A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA DA PESQUISA EM HISTÓRIA Prof. Rangel.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA DA PESQUISA EM HISTÓRIA Prof. Rangel."— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA DA PESQUISA EM HISTÓRIA Prof. Rangel

2 FURET, François. O quantitativo em história HISTÓRIA DEMOGRÁFICA E HISTÓRIA ECONÔMICA como sendo aquelas mais científicas História econômica com 2 reduções Reduzir os fatos sociais a dados econômicos condicionar os fatos sociais a um mesmo princípio de análise OS ACONTECIMENTOS HISTÓRICOS SÃO ACONDICIONADOS EM SÉRIES DE DADOS EXEMPLO: história da alimentação: o que foi produzido, quando, em que quantidade, onde? Quais os preços do atacado e do varejo? Quando? Onde? Qual o rendimento médio dos consumidores, quando, onde?

3 O FATO HISTÓRICO É EXPRESSO NUMA ORDEM TEMPORAL (geralmente anual), QUE SE TRANSFORMA NUMA UNIDADE HOMOGÊNEA. Ex. A taxa de crescimento demográfico entre 1917 e 1920, caiu 3,5% aa., na Europa Ocidental. Por que? A SÉRIE É CONDIÇÃO NECESÁRIA, MAS NÃO SUFICIENTE. É FUNDAMENTAL INTERPRETAR OS DADOS. ASPECTOS POSITIVOS E NEGATIVOS DA HISTORIA SERIADA: substituiu o acontecimento aleatório por uma série de eventos limita-se somente aos eventos passíveis de serem quantificados É difícil saber quando a série sofre uma alteração, uma mudança de padrão, em relação a outras séries.

4 O HISTORIADOR E SUAS FONTES As fontes passíveis de serem sistematizadas são organizadas por instituições que tem seus interesses na organização. Portanto, a maior parte dos dados são sobre política, administração pública, etc. É preciso limpar esse arquivo, antes de iniciar a pesquisa: selecionar o que queremos, onde está, qual a pertinência para a nossa investigação. Devemos fazer duas críticas: INTERNA: qual o conteúdo do documento? EXTERNA: Qual a forma do documento? Quais seus dados?

5 DAS SÉRIES SIMPLES PARA AS SÉRIES COMPLEXAS SÉRIES SIMPLES: com base nos dados estatísticos sobre economia, demografia, fiscais. SÉRIES COMPLEXAS: Os dados não remetem para seu significado imediato. É necessário transportá-los para outras categorias. Ex. Variação da taxa de natalidade Variação do comportamento familiar e sexual Informação objetiva Generalização conceitual

6 A PROSOPOGRAFIA PARTICULARMENTE PROPÍCIO AO ESTUDO DE ELITES POLÍTICAS. FAÇA UMA ANÁLISE DESSE CASO HIPOTÉTICO E DISCUTA COM O GRUPO.

7 AS SÉRIES DE DADOS SÃO CONSTRUÍDAS PELO HISTORIADOR. COM BASE EM DADOS JÁ SISTEMATIZADOS É POSSÍVEL ESCREVER SOBRE AS ALTERAÇÕES DO ESPAÇO URBANO. AS MUDANÇAS NOS HÁBITOS DA ALIMENTAÇÃO. AS MUDANÇAS DO COMPORTAMENTO POLÍTICO. FONTES NUMÉRICAS: eleições, nascimentos, casamentos, nº de empresas, variação de preços. FONTES NUMÉRICAS DESLOCADAS: série de preços informam o crescimento econômico; nº de casamentos na igreja informam sobre religiosidade popular.

8 FONTES NÃO NUMÉRICAS, MAS SERIADAS: QUAIS OS CRITÉRIOS QUE FORAM UTILIZADOS? QUAIS OS PARADIGMAS? E OS SINTAGMAS? QUAL A INTENÇÃO DESSES CRITÉRIOS? QUAIS OS INDÍCIOS LEVANTADOS?

9 O HISTORIADOR E SEUS FATOS ESCREVER A HISTÓRIA PROBLEMA NO LUGAR DA HISTÓRIA NARRATIVA QUESTIONAR A EVOLUÇÃO DOS ACONTECIMENTOS COM SEUS DADOS LEMBRAR QUE É DIFÍCIL UMA ANÁLISE GLOBAL DAS SÉRIES. MAS É POSSÍVEL ESTABELECER VÁRIAS COMBINAÇÕES DE SÉRIES PARA OBTER UM MODELO DE ESTRUTURA AS ESTRUTURAS DIFICILMENTE VÃO ALÉM DOS ESPAÇOS REGIONAIS COMO ESCREVER SOBRE ARTE, RELIGIÃO, IDEOLOGIA, POLÍTICA COM ESSE MÉTODO?

10 A DEMOGRAFIA POPULAÇÕES DEMOGRAFICAMENTE ESTÁVEIS a família: fecundidade, ocupação econômica, evolução patrimonial, mobilidade social FACILIDADE PARA ESTUDOS SOBRE... O escravismo: expectativa de vida, relações maritais e familiares, nº da prole, ocupação laboral Para delimitações temporais mais distantes:

11 MAS A ESTABILIDADE POPULACIONAL É MESMO CONSTANTE ? COMO TRABALHAR HISTÓRIA DEMOGRÁFICA EM PERÍODOS MAIS RECENTES ? A história demográfica tradicional (a do pequeno jardim) tende a ocultar as contradições e conflitos sociais em nome de séries homogêneas fortemente delimitadas no espaço Trata-se mais de uma história das localidades do que das sociedades. Contudo, a definição do problema pode superar essas limitações e destacar relações de classe e relações de poder na demografia.

12 QUAIS OS PROCEDIMENTOS TÉCNICOS? Pesquisa de fecundidade familiar 1)Selecionar a população a ser analisada; 2)Dividir o intervalo de tempo em períodos (50-50 anos, no exemplo de Burguière) 3)Separar o universo feminino por faixas etárias (de 4 em 4 anos, a partir dos 15 anos, no exemplo de Burguière); 4)Levantar o número de filhos por família; 5)Apurar o intervalo de meses entre as gestações (intergenésico) – o 1º e os 3 últimos intervalos devem ser destacados. 6)Definir localização espacial e dados econômicos e sociais das famílias PRIMEIRA PARTE : levantamento das séries

13 SEGUNDA PARTE: análise das séries 1)Existe diferença entre famílias da cidade e do campo ? Entre as de melhor ou pior situação sócio-econômica ? 2)Qual o papel da amamentação nos períodos de amenorréia ? Famílias melhor alimentadas tinham mais filhos ? 3)Havia métodos contraceptivos ? Qual o reflexo sobre as séries ? 4)Qual o papel da igreja sobre a fecundidade ? Havia tabus sexuais impondo interditos ? 5)Qual o papel da exigência econômica do minifúndio ? 6)Havia um período do ano em que a fecundidade era maior ? Por que ?

14

15 Para responder de maneira mais rigorosa as questões propostas anteriormente é fundamental a interdisciplinaridade e o emprego de outras técnicas de pesquisa, como a história oral e história comparada. A pesquisa demográfica pode destacar temas e questões como: Moralidade familiar em função de concepções pré- nupciais, existência de filhos bastardos ou enjeitados; Movimentos sazonais de concepção em relação aos períodos de abstinência impostos pela Igreja ou em função de safras econômicas; Atenção para as ressalvas de Burguière, na p. 69.

16 A análise dos dados demográficos em relação a fecundidade pode conduzir para questões de grande relevo, de ordem moral, ética, religiosa, padrões de comportamento sexual, diferenciações entre sexualidade masculina e feminina, crescente preocupação com a criação dos filhos, maior ou menor atenção com a unidade familiar, aumento ou redução dos casamentos tardios, dissolubilidade do casamento, transformações do pensamento teológico, etc.


Carregar ppt "METODOLOGIA DA PESQUISA EM HISTÓRIA Prof. Rangel."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google