A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

C.E.Pe.Zabeu Kauffman Conselho de Orientação Doutrinária Depto. Cursos - Passes Câmara de Passes Passista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "C.E.Pe.Zabeu Kauffman Conselho de Orientação Doutrinária Depto. Cursos - Passes Câmara de Passes Passista."— Transcrição da apresentação:

1 C.E.Pe.Zabeu Kauffman Conselho de Orientação Doutrinária Depto. Cursos - Passes Câmara de Passes Passista

2 Câmara de Passes Onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estarei no meio deles. Jesus

3 Câmara de Passes Local reservado, se possível EXCLUSIVAMENTE, para a realização da FLUIDOTERAPIA!

4 Câmara de Passes Atravessamos (diz André Luiz) a porta e fomos defrontados por ambiente balsâmico e luminoso.

5 Câmara de Passes (...) Como compreender a atmosfera radiante em que nos banhamos? – aventurou Hilário, curioso.

6 Câmara de Passes – Nesta sala – explicou Áulus, amigavelmente – se reúnem sublimadas emanações mentais da maioria de quantos se valem do socorro magnético, tomados de amor e confiança.

7 Câmara de Passes Para que nossas Cabines de Passes tenham tais bálsamos e luminosidades, basta seguirmos os esclarecimentos ora prestados pelo Espírito Áulus. (O Passe – Jacob Melo)

8 Câmara de Passes Aqui possuímos uma espécie de altar interior, formado pelos pensamentos, preces e aspirações de quantos nos procuram trazendo o melhor de si mesmos (Nos Domínios da Mediunidade)

9 Câmara de Passes Plano Material: Limpeza Iluminação Acomodação Ventilação Ruídos/Sons

10 Câmara de Passes Limpeza: Se possível, manter o local exclusivamente para a realização da Fluidoterapia, zelando pela higiene necessária, evitando-se aromas (desinfetantes, etc...) que interfiram na saúde (alergias, etc...) de passistas e assistidos.

11 Câmara de Passes Iluminação: Sempre que possível utilizar iluminação menos intensa, que favoreça a concentração dos passistas e assistidos. Zelando para que a locomoção aconteça com segurança.

12 Câmara de Passes Acomodação: Preparar lay-out, cadeiras, fluxo de entrada e saída, copos de água, mensagens, de acordo com as condições da assistência a ser realizada.

13 Câmara de Passes Ventilação: Providenciar ventilação natural preferencialmente, utilizando aparelhos que auxiliem no equilíbrio de temperaturas agradáveis (frio-calor).

14 Câmara de Passes Plano Espiritual: As Equipes Espirituais que atuam utilizam-se de vários meios, que desconhecemos em parte, portanto, estabelecidas as condições mínimas, com disciplina, boa vontade, eles farão grande parte do trabalho de assistência (sem dúvida: a maior parte!).

15 Passista - Mãos à obra! Distribuamos alguns passes de Reconforto!

16 Passista (...) recordei Narcisa (...) pareceu-me, ainda, ouvir-lhe a voz fraterna e carinhosa – André, meu amigo, nunca te neges, quanto possível, a auxiliar os que sofrem.

17 Passista Ao pé dos enfermos, não olvides que o melhor remédio é a renovação da esperança;

18 Passista se encontrares os falidos e os derrotados da sorte, fala-lhes do divino ensejo do futuro;

19 Passista se fores procurado, algum dia, pelos Espíritos desviados e criminosos, não profiras palavras de maldição.

20 Passista Anima, eleva, educa, desperta, sem ferir os que ainda dormem.

21 Passista Deus opera maravilhas por intermédio do trabalho de boa vontade! (Os Mensageiros – cap. 44)

22 Passista O Passista é aquele que ministra o passe.

23 Passista Ser um Passista Espírita é uma tarefa de grande responsabilidade, pois trata-se de ajudar e abençoar as pessoas em nome de Deus.

24 Passista O Passista não precisa ser um Santo!

25 Passista Armado do desejo sincero de servir, quase todos os iniciantes podem trabalhar neste sagrado ministério.

26 Passista O Passista deve procurar viver uma vida sadia, tanto física como moralmente.

27 Passista Aos poucos, os vícios terrenos têm que ceder lugar às virtudes.

28 Passista Como a todos é dado apelar aos Bons Espíritos, orar e querer o bem, muitas vezes basta impor as mãos sobre a dor para acalmar, é o que pode fazer qualquer um, se trouxer a fé, o fervor, a vontade e a confiança em Deus (Allan Kardec – Revista Espírita – Setembro, 1865)

29 Passista Condições Básicas para o exercício do Passe Espírita: FéAmor ao Próximo DisciplinaBoa Vontade ConhecimentoEquilíbrio HumildadeDevotamento AbnegaçãoReforma Interior

30 Passista Se pretendes, pois, guardar as vantagens do passe, que em substância é ato sublime de fraternidade cristã, purifica o sentimento e o raciocínio, o coração e o cérebro. (Emmanuel – Segue-me – F. C. Xavier)

31 Passista Fatores Negativos Físicos, que prejudicam os resultados do Passe: FumoÁlcoolDrogas Alimentação Inadequada Desequilíbrio nervoso Medicamentos Sexo desregrado

32 Passista O excesso de alimentação produz odores fétidos, através dos poros, bem como das saídas dos pulmões e do estômago, prejudicando as faculdades radiantes, porquanto provoca dejeções anormais e desarmonias de vulto no aparelho gastrintestinal, interessando a intimidade das células.

33 Passista O álcool e outras substâncias tóxicas operam distúrbios nos centros nervosos, modificando certas funções psíquicas e anulando os melhores esforços na transmissão de elementos regeneradores e salutares. (Missionários da Luz – Cap. 19)

34 Passista Fatores Negativos Espirituais/Morais: MágoasMás Paixões EgoísmoOrgulho VaidadeCupidez Vida DesonestaAdultério InvejaMaledicência Materialismo exarcebado

35 Passista O fluido humano está sempre mais ou menos impregnado de impurezas físicas e morais do encarnado; o dos Bons Espíritos é necessariamente mais puro e, por isto mesmo, tem propriedades mais ativas, que acarretam uma cura mais pronta.

36 Passista Mas, passando através do encarnado, pode alterar-se. Daí, para todo médium curador, a necessidade de trabalhar para seu melhoramento moral (Allan Kardec – Revista Espírita – Setembro – 1865)

37 Passista Afinal: O quê é necessário para tornar-se um BOM PASSISTA?

38 Passista HIGIÊNE PESSOAL: Cuidados mínimos diários com a higiêne pessoal são indispensáveis para a saúde física e espiritual do Passista.

39 Passista HIGIÊNE PESSOAL: Perfumes, cremes, desodorantes, etc..., por mais sofisticados ou caros que sejam poderão influenciar negativamente os demais Passistas ou os assistidos.

40 Passista VESTUÁRIO: Nem sempre o que dita a Moda é recomendável para o (a) Passista

41 Passista VESTUÁRIO: Procurar utilizar roupas confortáveis, simples, que não exponham o corpo ou contornos do Passista, que possam excitar pensamentos ou sentimentos contraditórios a atividade do Passe.

42 Passista ALIMENTAÇÃO: Não é obrigatório ser vegetariano, mas a ingestão de alimentos de maior dificuldade de digestão poderá comprometer os fluidos a serem utilizados no Passe.

43 Passista ALIMENTAÇÃO: Evitar, pelo menos nos dias de trabalhos, a alimentação como carnes, feijoadas, condimentos ácidos, chocolates, etc...

44 Passista ALIMENTAÇÃO: Recomenda-nos Raul Teixeira, o emérito orador Espírita, que se o Passista ainda não conseguir controlar- se quanto ao regime alimentar, será preferível até mesmo que se alimente de um bife de carne do que permanecer durante o trabalho remoendo-se em pensar na fome em que se encontra.

45 Passista OBSESSÃO: O Passista, como todo ser humano normal, encarnado, estará sujeito às obsessões, portanto, se necessário, deverá ausentar-se e submeter-se ao amparo espiritual especializado.

46 Passista OBSESSÃO: Não deverá confundir-se com ligeiros mal-estares, normais na atividade, devido aos fluidos menos puros, aos quais estará sujeito.

47 Passista FUMO E DROGAS: Caso o Passista ainda não tenha conseguido controlar-se interiormente, eliminando estes dois terríveis vícios, deverá manter-se afastado do trabalho em Câmaras de Passes.

48 Passista FUMO E DROGAS: O comprometimento dos fluidos é muito sério e não convém contaminar a saúde dos assistidos com fluidos impuros.

49 Passista ÁLCOOL: A utilização de bebidas alcoólicas sistematicamente, como o Fumo e as Drogas, também comprometem os fluidos.

50 Passista ÁLCOOL: Em caráter esporádico (Festas, etc...), desde que não haja excesso, não inutilizarão o médium passista

51 Passista ÁLCOOL: JAMAIS, próximo aos dias de trabalho, deverá o Passista ingerir substâncias alcoólicas.

52 Passista MEDICAMENTOS: Aqueles que atuam sobre o Sistema Nervoso do Passista deverão afastá-lo do trabalho.

53 Passista MEDICAMENTOS: Mal estares passageiros, principalmente nos dias de trabalho, não deverão afastar o Passista, e muitas vezes, não requerem nem mesmo simples comprimidos.

54 Passista SEXO: A sexualidade humana é natural e faz parte das Leis Divinas, portanto não é pecado.

55 Passista SEXO: Mesmo a atividade sexual saudável consome energias importantes, desgasta o organismo, e deverá ser evitada, nos dias de trabalhos, para que o (a) Passista esteja bem.

56 Passista SEXO: As práticas sexuais desregradas, além de consumirem energias preciosas, comprometem os fluidos a serem utilizados pelo Passista, portanto, da mesma maneira, quem ainda não conseguiu libertar-se de excessos deverá manter-se fora do trabalho.

57 Passista ESTUDO: Educar-se, ampliar conhecimentos, aprimorar- se física e moralmente, são atributos essenciais do Passista, sempre.

58 Passista ESTUDO:

59 O Passe – Seu Estudo, Suas Técnicas, Sua Prática – Jacob Melo

60 Fluidos e Passes – Therezinha Oliveira

61 Passes e Curas Espirituais – Wenefledo de Toledo

62 Missionário s da Luz – Francicso Cândido Xavier – André Luiz

63 O Passe – A Imposição das Mãos – LAKE

64 Passes e Radiações – Edgard Armond

65 Cure-se Pelos Passes – Jacob Melo

66 Magnetismo Espiritual – FEB

67 Passe e Passista – Roque Jacintho

68 O Passe Espírita – FEB

69 Terapia Pelos Passes – Manoel Philomeno de Miranda – Divaldo Pereira Franco

70 Câmara de Passes e Passista Conhecereis os meus discípulos pelo muito se amarem Jesus


Carregar ppt "C.E.Pe.Zabeu Kauffman Conselho de Orientação Doutrinária Depto. Cursos - Passes Câmara de Passes Passista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google