A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. O campo de estudo da Economia do Meio Ambiente 1.2. As diferentes escolas de Economia do Meio Ambiente.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. O campo de estudo da Economia do Meio Ambiente 1.2. As diferentes escolas de Economia do Meio Ambiente."— Transcrição da apresentação:

1 1. O campo de estudo da Economia do Meio Ambiente 1.2. As diferentes escolas de Economia do Meio Ambiente

2 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Objetivos Conhecer os principais argumentos das quatro grandes correntes de pensamento voltadas para a problemática ambiental: Ecodesenvolvimentistas Pigouvianos Neoclássicos Economia Ecológica

3 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Escolas X Correntes Escolas de pensamento têm teoria própria, resultado de visão específica de mundo, que implica em métodos e metodologias específicas, assim como perspectivas peculiares acerca da intervenção sobre os mercados Correntes podem ser compostas por mais de uma escola

4 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Corrente ecodesenvolvimentista Termo pronunciado pela primeira vez na Conferência sobre Meio Ambiente de 1972 Propõe encarar desenvolvimento como baseado em três questões: Justiça social, eficiência econômica e prudência ecológica

5 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Problema ambiental decorre do estilo do desenvolvimento marcado por... A presença de multinacionais altera as bases das decisões dos agentes econômicos Homogeneização dos padrões de produção e de consumo Intensificação da exploração de recursos naturais Emissão de poluentes Cultura e hábitos substituidos por padrões externos...

6 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Ecodesenvolvimentistas propõem Revigorar o crescimento Alterar a qualidade do desenvolvimento Adequar Trabalho, recursos e capital às necessidades da sociedade Conservar e ampliar a base dos recursos Reorientar a tecnologia e a gestão de riscos Ponderar o retorno econômico e o meio ambiente na tomada de decisões

7 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Pigouvianos Poluição ambiental se origina de uma falha no sistema de preços que não reflete de forma correta os danos causados a terceiros e ao meio ambiente Daí a necessidade de mecanismos corretivos para as externalidades

8 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara A solução pigouviana A internalização da externalidade obedeceria ao princípio do poluidor pagador A empresa poluidora arcaria com os custos externos através de taxas ou impostos Problema: elasticidades das curvas. Por que?

9 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara A questão das elasticidades Quanto mais inelástica a curva, maior o ônus de um tributo a recair sobre o agente econômico

10 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Os neoclássicos Para a corrente neoclássica, meio ambiente integra três aspectos: Fontes de matérias primas utilizadas como insumos – Economia dos recursos naturais Dejetos e efluentes da produção e do consumo de bens e serviços - Economia da Poluição Suporte à vida animal, vegetal ao lazer etc

11 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara A Economia da Poluição analisa os recursos ambientais no seu papel de depositário de rejeitos, outputs indesejáveis dos processos produtivos. A Economia dos Recursos Naturais, por sua vez, analisa os recursos ambientais no seu papel de matérias-prima, de inputs para os processos produtivos. Assim, a Economia Neoclássica desenvolveu duas distintas construções teóricas, elegendo em cada uma distintos aspectos da problemática ambiental, a serem empregados dependendo da relação que os recursos ambientais guardem com os processos produtivos, se como inputs ou como outputs. (Amazonas)

12 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Estudo do Meio ambiente Encarado quase como o estudo de como incorporar externalidades, reduzindo perdas de bem estar e evitando, ao máximo, desvios Para neoclássicos, haveria externalidades porque certos tipos de recursos tem propriedade indefinida

13 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara A questão, para neoclássicos A ausência de definição dos direitos de propriedade gera problemas ambientais e não se trata de um problema intrínseco ao mercado Problema não é do mercado Problema é dos agentes!?

14 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Correções Definindo claramente os direitos de propriedade se criaria um mercado de compra e venda destes direitos (Coase) Adoção de mecanismos compensatórios pela manutenção de uma qualidade ambiental adequada

15 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Economistas Ecológicos Surgem no final dos anos 1980 nos EUA, na New School, de Boston Opõem-se aos modelos da economia neoclássica tradicional, considerados insuficientes Buscam integrar a análise de ecossistemas aos sistemas econômicos

16 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Economia Ecológica no Brasil Sociedade Brasileira de Economia Ecológica (ECOECO) define a economia ecológica como campo de conhecimento transdiciplinar, desenvolvido a partir do reconhecimento de que, de um lado, o sistema socioeconômico baseia-se e depende dos sistemas naturais e, de outro lado, ele interfere e transforma o funcionamento destes últimos (May, 2003, p. xii)

17 Aula 3 Economia do Meio Ambiente Mônica Yukie Kuwahara Referências AMAZONAS, M. C. Economia Ambiental Neoclássica e Desenvolvimento Sustentável. São Paulo: IBAMA/CEBRAP, s/d., ono-amb.pdf DONAIRE, D. Gestão ambiental na empresa. São Paulo: Atlas, 1995, capítulo 3 MAY, P.& LUSTOSA, M.C. & VINHA, V. Economia do Meio Ambiente. Rio de Janeiro: Campus, 2003, apresentação e prefácio


Carregar ppt "1. O campo de estudo da Economia do Meio Ambiente 1.2. As diferentes escolas de Economia do Meio Ambiente."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google