A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

MESA REDONDA – IMPORTÂNCIA DO ENGENHEIRO DE PESCA PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESCA E AQUICULTURA NA AMAZONIA IX SEMANA DA ENGENHARIA DE PESCA – UFAM- CAEP-DEPESCA-SEPA/SEPROR.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "MESA REDONDA – IMPORTÂNCIA DO ENGENHEIRO DE PESCA PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESCA E AQUICULTURA NA AMAZONIA IX SEMANA DA ENGENHARIA DE PESCA – UFAM- CAEP-DEPESCA-SEPA/SEPROR."— Transcrição da apresentação:

1 MESA REDONDA – IMPORTÂNCIA DO ENGENHEIRO DE PESCA PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESCA E AQUICULTURA NA AMAZONIA IX SEMANA DA ENGENHARIA DE PESCA – UFAM- CAEP-DEPESCA-SEPA/SEPROR MANAUS – 22/11/2010 GERALDO BERNARDINO – SEPA/SEPROR

2 . A engenharia de pesca é um ramo da engenharia e da biologia que desempenha atividades referentes ao aproveitamento dos recursos naturais aquáticos, através da aquicultura, da pesca e do beneficiamento do pescado, bem como da preservação dos estoques pesqueiros e da fauna aquática. engenhariabiologia recursos naturaisaquiculturapescabeneficiamento do pescado estoques pesqueirosfauna aquáticaengenhariabiologia recursos naturaisaquiculturapescabeneficiamento do pescado estoques pesqueirosfauna aquática Aplica conhecimentos básicos da biologia e das ciências exatas (física, matemática e química) para desenvolver técnicas que permitam melhorar os resultados das atividades pesqueiras biologiaciências exatasfísicamatemáticaquímicabiologiaciências exatasfísicamatemáticaquímica DATAS IMPORTANTES PRIMEIRATURMA E PROFISSIONAIS – UFRPE : 1970/ 1974 CURSO DE ENG. DE PESCA – RECONHECIDO DEC. LEI – 22/9/1976CURSO DE ENG. DE PESCA – RECONHECIDO DEC. LEI – 22/9/1976 ASSOCIAÇAO DO ENGENHEIRO DE PESCA DO CEARA – `77; DE PERNAMBUCO – ; DO AMAZONAS – ASSOCIAÇAO DO ENGENHEIRO DE PESCA DO CEARA – `77; DE PERNAMBUCO – ; DO AMAZONAS – FEDERAÇAO DAS ASSOCIAÇOES DE ENG. DE PESCA – FAEP =26/7/1979FEDERAÇAO DAS ASSOCIAÇOES DE ENG. DE PESCA – FAEP =26/7/1979 I CONGRESSO DE ENGENHARIA DE PESCA – ICONPEB – 1979 ( BRASILIA) MANAUS ( III CONPEB-1983; XV CONPEB 2007); XVI CONPEB–2009 (NATAL); e XVII CONPEB (PARA)I CONGRESSO DE ENGENHARIA DE PESCA – ICONPEB – 1979 ( BRASILIA) MANAUS ( III CONPEB-1983; XV CONPEB 2007); XVI CONPEB–2009 (NATAL); e XVII CONPEB (PARA) DIA DO ENGENHEIRO DE PESCA – 14 DE DEZEMBRODIA DO ENGENHEIRO DE PESCA – 14 DE DEZEMBRO

3 Administrar e gerenciar os recursos aquáticos para a produção sustentável e contínua de bens e serviços; Possuir sólidos conhecimentos sobre os principais ecossistemas aquáticos, possibilitando o uso tecnológico racional, integrado e sustentável desses ecossistemas; Possuir sólidos conhecimentos nas áreas de aqüicultura, gestão de recursos pesqueiros, beneficiamento e industrialização do pescado; Saber como estruturar um agronegócio a partir dos recursos pesqueiros; Desenvolver condutas e atitudes que o capacitem para contribuir positivamente na mudança da realidade social e econômica atual na sua área de abrangência.

4 Conceito de agronegócio... conjunto de todas as operações e transações envolvidas desde a fabricação de insumos agropecuários, das operações de produção nas fazendas, até o processamento, distribuição e consumo dos produtos agropecuários in natura ou industrializados.

5 Brasil – ranking mundial Principais produtos Ranking mundialPart. no Com. mundial ProduçãoExportação Açucar1º 42% Café1º 32% Suco de Laranja1º 85% Álcool2º1º100% Complexo de soja2º 28% Carne bovina2º1º26% Carne de franco3º1º44% Milho3º 8% Carne suina4º 12% O agronegócio brasileiro é responsável por 33% do PIB (Produto Interno Bruto), 42% das exportações e 37% dos empregos do país. Uma atividade que envolve tantos números positivos só poderia ser considerada o setor mais importante da economia do Brasil.

6 Os dez maiores problemas para a humanidade nos próximos 50 anos Energia Água Alimentos Meio ambiente Pobreza AGRICULTURA Educação Democracia População Doenças Terrorismo & Guerra Fonte: Alan Mac Diamond, em São Carlos, SP, Abril de 2005

7 DESAFIOS IMPOSTOS PELO AGRONEGÓCIO DO HOJE E DO AMANHÃ SÃO: 1.Produzir mais, degradando menos e a custos competitivos; 2.Gerar capacidade de diferenciação de produtos e de mercados; 3.Abrir novas oportunidades para produtores; 4.Prover condições de renda e trabalho socialmente mais justas; 5.Enfrentar os novos requisitos competitivos de mercados interno e externo; e 6.Adaptar-se para atender aos novos padrões de consumo.

8 Fonte: Banco Mundial Países em Desenvolvimento Países Desenvolvidos milhões de habitantes O crescimento da população mundial aumentou a partir de 1950 e deve manter o ritmo Será necessário aumentar a capacidade mundial de produção de alimentos Demanda Mundial por Alimentos

9 CURIOSIDADES – planeta água O Brasil detém 11,6% da água doce superficial do mundo. Os 70 % da água disponíveis para uso estão localizados na Região Amazônica. Os 30% restantes distribuem-se desigualmente pelo País, para atender a 93% da população. Proporção de Água no Corpo Humano igual a no Planeta Terra

10 A Aquacultura poderá ser uma das mais importantes indústrias das próximas décadas, certamente a mais revolucionária. Ao mesmo tempo, novas e inesperadas indústrias vão surgir, sem dúvida alguma e rapidamente. – Uma delas já está entre nós: a biotecnologia. Outra é o cultivo de pescado. Nos próximos 50 anos, a aqüicultura pode nos transformar de caçadores e coletores marinhos em pecuaristas marinhos. Peter Drucker Revista EXAME 22/03/2000 Peter Drucker faleceu aos 95 anos, em 2004, agraciado com o Nobel de Economia, foi o grande ideólogo da administração moderna. Escreveu 38 livros, 12 deles nos últimos 10 anos.

11 O maior Agronegócio do mundo US$ 600 bilhões Responde por 16% da oferta mundial de proteina animal; Soma US$ 55 bilhões em exportação anuais ; Mercado duas vezes maior que do complexo soja; Sete vezes maior que do negócio da carne bovina Nove vezes maior do que o da carne de franco 20% maior do que o de calçados A aquicultura já contribui com mais da metade (54%) do pescado consumido no mundo fornece 9 de cada 10 ostras; 2 de cada 3 salmões, trutas e similares; 3 de cada 4 tilápias e, 1 de cada 2 camarões consumidos no mundo. No consumo mundial de carnes, o pescado representa 35%, enquanto que no Brasil o pescado corresponde a apenas 5% das carnes consumidas.

12 7 PRODUÇÃO BRASILEIRA DE PESCADO ( MIL TONELADAS ) PRODUÇÃO DE PESCADO DA AMAZONIA CONTINENTAL (TONELADAS )

13 A Amazônia Legal – Um Continente A bacia Amazônica, com 6,1 milhões Km², envolve oito países sul-americanos. A Amazônia Legal (área de atuação do PAS) ocupa 5,22 milhões km² (60% do território nacional),abrange 9 estados e 771 municpíos. Abriga 23 milhoes de habitantes, 12,8% da população do País ( 4,12 hab/ km² ) 98,0% da extensão das terras indigenas O bioma Amazônico possui cerca de 20% da disponibilidade água doce mundial; 30% da diversidade biológica mundial e subsolo com enormes reservas mineral 5 mil espécies de peixes, sendo 2,5 mil catalogadas, 75% dos peixes do Brasil ;

14 (i)ORDENAMENTO TERRITORIAL E GESTÃO AMBIENTAL (ii)PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL COM INOVAÇÃO E COMPETITIVIDADE, (iii)INFRA-ESTRUTURA PARA O DESENVOLVIMENTO; E, (iv)INCLUSÃO SOCIAL E CIDADANIA PLANO AMAZÔNIA SUSTENTÁVEL: EIXOS TEMÁTICOS

15 a) política nacional pesqueira e aquícola, abrangendo produção, transporte, beneficiamento, transformação, comercialização, abastecimento e armazenagem; b) fomento da produção pesqueira e aquícola; c) implantação de infraestrutura de apoio à produção, ao beneficiamento e à comercialização do pescado e de fomento à pesca e aquicultura; d) organização e manutenção do Registro Geral da Pesca; e) sanidade pesqueira e aquícola; f) normatização das atividades de aquicultura e pesca; g) fiscalização das atividades de aquicultura e pesca no âmbito de suas atribuições e competências; h) concessão de licenças, permissões e autorizações para o exercício da pesca e aquicultura :

16 Macro indicador Situação atualSituação-2015%/ano Postos de trabalho ,75,8 Prod. de pesca –ton ,74,5 Prod. aqüicultura-ton , Produção total ,321,5 PROGRAMA AMAZÔNIA AQUICULTURA E PESCA METAS 2015 LANÇAMENTO - 3 DE DEZEMBRO DE 2009-BELÉM/PA Reservatorios Area total - ha 0,5% -Area- ha Produção Est. –ton Produção Atual-Ton Tucurui –Pa Balbina - AM Jatapu – RR1.5007, Manso – MT , Lajeado-TO , Coaracy Nunes - AP , Samuel- RO , Total , ESTRATÉGIA AUMENTO DE PRODUÇÃO DA PESCA E AQUICULTURA 1

17 EVOLUÇÃO DA CADEIA PRODUTIVA DO PESCADO NO AMAZONAS /2010 INDICADORES UNIDADE Produção total do PescadoToneladas Produção da pesca de subsistênciaToneladas Produção da Pesca comercialToneladas Produção da AquiculturaToneladas Produção de Pìrarucu-ManejoToneladas Produção de Peixes OrnamentaisMilhões Pescadores profissionais AssociadosPescadore Pescadores Registrados no RGP/MPAPescadores Pescadores com ¨Salário Defeso¨Unidade Embarcações Registradas no MPAUnidade Numero de AquicultoresUnidade Produção Total de AlevinosMilhões Produção de Ração ComercialToneladas Estação de Piscicultura Pública / PrivadaUnidade 1/22/4 2/12 Unidade de Alevinagem Pública/PrivadaUnidade2/4 6/2517/36 Capacidade de Armazenagem – SIFToneladas Produção Industrializada - SIFToneladas Organizações de pescadores/aquicultoresorganizações54/668/1287/23 MPA, 2010, IBAMA, 2007,SEPA/SEPROR – 2010

18 Assegura a qualidade do produto final. Agrega o nome da propriedade à marca, e o nome do produtor ao alimento. Viabiliza o rastreamento e a certificação. Representa uma alternativa de produção organizada: Foco principal é a qualidade, em cujo conceito estão incorporados, além das características intrínsecas, as percepções ambiental e social Kepler Euclides Filho(2009) Enfoque de Cadeia Produtiva: Por Quê? Aumenta a competitividade. Permite distribuir melhor os benefícios gerados nos vários segmentos. Viabiliza harmonizar o trinômio: pesquisa-qualificação-transferência tecnológica

19 ENFOQUE DA CADEIA PRODUTIVA DA PESCA E AQUICULTURA PESCA ARTESANAL AQUICULTURA PEIXES ORNAMENTAIS PESCA EM ÁREAS MANEJADAS PESCA ESPORTIVA

20 PROGRAMA PARA O DESENVOLVIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA DA PESCA E AQUICULTURA - PRODEPAM 7 Eixos temáticos ordenamento territorial e gestão ambiental produção sustentável com inovação e competitividade infra-estrutura para o desenvolvimento sustentável Assistência tecnica credenciada e credito qualificado inclusão social e cidadania Infra-estrutura e Logistica Gerenciamento / do programa Capacitação; Assistência técnica Apoio a Pesquisa e desenvolvimento tecnológico Defesa Sanitária Associativismo/ cooperativismo Crédito especifico ordenamento ambiental e fundiário Promoçao e marketing Centro de Difusão de tecnologia Insumos e equipamentos PROGRAMA DE PESCA E AQUICULTURA Mudanças climáticas Distribuição e Comercialização Tecnologia de Pós Captura

21 Imagine um mundo onde não haja fome e todos vivam em harmonia Nada é impossivel para quem tem a capacidade de sonhar NÓS ENGENHEIROS DE PESCA PODEMOS CONTRIBUIR PARA ACABAR COM A FOME E A MISÉRIA OBRIGADO PELA ATENÇÃO


Carregar ppt "MESA REDONDA – IMPORTÂNCIA DO ENGENHEIRO DE PESCA PARA O DESENVOLVIMENTO DA PESCA E AQUICULTURA NA AMAZONIA IX SEMANA DA ENGENHARIA DE PESCA – UFAM- CAEP-DEPESCA-SEPA/SEPROR."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google