A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Módulo 4 Formulação de Estratégias Módulo 4.3 Formulação de Estratégias de Negócios Prof.Wilter Furtado - 2011 Modelo Michel Porter.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Módulo 4 Formulação de Estratégias Módulo 4.3 Formulação de Estratégias de Negócios Prof.Wilter Furtado - 2011 Modelo Michel Porter."— Transcrição da apresentação:

1 Módulo 4 Formulação de Estratégias Módulo 4.3 Formulação de Estratégias de Negócios Prof.Wilter Furtado - 2011 Modelo Michel Porter

2 Objeto das Estratégias de Negócios Estratégias de negócios ou no nível de unidade de negócios envolve, a seleção, o desenvolvimento e a tomada de decisões específicas, sobre o papel das várias linhas de negócios, e os recursos destinados a cada um dos papéis. Objetiva definir como se deve competir no setor ou negócio escolhido. No nível empresarial a questão estratégica se fundamenta em saber em que setores ou negócio se deve operar

3 Abordagens Estratégicas 1.Abordagem de Michel Porter – Baseia-se nas Cinco Forças Competitivas; 2.Matriz de Crescimento da Participação da BCG (Boston Consulting Group). Baseia-se na Participação Relativa no Mercado versus Taxa de Crescimento do Mercado; 3.Matriz de Carteira Multifator da General Eletrics (GEs) – Baseia-se na Atratividade do Mercado versus os Pontos Fortes do Negócio. 4.Estratégia do Oceano Azul – (W. Chan Kim e Reneé Mauborgne) - Baseia-se na irrelevância dada para a concorrência (Oceano Vermelho) – buscando novos espaços no mercado (Oceano Azul) - Proporcionar ao mesmo tempo diferenciação e baixo custo.

4 Os fatores estratégicos Uma estratégia, de qualquer nível fundamenta-se e desenvolve-se pela análise de um ou mais fatores do: S.W.O.T. Strenghts = pontos fortes Weakenesses = pontos fracos Opportunities = oportunidades Threats = ameaças

5 A Abordagem de Michel Porter A abordagem de Michel Porter, é baseada na análise das 5 forças competitivas de um mercado. Para ele são estas forças que IMPULSIONAM ou IMPACTAM a organização a definir e implementar estratégias para competir no setor

6 As Cinco Forças Competitivas Novos concorrentes potenciais Concorrentes Industriais Nível das Rivalidades Fornecedores Compradores Produtos Substitutos Poder de barganha Riscos

7 Risco de Novos Concorrentes

8 Características 1Quem entra no mercado o faz com o objetivo de obter lucros, mas a entrada depende das barreiras; 2 Quem está no mercado pode beneficiar-se da curva da experiência que lhe dá um custo unitário menor do que das empresas entrantes 3No geral quanto maior forem as barreiras de entradas, menores são as possibilidades de concorrentes entrar no setor Risco de Novos Entrantes

9 Barreiras à Entradas - Posições junto ao setor 1 Economia de escala 2 Diferenças entre produtos patenteados 3 Identidade da marca 4 4 Custo de mudanças 5 Necessidades de capital 6 Acesso à distribuição Risco de Novos Entrantes

10 Barreiras à Entradas - Posições junto ao setor 7 7 Política Governamental 8 8 Retaliação Esperada 9 Vantagens de custos absolutas 9.1 Curva de aprendizagem de produtos patenteados 9.2 Acesso às entradas necessárias 9.3 Baixo custos de projeto de produtos patenteados Risco de Novos Entrantes

11 Poder de Barganha dos Fornecedores

12 Fatores que Minimizam o Poder de Barganha dos fornecedores 1Desconcentração de fornecedores. 2Alto volume de ofertas por vários fornecedores 3Baixa diferenciação, do setor fornecedor 4 Baixo custo em relação ao total adquirido pelo setor Poder de Barganha de Fornecedores

13 Fatores que Aumentam o Poder de Barganha dos Fornecedores 1 Concentração e alta diferenciação dos fornecedores 2 Alto custo de mudança de fornecedores. 3 Baixo volume de ofertas, ou sazonalidade Poder de Barganha de Fornecedores

14 Poder de Barganha dos Compradores

15 Fatores que Diminuem o Poder de Barganha dos Clientes 1Alto custo de mudança do comprador. 2.Custos e curva da experiência 3.Alta diferenciação dos produtos, e alta identidade com a marca. Poder de Barganha dos Clientes

16 Fatores que Aumentam o Poder de Barganha dos compradores 1.Alavancagem na negociação (concentração, volume de compras, nível de informação, surgimento de produtos substitutos, capacidade de integração inversa) 2. Sensibilidade aos preços (volume de compras, margem de lucro baixa, incentivos aos tomadores de decisões de compras 3. Baixa identidade com a marca Poder de Barganha dos Clientes

17 Riscos de Produtos Substitutos

18 Características É a concorrência, com quem produz produtos substitutos (outros) fato que limita o retorno potencial do setor, forçando um teto nos preços que as empresas podem cobrar com lucro. Quanto mais atraente a alternativa de preço-desempenho oferecida pelos produtos substitutos, menor será a reposição dos lucros para a indústria. É o preço de alguns produtos limitando os preços de outros. Riscos de Produtos Substitutos

19 Determinantes dos Riscos com Produtos Substitutos 1. Desempenho relativo de preços de substitutos 2. Custo de mudança 3. Tendência do comprador em substituir Riscos de Produtos Substitutos

20 Rivalidade entre a Concorrência

21 Fatores que Minimizam ou aumentam a Rivalidade entre os Concorrentes 1Perda vantagem por preços, e por custos 2Tecnologias 3Padronização dos produtos (diferenciais) 4Diversidade de produtos (mix) 5Informação 6Alta barreira de saída 7Estrutura da organização 8Riscos de concentração da grande concorrência 9Altos custos para modificar a linha de produtos Rivalidade entre a Concorrência

22 Estratégias no modelo Porter

23 Três Estratégias Gerais de Porter Liderança Global de Custos Diferenciação Enfoque

24 Liderança Global de Custos

25 Características 1. Permite: a empresa pode obter retornos acima da média da indústria e atingir grande participação no mercado. 2. Os produtos: são projetados visando a facilidade de fabricação; seu sistema de distribuição é barato Liderança Global de Custos

26 Características 3Riscos: Essa liderança não se sustenta (os concorrentes imitam facilmente; a tecnologia muda; outras bases para a liderança baseada nos custos são destruídas); perda de espaço com a proximidade da diferenciação; 4 Eficácia: Conseguem menores custos ainda mais baixos, em segmento Liderança Global de Custos

27 Recursos e Experiências Necessários 1 Investimento sustentado de capital, fácil acesso à matéria prima, experiência em engenharia de processos, intensa supervisão de mão de obra. 2Grande participação ou outras vantagens como, acesso favorecido a matérias-primas ou rápida disponibilidade de caixa para financiar a aquisição de equipamentos mais eficientes Liderança Global de Custos

28 Recursos e Experiências Necessários 3 Investimento sustentado de capital e acesso ao capital 4 Experiência em engenharia de processos 5 Intensa supervisão de mão-de- obra 6 Produtos projetados com vistas á facilidade de fabricação 7 Sistema de distribuição com baixo custo Liderança Global de Custos

29 Requisitos Organizacionais - Mais comuns 1 Rígido controle de custos 2 Relatórios de controle freqüentes e detalhados 3 Organização e responsabilidades estruturadas 4 Incentivos baseados no estrito cumprimento de metas quantitativas Liderança Global de Custos

30 Liderança pela Diferenciação

31 Características 1 Objeto: Envolve a criação e comercialização de produtos exclusivos para o mercado de massa; enfoca o desenvolvimento da imagem e da marca; tecnologia única; dispositivos únicos, serviços ao cliente ou similares. 2 Riscos - A diferenciação não é sustentada (os concorrentes imitam; bases da diferenciação tornam- se menos importantes para os compradores); perda de espaço com a proximidade de concorrentes que lideram pelos custos; Liderança pela Diferenciação

32 Características 3 Eficácia - Conseguem diferenciação ainda maior em segmentos. 4 Receitas – É uma estratégia viável para se obter receitas superiores às da média da indústria, porque cria posições facilmente defensáveis para competir com as 5 forças da concorrência Liderança pela Diferenciação

33 Recursos e Experiências Exigidos 1 Forte capacidade de pesquisas básicas e de marketing; talento criativo; alta reputação da qualidade ou liderança tecnológica; longa tradição na indústria ou experiências de outras empresas. 2 O ponto chave da diferenciação é a obtenção de uma vantagem que seja rapidamente percebida pelo consumidor 3 Engenharia de produto Liderança pela Diferenciação

34 Requisitos organizacionais mais comuns 1 Forte coordenação entre funções em P&D, desenvolvimento de produtos e marketing 2 Mensuração subjetiva e incentivos, em vez de mensuração quantitativa 3 Benefícios destinados a atrair mão de obra altamente especializada, cientistas e pessoas criativas Liderança pela Diferenciação

35 Liderança pelo Enfoque

36 Características 1 Natureza: é essencialmente, uma estratégia de segmentar mercados e apelar somente para um ou alguns grupos de consumidores. Servem melhor que, quem procura influenciar todo mercado; 2 Riscos - a estratégia pode também ser imitada; o segmento alvo torna-se estruturalmente pouco atraente (sofre erosão da estrutura; a demanda desaparece); Liderança pelo Enfoque

37 Características 3 Concorrentes: a estratégia é amplamente visada, dominando o segmento (as diferenças em relação outros segmentos se estreitam; as vantagens de uma linha ampla aumentam); 4 Novos concorrentes: facilita a entrada de novos concorrentes que enfocam sub-segmentos da indústria. Liderança pelo Enfoque

38 Requisitos Organizacionais mais comuns 1 Exige a combinação das políticas de liderança global pelo custo com a liderança pela diferenciação para uma meta estratégica particular. 2 A lógica é que uma empresa com atenção a apenas alguns segmentos do mercado pode servi-los melhor que as empresas que procuram influenciar todo mercado Liderança pelo Enfoque


Carregar ppt "Módulo 4 Formulação de Estratégias Módulo 4.3 Formulação de Estratégias de Negócios Prof.Wilter Furtado - 2011 Modelo Michel Porter."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google