A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Participação da ECOS – Comunicação em Sexualidade: Criar kit de materiais educativos Capacitar grupo de multiplicadoras/es na utilização do kit.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Participação da ECOS – Comunicação em Sexualidade: Criar kit de materiais educativos Capacitar grupo de multiplicadoras/es na utilização do kit."— Transcrição da apresentação:

1

2 Participação da ECOS – Comunicação em Sexualidade: Criar kit de materiais educativos Capacitar grupo de multiplicadoras/es na utilização do kit

3 Pressupostos Há desigualdades que foram historicamente construídas e acabam sendo aceitas como naturais. A escola deve e pode assumir o desafio de alterar concepções didáticas, pedagógicas e curriculares, rotinas escolares e formas de convívio social que funcionam para manter fronteiras rígidas das sexualidades e do gênero e confirmam a homofobia.

4 Principal desafio Criar estratégia de comunicação envolvendo a criação dos materiais educativos e a capacitação para que promovam rupturas com crenças baseadas no senso comum e, ao mesmo tempo, estimulem a aquisição de conhecimentos e de metodologia propiciadoras da desestabilização de valores e práticas sexistas e homofóbicas no ambiente escolar.

5 Composição do kit Escola sem Homofobia Um caderno Três audiovisuais Três livretos, cada um acompanhando o seu respectivo audiovisual Série com seis boletins Carta para gestoras/res Carta para educadoras/es Cartaz Embalagem para conter os itens do kit

6 Caderno ESH Elemento estruturante do kit; Tem interface/dialoga com os outros materiais; Parte da discussão sobre a questão de gênero e tem por fio condutor as práticas heteronormativas no ambiente escolar, desencadeadoras da homofobia; Desconstroi argumentos que impeçam os indivíduos de operar sobre a homofobia.

7 Caderno ESH Aspectos gerais T extos objetivos; linguagem dinâmica e aces - sível; prioriza discussões/problematizações de situações que tenham ancoragem na escola. Formato/estrutura para cada sub-tema dos capítulos Inicia um lead disparador que remete a uma cena de escola; Traz, na sequência, texto de apoio com conceitos, informações e dados de pesquisas; Traz dinâmica que contextualiza; Fecha a dinâmica com a apropriação dos conceitos. Iniciar com um lead disparador que remeta a uma cena de escola - pode ser uma frase, uma

8 Conteúdo do Caderno ESH Apresentação Introdução Capítulo 1 – Desfazendo a confusão Gênero: as desigualdades entre mulheres e homens Diversidade sexual Mudanças na história; a luta pela cidadania Enfrentando as discriminações

9 Capítulo 2 – Retratos da homofobia na escola Preconceitos e estereótipos A homofobia na escola: o que dizem algumas pesquisas Desvelando a homofobia no currículo escolar O currículo e a transversalidade: a inclusão dos temas sociais na escola Capítulo 3 – Caminhos para uma escola sem homofobia Projeto político pedagógico e diversidade sexual na escola Plano de ação: uma escola sem homofobia

10 Considerações finais Referências bibliográficas Anexo 1 – Como trabalhar com os boletins Anexo 2 – Como trabalhar com audiovisuais

11 Boletins (Bolesh) Série ilustrada com seis unidades, com quatro páginas cada Estrutura Composto de seções que abordam o tema através de: Texto principal Textos menores Atividades interativas Sugestões de filmes, letras de música, poemas Respostas das atividades Glossário Cartoons

12 Temas Bolesh 1 - Gênero Bolesh 2 - Diversidade sexual Bolesh 3 - Orientação sexual Bolesh 4 - Homofobia Bolesh 5 - Direitos das pessoas LGBT Bolesh 6 - Outros tipos de arranjos familiares

13 Bolesh

14 Bolesh

15 Audiovisuais Boneca na Mochila - Um motorista de táxi conduz uma mulher à escola onde o filho estuda. Ela foi chamada porque flagraram seu filho com uma boneca na mochila. Durante o caminho, enquanto ouvem um programa de rádio a respeito da homossexualidade, eles conversam sobre esse assunto. Medo de quê? - Marcelo é um garoto que, como tantos outros, é cheio de sonhos, desejos e planos. Descobre que sente atração afetivo-sexual por rapazes. Seus pais, seu amigo João e a comunidade onde vivem têm outras expectativas em relação a ele, que nem sempre correspondem aos desejos de Marcelo. Torpedo - Três histórias: Torpedo, Encontrando Bianca e Probabilidade Proposta estética – animação com fotos, desenhos sobre fotos, animação sobre ilustração.

16 Cartaz

17 Apoios: UNESCO UNAIDS CEDUS UBES UNE Conselho Nacional de Combate à Discriminação e Promoção dos Direitos LGBT Moções de apoio encaminhada para: Ministro da Educação, Fernando Haddad; Ministro da Saúde, Alexandre Padilha; Vice-Presidente do Senado Federal, Senadora Marta Suplicy; Líder do PT no Senado Federal, Senador Humberto Costa; Senador Cristovam Buarque; Líder do PT na Câmara dos Deputados, Deputado Paulo Teixeira; Deputado Federal Jean Wyllys

18 Posição atual Os materiais do kit estão no Ministério da Educação aguardando o parecer final. Uma vez aprovados, o compromisso assumido pelo MEC é de imprimir/copiar e distribuir inicialmente kits ESH para escolas do ensino médio.

19 ECOS – Comunicação em Sexualidade Rua Araújo, º andar - Vila Buarque São Paulo/SP – Brasil Telefax: Coordenação da criação do kit ESH e da capacitação: Maria Helena Franco (Lena) Vera Simonetti Racy


Carregar ppt "Participação da ECOS – Comunicação em Sexualidade: Criar kit de materiais educativos Capacitar grupo de multiplicadoras/es na utilização do kit."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google