A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Data: março 2010 Professor: Marco Vezzani.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Data: março 2010 Professor: Marco Vezzani."— Transcrição da apresentação:

1

2 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Data: março 2010 Professor: Marco Vezzani

3 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES OBJETIVO Capacitar gestores e técnicos para subsidiar as tomadas de decisões administrativas, a partir do conhecimento técnico e prático em Planejamento Estratégico Participativo.

4 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

5 Apresentação

6 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Dinâmica de Apresentação

7 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

8 Pré-Teste

9 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES P L A N E J A M E N T O

10 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES POR QUE PLANEJAR?

11 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES É inerente à racionalidade humana. Usado implícita ou explicitamente pelos indivíduos, organizações e governos para assegurar seus objetivos.

12 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Processo consciente e metódico de construção do futuro. O conceito de planejamento se impõe cada vez mais como imperativo para qualquer tipo de ação. O planejamento, como função específica da empresa, representa as aspirações da organização, é um dos mais eficientes instrumentos de atuação racional sobre os espaços sócio-econômicos que se deseja modificar. DEFININDO PLANEJAMENTO

13 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES O Planejamento estratégico é um processo gerencial que permite estabelecer um direcionamento a ser seguido pela organização, com o objetivo de se obter uma otimização na relação entre a empresa e seu ambiente, ou seja, o Planejamento estratégico é o processo que instrumentaliza a resposta que a organização precisa apresentar ao cliente através de suas políticas de ação, diante de um contexto competitivo.

14 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Ele diz respeito à formulação de estratégias para a seleção de metas e ações, levando em conta as condições internas e externas da organização e sua evolução esperada. É um instrumento de gestão que deverá ter a participação de todos os envolvidos ou partes interessadas.

15 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Projete Seu Futuro Através de Seus Sonhos

16 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Mas, haja com flexibilidade......

17 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES COMO ACOMPANHAR O DESEMPENHO EFICAZ DO PLANEJAMENTO?

18 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Sistemática de Monitoramento e Avaliação

19 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

20 ENTENDENDO AS DIFERENÇAS DO PLANEJAMENTO, ENTRE......

21 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Planejamento Privado: Usado para alcançar objetivos de interesse privado; Atende a demandas manifestadas no mercado; Pode fazer tudo o que a Lei não proíbe.

22 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Planejamento P ú blico: Planejamento P ú blico: Voltado para a solu ç ão dos problemas da sociedade, de interesse da maioria, que não encontram solu ç ão nas for ç as do mercado; Sujeito à prescrições constitucionais e legais.

23 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PRINCÍPIOS DO PLANEJAMENTO

24 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES 1) O princípio da contribuição aos objetivos 2) O princípio da precedência do planejamento 3) O princípio da maior penetração e abrangência 4) Princípio da maior eficiência, eficácia e efetividade

25 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES TIPOS DE PLANEJAMENTO Estratégico Tático Operacional

26 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Todo o mundo corporativo terá de ser repensado, reestruturado, desde as relações com empregados e fornecedores até o uso da tecnologia e do marketing. O que você faz agora, qualquer que seja a sua empresa, vai sofrer profundas mudanças com a nova economia que terá uma nova lógica. Arie deCeus Shell

27 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Definição de objetivos, metas e indicadores para a organização, com uma metodologia própria de acompanhamento e controle gerencial Envolvimento de toda a equipe no processo de formulação do planejamento, comprometendo-os com o processo de mudança, através da participação Criação de uma infra-estrutura para realização da mudança organizacional, através da profissionalização, usando técnicas modernas de gestão (gerenciamento por objetivos, programas de liderança, padronização de procedimentos, desenvolvimento de pessoas etc.) VANTAGENS DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

28 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES RISCOS NO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

29 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Engessamento Burocracia e Centralização Rebuscamento Impaciência Dicotomia entre Plano e Prática Descontinuidade

30 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

31 Fases do Planejamento Estratégico

32 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES FASES DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO IDENTIDADEORGANIZACIONAL

33 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES DIAGNÓSTICOINSTITUCIONAL AMBIENTEEXTERNOAMBIENTEINTERNO

34 ESTRATÉGIASORGANIZACIONAIS

35 MONITORAMENTOAVALIAÇÃO

36 IDENTIDADEORGANIZACIONAL DIAGNÓSTICOINSTITUCIONALAMBIENTEEXTERNOAMBIENTEINTERNO ESTRATÉGIASORGANIZACIONAIS MONITORAMENTO E AVALIAÇÃO

37 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES O exercício de criar o futuro resulta numa Visão Estratégica, que é a referência máxima de todos os funcionários de uma organização, ou seja: "A sua Missão. José Antônio Fechio Diretor de Informática CTBC Telecom

38 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES IDENTIDADE ORGANIZACIONAL

39 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Uma empresa não se define pelo seu nome, estatuto ou produto que faz; ela se define pela sua missão. Somente uma definição clara da missão é razão de existir da organização e torna possíveis, claros e realistas os objetivos da empresa." Peter Drucker

40 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Uma missão bem difundida desenvolve nos funcion á rios um senso comum de oportunidade, dire ç ão, significância e realiza ç ão. Uma missão bem expl í cita atua como uma mão invis í vel que guia os funcion á rios para um trabalho independente, mas coletivo, na dire ç ão da realiza ç ão dos potenciais da empresa." Philip Kotler "Você pode não aprender muito ao ler a missão de uma empresa - mas você aprender á muito ao tentar escrevê-la." S. Tilles "Definir a missão de uma empresa é dif í cil, doloroso e arriscado, mas é s ó assim que se consegue estabelecer pol í ticas, desenvolver estrat é gias, concentrar recursos e come ç ar a trabalhar. É s ó assim que uma empresa pode ser administrada, visando um desempenho ó timo." Peter Drucker

41 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES É a finalidade da existência de uma organização. É aquilo que dá direção e significado a essa existência. A missão da organização está ligada diretamente aos seus objetivos institucionais, aos motivos pelos quais foi criada, pois a missão representa a sua razão de ser. MISSÃO

42 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES o que faz? por que faz? a quem se destinam seus produtos e serviços?

43 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Despertar no cidadão a consciência para a responsabilidade na condução, aplicação e fiscalização dos recursos públicos, através do incentivo permanente à educação. a quem se destinam seus produtos e serviços? o que faz? por que faz?

44 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Assistir e auxiliar socialmente o estudante carente vindo do interior, em suas necessidades básicas, visando o melhor desempenho de suas atividades e contribuindo para a sua formação educacional e capacitação sócio-profissional. A QUEM SE DESTINAM SEUS PRODUTOS E SERVIÇOS? O QUE FAZ? POR QUE FAZ?

45 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Outros exemplos: CENTRO DE PESQUISA DE ENERGIA ELÉTRICA – CEPEL Contribuir para o permanente aprimoramento e adequação do serviço de energia elétrica. Efetivando novos padrões de qualidade, produtividade e economicidade, mediante ações de pesquisa e desenvolvimento, promoção e transferência de tecnologia para o setor elétrico brasileiro.

46 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES COPEL Gerar, transmitir, distribuir e comercializar energia, bem como prestar serviços correlatos, promovendo desenvolvimento sustentável com retorno para a sociedade paranaense. PETROQUISA Desenvolver a indústria química do Brasil, inclusive através de participação empresarial, contribuindo para elevar os padrões de competitividade do setor e zelando pelos interesses nacionais.

47 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES VISÃO É aquilo que se espera ser num determinado tempo e espaço. A visão é um plano, uma idéia mental que descreve o que a organização quer realizar objetivamente nos próximos anos de sua existência. A VISÃO representa o que a organização quer ser!

48 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Exemplos de Visão Ser a melhor empresa do setor elétrico no Brasil até 2006, mantendo o equilíbrio entre os interesses da sociedade e dos acionistas. O que a empresa quer ser? a melhor empresa do setor elétrico Onde? espaço no Brasil Quando? tempo até 2012 mantendo o equilíbrio entre os interesses da sociedade e dos acionistas Demonstração clara da essência da empresa e dos propósitos de seus gestores.

49 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Amoco – American Oil Company Ser uma empresa global, reconhecida mundialmente pelos empregados, clientes, concorrentes, investidores e pelo público.Nós seremos o padrão pelo qual outras empresas avaliarão suas performances. PETROBRÁS Ser uma empresa de energia de classe mundial. COPERGÁS Ser referência nacional na gestão da distribuição de gás natural até 2011.

50 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Diferenças entre Missão e Visão MISSÃOVISÃO Inclui o Negócio.È o que sonha no Negócio. É a partida.É aonde Vamos. É a Carteira de Identidade da empresa. É o Passaporte para o futuro. Identifica quem somos.Projeta quem desejamos ser. Dá o rumo á empresa.Eergiza a empresa. É orientadora.É inspiradora. Foco do presente para o futuro.Focalizado no futuro. Vocação para a eternidade.É mutável conforme os desafios.

51 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES VALORES Os valores de uma organização representam os princípios éticos que norteiam todas as ações dessa mesma organização. Normalmente os valores compõem-se de regras morais que simbolizam os atos de seus fundadores, administradores e colaboradores em geral.

52 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES O que define uma empresa são seus valores. Em cima deles é que se constroem as competências que a empresa precisa ter. Beth Baumgardner Diretora Mundial de Recursos Humanos da Microsoft

53 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Exemplos de Valores COPERGÁS Comprometimento com os resultados Ética no relacionamento Foco no Cliente Gestão Participativa Melhoria Contínua Responsabilidade Social e Ambiental Visão Estruturadora

54 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES COPEL Estes valores balizam a gestão estratégica, organizacional e de pessoas e orientam todas as ações e decisões internas e externas da empresa e de seus membros: Ética - Relacionamento transparente, honesto e equilibrado com todas as partes interessadas; Responsabilidade Social - Condução da vida da empresa de maneira sustentável, respeitando os direitos de todas as partes interesses inclusive das gerações futuras; Alianças estratégicas - Parceria e colaboração com todos os setores da empresa e da sociedade,em busca de alinhamento de objetivos e maximização de resultados; Comprometimento - Condução do trabalho com a mente e o coração, no sentido de uma missão, buscando a excelência; Melhoria contínua - Aprendizado contínuo, compartilhando e disseminando o conhecimento; Assumir riscos - Decidir, ousar e tomar a iniciativa, como dono da empresa; Valorização dos empregados - Promoção do crescimento do ser humano integral - empregados e força de trabalho - com a melhoria contínua de sua satisfação, competência e capacitação profissional; Clareza de objetivos - Definição clara e comunicação transparente dos rumos estratégicos da empresa; Satisfação dos clientes - Em todas as ações, considerar que o cliente é a razão da empresa existir; Valor para o acionista - Busca do lucro responsável no cumprimento da missão da empresa; e Segurança - Profissionalismo na condução dos negócios, de maneira a garantir a longevidade da empresa,priorizando a segurança das pessoas.

55 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Mas, o planejamento só é ético quando visa um crescimento que possa se traduzir em melhor qualidade da vida coletiva, um cenário melhor para a vida de todos, e só é democrático quando procura incorporar todos os envolvidos no processo de planejar." João Caramez

56 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES C E N Á R I O S

57 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES É preciso visualizar Cenários Alternativos e escolher o cenário que será referência. O cenário referência vai permitir visualizar as mudanças mais importantes que poderão ocorrer com clientes, concorrentes e outros públicos em função das Tendências Relevantes.

58 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES social tecnologia política economia cultural

59 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Empresa Clientes Fornecedores Equipe Governo Mídia Concorrentes Distribuidores Acionistas Comunidade Outros PÚBLICOS RELEVANTES DA EMPRESA

60 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES DIAGNÓSTICO INSTITUCIONAL ANÁLISE DO AMBIENTE

61 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES A Análise do Ambiente é um conjunto de técnicas que permitemidentificar e monitorar permanentemente as variáveis competitivas que afetam a performance da empresa.

62 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Como Analisar o Ambiente Se conhecemos o inimigo – ambiente externo- e a nós mesmos – ambiente interno -, não precisamos temer uma centena de combates. Se nos conhecemos, mas não ao inimigo, para cada vitória sofreremos uma derrota. Se não nos conhecemos nem ao inimigo, perderemos todas as batalhas. Sun Tzu A Arte da Guerra

63 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES AMBIENTE EXTERNO ORGANIZAÇÃO FATORES MACROAMBIENTAIS FATORES MICROAMBIENTAIS

64 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES usuários funcionários clientes parceiros fornecedores

65 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Capacidade de atendimento Demanda pelos serviços prestados Satisfação dos clientes Capacidade de gestão AMBIENTE INTERNO

66 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Na conquista dos Objetivos Origem do Fator

67 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES A Análise SWOT é uma ferramenta de gestão muito utilizada por empresas privadas como parte do planejamento estratégico dos negócios. O termo SWOT vem do inglês e representa as iniciais das palavras Streghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças). Basicamente compõe-se do levantamento de dois ambientes: Ambiente Interno: Forças e Fraquezas Ambiente Externo: Ameaças e Oportunidades

68 CPM Ameaças · Impedimento o desligamento do aluno que apresenta baixo rendimento por anos consecutivos · Mercado desaquecido · Rejeição dos alunos ao estudo teórico · Evasão escolar EXEMPLOS DE ANÁLISE DO AMBIENTE Oportunidades · Credibilidade do CPM perante outras escolas de música do país e a sociedade em geral · Falta de escolas concorrentes na área de formação musical (Conservatórios)

69 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Forças · Existência do stúdio de gravação · Capacitação periódica dos professores · Troca de experiências entre profissionais de áreas específicas · Capacidade de mobilização por decisões colegiadas no CPM · Projetos musicais abertos ao público em geral · Programa de bolsa de estudos · Biblioteca especializada Fraquezas · Infra-estrutura (distribuição dos prédios) · Falta de formação pedagógica dos professores para o ensino de iniciação dos respectivos instrumentos · Falhas no processo de comunicação interna e externa · Falta de capacitação do pessoal administrativo

70 Partes Interessadas (Stakeholders) Clientes Servidores Família Sindicato Acionistas Fornecedores Parceiros Comunidade Governo Sociedade

71 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES MAPEAMENTO DOS STAKEHOLDERS DA COPEL - Companhia Paranaense de Energia – COPEL Todos os que influenciam e/ou são influenciados pela Empresa

72 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

73 SEPLAN Gestores e Servidores Vinculadas Setoriais/GAB Gov. Parceiros e Consultorias Fornecedores e Prestadores de Servidores Assembléia Legislativa / Tribunal de Contas / OnGsFóruns Regionais Sociedade

74 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém. Alvin Toffler

75 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Ou você tem uma estratégia própria, ou então é parte da estratégia de alguém. Alvin Toffler

76 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES se não sei onde quero chegar, qualquer caminho é válido

77 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Visão de Futuro Missão EstratégiasMetas

78 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES DEFINIÇÃO DAS ESTRATÉGIAS

79 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Quando o Estrategista erra, o soldado morre. Lincoln

80 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES Estratégia é o caminho a se seguir para posicionar, favoravelmente, a instituição em relação à conjuntura e/ou cenário. As estratégias devem ser formuladas para: Explorar as oportunidades Evitar as ameaçasEliminar as fraquezas Contribuir para alcançar os fins, objetivos e metas É a arte de alcançar resultados.

81 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES A estratégia estará sempre ligada ao resultado e em sua forma eficaz de alcançá-lo.

82 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES BSC (Balanced Scorecard) é uma sigla que, traduzida, significa Indicadores Balanceados de Desempenho. Este é o nome de uma metodologia voltada à gestão estratégica das organizações.

83 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES O principal objetivo do BSC é o alinhamento do planejamento estratégico com as ações operacionais da organização. Esse objetivo é alcançado pelas seguintes ações: Esclarecer e traduzir a visão e a estratégia; Comunicar e associar objetivos e medidas estratégicos; Planejar, estabelecer metas e alinhar iniciativas estratégicas; Melhorar o feedback e o aprendizado estratégico.

84 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES

85

86 EXEMPLOS DE ESTRATÉGIAS

87 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES SEPLANDES – Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Social 1)Planejar e coordenar o plano de governo e executar estudos, pesquisas, programas e projetos sociais 2)Articular-se com órgãos do Governo do Estado e promover parcerias 3)Aprimorar o relacionamento institucional e a comunicação social 4)Buscar o aprimoramento organizacional 5)Otimizar resultados econômicos e orçamentários

88 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES "Gerenciar é controlar e agir corretamente. Sem controle não há gerenciamento. Sem medição não há controle". Juran, 1992

89 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PERGUNTASRESPOSTAS Onde estamos?Diagnóstico Aonde queremos ir? Visão e Estratégias Como iremos?Metas e Ações Como estamos indo? Sistema de Controle (Indicadores)

90 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES REFLEXÃO "Se dois homens estão andando por uma estrada, cada um carregando um pão, e, ao se encontrarem, eles trocam os pães, cada homem vai embora com um. Porém, se dois homens estão andando por uma estrada, cada um carregando uma déia, e, ao se encontrarem, eles trocam as idéias, cada homem vai embora com duas idéias. Sempre que possível troque idéias, elas esclarecem, acrescentam, ajudam, evoluem... ainda que você ache que não precise, servirão para o outro."

91 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES CONSTRUÇÃO DO PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO

92 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES CONSTRUINDO UM PLANEJAMENTO

93 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES ROTEIRO Identidade Organizacional Missão – Visão – Valores Diagnóstico Institucional Ambiente Interno - forças e fraquezas Ambiente Externo-ameaças e oportunidades Partes Interessadas Stakeholders Estratégia Organizacional Imagem Institucional Pessoas Processos Internos Clientes Financeira 02 Metas para cada Estratégia 01 Ação para cada Meta

94 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES É preferível realizar aproximadamente hoje, do que exatamente nunca. Kaoru Ishikawa

95 PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS Planejamento Estratégico:Conceitos, Metodologia, Práticas – Djalma Rebouças Construindo Estratégias para Vencer – Paulo V.Filho e Dernizo Pagnoncelli


Carregar ppt "PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO PARTICIPATIVO NAS ORGANIZAÇÕES PLANEJAMENTO ESTRATÉGICO Data: março 2010 Professor: Marco Vezzani."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google