A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fórum de Empreendedorismo Campinas 19/11/2004. O Grande Vale CIÊNCIA SOCIEDADE SOCIEDADE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fórum de Empreendedorismo Campinas 19/11/2004. O Grande Vale CIÊNCIA SOCIEDADE SOCIEDADE."— Transcrição da apresentação:

1 Fórum de Empreendedorismo Campinas 19/11/2004

2 O Grande Vale CIÊNCIA SOCIEDADE SOCIEDADE

3 O desafio de fortalecer novos elos A capacidade de transformar conhecimento em riqueza e desenvolvimento social, é talvez o ponto mais frágil do atual estágio do desenvolvimento da C&T no Brasil. Carlos Henrique de Brito Cruz

4 Dinâmica da Inovação Como transpor este gargalo? Centro de Pesquisa Empresas Fonte: Siqueira, José O. (UFLA) Gargalo

5 A Interação Universidade-Empresa Universidade P&D ERRADO P&D CORRETO Empresa Comercia- lização P&D Produção Comercialização Produção A universidade não oferece produtos prontos para as empresas comercializarem Não pode ser apenas uma relação cliente fornecedor A universidade e outros centros de pesquisa desenvolvem os produtos em conjunto com as empresas Há uma relação de transferência de conhecimentos entre academia e mercado Avaliar os potenciais e/ou necessidades de mercado para introdução de novos produtos Promover a difusão tecnológica Papel das Empresas Formação de mão-de- obra qualificada Expandir fronteiras do conhecimento Papel das Universidades / Centros de Pesquisas

6 Diligência da InovaçãoPlano de Negócio PesquisaAplicação Especifica ções de Requisito ProtótipoProduto Diligência da Inovação ® A Diligência da Inovação tem como objeto de análise as tecnologias geradas a partir dos centros de pesquisa. A Diligência se propõe investigar a tecnologia em um estágio anterior a da existência das variáveis necessárias para criação de um negócio.

7 Metodologia Instituto Inovação CARACTERIZAÇÃO DA TECNOLOGIA ESTUDO DE MERCADO ANÁLISE DE VIABILIDADE ECONÔMICA MERCADOACADEMIA PROVA DE CONCEITO Etapa 1 Etapa 2 Etapa 3Etapa 4

8 PDI NA UNICAMP

9 A Dinâmica da Inovação $ $ $ $ $ $ Inovação $ Idéia Plano de Negócios Empre sa Nasce nte Empres a Emerge nte Inovação

10 Tipos de empresas e fontes de financiamento TIPOS DE EMPRESAS Empresa Tradicional Nascente Empresa Tradicional Empresa Nasc.de Base Tec. Empresa de Base Tecnológica Empresa Inovadora BANCOS TRAD. BANCO FOMENTO MICRO CRÉDITO CAPITAL DE RISCO INVESTIDORES SEBRAETEC FINEP FAPESP X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X X

11 Estágio das empresas e fontes de financiamento Fonte: adaptado do livro O Capital de Risco no Brasil; Pavani, Cláudia, 2002 Concepção/ Criação Receita de Vendas $ Tempo Fontes de financiamento Estágios do negócio Fluxo de caixa Start upEstágio Inicial Crescimento/ Expansão Maturidade Agências fomento Capital semente Love moneyFinanciamentos Venture Capital Private Equity Capital de Risco Outras fontes Reivestimento de Lucros/ Integração de Capital

12 OBRIGADO

13 Anexos

14 A Ecovec é uma empresa especializada no monitoramento e controle de insetos vetores de doenças humanas, animais e agrícolas, focada no controle do mosquito Aedes aegipty, transmissor da Dengue. O orçamento anual do Programa Nacional de Combate à Dengue é superior a R$ 1 bilhão. A tecnologia utilizada pela empresa representa uma revolução em relação aos métodos de controle o monitoramento atualmente utilizados e já recebeu o aval técnico da Fundação Nacional de Saúde, para ser incluída no Programa Nacional de Combate à dengue. A tecnologia Ecovec baseia-se em armadilhas que possuem feromônios capazes de atrair especificamente as fêmeas da espécie Aedes aegipty, associada a um sistema eletrônico de computação móvel para monitoramento e predição de risco de epidemia. Caso Ecovec

15 Janeiro de 2003 – Experimentos em larga escala para controle e monitoramento na região da Pampulha em Belo Horizonte O pesquisador tentou, em vão, levar por conta própria a tecnologia ao mercado e encontrou barreiras por todos os lados Abril de 2003 – O Instituto Inovação atrai uma executiva do Mercado Farmaucêtico e de Biotecnologia para a Ecovec. Fevereiro de 2003 – Desenvolvimento do sistema de computação móvel para monitoramento inteligente Nível vermelho -Altíssimo risco Nível verde -Baixo risco Nível amarelo -Médio risco Nível laranja -Alto risco Nível branco-Sem risco Prof. Dr. Álvaro conclui pesquisa da síntese de feromônios sexuais do mosquito Aedes aegipty Caso Ecovec Agosto de Inicia-se o primeiro experimento piloto em Recife - PE Outubro de 2002 – Realização de experimentos-piloto em Pedro Leopoldo - MG Dezembro de 2002 – A FINEP apóia o projeto da Ecovec através de recursos Fundo Verde-Amarelo Julho de 2003 – A tecnolgia da Ecovec é aplaudida em Seminário Internacional do Controle da Dengue. Julho de 2003 – A FUNASA emite recomendação oficial para uso da tecnologia e testes em 10 grandes cidades por todo país. Maio de Inicia-se a parceria com o Instituto Inovação. -Diligência -Estudos de mercado -Desenvolvimento de fornecedores -Remodelagem de produto Julho de 2002 – Viabiliza a aliança estratégica com a empresa alemã Biogents & Maio de 2003 – Revista Veja destaca o sistema de monitoramento da Ecovec - Linha do Tempo -

16 Produto Final: Tecnologia de Combate à Dengue Nível vermelho -Altíssimo risco Nível verde -Baixo risco Nível amarelo -Médio risco Nível laranja -Alto risco Nível branco-Sem risco 1. Patenteamento da tecnologia2. Diligência da Inovação

17 Produto Final: Laboratório de Tecnologias Ambientais Impermeabilizante líquido PneusPó desvulcanizado Isopor 1. Fábrica de Tecnologias Ambientais Resina de Troca Iônica Garrafa PET VermiculitaAsorvente flutuante magnetizado Estágio de Desenvolvimento Potencial de Geração de Valor Pneu Adsorção Mercúrio Vermiculita PET Troca Iônica Poliestireno Impermeabilizante Poliestireno Floculante PET Reaproveitamento 2. Diligência da Inovação 3. Testes e Prototipagem tecnologia mais avançada Estágio atual !!!

18 Instituto Inovação: Criação de Novos Negócios DILIGÊNCIA DA INOVAÇÃO Pré-Lançamento CONCEPÇÃO / MODELAGEM DO NEGÓCIO Gestão do Negócio

19 Parceria Fundo de Capital Semente – Novarum N O V A R V M C A P I T A L S E M E N T E A proposta do NOVARUM é viabilizar uma conexão entre idéias e projetos inovadores de grande qualidade científica oriundos de centros de pesquisa e universidades brasileiras, em oportunidades reais de negócios, onde o foco são tecnologias radicais com impactos e mercados mundiais. BiotecnologiaNovos Materiais Tecnologia da Informação Áreas de Interesse Agronegócios SaúdeMeio AmbienteEletrônica

20 MICROSOFT 1979


Carregar ppt "Fórum de Empreendedorismo Campinas 19/11/2004. O Grande Vale CIÊNCIA SOCIEDADE SOCIEDADE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google