A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

OFICINA Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Rio de janeiro, 2005 Objetivo Geral Contribuir para a construção de kit com informações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "OFICINA Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Rio de janeiro, 2005 Objetivo Geral Contribuir para a construção de kit com informações."— Transcrição da apresentação:

1 OFICINA Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Rio de janeiro, 2005 Objetivo Geral Contribuir para a construção de kit com informações sobre saúde sexual e reprodutiva das pessoas com deficiência Objetivos operativos Coletar recomendações e propostas para abordagens comunitárias de prevenção de DST e HIV/AIDS para pessoas com deficiência; Conhecer abordagens, estratégias de ação e metodologias utilizadas nas práticas de Prevenção e Promoção da Saúde, especialmente ao que se refere ao exercício da sexualidade e encaminhamentos de casos de DST e HIV/AIDS; Identificar e propor adaptações que promovam a saúde sexual e reprodutiva, considerando os diferentes tipos de deficiência e as especificidades sócio-econômicas- culturais Realização Amankay Instituto de Estudos e Pesquisas Parceiros APTA/ Projeto Pipa CEDAPS Centro de Promoção da Saúde FUNLAR RIO - Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro Sérgio Meresman Apoio Banco Mundial CNOTINFOR

2 Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Dificuldades/ Obstáculos Invisibilidade dessas pessoas nas comunidades não chegam às reuniões Valores familiares não reconhecem o direito à sexualidade, por falta de informação; criação de situações de isolamento A família infantiliza a pessoa com deficiência super proteção, em alguns casos e negligência, em outros Religião: pode ser um fator facilitador, algumas vezes e uma barreira, em outras Mídia politicamente incorreta distorce informações Situação de violência na comunidade dificulta a locomoção A pessoa com deficiência tem dificuldade de aceitar ajuda Vergonha dificulta (ou impede) o diálogo Serviços de atenção e referência de saúde não têm informações sobre a pessoa com deficiência Distância entre o local de moradia e os serviços Falta de acessibilidade nos transportes públicos

3 Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Informação: uma das soluções Acesso a informações de forma adequada e no momento certo Deve ter linguagem clara e acessível Divulgação dos direitos Acesso a serviços existentes "Fomos criados para não ver"; a deficiência incomoda Passar a conhecer o próprio corpo, até então desconhecido Medo da pessoa com deficiência manifestar seu desejo

4 Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência O que fazer? Desconstrução dos mitos relativos às pessoas com deficiência Rede de troca de idéias, para discutir estas questões Capacitação continuada de Agentes de Saúde Promover programas de rádios comunitárias Favorecer convivência e diálogo Descentralização do atendimento Apoio às iniciativas da comunidade

5 Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Áreas de atuação Desenvolvimento comunitário Visibilidade Inclusão social (trabalho com famílias, igrejas, comunidade, promoção de cultura inclusiva, comunicação através dos recursos comunitários, como rádios, música e outros) Desenvolvimento da capacidade técnica Capacitação/ desenvolvimento de Recursos Humanos Adaptar os recursos existentes às necessidades Desenvolvimento da acessibilidade local Infra-estrutura (transportes, espaços públicos e outros) Linguagem acessível Articulação entre serviços e redes Desenvolvimento da cidadania Luta pelos direitos Envolvimento dos jovens Empoderamento


Carregar ppt "OFICINA Sinalizando a Saúde para Todos HIV/AIDS e pessoas com deficiência Rio de janeiro, 2005 Objetivo Geral Contribuir para a construção de kit com informações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google