A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Empreendedorismo na Extensão Universitária Pública Brasileira Reflexões e Desafios Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Universidade Federal.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Empreendedorismo na Extensão Universitária Pública Brasileira Reflexões e Desafios Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Universidade Federal."— Transcrição da apresentação:

1 Empreendedorismo na Extensão Universitária Pública Brasileira Reflexões e Desafios Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Universidade Federal de Itajubá - UNIFEI FORPROEX Região Sudeste Reunião de Trabalho Área Temática Tecnologia e Produção

2 Objetivos da Reunião Abrir espaço para reflexão da cultura e educação empreendedora na Extensão Universitária Pública Brasileira Sensibilizar os representantes do Fórum dos Pró-Reitores de Extensão da região sudeste para a introdução do empreendedorismo nos programas e projetos de extensão das Universidades Públicas Refletir sobre a inclusão da temática cultura e educação empreendedora na Agenda de Extensão do Fórum Regional e Nacional de Extensão das Universidades Públicas Brasileiras Desenvolver proposta de Agenda Estratégica Nacional para o Empreendedorismo na Extensão Universitária Pública Brasileira

3 Empreendedorismo de Oportunidade = 56,84% Empreendedorismo de Necessidade = 43,16%

4 Taxa de Atividade Empreendedora do Brasil 2008 = 12,02% Empreendedorismo de Oportunidade Genuína 2007 = 38,5% 2008 = 45,8% Crescimento de 18,95% Fonte: Relatório Executivo GEM,

5 12,72% 7,25% 12,72% 12,02%

6

7

8

9

10

11

12 Educação Empreendedora Habilidade para usar técnica de resolução de problemas Contexto voltado para criação de negócios Geração de Spin-off acadêmico Entrepreneurship Education - EUA Enterprise Education – Reino Unido Sentido mais amplo Desenvolve o comportamento empreendedor para atuar em qualquer tipo de organização Incerteza e complexidade

13 Educação Empreendedora Conjunto estratégias pedagógicas de ensino-aprendizagem que contribuem para o desenvolvimento da cultura empreendedora na sociedade e para o desenvolvimento de capacidades empreendedoras individuais direcionadas para criação de novas estruturas, redes, alianças para gerenciar cada vez mais relacionamentos complexos com diversos stakeholders (Gibb, 2002)

14 Empreendedor Visão Inovação Liderança Energia Sistema de relação Busca de Oportunidade Flexibilidade estratégica Determinação Aprendizagem variada/Aprende a partir dos erros Desenvolve projeto de vida e projeto profissional de longo prazo

15 Empreendedor Determinação Persistência Comunicação oral e escrita Julgamento Superação de obstáculos e desafios Riscos calculados

16 Elementos-chave de Formas de Vida Empreendedora

17 Intra-empreendedor Trabalha atravessando os limites organizacionais e, mesmo eventualmente, desmantelando-os; deve ser capaz de transformar a organização que está sem sonho, sem alma e sem visão; desenvolve confiança nos não-membros e cria redes de cooperação intra e interorganizacional.

18 Ambiente Intra-empreendedor A organização opera nas fronteiras da inovação Novas idéias são encorajadas A tentativa e o erro são estimulados Os fracassos são permitidos Busca de oportunidades Os recursos estão disponíveis e são acessíveis Abordagem da equipe multidisciplinar Longo prazo Programa voluntário Sistema de compensações apropriado Patrocinadores e defensores disponíveis Apoio da alta administração

19 Empreendedor na Organização Empreendedora Gerenciar a vida de forma empreendedora Projetar os sistemas de governança empreendedora Desenvolver sensibilidade global dentro da organização Projetar e desenvolver organizações empreendedoras Projetar, introduzir e gerenciar os processos internos Perseguir ativamente a gestão dos processos de desenvolvimento dos negócios Perseguir a orientação estratégica flexível.

20 A NOVA UNIVERSIDADE 1.QUEM FORMAR? 2.COMO FORMAR? 3.PARA QUE FORMAR?

21 Universidade Empreendedora Capitalização Conhecimento Inovador é a base do desenvolvimento social e econômico da sociedade O desenvolvimento econômico e social da região como nova missão da universidade Interdependência Interage estreitamente com a indústria e governo Não é uma torre de marfim isolada da sociedade Independência Instituição independente das demais esferas institucionais, como por exemplo, estado e empresas

22 Universidade Empreendedora Hibrida Resolução de tensões entre os princípios da interdependência e independência Reflexividade Renovação das estruturas internas Visão estratégica de longo prazo Propriedade Intelectual desenvolvida pelos estudantes, professores, funcionários (servidores técnico-administrativo) Função pró-ativa na elevação da eficácia no ambiente de inovação regional

23 Universidade Empreendedora Visão e Missão Inovação é base para o desenvolvimento econômico e social da região Programas de Formação Empreendedora na graduação (Empreendedorismo Empresarial e Empreendedorismo Social) Programas de Formação Empreendedora na pós-graduação Produção de Conhecimento Inovador Tecnologias Inovadoras (Produtos, serviços, processos, softwares, metodologias)

24 Universidade Empreendedora Incentivo à geração de spin-off acadêmico por parte de estudantes, professores, pesquisadores, servidores técnico-administrativos Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica Sistema de Geração de Empreendimentos Pré-Incubação (Spin-off e empreendedorismo social) Incubação Parque Científico e Tecnológico Arquitetura que contempla Banco de Problemas e Oportunidades Rede de Cooperação de Capital Inovador (Rede de Anjos, Capital semente, capital de risco e e Private Equity)

25 Universidade Empreendedora Rede de Cooperação com mentoring e coaching Formação de comitês envolvendo profissionais da área de negócios Forte ênfase na formação de redes de cooperação ex-estudantes,etc Forte articulação Universidade-Empresa-Governo Estruturas internas flexíveis Lideranças dinâmicas

26 A NOVA UNIVERSIDADE UM AGENTE DO DESENVOLVIMENTO SOCIAL, ECONÔMICO E CULTURAL

27 O Modelo UNIFEI de Universidade Tecnológica De Pesquisa Com Forte Cunho Regional – Agente de Desenvolvimento Inserida Internacionalmente

28 Itajubá-Tecnópolis Rota Tecnológica 459

29 SEBRAE O SISTEMA UNIFEI O COMPLEXO UNIVERSITÁRIO DE ITABIRA O COMPLEXO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ SEDE FORMAÇÃO TÉCNICA EM ÁREAS ESTRATÉGICAS Carmo de Minas COMPLEXOS DE PESQUISA EM ÁREAS ESTRATÉGICAS Pedralva VALE PETROBRAS

30 AS NOVAS FUNÇÕES DA UNIVERSIDADE E N S I N O F O R M A Ç Ã O

31 AS NOVAS FUNÇÕES DA UNIVERSIDADE P E S Q U I S A GERAÇÃO E APLICAÇÃO DO CONHECIMENTO

32 AS NOVAS FUNÇÕES DA UNIVERSIDADE EXTENSÃO RESPONSABILIDADE SOCIAL

33 DESENVOLVIMENTO SOCIAL AGENTE DE DESENVOLVIMENTO LOCAL E REGIONAL – Rota 459 – Itajubá-Tecnópolis O SMCT O SMCTIE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO ( TAMBÉM )

34 UMA EVOLUÇÃO UNIVERSIDADE COMPLEXO UNIVERSITÁRIO

35 O Complexo Universitário Universidade EJr Sind DAFA PGE Programas Mecanismos Governo Setor Empresarial Entidades Atendimento Mútuo de Objetivos Promoção da Interação Ajuste de Tempos Adaptação de Culturas Sistemas COMPLEXO UNIVERSITÁRIO ONGs AMB C Prof. PII CEII PInc NITTE Inc.PCT

36 As Interações da Universidade Uma Visão Integradora Sociedade Universidade Governos Outras Entidades Setor Empresarial Inseguranças Jurídicas Gestão das Interações

37 Os Componentes do Complexo Universitário que Integram o Processo de Inovação Programas – Empreendedorismo como tema transversal em todos os programas de formação. – Programa de Instrutores Empresariais – Programa de Incentivo à Inovação - PII – Programa de Geração de Empreendimentos Pré-Incubação Distribuída. Incubação

38 Os Componentes do Complexo Universitário que Integram o Processo de Inovação Programas PROGRAMA SEMINÁRIO DE OPORTUNIDADES – BANCO DE PROBLEMAS EMPRESARIAIS Idéias e Oportunidades – BANCO DE PROBLEMAS SOCIAIS – VITRINE DE SOLUÇÕES – CARTEIRAS DE PROJETOS

39 Os Componentes do Complexo Universitário que Integram o Processo de Inovação Projetos Até 2012, percentagem mínima dos trabalhos de: ESTÁGIO DIPLOMA INICIAÇÃO CIENTÍFICA E TECNOLÓGICA MONOGRAFIAS DISSERTAÇÕES DE MESTRADO TESES DE DOUTORADO (AS HIERARQUIAS) ORIENTADOS PARA INOVAÇÃO

40 MECANISMOS DE APOIO Empreendedorismo Empresarial Currículo Pleno com temas de empreendedorismo em todos os Programas de Formação em Implantação do Programa de Pré-Incubação em 2007 Infraestrutura Treinamento Concurso de Planos de Negócios Geração de spin-off

41

42 Os Componentes do Complexo Universitário que Integram o Processo de Inovação Entidades do Complexo A Associação dos Diplomados (Angels ?) O Observatório de C&T&I O Instituto de Tecnologias Empresariais O Instituto de Tecnologias Sociais As Fundações de Apoio O NITTE Os Centros de Estudo, Investigação e Inovação - CEII As Incubadoras O ParCTec

43 ParCTec Um Projeto em Duas Etapas – Fase I – No Campus da UNIFEI m2 – Fase II - Em Área já desapropriada pelo Executivo Municipal m2

44 Clube Itajubense Par CT ec –Fase II - Área

45

46 Agenda Estratégica Nacional do Empreendedorismo na Extensão Universitária 1)Definição do Escopo da Agenda Programas/projetos e iniciativas : – de educação, formação, capacitação e desenvolvimento do comportamento empreendedor – de difusão da cultura e educação empreendedora – relacionadas ao estudo, pesquisa e difusão do modelo de Universidade Empreendedora e comportamento empreendedor – Empreendedorismo Tecnológico Empresarial e Social – Metodologias e técnicas direcionadas ao Sistema de Geração de Empreendimentos (Pré-Incubação, Incubação, Parque Científico e Tecnológico) – Novas estruturas de gestão e formas organizacionais da Extensão Universitária na perspectiva da Universidade Empreendedora – Contribuição do Empreendedorismo para mudança nas estruturas, formas e mecanismos de gestão, operação, formação, pesquisa e responsabilidade social da Universidade Pública Brasileira de forma a consolidar o modelo de Universidade Empreendedora 2) Sensibilização, Levantamento e Compartilhamento de Informações Levantamento de projetos/programas de educação empreendedora nas universidades públicas Catálogo eletrônico – quem é quem/projetos e programas Encontros Regionais de Sensibilização Encontro Nacional de Empreendedorismo na Extensão Universitária visando compartilhar experiências

47 Agenda Estratégica Nacional do Empreendedorismo na Extensão Universitária 3) Formulação de Diretrizes e Políticas de Extensão articulada com Empreendedorismo Diretrizes para implantação da Empreendedorismo e Educação Empreendedora nas Universidades Públicas Brasileiras Documento norteador sobre Modelo de Universidade Empreendedora e Diretrizes para a implantação nas Universidade Públicas Brasileiras Encontro Estratégico sobre Universidade Empreendedora (Reitores e Pró-Reitores) Seminário Internacional sobre Empreendedorismo e Universidade Empreendedora Campanha/Mobilização Nacional do Empreendedorismo na Extensão Inserção do empreendedorismo nos editais de fundo de extensão e programas de ações afirmativas de incentivo à extensão do governo federal Formulação do Programa Nacional de Empreendedorismo na Universidade Brasileira 4) Educação, Capacitação em Empreendedorismo Curso de formação de multiplicadores - desenvolvimento de capacidades empreendedoras para coordenadores de projetos de extensão Programa Interinstitucional de Especialização em Educação Empreendedora

48 Agenda Estratégica Nacional do Empreendedorismo na Extensão Universitária 5)Difusão, Estruturação e Sistematização Fórum temático na web sobre Universidade Empreendedora Rede Nacional de Empreendedorismo nas Universidades Públicas (web) Elaboração de indicadores de acompanhamento e avaliação dos programas/projetos e iniciativas de empreendedorismo na Extensão (Indicadores Nacionais de Empreendedorismo das Universidades Federais) 6) Atualização dos Documentos sobre Extensão Universitária Estudos para atualização e inserção do Empreendedorismo e Educação Empreendedora 7)Organização e Condução da Agenda Constituição de um Grupo Executivo de Trabalho para implementar a agenda

49 MUITO OBRIGADO !!!

50 Prof.Dr. Elzo Alves Aranha Pró-Reitor Adjunto de Cultura e Extensão Universitária Coordenador Executivo do Programa Institucional de Pré-incubação Universidade Federal de Itajubá Telefones: (35) /1229


Carregar ppt "Empreendedorismo na Extensão Universitária Pública Brasileira Reflexões e Desafios Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária Universidade Federal."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google