A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 1 Sistema Respiratório Interface do organismo com o meio externo especializada para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 1 Sistema Respiratório Interface do organismo com o meio externo especializada para."— Transcrição da apresentação:

1 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 1 Sistema Respiratório Interface do organismo com o meio externo especializada para troca de gases.

2 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 2 Respiração: Definições NADH: nIcotinamida adenina nucleotideo FADH 2 : flavina adenina nucleotideo Respiração celular Sistema respiratório Respiração = Ventilaçao pulmonar

3 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 3 Sistema Respiratório Humano: Partes 1.Mecânica Ventilatória 2.Trocas de gases nos pulmões e nos tecidos 3.Transporte de gases pelo sangue 4.Tampão CO 2 /HCO 3 – 5.Regulação da ventilação pulmonar

4 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 4 Composição do ar – propriedades (algumas) dos gases Ar seco (atmosfera)Ar saturado de vapor de água (Traquéia) %Pressão parcial mmHg %Pressão parcial mmHg Nitrogênio Oxigênio Dióxido de carbono Argônio Água Total

5 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 5 Propriedades (algumas) dos gases

6 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 6 Estrutura fina dos pulmões

7 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 7 Mecânica Respiratória

8 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 8 Volumes pulmonares SiglaDefiniçãoVolume (L) TVVolume corrente (tidal)0,4 – 0,5 IRVVolume de reserva inspiratória1,9 – 2,5 ICCapacidade inspiratória2,3 – 3,0 ERVVolume de reserva expiratória1,1 – 1,5 RVVolume residual1,5 – 1,9 FRCVolume residual funcional2,6 – 3,4 VCCapacidade vital3,4 – 4,5 TLCCapacidade pulmonar total4,9 – 6,4 Volume pulmonar (L) Espirógrafo

9 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 9 Pressões subatmosféricas na cavidade toráxica Cavidade toráxica - pleuras Pressões

10 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 10 Músculos que intervêm no volume da caixa toráxica e determinam os movimentos respiratórios Musculatura esquelética, de controle voluntário

11 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 11 Pneumotórax

12 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 12 Tamanho dos alvéolos, tensão superficial e surfactantes O epitélio nos alveólos é recoberto por filme de solução aquosa Na superfície da soluçao, em contato com o ar, desenvolve-se tensão superficial …. ….que é uma força Nos alvéolos, aproximadamente esféricos, a tensão superficial age no sentido do colapso da estrutura…. Alvéolos menores tenderiam ao colapso, transferindo o ar para os maiores

13 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 13 Tamanho dos alvéolos, tensão superficial e surfactantes Nos alvéolos, aproximadamente esféricos, a tensão superficial age no sentido do colapso da estrutura…. Surfactantes são moléculas anfipáticas que reduzem a tensão superficial ….. … e o fazem de forma inversamente proporcional ao raio do alvéolo.

14 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 14 Alterações patológicas da ventilação CONTRAÇÃO MUSCULAR INADEQUADA –Polio –Esclerose lateral amiotrópica –Abuso de drogas (barbitúricos) –Dor RIGIDEZ DA PAREDE TORÁXICA –Espondilite ancilosante –Cifoscoliose FLACIDEZ DA PAREDE TORÁXICA PERDA DA ELEASTICIDADE DO PARÊNQUIMA PULMONAR –Fibrose

15 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 15 Fluxo de ar – dinâmica pulmonar Resistência das vias aéres – cmH 2 O/(l*seg) LocalNormalDOC Faringe-laringe0.6 Vias aéreas > 2mmø Vias aéres < 2 mmø Total DOC: Doença obstrutiva crônica (enfisema, bronquite crônica) Variações de r Fisiológicas++ Simpático (catecolaminas) -- Parassimpático (acetilcolina= Processo inflamatório Asma - Histamina

16 Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 16 Questões orientadoras da discussão em grupos Discuta a respiração celular e o sistema respiratório humano. Na discussão deste pense nos processos de ventilação pulmonar, de trocas de gases nos pulmões e nos tecidos, no transporte de gases pelo sangue e em como o transporte destes gases afeta o equilíbrio ácido-base. Sempre em termos bem gerais. Faça um esquema e discuta as vias aéres, com particular ênfase nas que têm diâmetros mais ou menos estáveis, pela presença de cartilagem, nas gerações de bronquíolos cujo diâmetro pode variar, por força da contração da musculatura lisa, e dos setores que efetivamente realizam trocas de gases. Reveja a histologia destes últimos. Discuta os conceitos relativos a gases: pressão atmosférica, pressão parcial de um gás em uma mistura, solubilidade do gás em soluções aquosas e concentração do gás dissolvido. Compare a composição da mistura de gases na atmosfera e contraste-a com os valores médios da composição do ar alveolar. Analise os volume pulmonares e seus significadocs fisiológicos. Analise o conceito de espaço morto. Discuta a mecânica dos processos de inspiração e expiração. Discuta em detalhes a necessidade dos surfactantes. Obviamente esta análise deverá ser precedida pela discussão da tensão superficial em interfaces água-ar, Como agem os surfactantes e que células os secretam? Discuta a resistência das vias aéres ao fluxo de ar, como é controlada e como afetam a ventilação. Investigue algumas situações patológicas em que se altera.


Carregar ppt "Setembro, 2008Sistema Respiratório: Ventilação pulmonar A. C. Cassola 1 Sistema Respiratório Interface do organismo com o meio externo especializada para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google