A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Interface Usuário Máquina Avaliação de Interfaces.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Interface Usuário Máquina Avaliação de Interfaces."— Transcrição da apresentação:

1 Interface Usuário Máquina Avaliação de Interfaces

2 Grupos de Métodos Inspeção de Usabilidade – Avaliação heurística – Percurso cognitivo Testes de usabilidade

3 Inspeção de Usabilidade Avaliação Heurística Revisão da interface baseado em uma lista de heurísticas de usabilidade. (visto nas aulas passadas)

4 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Método de inspeção no qual procura-se imaginar o caminho que o usuário seguirá para atingir um objetivo. Fases: – Fase Preparatória – Fase de Análise

5 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Fase Preparatória – Quem são os usuários do sistema – Qual tarefa será analisada – Qual a sequência correta de ações para a tarefa

6 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Fase de Análise – Consiste em tentar contar uma estória verossímil de como o usuário realiza uma tarefa – Perguntas a serem respondidas nesta fase: Os usuários farão a ação correta? Os usuários perceberão que a ação correta está disponível? Os usuários associarão a ação correta com o resultado? Se a ação correta for executada, os usuários perceberão?

7 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Histórias de sucesso: Um usuário experiente em Windows inicia uma tarefa dando um clique no ícone da aplicação para abrí-la. Curso Normal do Caso de Uso O usuário dá um clique no ícone da aplicação Mudanças na tela ou na barra de menu sinalizam o início da aplicação

8 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Histórias de sucesso: Um usuário experiente em Windows abre o menu Tabela para preparar uma tabela em um editor de textos. Curso Normal do Caso de Uso O usuário clica no menu Tabela O sistema apresenta as opções referentes a Tabela O usuário escolhe esta opção Inserir O sistema apresenta as opções de Inserção O usuário escolhe a opção Tabela

9 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Características das Histórias de Sucesso: – Os usuários sabem: Qual resultado querem alcançar Quais as ações disponíveis Qual a ação adequada Que as coisas estão indo bem

10 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Histórias de fracassos: Um usuário com conhecimento básico em editor de texto pretende inserir um texto no cabeçalho. Ação no Word: Exibir Ação no OpenOffice: Inserir

11 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Histórias de fracassos: Um usuário com conhecimento básico em Windows encontra o comando Formatar em um editor de texto. Uso do termo Fonte para designar Caracteres. Uso do termo Salvar para gravar arquivos. Para desligar o Windows deve-se clicar no botão Inciar.

12 Inspeção de Usabilidade Percurso Cognitivo Outros problemas que podem resultar em Histórias de fracassos: – Time outs – Ações fisicamente difíceis

13 Grupos de Métodos Inspeção de usabilidade – Avaliação heurística – Percurso cognitivo Testes de usabilidade

14 Testes de Usabilidade Testes de interface efetuados diretamente pelo usuário.

15 Testes de Usabilidade Antes do teste de usabilidade é necessário definir: – Objetivos do teste – Quando e onde o teste irá acontecer – Duração prevista para cada sessão de teste – Suporte computacional necessário – Quais softwares precisam estar a disposição – Qual o estado do sistema no início do teste – Quem serão os experimentadores – Quem serão os usuários

16 Testes de Usabilidade Antes do teste de usabilidade é necessário definir: – Quais tarefas serão solicitadas aos usuários – Quanto o experimentador poderá ajudar o usuário – Quais dados serão coletados – Qual critério será usado para definir se um teste foi bem sucedido

17 Testes de Usabilidade Etapas do Teste de Usabilidade: – Preparação – Introdução – Teste – Sessão final

18 Testes de Usabilidade Etapas do Teste de Usabilidade: – Preparação Tudo deve estar pronto antes do usuário chegar.

19 Testes de Usabilidade Etapas do Teste de Usabilidade: – Introdução – Explicações ao usuário O teste avalia o sistema e não o usuário Não se preocupar em ferir sentimentos dos experimentadores O sistema não deve ser comentado com outros usuários Os resultados dos testes não irão a público Explicar sobre o uso de gravações de vídeo Explicar que podem fazer perguntas durante o teste, mas nem todas serão respondidas

20 Testes de Usabilidade Etapas do Teste de Usabilidade: – Teste Escolher apenas um experimentador para falar com o usuário Evitar comentários sobre a performance do usuário Evitar ajudar o usuário

21 Testes de Usabilidade Etapas do Teste de Usabilidade: – Sessão final Depois do tempo definido para as tarefas, os usuários são convidados para fazer comentários ou sugestões gerais.

22 Testes de Usabilidade Técnicas para realizar o Teste de Usabilidade: – Pensando em voz alta O experimentador pode conduzir o usuário com perguntas como: O que você está pensando agora? O que você acha que esta mensagem significa? O que você acha que vai acontecer se fizer isso? Era isso que você esperava que acontecesse?

23 Testes de Usabilidade Técnicas para realizar o Teste de Usabilidade: – Medidas de Performance Exemplos de medidas típicas de usabilidade: Tempo que o usuário gasta para realizar uma determinada tarefa Número de tarefas realizadas em um determinado tempo Número de erros do usuário Número de características que o usuário consegue lembrar após o teste Frequência de uso de ajuda

24 Testes de Usabilidade Técnicas para realizar o Teste de Usabilidade: – Medidas de Performance Exemplos de medidas típicas de usabilidade: Número de vezes que o usuário expressou frustração Quantidade de tempo morto Número de vezes que o usuário desviou-se do objetivo.

25 Avaliação de Interfaces Grupos de Métodos Inspeção de Usabilidade – Avaliação heurística – Percurso cognitivo Testes de usabilidade

26 Considerações sobre Métodos de Avaliação de Interface por Desurvire, 1994 Os métodos de inspeção são melhores quando os avaliadores são especialista em IHC Os melhores avaliadores usando métodos de inspeção, detectaram em média 56% dos problemas encontrados em Testes de Usabilidade A Avaliação Heurística foi a mais eficaz na detecção de erros sérios.

27 Considerações sobre Métodos de Avaliação de Interface por Desurvire, 1994 Testes de Usabilidade são os mais eficazes, porém os mais caros. Avaliação Heurística é a mais barata. O Percurso Cognitivo falha em identificar problemas recorrentes, mas foi o melhor quando utilizado por desenvolvedores não especialistas.


Carregar ppt "Interface Usuário Máquina Avaliação de Interfaces."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google