A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Organização Jornada Pedagógica de 17/04/2013 CURRÍCULO, CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DRE-IQ e Unidades de Educação Infantil.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Organização Jornada Pedagógica de 17/04/2013 CURRÍCULO, CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DRE-IQ e Unidades de Educação Infantil."— Transcrição da apresentação:

1 Organização Jornada Pedagógica de 17/04/2013 CURRÍCULO, CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DRE-IQ e Unidades de Educação Infantil

2 pauta Acolhimento Exibição do curta de animação A coisa perdida Um começo de conversa sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil Trabalho em grupo Socialização Organização da Jornada- questões práticas Avaliação

3 Alguns documentos que ao longo do tempo contribuem para a discussão da Infância e da Educação Infantil

4 REFERENCIAIS CURRICULARES NACIONAIS PARA EDUCAÇÃO INFANTIL Guia de reflexão para os profissionais que atuam diretamente com crianças de 0 a 6 anos; Composto por 3 volumes que pretendem contribuir para o planejamento, desenvolvimento e avaliação de práticas educativas que respondam às necessidades das crianças e de seus familiares nas diferentes regiões do país; Vol.I Introdução Vol. II Formação pessoal e social Vol.III Conhecimento de mundo.

5 INDICADORES DA QUALIDADE NA EDUCAÇÃO INFANTIL Indicadores são sinais que revelam aspectos de determinada realidade e que podem qualificar algo; Instrumento de autoavaliação da qualidade das instituições de Educação Infantil; Pretende ser uma contribuição no sentido de que as instituições encontrem seu próprio caminho na direção de práticas educativas que respeitem os direitos fundamentais das crianças e ajudem a construção de uma sociedade mais democrática.

6 EDUCAÇÃO INFANTIL E PRÁTICAS PROMOTORAS DE IGUALDADE RACIAL Indica que as propostas pedagógicas dessa etapa devem estar comprometidas com o rompimento da relação de dominação étnicorracial. Composto pelo documento e quatro vídeos que apresentam experiências desenvolvidas em duas unidades: um CEI e uma EMEI. Material resulta de intervenções reais, nas quais todos os envolvidos puderam refletir, cada qual em seu campo de atuação, sobre como as práticas pedagógicas na Educação infantil podem promover a igualdade racial

7 EDUCAÇÃO INFANTIL, IGUALDADE RACIAL E DIVERSIDADE: ASPECTOS POLÍTICOS, JURÍDICOS, CONCEITUAIS Ferramenta útil para o trabalho de elaboração de conteúdos de práticas pedagógicas promotoras da igualdade na Educação Infantil; Descortina alguns dos principais desafios em termos de maior conhecimento e de necessidade de aprofundamento e proposições.

8 DIRETRIZES CURRICULARES NACIONAIS PARA EDUCAÇÃO INFANTIL Parecer nº 20 CNE/CEB de 11/11/09 Resolução nº 5 CNE/CEB de 17/12/09

9 Currículo Conjunto de práticas que buscam articular: experiências e os saberes das crianças com os conhecimentos que fazem parte do patrimônio cultural, artístico, ambiental, científico e tecnológico de modo a promover o desenvolvimento integral de crianças de 0 a 5 anos

10 Princípios As propostas pedagógicas de Educação Infantil devem respeitar os seguintes princípios: Éticos: da autonomia, da responsabilidade, da solidariedade e do respeito ao bem comum, ao meio ambiente e às diferentes culturas, identidades e singularidades. Políticos: dos direitos de cidadania, do exercício da criticidade e do respeito à ordem democrática. Estéticos: da sensibilidade, da criatividade, da ludicidade e da liberdade de expressão nas diferentes manifestações artísticas e culturais

11 Proposta Pedagógica (ou projeto político pedagógico) plano orientador das ações da instituição define as metas que se pretende para: - a aprendizagem e - o desenvolvimento das crianças elaborado num processo coletivo, com a participação: - da direção - dos professores - da comunidade escolar deve garantir que as Unidades de EI cumpram sua função sociopolítica e pedagógica:

12 1. que as crianças usufruam seus direitos civis, humanos e sociais (condições/recursos); 2. compartilhar e complementar a educação e cuidado com as famílias; 3. convivência entre crianças/entre adultos e crianças – ampliação de saberes e conhecimentos de diferentes naturezas; 4. Igualdade de oportunidades educacionais entre crianças de diferentes classes sociais – acesso a bens culturais; 5. construção de novas formas de sociabilidade/subjetividade comprometidas com a ludicidade, democracia, sustentabilidade do planeta, rompimento de relações de dominação: - etária, socioeconômica, étnicorracial, de gênero, regional, linguística e religiosa.

13 Práticas Pedagógicas da Educação Infantil Devem ter como eixos norteadores as interações e as brincadeiras e garantir experiências que promovam: Conhecimento de si e do mundo; diferentes linguagens/domínio de vários gêneros e formas de expressão: gestual, verbal, plástica, dramática e musical; narrativas, apreciação e interação com a linguagem oral e escrita/ convívio com diferentes suportes e gêneros textuais orais e escritos; Recriem, em contextos significativos, relações quantitativas, medidas, formas, orientações espaço temporais; Ampliem a confiança e a participação das crianças nas atividades;

14 Situações de aprendizagem mediadas para a elaboração da autonomia das crianças nas ações de cuidado pessoal, auto-organização e bem-estar; Vivências éticas e estéticas que ampliem seus padrões de referência e de identidades no diálogo e conhecimento da diversidade; Incentivem a curiosidade, exploração, encantamento, questionamento, indagação das crianças em relação ao mundo físico e social, ao tempo e à natureza;

15 Relacionamento e interação das crianças com diversificadas manifestações de música, artes plásticas, gráficas, cinema, fotografia, dança, teatro, poesia e literatura; Interação e conhecimento pelas crianças das manifestações e tradições culturais brasileiras; Utilização de gravadores, projetores, computadores, máq.fotográficas e demais recursos tecnológicos e midiáticos.

16 Textos utilizados: A pedagogia da escuta, do blog Pedagogia com a Infância; Olhos de criança e alma de criançólogo- Francesco Tonucci; Tempo para viver o cotidiano- Maria Carmen Silveira Barbosa

17 A partir do texto: 1- Quais os destaques sobre currículo que não podemos perder de vista? 2- Quais fazeres cotidianos contemplam as concepções apontadas?

18 Apresentação dos grupos

19 Organização da Jornada questões práticas Encontros setoriais CEI/EMEI Que estratégias formativas podem ser desencadeadas para trabalhar com os(as) educadores(as) no dia da jornada, na discussão de um currículo para Infância?

20 Avaliação O objetivo deste encontro foi o de organizar a Jornada Pedagógica de 17/04/13. Como você avalia este momento?


Carregar ppt "Organização Jornada Pedagógica de 17/04/2013 CURRÍCULO, CONCEPÇÕES E PRÁTICAS DRE-IQ e Unidades de Educação Infantil."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google