A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A PRÁTICA DO ASSISTENTE SOCIAL : TEORIA, AÇÃO, CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Myriam Veras Baptista Odaria Battini.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A PRÁTICA DO ASSISTENTE SOCIAL : TEORIA, AÇÃO, CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Myriam Veras Baptista Odaria Battini."— Transcrição da apresentação:

1 A PRÁTICA DO ASSISTENTE SOCIAL : TEORIA, AÇÃO, CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Myriam Veras Baptista Odaria Battini

2 Prática Social/Profissional: a natureza complexa das relações profissionais cotidianas Myriam Veras Baptista A prática social é uma categoria teórica que possibilita o conhecimento e a explicitação do processo pelo qual se constitui e se expressa o ser social, e da dinâmica da construção histórica do mundo humano social. PRÀXIS ( modo de ser, agir, domínio de suas atividades) Transforma o mundo social e natural para o mundo humano

3 PRÀXIS Diversidade de práticas sociais, a partir das diferenças de sua transformação, produção, criação e elaboração; Trabalho ( categoria ontológica) È pelo trabalho que o homem transforma a natureza para si próprio, através da MEDIAÇÃO, para a produção de seus instrumentos.

4 Prática Social se expressa pelas relações sociais estabelecidas pelo homem, através do trabalho, que tem como característica o plano sociopolítico (dimensão histórica); Vontade; jogo de poder; ser particular e ser individual;

5 A relações que configuram a prática profissional A prática profissional situa-se no âmbito das relações sociais concretas de cada sociedade, constituiu uma dimensão historicamente determinada pela prática social; O trabalho profissional como partícipe de processos de trabalho, se inserindo como trabalho coletivo e trabalhador assalariado; Se estabelece na divisão social do trabalho, pois se particulariza em diversos campos de trabalho e em representações que se modificam conjulturalmente;

6 Características do processo de prática do assistente social, se faz complexo, plural e diversificado, do que a literatura profissional do que acostumada a concebê-lo, sobretudo por desconsiderar as mediações sociais e organizacionais que se processam nas relações sociotécnicas do mercado de trabalho.

7 A prática profissional é legitimada, justificada por meio de varias formas de legalização que se estende sobre si uma cobertura protetora de interpretações cognitivas e normativas e de mecanismos de controle social tornados necessários pela sua historização e objetivação.

8 Desafios a profissão estão voltados a ampliar suas possibilidades, articulação e sua intervenção com o movimento de outras categorias profissionais e sintonizando suas ações com as forças sociais que operam na sociedade para reverter as políticas e as estratégias que conduzem a barbarização da vida social.

9 A relação teoria/método: baseado diálogo profissional com a realidade Myirian Veras Baptista O conhecimento e a prática profissional se respaldam em concepções de mundo que têm como fundamento teorias sociais – expressões abstradas do movimento da sociedade, das relações entre os homens e deles com a natureza as quais estruturam as bases da ciências humanas e sociais e seus métodos;

10 Objetivo: Instrumentar o diálogo profissional com a prática; Submeter a crítica teórica a abordagem do real, os instrumentos e técnicas; Para a análise da estrutura do pensamento e da ação dos assistentes sociais, é importante ter presente a maneira como são apreendidos a questão do ser, o seu processo de conhecimento da verdade e o modo de perceber e atuar sobre a realidade;

11 A perspectiva marxiana explica as relações entre os homens como determinadas pelo processo histórico concreto, tendo por base as relações de produção: problematiza a forma como as relações sociais se apresentam- mediatizadas por coisas, por instituições, o que ao mesmo tempo que revela situações reais imediatas, encobre múltiplas relações sociais, historicamente determinadas, cuja apreensão se faz a partir da reprodução do concreto, por meio do pensamento.

12 Teoria Social construída por Marx, conhecimento das relações de sociedade não se configura como um quadro explicativo da realidade, mas como expressão abstrata de seu movimento. Unidade entre sujeito e Objeto; Conhecimento resultante de cada representação como pressuposição;

13 No pensamento marxista, a lógica dialética é assumida como método para análise concreta de fatos reais, entendendo como método não um conjunto de técnicas de intervenção, nem um aparato de categorias analíticas, mas como a maneira de pensar as relações dos homens na sociedade, tendo por ponto de partida a análise crítica de dados factuais;

14 Na tradição crítico dialética, o método não desvincula da teoria: a opção metodológica implica a opção teórica. O conhecimento se desenvolve a partir da situação social vivida, em que o sujeito tende a se comportar de modo ontológico, como ser social. Constituição Ontológica

15 Não existe método sem objeto; Estudar a dinâmica de um fato social, apreender e compreender e explicar sua processualidade e suas transformações, é necessário relacioná-lo ao movimento de seu contexto histórico-social, construído, no dialogo com o objeto, categorias de análise.

16 Atitude Investigativa e prática profissional Odária Battini Mudanças na literatura que acompanhou o histórico conjuntural dos processos sociais, para deles extrair potenciais propostas de trabalho, transformando-as em alternativas profissionais. Apreensão das dimensões teórico-metodológica, ético- política e técnica-operativa; A metodologia que informa a prática cotidiana no serviço social converte-se em questão teórico-metodológica e ético-política, o que permite ao assistente social apreender o modo de ser e de se reproduzir do ser social historicamente dado e propor modalidades de intervenção com vistas as respostas ás demandas socioprofissionais;

17 Desafios: integração entre os fundamentos teórico- metodológicos e a pesquisa concreta de situações concretas que figuram como objeto de trabalho desse profissional; A importância da atitude investigativa; ( descoberta, ultrapassagem do aparente, evidencia a essência dos fenômenos, nos seus nexos e conexões);

18 A dimensão investigativa da prática do serviço social tem seu suporte na práxis de conhecimento que, como a própria prática material ou produtiva, também cria trabalho humano e humanizado, na medida em que se produz condições para a capacidade de expressão e objetivação humanas, em um grau superior. Suporte ao exercício profissional

19 A teoria não trata apenas de pensar o fenômeno como mera atitude contemplativa, mas dirige o pensamento a uma mudança real, no sentido de dissolver o conteúdo existente em seu interior em uma perspectiva superadora; A unidade entre teoria e prática é perseguida sempre em um processo histórico-social; a prática é concebida como prática humana;

20 A dimensão investigativa voltada para a construção do conhecimento tem como elemento constitutivo a relação sujeito de conhecimento/objeto científico; A mediação é a condição que opera a práxis; A atitude investigativa implica em procedimento analítico intelectual para a reconstrução do objeto de intervenção profissional, sistematização da prática;

21 O conhecimento crítico na reconstrução das demandas profissionais contemporâneas Yolanda Guerra Compreender o serviço social na contemporaneidade, é necessário a compreensão da lógica do sistema capitalista, suas contradições internas, suas crises e sua necessidade de revolucionar constantemente com suas bases materiais e ideológicas; Demandas profissionais: expressões da questão social;

22 Considerar a dimensão teórico-metodológica, pautada em um conhecimento crítico, a que nos permite reconhecer os princípios, os fundamentos da ordem burguesa e as programáticas de ação utilizadas pelo grande capital, suas necessidades sociais, as quais, por meio de um conjunto de mediações, convertem-se em requisições à prática profissional;

23 Somente com a clareza sobre a natureza e o significado social da profissão, o que faz o serviço social é que nos permite avançar para que o que pode e o que deve fazer; A relação entre teoria e prática como unidade do diverso, a escolha dos meios( o método, as técnicas e os instrumentos ) a serem utilizados pelo profissional e das mediações que ele deverá acionar na sua intervenção se dará em função das suas finalidades e do instrumento e técnicas serão estabelecidos no interior do projeto profissional;

24 Importância a redefinição e reconstrução crítica das demandas profissionais, através da capacitação contínua e regular que possa preparar técnica, teórica, ética e politicamente os profissionais para conhecer, intervir e transformar a realidade;

25 O Serviço Social e a construção dos direitos sociais Maria Carmelita Yasbeck O texto tem como foco o trabalho do assistente social, na perspectiva da concretização de direitos e na construção da esfera pública democrática, em um difícil contexto que vem interpelando o serviço social, sob vários aspectos, diante das novas manifestações e expressões da questão social, resultantes de transformações estruturais do capitalismo contemporâneo, aos processos de redefinição dos sistemas de proteção social; Precarização do mercado de trabalho; Mudanças do sistema de seguridade social ( contexto histórico); Mudanças das manifestações da questão social;

26 Atuação do serviço social frente as políticas sociais contemporâneas; Entre a democracia e a luta pela construção dos direitos, é sempre uma disputa; ( envolve questões de subordinação do social ao econômico); O social constrangido pelo econômico. O social refilantropizado e despolitizado e despublicizado; Política Social como mediação fundamental para a realização do direito;

27 Importância do projeto ético político; Transversalidade entre o projeto ético politico e atuação na política social; construir o político na política social;

28 O lugar da prática profissional no contexto das lutas dos assistentes sociais no Brasil Odária Battini A reflexão tem objeto central a prática profissional operada pelos assistentes sociais no atendimento às demandas que lhe são postas; Demandas: particularidades da questão social, expressas pela vivência dos sujeitos que buscam serviços profissionais nos diferentes espaços socioocupacionais nas diversidades dos campos de atuação; Transformações teóricas e metodológicas da profissão; Mudanças no processo de trabalho;

29 Sentido e direcionalidade da ação profissional: projeto ético-político em serviço social Maria Lúcia Martinelli Concepção sócio histórica da profissão; A importância do projeto ético político e sua interface; A interface com os marcos legais da profissão;


Carregar ppt "A PRÁTICA DO ASSISTENTE SOCIAL : TEORIA, AÇÃO, CONSTRUÇÃO DO CONHECIMENTO Myriam Veras Baptista Odaria Battini."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google