A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MOTIVAÇÕES E ATRIBUTOS QUE DETERMINAM A IDA DO ESPECTADOR AO CINEMA E INFLUENCIAM NA ESCOLHA DO FILME A SER ASSISTIDO João Pedro dos Santos Fleck Orientador:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MOTIVAÇÕES E ATRIBUTOS QUE DETERMINAM A IDA DO ESPECTADOR AO CINEMA E INFLUENCIAM NA ESCOLHA DO FILME A SER ASSISTIDO João Pedro dos Santos Fleck Orientador:"— Transcrição da apresentação:

1 MOTIVAÇÕES E ATRIBUTOS QUE DETERMINAM A IDA DO ESPECTADOR AO CINEMA E INFLUENCIAM NA ESCOLHA DO FILME A SER ASSISTIDO João Pedro dos Santos Fleck Orientador: Prof. Dr. Carlos Alberto Vargas Rossi

2 Clique aqui para alterar o título mestre 2 Num contexto de uma crescente falta de tempo disponível, o tempo de lazer tende a ser reduzido, tornando-se cada vez mais valioso. Apesar dessa redução, ocorre o aumento da procura pelo entretenimento cinematográfico. Por tal razão, torna-se pertinente a descoberta dos motivos que levam as pessoas ao cinema, possibilitando assim a criação de estratégias para atrair mais o público e otimizar as salas de exibição. Introdução

3 Clique aqui para alterar o título mestre 3 Objetivo Geral Identificar motivações e atributos que levam o espectador ao cinema, assim como identificar possíveis grupos que possuam uma preferência em comum.

4 Clique aqui para alterar o título mestre 4 Objetivos Específicos Descobrir as motivações que fazem com que o hábito de ir ao cinema seja um dos preferidos (ou mais freqüente) por grande parte da população; Identificar os atributos preferidos pelo público; Verificar se existem diferenças entre os públicos freqüentadores das salas de cinema.

5 Clique aqui para alterar o título mestre 5 Referencial Teórico Consumo de Serviços Comportamento do consumidor Consumo hedônico

6 Clique aqui para alterar o título mestre 6 Metodologia Fase Qualitativa Foram realizadas oito entrevistas em profundidade. Os entrevistados selecionados permitiram uma melhor ambientação ao problema em questão.

7 Clique aqui para alterar o título mestre 7 Metodologia Fase Quantitativa Criou-se um questionário estruturado (contendo 43 questões divididas em 5 diferentes blocos), para se confirmar as motivações e atributos previamente identificados na fase qualitativa.

8 Clique aqui para alterar o título mestre 8 Análise dos Resultados Realizou-se a aplicação de 242 questionários, que deram origem a um banco de dados gerado no EXCEL Posteriormente, este foi analisado pelo software estatístico SPSS 13.0 (Statistical Package for the social sciences, version 13.0). Com a análise obtiveram-se: Distribuição de freqüências; Cálculo da médias e desvios padrão; Análises da variância (ANOVA), que estudou a diferença entre médias de duas ou mais populações.

9 Clique aqui para alterar o título mestre 9 Análise dos Resultados Através da análise dos resultados desenvolveram-se as seguintes conclusões e considerações: O principal motivo que leva as pessoas ao cinema é o puro entretenimento; Os respondentes concordam fortemente que ir ao cinema gera uma disposição maior para assistir ao filme; As pessoas acreditam que o cinema é um serviço ampliado, que acrescenta algo a mais em sua vida; Os atributos mais valorizados são a qualidade do áudio e da projeção. Uma parte considerável dos participantes da pesquisa gosta de ver propagandas no cinema.

10 Clique aqui para alterar o título mestre 10 Análise dos Resultados ANOVA (Sexo Masculino X Sexo Feminino) O estado de humor influencia mais a mulher do que o homem na escolha do filme; A mulher gosta mais da exibição de propaganda antes do filme que o homem; A mulher valoriza mais os seguintes atributos nas salas de cinema: Localização acessível, segurança, preço, limpeza e higiene; A mulher acredita, significativamente mais que o homem, que ir ao cinema é mais do que só assistir ao filme gerando uma seqüência de sentimentos e ações pré e pós filme.

11 Clique aqui para alterar o título mestre 11 Análise dos Resultados ANOVA (Diferentes grupos de faixa etária) Criaram-se 3 grupos de faixa etária para analisar a variância (respondentes com até 22 anos, com 23 a 29 anos e com mais de 29 anos). Os mais jovens sofrem uma influência maior do estado de humor ao escolher o filme a ser visto, preferem filmes de entretenimento e associam mais fortemente a ida ao cinema com a companhia de outras pessoas; Os mais idosos estão mais dispostos a se concentrar no filme, acreditam que o filme perfeito combina arte e entretenimento e vão mais ao cinema para ver uma história sendo contada.

12 Clique aqui para alterar o título mestre 12 Análise dos Resultados ANOVA (Freqüência de ida ao cinema) Quem vai mais ao cinema se sente parte de um grupo por ter esse hábito e tem uma preferência por filmes artísticos; As pessoas que freqüentam menos as salas de cinema associam mais essa ida com a companhia de outras pessoas e tem uma preferência por filmes de entretenimento.

13 Clique aqui para alterar o título mestre 13 Conclusões O cinema realmente é um dos lazeres favoritos dos respondentes É necessário que se faça uma maior divulgação dos filmes artísticos exibidos em Porto Alegre; Se forem realizadas campanhas publicitárias para serem exibidas antes do filme focando o público feminino surtirá mais efeito do que para o público masculino; Os exibidores devem aliar a qualidade da sala à qualidade dos filmes que serão exibidos para fidelizarem seu público.


Carregar ppt "MOTIVAÇÕES E ATRIBUTOS QUE DETERMINAM A IDA DO ESPECTADOR AO CINEMA E INFLUENCIAM NA ESCOLHA DO FILME A SER ASSISTIDO João Pedro dos Santos Fleck Orientador:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google