A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

J OGOS P EDAGÓGICOS Formação em Ação 2013 – 1º Semestre.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "J OGOS P EDAGÓGICOS Formação em Ação 2013 – 1º Semestre."— Transcrição da apresentação:

1 J OGOS P EDAGÓGICOS Formação em Ação 2013 – 1º Semestre

2 Jogos educativos podem facilitar o processo de ensino-aprendizagem e ainda serem prazerosos, interessantes e desafiantes. O jogo pode ser um ótimo recurso didático ou estratégia de ensino para os educadores e também ser um rico instrumento para a construção do conhecimento.

3 O BJETIVOS -Desenvolver o raciocínio e a concentração do aluno; -Mediar o acesso ao conhecimento, a partir da observação, da análise, da organização e execução do jogo.

4 - Objetivos das atividades lúdicas no Ensino Fundamental: visam desenvolver no aluno as suas potencialidades intelectuais, físicas e criativas, permeadas pelo desenvolvimento social e interpessoal. - Objetivos das atividades lúdicas no Ensino Médio: visam a participação, a solidariedade, a cooperação, o respeito do aluno a si mesmo e ao outro, a análise crítica, a reflexão, a motivação e a participação em sala de aula e o prazer de aprender a aprender.

5 Qual seu potencial educativo? Qual seu potencial lúdico? O jogo centra-se na atividade em si ou na finalidade educativa? Qual a intencionalidade do estudante frente à estratégia de jogo?

6 COMO ESTRATÉGIA PEDAGÓGICA Baseia-se em uma metodologia que favorece o contínuo pensar do estudante. Favorece o processo de pesquisa envolvendo fenômenos naturais no interior da sala de aula e fora dela. Possibilita maior interação com o meio através de experiências de aprendizagem que envolvem a resolução de problemas.

7 Os jogos são instrumentos educacionais dinamizadores da relação de ensino/aprendizagem. A utilização de jogos possibilita aos alunos não serem somente ouvintes das explicações dos docentes, mas poderão desempenhar um papel de interação com seus colegas de sala, contribuindo, assim, para as suas convivências sociais (RIBEIRO, E.; TORRES, E., 2008, p.61).

8 O LÚDICO Ludicidade refere-se aos jogos pedagógicos; brincadeiras; dinâmicas de grupo; recorte e colagem; dramatizações; exercícios físicos; cantigas de roda; atividades rítmicas e atividades nos computadores.

9 Para Piaget (1975), por meio de jogos a criança constrói conhecimento sobre o mundo físico e social, desde o período sensório-motor até o período operatório formal. Brandes e Philips (1977), afirmam que os jogos criam interesse quando postos em prática com finalidade e com eficiência, podendo se tornar a moldura na qual se desenvolvem todas as outras atividades.

10 A ludicidade está associada com algo alegre e prazeroso, com características básicas que levam o aprendiz à plenitude da experiência, à valorização interpessoal, à liberdade de expressão, à flexibilidade e ao questionamento dos resultados, com abertura para a descoberta e a relevância do processo- produto das atividades (SANTIN, 1994).

11 Obviamente, um jogo ou uma técnica recreativa nunca devem ser aplicados sem ter em vista um benefício educativo. Nem todo jogo, portanto, pode ser visto como material pedagógico. Em geral, o elemento que separa um jogo pedagógico de um outro de caráter apenas lúdico é que, este se desenvolve com a intenção explícita de provocar aprendizagem significativa.

12 Estimular a construção de um novo conhecimento e despertar o desenvolvimento de uma habilidade operatória, ou seja, o desenvolvimento de uma aptidão ou capacidade cognitiva e apreciativa específica que possibilita a compreensão e a intervenção do indivíduo nos fenômenos sociais e culturais e que o ajude a construir diferentes tipos de conexões.

13 A Geografia propicia a utilização de diversos tipos de jogos. Todo o interesse que ocorre nos diferentes espaços seja nos bairros, cidades ou países do mundo, podem acarretar na criação de jogos estratégicos, sejam eles de mercados ou geopolíticos.

14 T RILHAS O jogo de trilha é um instrumento didático pedagógico de fácil confecção, é lúdico, envolvente e pode ser um dos meios para levar os alunos a terem uma ação participativa em sala de aula. Objetivos: Desenvolver o senso reflexivo, a interatividade, além de levar o aluno a compreender o conteúdo geográfico.

15 D OMINÓ Na China, o dominó tornou-se um jogo conhecido por volta do ano de Alguns estudiosos acreditam que a origem do nome "dominó" vem da expressão latina Domino gratias (graças a Deus), comparando o termo com a gola das vestes dos sacerdotes. A riqueza desse material lúdico permite o seu aproveitamento como recurso pedagógico em diferentes níveis de dificuldade.

16 As circunstâncias de jogo são ponderadas como parte das atividades pedagógicas. A utilização do dominó na disciplina de Geografia oferece informações que estimulam o desenvolvimento do raciocínio, a interpretação das perguntas e o aprofundamento dos conteúdos.

17 AVALIAÇÃO COM JOGOS EDUCATIVOS Qual o objetivo desse jogo? - Aprender com a aplicação; - Revisar conteúdo; - Reforçar conteúdo; - Avaliar aquisição de conteúdo;

18 REFERÊNCIAS BRANDES, Donna; PHILLIPS, Howard. Manual de jogos educativos. Lisboa: Moraes, ed.1028,1997. PIAGET. A formação do símbolo na criança. Rio de Janeiro: Zahar Editores, RIBEIRO, E; TORRES, E.C. Trilha Geográfica: uma proposta de instrumento de ensino de Geografia. In: ARCHELA, R.S. SANTIN, Silvino. Educação física: da opressão do rendimento à alegria do lúdico. Porto Alegre: ed. EST/ESEF – UFRGS, Portal Dia a dia Educação. Disponível em: Acesso em: 06 jun


Carregar ppt "J OGOS P EDAGÓGICOS Formação em Ação 2013 – 1º Semestre."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google