A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Breve História da Assistência ao Próximo Como funcionava na Antiguidade ? Relatos das Relações com o Próximo no Velho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Breve História da Assistência ao Próximo Como funcionava na Antiguidade ? Relatos das Relações com o Próximo no Velho."— Transcrição da apresentação:

1 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Breve História da Assistência ao Próximo Como funcionava na Antiguidade ? Relatos das Relações com o Próximo no Velho Testamento - fonte de informações sobre usos e costumes: Normas contra roubos, sedução, calúnia e a magia (Êxodo – 21 e 23) Cuidado com Leprosos (Levítico 13 e 14) Deveres para com os Viajantes (Levítico 19, 33 – 36) Auxílio aos Pobres e Escravos ( Deuteronômio 15, 17e 18) Prática da Caridade ( Deuteronômio 22, 1 – 14 e 15, 7-18)

2 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP MORAL DO CRISTO CARIDADE HUMILDADE EGOÍSMO E ORGULHO Benevolência para com todos Indulgência para com as imperfeições Perdão das Ofensas Pergunta 886 – L E CONCEITO DA CARIDADE NA VISÃO ESPÍRITA

3 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP COMO PODE A ALMA QUE NÃO ALCANÇOU A PERFEIÇÃO DURANTE A VIDA CORPÓREA, ACABAR DE DEPURAR-SE? Sofrendo a prova de uma nova existência. a)COMO REALIZA ESSA NOVA EXISTÊNCIA? SERÁ PELA SUA TRANSFORMAÇÃO COMO ESPÍRITO ? Depurando-se, a alma indubitavelmente experimenta uma transformação, mas para isso necessária lhe é a prova da vida corporal. Pergunta 166 – L E ORIENTADA PELA LEI DE CAUSA E EFEITO

4 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Nosso foco ASSISTÊNCIA SOCIAL Pobreza = Revolta Riqueza = exacerbação do Egoísmo – deturpação da sua finalidade PROVAS DIFÍCEIS 1ª - PROVA ESPONTANEAMENTE SOLICITADA 2ª - RESGATE EXPIATÓRIO 3ª - EFEITO DO LIVRE ARBÍTRIO

5 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP 1ª - Prova Espontaneamente Solicitada Espíritos evoluídos que pedem oportunidade para sua purificação e/ou realização de tarefas resgate dos seus débitos Mérito pode escolher ambiente social e grupo familiar

6 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP 2ª - Resgate Expiatório Situação compulsória acompanha quadro de necessidades do Espírito no seu processo de crescimento (pergunta 166!)

7 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP 3ª - Efeito do Livre Arbítrio Após a Reencarnação Precedentes espirituais; Falta de Estímulo para as lutas do dia-a-dia; Preguiça, Irresponsabilidade Consequências do Mau Uso do Livre Arbítrio

8 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP POBREZA DIGNA PROVA EXPIAÇÃO SUPORTAR RESIGNADAMENTE Fortalecimento do Caráter Determinado Espaço de Tempo Mais tempo para liberdade pessoal (sem preocupação com administração do patrimônio econômico-financeiro) Vida mais simples nas necessidades e nas aspirações RESIGNAÇÃOACOMODAÇÃO x REVOLTA REPETIÇÃO COM ACRÉSCIMO !

9 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Em função destes esclarecimentos iniciais – Visão Espírita da Prova/Expiação da Pobreza – Vamos refletir, como trabalhadores da área de Assistência Social, nestes 3 pontos: 1º - Qual deve ser o nosso comportamento, frente a esta realidade ? 2º - Qual deve ser o perfil do trabalhador da Assistência Social, para atender nossos companheiros de jornada que recebemos em nossas Casas Espíritas? 3º - Como devemos estruturar o trabalho Assistencial, nas nossas Casas Espíritas ?

10 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP....A oportunidade de trabalhar é uma bênção. A possibilidade de servir é um obséquio divino. A hora de ajudar os menos favorecidos de recursos ou entendimento é valiosa. O chão para semear, a ignorância para ser instruída e a dor para se consolada, são apelos que o Céu envia sem palavras ao mundo inteiro. Fonte Viva – Emmanuel – Francisco Cândido Xavier

11 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP O Trabalhador da Obra Assistencial Espírita Espontaneidade de oferecimento ao serviço; Doação altruísta Não esperar recompensa/agradecimento/privilégio do plano espiritual; Compromisso íntimo para consigo, com o próximo e com Deus; Atitude simpática e amiga empatia; Compreensão do Assistido não olhar com ar superior/ não julgar; Respeito pela individualidade do Assistido aceitá-lo como é; É parte integrante da Equipe (Plano Espiritual e Material); Respeito pela obra na qual trabalha; Respeito à organização não criticar / contribuir

12 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP O Trabalhador da Obra Assistencial Espírita Assiduidade e pontualidade não preencher horas vagas, mas organizar-se para ter horas vagas para oferecer; Ordem e perseverança disposição para enfrentar dificuldades Receptividade à avaliação; Frequência nas reuniões participar/contribuir Formação Doutrinária Estudante da Doutrina; Convicção na Reencarnação e na Lei de Causa e Efeito Exercício da Lei do Amor, Justiça e Caridade escola para evolução Boa Vontade Voluntário

13 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Como devemos estruturar nosso Trabalho Obras Assistenciais Espíritas devem sempre ser organizadas e dirigidas, exclusivamente, por companheiros que se eximam de receber salários finalidade cristã = voluntário; O Serviço Assistencial Espírita será realizado integralmente com a orientação doutrinária e assistencial espírita sem imposição de culto ao assistido; As Casas Espíritas poderão manter Obras Assistenciais, sem prejuízo da sua finalidade (Divulgação e Estudo da Doutrina Espírita). As Obras de maior porte poderão ser desmembradas da Casa, constituindo-se entidade com personalidade jurídica própria, sem perda de seu caráter espírita; O Serviço Assistencial Espírita deverá criar e obedecer cuidadoso planejamento – recursos humanos e financeiros – sobretudo despesas fixas, a fim de evitar atendimento deficiente ou mesmo iniciar e depois encerrar as atividades;

14 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Como devemos estruturar nosso Trabalho As Casas Espíritas que possuem Serviço Assistencial Espírita devem recrutar, selecionar, treinar e integrar o voluntário para o trabalho, com vistas ao seu melhor desempenho na Instituição. É preferível fazer pouco, porém de excelente qualidade do que muito de qualidade duvidosa; Casas Espíritas Novas ou de Pequeno Porte, devem optar por um Serviço Assistencial Espírita ocasional, sem assumir compromissos financeiros para o futuro e, de forma segura e gradual, ir crescendo o tamanho do trabalho realizado; Obras Espíritas devem ser simples objetos, construções ou medidas conforto excessivo humilha os menos afortunados; Todo trabalhador voluntário deve assinar º , independente da sua responsabilidade dentro da Tarefa.

15 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Como devemos estruturar nosso Trabalho O Serviço Assistencial Espírita vive de donativos ou convênios Apresentar demonstrativos financeiros de receitas, despesas e quais atividades foram desenvolvidas; Cuidado com as fontes de financiamento que nunca confrontem com os Princípios da Doutrina Espírita; Não ter qualquer vinculação com financiadores que cerceiem a liberdade de ação/decisão do Trabalho, na Casa; A palavra Espírita ou Espiritismo jamais deverá ser separada do nome da Instituição; Importante conhecer a situação sócio-econômica e espiritual da pessoa assistida, para melhor atendê-la promoção social e libertação espiritual; Visitas ao lar da pessoa assistida respeito, fraternidade Como fazer?

16 FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Como devemos estruturar nosso Trabalho Coleta de dados mediante entrevista nunca dê impressão de sindicância; Visitas sempre em duas pessoas (casais – um homem e uma mulher) Todo processo de ajuda pressupõe a participação efetiva do próprio assistido, respeitadas as suas limitações


Carregar ppt "FEDERAÇÃO ESPÍRITA DO PARANÁ – FEP Breve História da Assistência ao Próximo Como funcionava na Antiguidade ? Relatos das Relações com o Próximo no Velho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google