrada Das 17h00 às 18h00 – horário de saída Das 07h00 às 08h00 – horário de estudo coletivo manhã Das 18h00 às 19:00 – horário de estudo coletivo tarde

5 HISTÓRICO DA UNIDADE ESCOLAR Este C entro de E ducação I nfantil foi construído pelo Banco Safra em conjunto com o Instituto Avisa Lá em parceria com a Prefeitura do Município de São Paulo, sendo que após o término da construção foi totalmente equipado e entregue à Administração Direta da Prefeitura do Município. O CEI Raquel Zumbano Altman foi inaugurado em 18 de outubro de Inicialmente chamava-se CEI Jardim Líbano, tendo seu nome alterado a pedido da então Secretaria de Educação, alteração esta que ocorreu oficialmente em 03 de dezembro de Assim este CEI já é inaugurado dentro da Secretaria Municipal De Educação e está em funcionamento há 3 anos.

6 HISTÓRICO DA UNIDADE ESCOLAR Em 26 de julho de 2005, recebeu a visita do então Prefeito José Serra, que veio conhecer as instalações da unidade e averiguar as condições do mesmo. Em 2005, no mês de outubro, constituímos o Conselho do CEI e em 2007 foi constituído a CIPA, no mês de abril; e em dezembro do mesmo ano a APM (Associação de Pais e Mestres). Em janeiro do corrente ano o CEI passou por sua primeira reforma, e encontra-se em processo de adaptação a nova faixa etária atendida, onde foi aumentado o atendimento aos berçários e mini grupos e não mais atendendo aos estágios, ficando a cargo da EMEI o atendimento à estes grupos.

7 BIOGRAFIA DA PATRONA Filha de Waldemar Zumbano e de Frida Zumbano, Raquel Zumbano Altman nasceu em São Paulo no bairro da Canindé em seis de outubro de Iniciou sua vida escolar no colégio Caetano de Campos e curso médio Ginásio do Estado, prestou vestibular e cursou odontologia na USP entre 1961 e 1964, nunca exercendo esta profissão. Casou-se em dezembro de 1960, com Max Altman, com que teve três filhos Fábio, Breno e Rogério Altman. Acompanhava ativamente o desenvolvimento de seus filhos e como era muito boa desenhista, projetava e construía brinquedos para eles. Os três filhos freqüentavam uma escola do bairro do Bom Retiro da coletividade judaica muito conceituada chamada Scholem Aleichem e então o seu interesse pela educação infantil começou a ganhar cada vez mais força.

8 BIOGRAFIA DA PATRONA No colégio de seus filhos começou a participar ativamente da comissão de mães e a elaborar e criar brinquedos a partir dos mais diversos materiais para serem utilizados na escola. Além dos brinquedos participava ativamente das discussões pedagógicas. Passou então, a trabalhar com brinquedotecas sendo uma das pioneiras a montar estas no Brasil, tendo como exemplo a do Graac, Hospital das Clínicas – Instituto da Criança, Instituto Boldrini, e com isso pode estender seu trabalho com os brinquedos, foi uma das fundadoras da ABRINQ e da Fundação ABRINQ Preocupada com a qualidade e com a adequação dos brinquedos escreveu para a Fundação ABRINQ, um manual de segurança dos brinquedos e a adequação de cada um deles à

9 BIOGRAFIA DA PATRONA faixa etária e a função pedagógica. Esse trabalho existe até hoje e serve de base para os estudos do IMETRO. Passou a fazer parte de entidades nacionais ligadas ao brinquedo e a brincadeira. Foi a única latino-americana convidada para o I Congresso de Brinquedo em Halmstadt, na Suécia. Em 1970, quando o menor de seus filhos tinha 5 anos, resolve montar uma fábrica de brinquedos educativos tendo como matéria prima madeira, que se chamava Q.I. Brinquedos Inteligentes - sem se filiar especificamente a nenhuma escola pedagógica, utilizava-se destes conceitos na construção destes brinquedos. Imaginava o brinquedo, projetava e os operários marceneiros produziam protótipos, sua preocupação era levar esse protótipo brinquedo para uma sala de aula a

10 BIOGRAFIA DA PATRONA qual se destinava e assistia a reação das crianças, caso a reação fosse positiva lançava os brinquedos. Ao longo dos 16 anos de existência dessa fabrica ela lançou dezenas brinquedos, sendo que alguns persistem ate hoje. Ampliou o leque para uma linha de brinquedos e jogos de estratégia - Taktika, alguns deles foram exportados para Austrália e França. A fábrica encerrou suas atividades devido a dificuldade em se trabalhar madeira, a escassez de madeiras apropriadas, o padrão artesanal que impedia produção em alta escala e a concorrência com produtos de plástico. Visitou diversos municípios de São Paulo junto a seu marido, Max Altman que participava ativamente de seu trabalho, sendo uma grande defensora da escola publica, que acreditava ser um espaço ideal de convivência das crianças.

11 BIOGRAFIA DA PATRONA Nos anos finais de sua vida desenvolveu um projeto que consistia em pesquisar e recolher obras de artistas plásticos de todos os tempos, de todas as escolas e latitudes em que ou o brinquedo ou a brincadeira estivessem presentes. Chegou a classificar e catalogar 1200 obras entre pinturas e esculturas e esse material foi doado post-mortem à Faculdade de Educação da PUC, não chegando a concluí-lo. Em 1999 adoece gravemente mas não abandona as atividades ligadas ao brinquedo e as brincadeiras. Monta uma equipe de educadores ligados a área: Circe Junqueira, Adriana Fridmann e Cecília Aflalo. Escreveu a Historia do Brinquedo e da Brincadeira publicado por O direito de Brincar Editora, além de diversos artigos sobre a infância. Nos anos finais de sua vida desenvolveu um projeto que consistia em pesquisar e recolher obras de artistas plásticos de todos os tempos, de todas as escolas e latitudes em que ou o brinquedo ou a brincadeira estivessem presentes. Chegou a classificar e catalogar

12 BIOGRAFIA DA PATRONA 1200 obras entre pinturas e esculturas e esse material foi doado post-mortem à Faculdade de Educação da PUC, não chegando a concluí- lo. Faleceu em 07/10/2002, com exatos 64 anos. O Centro de Educação Infantil Raquel Zumbano Altman é uma homenagem póstuma espontânea, prestada pela Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, em reconhecimento ao importante trabalho desenvolvido por esta incansável pesquisadora sobre o brincar e a brincadeira da criança pequena.

13 Acreditamos que o conhecimento é um processo de construção, através do exercício da reflexão, no qual o repensar e recriar valores, normas e conceitos se faz necessário para o desenvolvimento do sujeito, a fim de que ele possa superar suas dificuldades, modificando-se e aproximando-se do conhecimento. Neste contexto, temos a criança como um sujeito social e histórico que está inserida em uma sociedade na qual partilha de uma determinada cultura. É um ser produtor e produto da história e da cultura. É um ser criativo que tem a participação ativa na construção de seu conhecimento. O CEI Raquel Zumbano Altman, através de seu trabalho pedagógico, visa desenvolver um trabalho significativo, planejado e consciente, tomando como referencial a realidade e os conhecimentos infantis que as crianças já possuem, Concepções Filosóficas, Políticas e Pedagógicas da U.E

14 propiciando à criança ampliar suas experiências e se desenvolver em todas as dimensões humanas: afetiva, motora, cognitiva, social, imaginativa, lúdica, estética, criativa, expressiva, lingüística. Isto, através de atividades prazerosas que favoreçam as interações, respeitando acima de tudo o desenvolvimento de cada criança, que acontecerá de forma natural e gradativa, oportunizando as mais diversas formas de expressão e construção do conhecimento para que haja uma progressiva e prazerosa articulação das atividades de comunicação, ludicidade com um ambiente letrado no qual desenvolvimento, socialização e construção da identidade singulares, afirmativas protagonistas das próprias ações, possam relacionar-se gradualmente. Concepções Filosóficas, Políticas e Pedagógicas da U.E

15 Almejamos estabelecer um elo mais próximo com as famílias para a construção de vínculos de confiança entre os adultos, através de uma prática dialógica, estabelecendo combinações, retomando posturas que se refletem nas interações com as crianças, pois o cuidar e educar são dimensões presentes tanto na família como em nosso cotidiano. Concepções Filosóficas, Políticas e Pedagógicas da U.E

16 Fins e Objetivos da Educação O Centro de Educação Infantil constitui-se no espaço coletivo e privilegiado de vivencia da infância, que contribui para a construção da identidade social e cultural das crianças, fortalecendo o caráter do cuidar e do educar, entendendo que todo cuidado educa e toda educação cuida.

17 Objetivo da Unidade Educacional Oportunizar a criança, através do brincar, das diversas linguagens expressivas e artísticas, elaborar e construir sua identidade pessoal, grupal e cultural, de forma eficaz, feliz e com experiências significativas.

18 Metas Direcionar nossas ações através das Linguagens Artísticas desenvolvendo as atividades através de pequenos projetos ao longo do ano; Avançar em questão aos registros das ações desenvolvidas, possibilitando assim uma visão global e a construção da memória da U.E através de um portifólio; Aproximar, integrar e aprimorar a comunicação com os pais; Implementar o horário de estudo coletivo e desenvolver o Programa Especial de Ação – PEA.


Carregar ppt "PROJETO PEDAGÓGICO CEI RAQUEL ZUMBANO ALTMAN. RESGATANDO E REGISTRANDO NOSSA HISTÓRIA."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google