A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Estudos Multicêntricos II Simpósio Caipira Dr. Eduardo Keller Saadi Prof. HCPA/UFRGS HMD e ULBRA www.clinicasaadi.com.br.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Estudos Multicêntricos II Simpósio Caipira Dr. Eduardo Keller Saadi Prof. HCPA/UFRGS HMD e ULBRA www.clinicasaadi.com.br."— Transcrição da apresentação:

1 Estudos Multicêntricos II Simpósio Caipira Dr. Eduardo Keller Saadi Prof. HCPA/UFRGS HMD e ULBRA

2 Assuntos a serem abordados Aorta Endovascular Geração de conhecimento Absorção do conhecimento Aplicação do conhecimento Colaboração

3 Doenças da aorta torácica Dissecção aguda da aorta(tipo B) Dissecção crônica da aorta Hematoma intramural Aneurisma verdadeiro Pseudoaneurisma

4

5

6 Hierarquia de Evidência Científica Relato de casos Levantamento transversal Estudos caso-controle Estudos tipo cohort Ensaio controlado rand. c/result. não def. Ensaio controlado rand. c/ result. defin- RCT Revisão sistemática e meta-análise

7 Como podemos aprender e reter o conhecimento FontesPróContra Livros Síntese- experiente Desatualizados RevistasAtual,focada Muitos,não uniformes Conferências Frequentemente atual Variável,tempo/efetiva Jornais eletrônicos MelhorandoVariável,Tempo/efetiva

8 Aprendendo, retendo e aplicando Pesquisa básica Pesquisa clínica Aplicação clínica Mind the gap

9 Traduzindo a pesquisa médica em cuidado do paciente LaboratórioBeira do leito

10 Hierarquia Análise inteligente dos dados Sabedoria Conhecimento Informação Dados …..a complexidade está aumentando!

11 Tratamento Endovascular

12 Juan Carlos Parodi 1978 I foresee the day when patients with aneurysms will be treated under local anesthesia in the outpatient department.

13 Cirurgia endovascular -Início- Parodi JC, Palmaz JC, Barone HD. Transfemoral intraluminal graft implantation for abdominal aortic aneurysms. Ann Vasc Surg 1991; 5:

14 Procedimento novo -endovascular- o médico necessita: Conhecer a doença Tratar a doença com técnicas já estabelecidas Desenvolver habilidades técnicas Cuidar dos pacientes no PO Estar capacitado a tratar as complicações

15 Etapas a serem desenvolvidas Conhecimento Habilidade Material

16 Endoprótese Torácica E. Saadi/2008

17

18 Cirurgia de altíssimo risco Mortalidade % Morbidade (complicações): - paraplegia : % - AVC - Amputação de M.Inferiores 10 a 20 dias de hospitalização, 5 a 7 dias em UTI Obrigatório o uso de CEC Aneurisma Aorta Torácica e Dissecção de Aorta Aneurisma Aorta Torácica e Dissecção de Aorta Cirurgia de alto risco Mortalidade % Morbidade (complicações): - paraplegia : % - AVC 10 a 20 dias de hospitalização, 5 a 7 dias em UTI Uso de CEC

19

20 Diretrizes de aorta SBCCV 2007

21 1 ensaio clínico Aneurismas torácicos

22

23

24 IRAD – 1010 pacientes desde centros em 6 países

25

26 EVIDÊNCIAS Ensaios clínicos: vantagem – randomização desvantagem – muito seletivos Registros: vantagem – representam o MUNDO REAL desvantagem – sem randomização

27 Endovascular Calcanhar de Aquiles *Vazamentos(endoleak) *Resultados a médio e longo prazos Necessidade de um n maior

28 Alternativas de estudos -multicêntricos-

29 Apresentações Congresso Brasileiro de Cirurgia Cardiovascular –São Paulo Congresso de Cardiologia do RS –Gramado Congresso Mundial de Cirurgia Cardiovascular –Kos-Grécia Congresso Brasileiro de Cardiologia –Curitiba Congresso Europeu de Cirurgia Cardiovascular –Lisboa

30 Analisar os implantes de endopróteses auto- expansíveis nas DAT, avaliando as complicações imediatas e curvas atuariais dos eventos reintervenção e óbito no seguimento de até 108 meses. Endopróteses Objetivo

31 303 endopróteses Casuística e Métodos 256(84,5%) Braile Biomédica® 38(12,5%) Talent® 7(2,3%) Gore Tag® 2(0,7%) CP Stent

32 303 Endopróteses Casuística e Métodos 251(82,8%) Sem free flow 52(17,2%) Com free flow

33 Avaliação Pós-Procedimento - Vazamentos(endoleaks) - Expansão do falso lúmen ou aumento do aneurisma Acompanhamento com TC de Múltiplos detectores ou eco TE 30 dias após procedimento e 1x/ano - Migração ou falha estrutural da endoprótese

34 Análise Estatística Curva atuarial dos eventos óbito e reintervenção, realizado pelo método de Kaplan-Meier

35 13 procedimentos convencionais 18 procedimentos endovasculares

36

37 9 anos 42 meses

38 Conclusão

39 - Após os primeiros 42 meses, a taxa de REINTERVENÇÃO aumenta e a de ÓBITO permanece estável ao longo de até 108 meses de seguimento(9 anos). - Baixo índice de complicações no trans e pós-operatório imediato. - Ao final de 108 meses(9 anos) de seguimento 57,2 ± 10,4% estão livres de reintervenção e 85,1 ± 3,8% estão vivos.

40

41

42

43 Muito Obrigado!

44

45

46


Carregar ppt "Estudos Multicêntricos II Simpósio Caipira Dr. Eduardo Keller Saadi Prof. HCPA/UFRGS HMD e ULBRA www.clinicasaadi.com.br."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google