A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROFA. KYLDES BATISTA VICENTE PROFA. MARISTELA DE SOUZA BORBA WEB-TUTORA: SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO AULA 15: O PARÁGRAFO E A REDAÇÃO JURÍDICA II DATA: 17-11-2005.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROFA. KYLDES BATISTA VICENTE PROFA. MARISTELA DE SOUZA BORBA WEB-TUTORA: SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO AULA 15: O PARÁGRAFO E A REDAÇÃO JURÍDICA II DATA: 17-11-2005."— Transcrição da apresentação:

1

2 PROFA. KYLDES BATISTA VICENTE PROFA. MARISTELA DE SOUZA BORBA WEB-TUTORA: SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO AULA 15: O PARÁGRAFO E A REDAÇÃO JURÍDICA II DATA:

3 QUAIS SÃO AS MANEIRAS DE ORGANIZAR O DESENVOLVIMENTO DE UM PARÁGRAFO ?

4 O PARÁGRAFO E A REDAÇÃO JURÍDICA II: TIPOS DE DESENVOLVIMENTO DE PARÁGRAFO – ORDENAÇÃO 1.ENUMERAÇÃO 2.CAUSA-CONSEQÜÊNCIA 3.COMPARAÇÃO: SEMELHANÇA OU CONTRASTE 4.TEMPO E / OU ESPAÇO 5.DEFINIÇÃO 6.EXEMPLIFICAÇÃO

5 NA PRESENTE EXPOSIÇÃO, IREMOS ADOTAR O SEGUINTE ESQUEMA: APÓS SUCINTA PARTE RETROSPECTIVA DESTINADA A CHAMAR A ATENÇÃO PARA A QUESTÃO A SER JULGADA, VOCÊS SERÃO OUVIDOS. INICIALMENTE, FALA O ADVOGADO DA REQUERENTE. A SEGUIR, A VOZ É DO ADVOGADO DE DEFESA. POR FIM, TEREI UM MOMENTO SÓ COM O REQUERENTE E DEPOIS SÓ COM O CITADO. LOGO, ESSA É A SEQÜÊNCIA DE VOZES. ORDENAÇÃO POR ENUMERAÇÃO

6 ENUMERA DIFERENTES SITUAÇÕES OU CARACTERÍSTICAS DE UM FATO DO TÓPICO FRASAL. MARCA A ORDEM DOS FATOS, ASSUNTOS QUE SERÃO APRESENTADOS.

7 ORDENAÇÃO POR ENUMERAÇÃO PRIMEIRO, SEGUNDO, EM PRIMEIRO LUGAR, EM SEGUNDO LUGAR, INICIALMENTE A SEGUIR, DEPOIS, MAIS ADIANTE, POR FIM, AINDA, ALÉM, TAMBÉM.

8 POR QUE ELE TRABALHA TODOS OS DIAS DA SEMANA? JÁ QUE O RÉU FOI CONDENADO A PRESTAR SERVIÇOS COMO VOLUNTÁRIO DURANTE UM ANO, ELE ESTÁ, AGORA, TRABALHANDO NAQUELA INSTITUIÇÃO E, POR ISSO, ELE LABORA TODOS OS DIAS, SEM SE AUSENTAR, INCLUSIVE AOS DOMINGOS. ESSA É A EXPLICAÇÃO. ORDENAÇÃO POR CAUSA-CONSEQÜÊNCIA

9 HÁ UM ENCADEAMENTO LÓGICO DO RACIOCÍNIO. CAUSA = O MOTIVO, A RAZÃO, O PORQUÊ DOS ATOS HUMANOS. CONSEQÜÊNCIA = EFEITO, RESULTADO. EVIDENCIADA POR EXPRESSÕES, ARTICULADORES OU IDÉIAS.

10 ORDENAÇÃO POR CAUSA-CONSEQÜÊNCIA CAUSA: PORQUE, JÁ QUE, UMA VEZ QUE, POIS, A RAZÃO DISSO, A CAUSA DISSO, DEVIDO A, POR MOTIVO DE, EM VIRTUDE DE, GRAÇAS A...

11 ORDENAÇÃO POR CAUSA-CONSEQÜÊNCIA CONSEQÜÊNCIA: TÃO QUE, TAL QUE, TANTO QUE, TAMANHO QUE, DE FORMA QUE, DE MANEIRA QUE, DE MODO QUE, EM CONSEQÜÊNCIA, COMO RESULTADO, POR ISSO, EM VISTA DISSO...

12 ORDENAÇÃO POR COMPARAÇÃO: SEMELHANÇA HOUVE DOIS ASSASSINATOS NA NOITE DE ONTEM, REALIZADOS EM RESIDÊNCIAS. EM AMBOS, HOUVE MORTE DE UMA CRIANÇA. O PRIMERO FOI NA QUADRA 112. JÁ O SEGUNDO, ESSE OCORREU EM HORÁRIO SEMELHANTE AO PRIMEIRO, NA QUADRA 110. TANTO UM QUANTO O OUTRO NÃO ESTÃO EM ÁREAS COMERCIAIS DA CAPITAL.

13 ORDENAÇÃO POR COMPARAÇÃO: SEMELHANÇA ASSIM COMO... TAMBÉM, TANTO COMO..., ALÉM DE; TAMBÉM, NÃO SÓ... (COMO) TAMBÉM, DE IGUAL MODO, EM AMBOS OS CASOS.

14 ORDENAÇÃO POR CONTRASTE O VALOR AQUI É VISTO COMO BIPOLAR. PARA O ADVOGADO DE DEFESA, AQUELE HOMEM É TOTALMENTE INOCENTE. JÁ PARA O PROMOTOR, AO CONTRÁRIO, ELE É CULPADO E DEVE PAGAR PELOS SEUS DIVERSOS CRIMES. PERCEBE- SE QUE A UM VALOR SE CONTRAPÕE O OUTRO, UM DESVALOR.

15 ORDENAÇÃO POR CONTRASTE SERÁ QUE O VALOR É BIPOLAR? PARA O ADVOGADO DE DEFESA, AQUELE HOMEM É TOTALMENTE INOCENTE. JÁ PARA O PROMOTOR, AO CONTRÁRIO, ELE É CULPADO E DEVE PAGAR PELOS SEUS DIVERSOS CRIMES. PERCEBE-SE QUE A UM VALOR SE CONTRAPÕE O OUTRO, UM DESVALOR. MAS, SERÁ QUE VALORES POSITIVOS E NEGATIVOS NÃO ESTÃO SEMPRE EM CONFLITOS E IMPLICAM EM UM PROCESSO?

16 ORDENAÇÃO POR COMPARAÇÃO: CONTRASTE POR UM LADO.... POR OUTRO LADO, AO PASSO QUE... EM OPOSIÇÃO.... SE POR UM LADO..., POR OUTRO LADO... MAS

17 ORDENAÇÃO POR COMPARAÇÃO AS COMPARAÇÕES NO DESENVOLVIMENTO DO PARÁGRAFO SUGEREM UM CONFRONTO DE IDÉIAS, SERES, CORES, COISAS, FATOS OU FENÔMENOS.

18 ORDENAÇÃO:TEMPO E ESPAÇO DESTACA-SE QUE ESTÃO VOLTANDO OS TEMPOS EM QUE OS TELEFONES ERAM PRETOS. NAQUELES TEMPOS DE TELEFONES EXCLUSIVAMENTE PRETOS E PESADOS, CONSEGUIR LINHA ERA MOTIVO DE COMEMORAÇÃO NO PAÍS. HOJE, NO HORÁRIO DO RUSH, HÁ CONGESTIONAMENTOS DE MUITAS LINHAS TELEFÔNICAS. ESSE PROBLEMA SE DEVE, ENTRE OUTROS FATORES, EM FUNÇÃO DA DEFASAGEM DE PREÇOS DAS TARIFAS PELO USO DE TELEFONES. ASSIM, O BRASIL ESTÁ ENFRENTANDO PROBLEMA EM RELAÇÃO A ESSE TIPO DE COMUNICAÇÃO.

19 ORDENAÇÃO POR TEMPO E / OU ESPAÇO TEMPO: AGORA, JÁ, AINDA, ANTES, DEPOIS, EM SEGUIDA, BREVE, LOGO QUE, ENQUANTO, NO SÉCULO TAL, HOJE ESPAÇO: LONGE DE, PERTO DE, EM FRENTE DE, ATRÁS DE, FORA DE, NO PAÍS TAL.

20 ORDENAÇÃO POR DEFINIÇÃO O QUE É MICRO-SOCIOLOGIA JURÍDICA? ESSA É A REFLEXÃO ACERCA DOS ELEMENTOS MAIS SIMPLES DO DIREITO COMO REALIDADE SOCIAL. ESTUDA-SE OS DADOS ELEMENTARES OU MICROSCÓPICOS DA REALIDADE JURÍDICA, PARTINDO DOS FATOS MAIS COMPLEXOS. LOGO, A MICRO- SOCIOLOGIA ESTUDA AS ESPÉCIES JURÍDICAS FUNDAMENTAIS.

21 ORDENAÇÃO POR DEFINIÇÃO SER, CHAMAR-SE, DENOMINAR-SE, CONSIDERAR-SE, TRATAR-SE

22 ORDENAÇÃO POR DEFINIÇÃO ESSA ORDENAÇÃO É BASTANTE ABSTRATA, POIS REVELA OS ATRIBUTOS ESSENCIAIS DE UM OBJETO POR MEIO DE SUA DEFINIÇÃO, MUITO UTILIZADA EM TEXTOS TÉCNICOS, CIENTÍFICOS.

23 ORDENAÇÃO POR EXEMPLIFICAÇÃO NO BRASIL, EXISTEM GRITANTES PROBLEMAS NO CAMPO DA EDUCAÇÃO. HÁ, POR EXEMPLO, UMA PREOCUPAÇÃO CRESCENTE COM A QUANTIDADE EM PREJUÍZO DA QUALIDADE DE ENSINO EM RELAÇÃO AO NÚMERO DE ESTABELECIMENTOS ESCOLARES, REPETÊNCIAS, EVASÃO ESCOLAR, ENTRE OUTROS. ESSAS QUESTÕES SÃO AGRAVANTES NA REALIDADE ESCOLAR.

24 ORDENAÇÃO POR EXEMPLIFICAÇÃO POR EXEMPLO, OU MELHOR, ISTO É REALÇAR A IDÉIA POR MEIO DE IDÉIAS ESCLARECEDORAS, MUITAS VEZES ELUCIDATIVAS DO PROCESSO METAFÓRICO UTILIZADO PELO AUTOR.

25 TIPO DE ORDENAÇÃO? PODE-SE ENTENDER POR GOVERNO COMO O ESTADO EM AÇÃO. ESSA IDÉIA É VISTA COMO O CONJUNTO DE MEIOS, PELOS QUAIS A SOBERANIA SE TRADUZ EM ATOS, POR MEIO DE UM CONJUNTO DE INSTITUIÇÕES GOVERNATIVAS DESTINADAS A EXERCER E A TORNAR POSSÍVEL O GOVERNO DO ESTADO. LOGO, GOVERNO, NESSA CONCEPÇÃO, É A AÇÃO DO ESTADO.

26 COMO COMPREENDER O VALOR? INICIALMENTE, DESTACA-SE, QUE ESSA NOÇÃO É VINCULADA ÀS NECESSIDADES HUMANAS. SEGUNDO, PERCEBE-SE, QUE CADA SER POSSUI SUA HIERARQUIA DE VALORES E, POR ISSO, ESSE PRINCÍPIO É INDIVIDUAL DENTRO DE UM COLETIVO. NÃO HÁ, POIS, UMA DEFINIÇÃO CONCRETA, MATERIAL PARA ESSA IDÉIA.

27 HÁ DIVERSOS TIPOS DE FATOS JURÍDICOS. ESSES PODEM SER NATURAIS OU JURÍDICOS. ATUALMENTE, ELES SÃO VISTOS COMO OS ACONTECIMENTOS ATRAVÉS DOS QUAIS AS RELAÇÕES JURÍDICAS NASCEM, MODIFICAM-SE E EXTINGUEM-SE. LOGO, OS FATOS JURÍDICOS SÃO OS ACONTECIMENTOS QUE FAZEM NASCER A RELAÇÃO JURÍDICA.

28 ASSUNTO DA AULA: MANEIRAS DE ORGANIZAR A ORDENAÇÃO DE PARÁGRAFOS 1.ENUMERAÇÃO 2.CAUSA-CONSEQÜÊNCIA 3.COMPARAÇÃO: SEMELHANÇA OU CONTRASTE 4.TEMPO E / OU ESPAÇO 5.DEFINIÇÃO 6.EXEMPLIFICAÇÃO


Carregar ppt "PROFA. KYLDES BATISTA VICENTE PROFA. MARISTELA DE SOUZA BORBA WEB-TUTORA: SIBELE LETÍCIA BIAZOTTO AULA 15: O PARÁGRAFO E A REDAÇÃO JURÍDICA II DATA: 17-11-2005."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google