A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sociologia Sociologia 1. Antecedentes e as condições históricas. 2. DURKHEIM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sociologia Sociologia 1. Antecedentes e as condições históricas. 2. DURKHEIM."— Transcrição da apresentação:

1 Sociologia Sociologia 1. Antecedentes e as condições históricas. 2. DURKHEIM.

2 2 CAMPO DA TEORIA (CIÊNCIA)SOCIAL: (Economia, Política, Antropologia, etc... Muito depois, a Sociologia). OS PRECURSORES: -PLATÃO: A REPÚBLICA. -ARISTÓTELES: A POLÍTICA. -MAQUIAVEL: O PRÍNCIPE.

3 3 O TRIPÉ MEDIEVAL A TRADIÇÃO O REI A IGREJA

4 4 O Modo Feudal de produção Nobres Comerciantes Artesãos, Baixo Clero Servos

5 5 Mundo em Ebulição - A grande transição... O RENASCIMENTOO RENASCIMENTO OS GRANDES DESCOBRIMENTOSOS GRANDES DESCOBRIMENTOS A REFORMA (MARTINHO LUTERO)A REFORMA (MARTINHO LUTERO) RENE DESCARTESRENE DESCARTES PENSADORES DA TRANSIÇÃOPENSADORES DA TRANSIÇÃO A REVOLUÇÃO INGLESAA REVOLUÇÃO INGLESA O ILUMINISMOO ILUMINISMO A REVOLUÇÃO INDUSTRIALA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL A REVOLUÇÃO FRANCESAA REVOLUÇÃO FRANCESA A ASCENSÃO DA BURGUESIA.A ASCENSÃO DA BURGUESIA.

6 6 MODO CAPITALISTA DE PRODUÇÃO Burguesia Classe Média Proletariado

7 7. KARL MARX ( ) - Sociólogo do conflito.. ÉMILE DURKHEIM ( ) - Sociólogo da ordem.. MAX WEBER ( ) - Sociólogo da compreensão. Os pais da Sociologia – revolução ou acomodação?

8 8 Émile DURKHEIM( ) Émile DURKHEIM( ) A FÍSICA SOCIAL. A ORDEM E O PROGRESSO. A QUESTÃO É MORAL. A SOCIEDADE MAIOR QUE O INDIVÍDUO. OS FATOS COMO COISAS. O FATO SOCIAL

9 9 FATO SOCIAL OBRIGATORIEDADEGENERALIDADEEXTERIORIDADE

10 10 DURKHEIM Objetividade cientifica: - Os fatos sociais devem ser tratados como coisas exteriores pelo investigador

11 11 ÉMILE DURKHEIM (Épinal, 15 de abril de 1858 Paris, 15 de novembro de 1917) foi o fundador da escola francesa de Sociologia. Posterior a Marx, que combinava a pesquisa empírica com a teoria sociológica. É reconhecido amplamente como um dos melhores teóricos do conceito da coesão social. Sociólogo da ordem, tem no FATO SOCIAL, a base da Sociedade.Épinal15 de abril1858Paris 15 de novembro1917Marx

12 12 CONTEXTUALIZAÇÃO - SOCIOLOGIA SOCIOLOGIA NASCEU COMO RESULTADO DE UMA SITUAÇÃO HISTÓRICA SURGE COM A DESAGREGAÇÃO DO SISTEMA FEUDAL E CONSOLIDAÇÃO DO CAPITALISMO NECESSIDADE DE REALIZAR UMA REFLEXÃO SOBRE A CRISE SOCIAL, SOBRE OS CONFLITOS. APRESENTAR SOLUÇÃO AO IMPASSE...

13 13 O capitalismo A nova realidade socialA nova realidade social Proletariado Burguesia capitalista (dona dos meios de produção)

14 14 Questões principais O que se passava na França e na Europa? Por que os sintomas de desagregação social num momento de progresso evidente?

15 15 Continuação... Como reconstruir no novo tempo a coesão social perdida? Como manter a ordem e o progresso (idéia fundamental do positivismo comteano)?

16 16 Continuação... Como fazer nascer uma moral coletiva na sociedade industrial de mudanças velozes? Responder a isso é o papel da Sociologia. [Não é pouca coisa, como se pode perceber].

17 17 Moralidade e anomia Mas o que é anomia – uma das principais idéias de Durkheim – exatamente? A França estava mergulhada em crises durante o Século XIX: Nesse contexto, valores antigos foram sumindo e novos valores não apareceram.

18 18 Anomia é isso: falta de valores morais como referência, solidariedade social em baixa, desagregação social, etc. Ninguém segue as leis e as regras sociais. Ninguém respeita valores morais e tradições. Ganância das elites econômicas. Política baseada na lei do mais forte. Sociedade entra em estado de guerra crônico – movimentos políticos radicais, criminalidade em alta, corrupção geral, famílias se despedaçando, etc. Enfim, uma certa anarquia.

19 19 ANOMIA: como resolver isso? Solidariedade e coesão a partir das profissões: corporativismo. Isso pode substituir religiões em declínio e outros valores do passado. O problema é que cada categoria tem sua moral/ética, mas falta uma moral que unifique todas as profissões. Não pode ser uma moral do sucesso, pois isso gera disputas e mais anomia.

20 20 Socialismo no lugar do capitalismo também não resolve, pois o problema não é somente distribuir melhor os bens materiais. É principalmente uma nova moral coletiva – que só o corporativismo político pode produzir, pois mostra ao povo o seu papel na sociedade e faz com que todos aceitem as desigualdades sociais como coisa natural.

21 21 Coesão, solidariedade e consciência Por que os homens vivem em sociedade e lutam contra a desagregação social? Resposta geral: solidariedade (social), divisão do trabalho (social) e consciência (social). Quer dizer, fora do social/coletivo não somos nada. Existem dois tipos de consciência: a) Individual/pessoal (fácil de entender pela psicologia, etc.); b) Social/coletiva: é a dos grupos que fazemos parte (religião, família, escolas/universidades, tradições nacionais/regionais/locais, profissões, partidos, organizações sociais diversas, etc.).

22 22 Quanto maior a consciência social maior a coesão da sociedade. E isso é a coisa mais importante para uma sociedade, seja ela qual for. Quanto menos individualismo, maior o igualitarismo social, ainda que haja diferenças materiais. De forma plena isso é impossível, pois sempre haverá divergências, crimes, etc.

23 23 Aí entra a solidariedade. A divisão do trabalho social (ou seja, cada um na sua especialidade ou profissão/tarefa social) é crescente no mundo contemporâneo. Isso faz com que consciência individual prevaleça sobre a consciência social. Daí a impressão de desagregação e confusão social. Mas, por outro lado, cria uma grande interdependência entre os homens – as partes individuais. Ninguém vive sem o outro, são dessemelhantes que se completam – formando o todo social ou coletivo.

24 24 A divisão do trabalho social ocorre em todas as áreas, criando esta interdependência e solidariedade, que pode ser de dois tipos: a) Mecânica: indivíduo segue o coletivo por não ter outra saída. Coisa das sociedades mais antigas. Exemplo: obediência a um rei ou déspota. Muito antigamente, hordas. Depois, clãs. Progressivamente, isso vai mudando ao longo da história com a divisão do trabalho social, urbanização, economia industrial, etc. Surge, então, o segundo tipo de solidariedade. b) Orgânica: indivíduos com mais liberdade, mas também mais coesos socialmente pela divisão do trabalho social. Maior densidade moral e não apenas seguir regras impostas.

25 25 O corporativismo O futuro será de uma sociedade baseada nas profissões, mas solidária e coesa. E a política, igualmente, deve ser baseada no corporativismo. fim


Carregar ppt "Sociologia Sociologia 1. Antecedentes e as condições históricas. 2. DURKHEIM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google