A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: REVENDO O COMPROMISSO DA PSICOLOGIA Oswaldo H. Yamamoto Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: REVENDO O COMPROMISSO DA PSICOLOGIA Oswaldo H. Yamamoto Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira."— Transcrição da apresentação:

1 QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: REVENDO O COMPROMISSO DA PSICOLOGIA Oswaldo H. Yamamoto Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira

2 Teresa Cristina Barbo2 Profissão é uma prática institucionalizada, socialmente legitimada e legalmente sancionada. Traços de uma profissão autônoma: Expertise – domínio por parte dos profissionais de um conjunto específico e relativamente esotérico (todo o ensinamento ministrado a círculo restrito e fechado de ouvintes. Saber secreto) de conhecimentos e habilidades que estariam fora do alcance da maioria das pessoas exteriores da ocupação. Credenciamento – institucionalização da expertise, supõe uma organização da profissão para o treinamento e para a certificação da competência profissional, restringindo o acesso aos recursos daquela profissão somente aquele grupo selecionado de pessoas (Freidson, 1998).

3 Teresa Cristina Barbo3 Propriedade do conhecimento – nossa sociedade é regulada pela regra da competência. IDEOLOGIA É um conjunto lógico, sistemático e coerente de representações (idéias e valores) e de normas ou regras (de conduta) que indicam e prescrevem aos membros da sociedade o que devem pensar e como devem pensar, o que devem valorizar e como devem valorizar, o que devem sentir e como devem sentir, o que devem fazer e como devem fazer.

4 Teresa Cristina Barbo4 O corpus de representações e normas é prescrito e fixam o que se deve e como se deve pensar, sentir e agir. É predeterminados por anterioridade padronizados e automatizados o que significa ação sem reflexão. Uma das operações fundamentais da ideologia consiste, segundo Lefort, em passar do discurso de... ao discurso sobre... Ex: quando o discurso da loucura teve que ser silenciado, em seu lugar surgiu um discurso sobre a loucura. Discurso da mulher ---- discurso sobre a mulher

5 Teresa Cristina Barbo5 Discurso de... ao discurso sobre... A passagem do discurso de... ao discurso sobre... caracteriza - várias de nossas atividades intelectuais, como a ciência (psiquiatria que fala sobre a loucura, sexologia que fala sobre o sexo, tecnologia que fala sobre o trabalho..) O discurso sobre oculta o seu caráter ideológico chamando-se de si mesmo de teoria. O conhecimento tende a cristalizar-se no discurso sobre...

6 Teresa Cristina Barbo6 Regra da competência Não é qualquer um que pode dizer a qualquer outro qualquer coisa em qualquer lugar e em qualquer circunstância. A regra da competência também decide de antemão, quais são os excluídos do circuito de comunicação e de informação.

7 Teresa Cristina Barbo7 Justificativas Além do corporativismo Expertise – Credencialismo: 1. Prestação qualificada de serviço; 2. Necessidade de proteção do publico da incompetência 3. Estimular profissionais ao desempenho comprometido. Profissão do Psicólogo no Brasil: Lei federal nº 4.119/62

8 Teresa Cristina Barbo8 Primeiros estudos – três grandes áreas (1988) : Clínica, Escolar e Industrial/organizacional Área Clinica Escolar Industrial/organizacional % 55,3% 19,2% 11,7%

9 Teresa Cristina Barbo9 Quadro comparativo da situação dos psicólogos brasileiros de 1988 a 2001 com relação a área de atuação: Área que atua como psicólogo Clínica55,354,9 Escolar11,39,2 Organizacional/ trabalho19,212,4 Docência6,62,2 Pesquisa1,30,6 Social/comunitária2,81,7 Saúde-12,6 Trânsito-3,9 Jurídica-2,5 Esportes-0,1 Outros3,0-

10 Teresa Cristina Barbo10 Questão social e políticas públicas: Questão social – conjunto de problemas políticos, sociais e econômicos postos pela emergência da classe operária no processo de constituição da sociedade capitalista (Cerqueira Filho, 1982). Processo de formação e desenvolvimento da classe operária e de seu ingresso no cenário político da sociedade (...). É a manifestação no cotidiano da vida social, da contradição entre o proletariado e a burguesia. (Iamamoto & Carvalho, 1983, p. 77).

11 Teresa Cristina Barbo11 Ajuste neoliberal e desajuste social Elevação das taxas de juros; Contração da emissão de moeda monetária; Diminuição da taxação de altos rendimentos; Abolição sobre os fluxos financeiros; Criação de níveis maciços de desemprego; Controle e repressão do movimento sindical; Corte dos gastos sociais pela desmontagem dos serviços públicos; Amplo programa de privatizações.

12 Teresa Cristina Barbo12 Caso do Brasil Apesar da melhora dos índices específicos: aumento da expectativa de vida, dos níveis de escolarização, diminuição da mortalidade infantil, o tratamento dado a questão social foi insuficiente para tirar o Brasil da posição que ocupa nos indicadores do Programa das Nações Unidas do Desenvolvimento (PNUD), de médio desenvolvimento humano.Em milhões de brasileiros (de 147 milhões) estavam abaixo da linha de pobreza, 32 milhões em situação de indigência.

13 Teresa Cristina Barbo13 Psicologia, políticas sociais e compromisso social: Há ainda uma tendência hegemônica da psicologia se vincular com a elite. Existe um movimento do psicólogo parcelas mais amplas da população. Há necessidade de viabilização de uma prática de políticas de vigilância da saúde; Necessitamos ampliar os limites da dimensão política de sua ação profissional


Carregar ppt "QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICAS PÚBLICAS: REVENDO O COMPROMISSO DA PSICOLOGIA Oswaldo H. Yamamoto Profª. Teresa Cristina Barbo Siqueira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google