A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Enquanto tomo café vou me lembrando de um homem modesto que conheci antigamente. Quando vinha deixar o pão à porta do apartamento ele apertava a campainha,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Enquanto tomo café vou me lembrando de um homem modesto que conheci antigamente. Quando vinha deixar o pão à porta do apartamento ele apertava a campainha,"— Transcrição da apresentação:

1 Enquanto tomo café vou me lembrando de um homem modesto que conheci antigamente. Quando vinha deixar o pão à porta do apartamento ele apertava a campainha, mas, para não incomodar os moradores, avisava gritando: - Não é ninguém, é o padeiro! Interroguei-o uma vez: como tivera a coragem de gritar aquilo? - Então você não é ninguém? Ele abriu um sorriso largo. Explicou que aprendera aquilo de ouvido. Muitas vezes lhe acontecera bater a campainha de uma casa e ser atendido por uma empregada ou outra pessoa qualquer, e ouvir a pessoa que o atendera dizer para dentro: não é ninguém, não senhora, é o padeiro. Assim ficara sabendo que não era ninguém. Rubem Braga

2 IDENTIDADE O PAPO DO MOMENTO RELEVÂNCIA DO TEMA: razões políticas, teóricas e práticas OS ESTRANHOS NAS INSTITUIÇÕES ESCOLARES. A IMPORTÂNCIA DAS DISCUSSÕES SOBRE IDENTIDADE

3 ARGUMENTO CENTRAL As concepções de identidade e diferença na perspectiva pós-moderna são úteis para nortear decisões curriculares, mas envolvem tensões e desafios a serem enfrentados.

4 IDENTIDADE NA CONTEMPORANEIDADE Rejeição da perspectiva esssencialista: identidade fixada no nascimento. Sujeito fragmentado, instável, mutável, deslocado, composto por várias identidades. Fragmentação no interior dos grupos.

5 IDENTIDADE E DIFERENÇA Entidades inseparáveis e mutuamente determinadas. Relação com o outro. Distinção entre nós e eles. Os estranhos.

6 ORDEM TUDO EM SEUS DEVIDOS LUGARES COISAS SUJAS E COISAS PURAS COLOCAR EM ORDEM NA MODERNIDADE criar uma nova ordem O DESENCAIXE NA MODERNIDADE

7 NA PÓS-MODERNIDADE Caráter instável, fluido e inseguro da situação Os capazes e os incapazes Os novos estranhos As estratégias para afastar os estranhos Oportunidade de emancipação na pós- modernidade: concluir a tarefa de desencaixe

8 SOBRE A ESCOLA A escola moderna: formar bons cristãos A ordem na escola A universalização da escola A aliança família- escola Simultaneidade sistêmica Vigilância epistemológica e controle cultural

9 MECANISMOS DE PUNIÇÃO INCORPORAÇÃO DO ESTRANHO AUMENTO E DIVERSIFICAÇÃO DO ALUNADO A ESCOLA ESCONJURANDO O ESTRANHO

10 A MODIFICAÇÃO DA ESCOLA AVANÇOS E RECUOS A ESCOLA EM CRISE A IDENTIDADE NA ESCOLA EM CRISE ESCOLA: ESPAÇO INSUBSTITUÍVEL

11 ENSINAR AOS ESTRANHOS A CONCEPÇÃO PÓS-MODERNA DE IDENTIDADE: –Favorece a superação de modelos hegemônicos. –A visão da identidade como um processo favorece a ação da escola. A importância de repensarmos a escola. –Estimula a postura investigativa do professor.

12 TENSÕES E DESAFIOS Necessidade de fechamentos parciais, temporários e arbitrários A importância do diálogo Relações entre identidade e subjetividade Identidades politicamente centradas

13 Eles não sabem nem sonham, que o sonho comanda a vida. Que sempre que um homem sonha o mundo pula e avança como bola colorida entre as mãos de uma criança (António Gedeão)


Carregar ppt "Enquanto tomo café vou me lembrando de um homem modesto que conheci antigamente. Quando vinha deixar o pão à porta do apartamento ele apertava a campainha,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google