A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

NRE- Itinerante Equipe Pedagógica Educação Especial A Dialética Materialista Historica: Postura, Metodo e Práxis Núcleo de Londrina - 2009.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "NRE- Itinerante Equipe Pedagógica Educação Especial A Dialética Materialista Historica: Postura, Metodo e Práxis Núcleo de Londrina - 2009."— Transcrição da apresentação:

1 NRE- Itinerante Equipe Pedagógica Educação Especial A Dialética Materialista Historica: Postura, Metodo e Práxis Núcleo de Londrina

2 (...) A crise de aprofundamento teórico se manifesta, num nível imediato, pela homogenização superficial do discurso crítico, mas cuja prática reflete a interiorização das concepções e categorias do humanismo, do positivismo e do funcionalismo (Frigotto, 1987) A dialética Materialista Histórica

3 O método é uma atividade cognitiva, é um pensamento sobre o objeto, do modo de como compreendê-lo, assim falamos em método dialético, do método historicista, do método positivista, do método fenomelógico, etc.

4 1- POSTURA OU CONCEPÇÃO MARXISMO – 1840 Karl Marx – ; Friedrich Engels – 1820 – 1895; Ilich Lenin – ª fase – Representada por Marx 2ª fase – Trabalho de Marx e Engels 3ª fase- Contribuições de Lenin 4ª fase- o tempo contemporâneo – várias tendências (destaque para China e União Soviética)

5 Marxismo é uma tendência dentro do materialismo filosófico. - Materialismo – matéria é o princípio primordial e o espírito seria o aspecto secundário. - A consciência – produto da matéria - Reflexo – não é toda a realidade, mas constitui-se na apreensão subjetiva da realidade objetiva, implica subjetividade. - A realidade – existe independentemente da consciência.

6 A- O materialismo Dialético – base filosófica do marxismo Bases: dialética, matéria, e a prática social. Verdades científicas: significam graus de conhecimentos, limitados pela história. Contradição: interação entre aspectos contrários. A lei da unidade e da luta dos contrários reflete e fixa o fato que há luta entre os contrários que se excluem e, ao mesmo tempo, estão unidos, e que esta luta, em última análise, leva a solução da dita contradição e a passagem da coisa de um estado qualitativo a um outro.(Cheptulin, 1982 p. 347)

7 B- O materialismo histórico – é a ciência filosófica do marxismo Busca nas formações sócio-econômicas e nas relações de produção os fundamentos verdadeiros das sociedades. Reforça a força das idéias, capaz de introduzir mudanças nas bases econômicas que as originou. Matéria é anterior à consciência, portanto reflexo da matéria. Possui dimensão ontológica e também gnosiológica, por considerar que as teorias do conhecimento e o conhecimento são expressões da história.

8 2- Análise Romper com o modo de pensar dominante ou com a ideologia dominante é, pois, condição necessária, para instaurar um método de dialético de investigação que resulte em uma ação de transformação. Como: problematizar – questionar - investigar. Conjunto – procurar obter visão global –perspectiva do todo.detour - superar as impressões primeiras tentar apreender as leis dos fenômenos na sua concretude. Radical – Procurar os fundamentos da questão- o que estrutura o fenômeno.

9 Rigorosa - análise e reflexão que coloque em questão a sabedoria popular – as generalizações pesadas. - apropriação teórica isto é – critica, interpretação e avaliação dos fatos - Resultado – Superação e transformação da realidade material (sujeitos e contexto) Totalidade / específico; singular/ particular. Isso implica dizer que as categorias totalidade, contradição, mediação, alienação não são aprioristas, mas construídas historicamente.

10 No processo de conhecimento da realidade, o que importa fundamentalmente não é a crítica pela crítica, o conhecimento pelo conhecimento, mas a critica e o conhecimento critico para que a prática altere e transforme a realidade anterior no plano do conhecimento e no plano histórico social.


Carregar ppt "NRE- Itinerante Equipe Pedagógica Educação Especial A Dialética Materialista Historica: Postura, Metodo e Práxis Núcleo de Londrina - 2009."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google