A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FEFIL - 2010 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. ORIGENS Desde os primórdios da civilização o homem pratica atividade física! Fazia parte do seu cotidiano, nadar,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FEFIL - 2010 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. ORIGENS Desde os primórdios da civilização o homem pratica atividade física! Fazia parte do seu cotidiano, nadar,"— Transcrição da apresentação:

1 FEFIL HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA

2 ORIGENS Desde os primórdios da civilização o homem pratica atividade física! Fazia parte do seu cotidiano, nadar, caçar, lutar, correr, saltar, etc. Nada mais do que necessidades diárias de sobrevivência. A partir do momento em que nossos ancestrais começaram a estudar a atividade física, temos o embrião, dando origem à Educação Física.

3 As origens mais remotas da história falam de 3000a.C. na China, onde o Imperador, Hoang Ti, recomendava aos seus guerreiros e à população, que fizessem exercícios físicos com finalidades higiênicas e terapêuticas além do caráter de treino para guerra. Já no começo do primeiro milênio, na Índia, os exercícios físicos eram tidos como uma doutrina por causa das "leis de Manu", uma espécie de código civil, político, social e religioso. Eram, portanto, indispensáveis às necessidades militares além do caráter fisiológico. Buda atribuía aos exercícios, o caminho da energia física, a pureza dos sentimentos, a bondade e o conhecimento das ciências para a suprema felicidade do Nirvana.

4 A Yoga tem suas origens na mesma época retratando os exercícios ginásticos no livro "Yajur Veda" que além de um aprofundamento da Medicina, ensinava técnicas posturais de respiração. Paralelamente a este período a civilização japonesa também desenvolvia estudos sobre atividade física, principalmente ligada ao treinamento de seus guerreiros: os samurais. Somando-se a estas civilizações orientais o Egito, também desenvolvera seus estudos de esportes e atividade física ligada à guerra.

5 Na verdade, o início do desenvolvimento dos esportes e estudos de Educação Física como nós entendemos atualmente está intrinsecamente ligado às civilizações antigas ocidentais: A Grécia, sem dúvida alguma, foi a civilização que mais marcou o começo desta ciência. Filósofos como Sócrates, Platão, Aristóteles, e Hipócrates contribuíram muito para a Educação Física, atribuindo conceitos até hoje aceitos na ligação corpo e alma através das atividades corporais.

6 Os sistemas metodizados e em grupo, assim como os termos halteres, atleta, ginástica, pentatlo entre outros, são uma herança grega. As atividades sociais e físicas eram uma prática até a velhice lotando os estádios destinados a isso. Roma, por sua vez, herda todas as características culturais da Grécia, inclusive as práticas esportivas, porém seu principal enfoque no Império é o desenvolvimento dos soldados para guerra.

7 Na idade Média, com a queda do império romano há uma verdadeira involução da Educação Física, principalmente com a ascensão do cristianismo que perdurou por toda esta era. O culto ao corpo era pecado mortal, atividades braçais eram reservadas apenas aos servos.

8 O período da Renascença fez explodir novamente a cultura física, as artes, a música, a ciência e a literatura. A beleza do corpo, antes pecaminosa, é novamente explorada surgindo grandes artistas como Leonardo da Vinci ( ), responsável pela criação utilizada até hoje das regras proporcionais do corpo humano. Consta desse período o estudo da anatomia e a escultura de estátuas famosas como, por exemplo, a de Davi, esculpida por Michelângelo Buonarroti ( ).

9 A dissecação de cadáveres humanos deu origem à Anatomia como a obra clássica "De Humani Corporis Fábrica" de Andréa Vesalius ( ). A volta da Educação Física escolar se deve também nesse período a Vitório de Feltre ( ) que em 1423 fundou a escola "La Casa Giocosa" onde o conteúdo programático incluía os exercícios físicos.

10 Mais tarde no Iluminismo todos estes conceitos são retomados e acrescentados por seus novos teóricos. Rousseau ( ) propõe a Educação Física como requisito fundamental para o desenvolvimento infantil, ou seja, já no século XVIII havia focos de estudos sobre psicomotricidade (em voga atualmente)

11 O termo "ginástica" começa a se desenvolver na Idade Contemporânea e quatro grandes escolas foram as responsáveis por isso: a alemã, a nórdica, à francesa e a inglesa. A alemã, influenciada por Rousseau e Pestalozzi, teve como destaque Johann Cristoph Friederick Guts Muths ( ) considerado pai da ginástica pedagógica moderna. Friederick Ludwig Jahn ( ) cria nesta época uma ginástica que dera origem à ginástica olímpica.

12 Adolph Spiess ( ) introduz definitivamente a Educação Física nas escolas alemãs, sendo inclusive um dos primeiros defensores da ginástica feminina. Já escola nórdica escreve a sua história através de Nachtegall ( ) que fundou seu próprio instituto de ginástica (1799) e o Instituto Civil de Ginástica para formação de professores de Educação Física (1808)

13 A escola Francesa teve como elemento principal o espanhol naturalizado francês, Francisco Amoros Y Ondeano ( ). A escola inglesa baseava-se nos jogos e nos esportes, tendo como principal defensor Thomas Arnold ( ) embora não fosse o criador. Essa escola também ainda teve a influência de Clias no treinamento militar.

14 A Educação Física no Brasil teve grande influência da Ginástica Calistênica criada em 1829 na França por Phoktion Heinrich Clias ( ). A Calistenia, segundo Marinho (1980), vem do grego Kallos (belo), Sthenos (força) e mais o sufixo "ia". Com origem na ginástica sueca apresenta uma divisão de oito grupos de exercícios localizados associando música ao ritmo dos exercícios que são feitos à mão livre usando pequenos acessórios para fins corretivos, fisiológicos e pedagógicos.

15 Os responsáveis pela fixação deste método foram o Dr. Dio Lewis e a (A. C. M.) Associação Cristã de Moços com proposta inicial de melhorar a forma física dos americanos que mais precisavam. No Brasil, nos anos 60 começou a ser implantada nas poucas academias pelos professores da A. C. M. ganhando cada vez mais adeptos nos anos 70 sempre com inovações fundamentadas na ciência. Já na década de 80 a ginástica aeróbica invade as academias do Rio de Janeiro e São Paulo.

16 A partir da república, no Brasil, começa a profissionalização da Educação Física E até os anos 60 esta ficou restrita às estruturas organizacionais e administrativas específicas como: Divisão de Educação Física e o Conselho Nacional de Desportos. Os anos 70 foram marcados pela ditadura militar, a Educação Física era usada, não para fins educativos, mas de propaganda do governo sendo em todos os ramos e níveis de ensino voltada para os esportes de alto rendimento.

17 Nos anos 80 a Educação Física vive uma crise existencial à procura de propósitos voltados à sociedade. E a partir da década de 90 o esporte passa a ser visto como meio de promoção à saúde acessível a todos, manifestado de três formas: esporte educação, esporte participação e esporte performance. É nesta década que a Educação Física finalmente é regulamentada pelo MEC.


Carregar ppt "FEFIL - 2010 HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO FÍSICA. ORIGENS Desde os primórdios da civilização o homem pratica atividade física! Fazia parte do seu cotidiano, nadar,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google