A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Métodos de análise postural e a contribuição do sistema OWAS Equipe: Auristela Duarte Moser, Fernando J. Mateus, Sérgio Aruana Elarrat Canto, Suzana Barreto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Métodos de análise postural e a contribuição do sistema OWAS Equipe: Auristela Duarte Moser, Fernando J. Mateus, Sérgio Aruana Elarrat Canto, Suzana Barreto."— Transcrição da apresentação:

1 Métodos de análise postural e a contribuição do sistema OWAS Equipe: Auristela Duarte Moser, Fernando J. Mateus, Sérgio Aruana Elarrat Canto, Suzana Barreto Martins, Tristão Arantes Filho

2 1. Introdução -A postura humana -Métodos da análise da postura -Descrição do método OWAS WinOWAS -Considerações sobre o método OWAS -Considerações sobre o método RULA - Conclusão

3 2. A postura humana O princípio A má postura -Conseqüências -Trabalho em pé e trabalho sentado -A investigação e prevenção -O papel da ergonomia

4 3. Análise da postura - Avaliação da demanda - Seleção do método a ser utilizado - Observação -Recomendações

5 4. DESCRIÇÃO DO MÉTODO OWAS 4.1 Histórico Desenvolvido na Finlândia para analisar as posturas de trabalho na industria de aço, e foi proposto por três pesquisadores finlandeses (KARKU, KANSI e KUORINKA:1977) para Ovaco Oy Company em conjunto com o Instituto finlandês de Saúde ocupacional, seu nome deriva de OVACO Working Posture Analysing System. Análise fotográficas das principais posturas típicas, observando o trabalho dos refrataristas no reparo e troca da proteção refrataria dos conversores para fabricação de aços especiais onde as posturas requeridas pelo trabalho eram muito constrangedoras para os operários (SANTOS,2000).

6 4.1 Histórico (cont.) Os pesquisadores definiram 72 posturas típicas que resultaram de diferentes combinações das seguintes posições: Dorso – 4 posições típicas; Braços – 3 posições típicas; Pernas - 7 posições típicas, conforme Quadro 4.1) Mais de 36 mil observações em 52 atividades para testar o método. registros com concordância média de 93 %. Em função dos dados concluiu-se que o método apresentava razoável consistência (ITIRO,1993).

7 Valoração das posturas pelo método OWAS Classe 1 – Postura normal, dispensa cuidados, a não ser em casos excepcionais. Classe 2 – Postura que deve ser verificada na próxima revisão dos métodos de trabalho. Classe 3 – Postura que deve merecer atenção a curto prazo. Classe 4 – Postura que deve merecer atenção imediata Desenvolvimento do método

8 Observação da seqüência da atividade de um dentista

9 1-Peso ou força necessária é 10 Kg, ou menor 2–Peso ou força necessária maior que 10 Kg e menor que 20kg 3- Peso ou força necessária maior que 20 kg XX 00 a 99- COMPOSIÇÃO DO CÓDIGO DO MÉTODO OWAS E EXEMPLO DE CODIFICAÇÃO DE UMA POSTURA 1 – Reto 2-Inclinado para frente ou para tras 3–torcido ou inclinado para os lados 4- Inclinado e torcido Dois braços abaixo dos ombros 2- Um braço acima dos ombros 3- Dois braços acima dos Ombros 1- Sentado 2- Ambas as pernas esticadas 3- De pé com o peso de uma das pernas esticadas 4- De Pé, ou agachado, com ambos os joelhos dobrados 5- De pé, ou agachado, com um dos joelhos dobrados 6- Ajoelhado em um ou ambos os joelhos 7- Andando, ou se movendo 1º Dígito Costas 2º Dígito Braços 3º Dígito Pernas 4º Dígito Carregamento 5º Dígito6º Dígito Atividade 2-Serão necessárias correções no futuro Categoria

10 Demonstração do WinOWAS da Tempere University of Technology – Tempere – Finland.

11 5. Considerações sobre o método RULA Princípios: As posturas são enquadradas de acordo com as angulações entre os membros e o corpo, obtendo-se escores que definem o nível de ação a ser seguido, similares aos adotados pelo método OWAS. Definição : O método RULA ( Rapid Upper Limb Assessment ) desenvolvido por Mc Atamney e Corlett, em 1993, proporciona uma rápida avaliação dos constrangimentos sobre os membros superiores. Desta forma, é possível conhecer as influências sobre antebraços, nuca, e punhos.

12 6. Conclusão O método OWAS tem a deficiência de analisar a postura de forma simplista, sem fazer outras considerar, como o pescoço,os punhos e o antebraço. Uma deficiência que o método RULA procura satisfazer. Mesmo assim, o método OWAS é uma ferramenta que proporciona uma rápida identificação da gravidade das posturas assumidas e sugere a urgência das providências que devem ser tomadas. Com base na análise dos resultados é possível encontrar soluções para reduzir a gravidade da postura possibilitando alternativas para a mudança de categoria e conseqüente diminuição do constragimento postural. Analisando quadro de posturas, cromatizado por categorias, ficam realçadas as seguintes conclusões:

13 Ocorrência - Prioriza-se o corpo alinhado. Nesta situação torna-se irrelevante o valor dos esforços e as posições dos braços - Andando com as costas ereta ou torcida, a posição dos braço é basicamente irrelevante, sendo que o grau de esforço pode provocar a mudança de categoria. Categoria 1 Não são necessárias medidas corretivas

14 2 São necessárias correções no Futuro - Em geral são posturas de transição entre as categorias 1 e 3. - Mais freqüentes quando as costas estão eretas e ocorre um arqueamento das pernas, com esforços moderados -Pode ser encontrada em quase todas as seqüências de combinações entre costas, braços, pernas e esforço moderados. Ocorrência Categoria

15 3 São necessárias correções logo que possível -Está relacionada com muitas combinações de costas pernas, braços, com maiores esforços. -É mais freqüente quando as pernas não estão eretas, ou as costas estão curvadas -Esta categoria não ocorre se as pernas estiverem eretas e o esforço for de no máximo 10kg, ou ainda na maioria das posturas com as costas eretas para qualquer esforço acima de 20 kg. Ocorrência Categoria

16 4 São necessárias correções imediatas -Concentra-se na combinação de pernas arqueadas, costas curvas, torcidas ou curvadas e torcidas. A Posição dos braços e os graus de esforços chegam a ser irrelevantes. -Sentado com braços na altura do ombro,costas curvadas e torcidas, realizando qualquer esforços superior a 10 kg -Andando com as costas curvas, ou curvadas e torcidas com esforços superiores a 20kg -Não há ocorrência com as pernas eretas Ocorrências Categoria

17


Carregar ppt "Métodos de análise postural e a contribuição do sistema OWAS Equipe: Auristela Duarte Moser, Fernando J. Mateus, Sérgio Aruana Elarrat Canto, Suzana Barreto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google