A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Metodologias Equipe do Curso de ES para SMA {lucena, furtado, choren,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Metodologias Equipe do Curso de ES para SMA {lucena, furtado, choren,"— Transcrição da apresentação:

1 Metodologias Equipe do Curso de ES para SMA {lucena, furtado, choren,

2 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Agenda Gaia –F. Zambonelli, N. Jennings, M. Wooldridge Message –G. Caire e outros

3 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Gaia Fase de Análise Fase de Design Arquitetural Fase de Design Detalhado

4 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio

5 Gaia Se baseia na abstração Organização

6 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Gaia Não lida com nenhuma técnica específica de modelagem Não lida com os problemas de implementação. Não especifica a plataforma de implementação que deve ser usada Não lida como as etapas de levantamento de requisitos

7 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Conceitos Ambiente –Coisas físicas ou virtuais –Quais são os recursos do ambiente que os agentes podem sentir e atuar? –Como o agente pode perceber o ambiente? –Quais são os agente que habitam o ambiente? Papéis –Define o que se espera que um agente faça em uma organização (em relação a outros agentes e em relação a organização) –Funcionalidades, atividades e responsabilidades –Interação entre papéis Protocolos e padrões

8 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Conceitos Regras organizacionais –Regras aplicadas a todos os papéis e protocolos –Regras que expressam relacionamentos e restrições entre papéis, entre protocolos e entre papéis e protocolos Estrutura organizacional –Descreve todos os papéis da organização e suas posições na organização –Gera o modelo de papéis

9 Fase de Análise

10 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Fase de Análise Subdivisão do sistemas em sub-organizações Modelo de ambiente Modelo preliminar de papéis Modelo preliminar de interação Regras organizacionais

11 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Subdivisão do sistema em sub-organizações Identificação dos objetivos das organizações Quando é trivial encontrar organizações? –O sistema já fala de quais são as organizações –O sistemas imita o mundo real Como achar organizações quando não é trivial? –Verificar se parte do sistema possui um comportamento orientado a um determinado sub-goal –Quais partes interagem pouco? –Verificar se algumas partes estão relacionadas a competências que outras partes não possuem

12 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo do ambiente Representação computacional do ambiente no qual o SMA está situado Lista de recursos: cada recurso –Nome simbólico –Lista de ações que o agente executa no recurso –Comentários adicionais e descrições

13 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de papéis Identificação das habilidades básicas requeridas pela organização Identificação apenas dos papéis que são independentes da estrutura organizacional Definição incompleta dos papéis –Não tem informação sobre interação Conjunto incompleto dos papéis –Papéis dependentes da estrutura organização não são modelados

14 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de papéis Permissões –Relacionam papéis ao ambiente –Identifica os recursos que podem e os que não podem ser acessados pelo papel

15 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de papéis Responsabilidades –Representa o comportamento esperado de um papel –Propriedades Liveness: alguma coisa boa acontece Define os estados que o agente quer atingir –Propriedades Seguras: nada de ruim acontece Invariantes Define os estados que são mantidos REVIEWER = (ReceivePaper.ReviewPaper.SendReviewForm) maxim_number protocol activiy number of papers = number of review forms Número de artigos aceitos por um revisor deve ser igual ao número de revisões feitas

16 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de papéis

17 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de papéis

18 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de interação Identifica as interações básicas requeridas pelos papéis já identificados A interação não está amarrada a nenhuma estrutura organizacional Captura as dependências e os relacionamentos entre os vários papéis

19 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de interação Um protocolo para cada tipo de interação entre papéis –Nome –Aquele que inicia –Aquele que responde –Inputs: informações usadas para iniciar o protocolo –Outputs: informações resultantes do protocolo –Descrição

20 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo preliminar de interação

21 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Regras organizacionais Regras que especificam o comportamento da organização como um todo Capturam relacionamentos gerais entre: –Papéis –Protocolos –Papéis e protocolos

22 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Regras organizacionais Regras liveness –Como a dinâmica da organização deve evoluir no tempo Regras seguras –Definem invariantes que devem ser respeitadas independentemente do tempo R Q: significa que papel Q só pode ser desempenhado pela entidade se ela tiver desempenhado papel R. ¬(R|Q): significa que dois papéis R e Q nunca podem ser desempenhados concorrentemente pela mesma entidade.

23 Design Arquitetural Detalhado

24 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Design Arquitetural Detalhado Documenta todas as características funcionais que o sistema tem que expressar junto com as características do ambiente no qual o sistema se encontra Estrutura organizacional Modelo de papéis completo Modelo de protocolos completo

25 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Estrutura Organizacional Topologia + Regime de controle –Topologia: descreve o relacionamento entre os papéis –Regime de controle: descreve o tipo dos papéis Como decidir? –Atingir eficiência organizacional –Respeitar as regras organizacionais –Minimizar a distância com a organização do mundo real

26 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Estrutural Organizacional: Topologias A topologia organizacional mais simples com a qual é possível lidar com as complexidades computacionais e de coordenação deve ser a escolhida Exemplos de topologias: –Coleção de peers (todos os membros possuem a mesma autoridade na organização) –Hierarquia (existe membros que são lideres e outros submissos)

27 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Estrutura Organizacional: Regime de controle Exemplos de regime de controle –Partição de trabalho (cada peer tem o mesmo papel e provê o mesmo serviço) –Especialização de trabalho (cada peer tem um serviço/atividade específica)

28 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo de papéis e de protocolos (completo) Definir todas as atividades dos papéis Definir papéis organizacionais –Provenientes da adoção da estrutura organizacional Completar a definição do protocolo requerido pela aplicação Definir os protocolos organizacionais –Provenientes da adoção da estrutura organizacional

29 Design Detalhado

30 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Fase de Design Detalhado Objetivo é identificar os agentes e os serviços provendo dicas para a implementação Modelo de agente Modelo de serviço

31 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo de agente Agente –Entidade ativa que desempenha um conjunto de papéis Descreve quais classes de agentes irão desempenhar quais classes de papéis Identifica as instâncias de agentes que serão criadas Como decidir o mapeamento entre papéis e agentes? –Não deve afetar a eficiência da organização –Não viola as regras organizacionais

32 Laboratório de Engenharia de Software (LES) – PUC-Rio Modelo de serviço Serviços – blocos de atividade alocados – aos agentes Não confundir com um método Propriedades: –Inputs e Outputs (provenientes da análise dos modelos de protocolos e ambientes) –Pre-condições –Pós-condições


Carregar ppt "Metodologias Equipe do Curso de ES para SMA {lucena, furtado, choren,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google