A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Introdução histórica sobre interdisciplinariedade No Brasil, a interdisciplinaridade começou no final da década 70. Em 1976, Hilton Japiassu publicou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Introdução histórica sobre interdisciplinariedade No Brasil, a interdisciplinaridade começou no final da década 70. Em 1976, Hilton Japiassu publicou."— Transcrição da apresentação:

1

2 Introdução histórica sobre interdisciplinariedade No Brasil, a interdisciplinaridade começou no final da década 70. Em 1976, Hilton Japiassu publicou o livro Interdisciplinaridade e a patologia do saber. Interdisciplinaridade, Os conceitos,. Reflexões sobre a metodologia interdisciplinar.

3 Ivani Catarina Arantes Fazenda Graduada pela Universidade de São Paulo (1963); Mestrado pela PUC-SP (1978); Doutorado pela USP (1984); Atualmente é professora da PUC-SP, onde coordena o GEPI (Grupo de Estudos e Pesquisas em Interdisciplinaridade), desenvolvendo pesquisas sobre Interdisciplinaridade e Novas tecnologias em Educação. Ivani Catarina Arantes Fazenda Graduada pela Universidade de São Paulo (1963); Mestrado pela PUC-SP (1978); Doutorado pela USP (1984); Atualmente é professora da PUC-SP, onde coordena o GEPI (Grupo de Estudos e Pesquisas em Interdisciplinaridade), desenvolvendo pesquisas sobre Interdisciplinaridade e Novas tecnologias em Educação.

4 Em 1976, Ivani Fazenda publicou a obra Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. Em 1976, Ivani Fazenda publicou a obra Integração e interdisciplinaridade no ensino brasileiro: efetividade ou ideologia. Buscando estabelecer um conceito para interdisciplinaridade.

5 A necessidade de conceituar, explicitar, fazia-se presente por vários motivos: interdisciplinaridade era uma palavra difícil de ser pronunciada e, mais ainda, de ser decifrada. Certamente que antes de ser decifrada precisava ser traduzida e se não se chegava a um acordo sobre a forma correta de escrita, menor acordo havia sobre o significado e a repercussão dessa palavra que ao surgir anunciava a necessidade da construção de um novo paradigma de ciência, de conhecimento, e a elaboração de um novo projeto de educação, de escola e de vida. (Fazenda,1999).

6 interdisciplinaridade é como uma atitude, um novo olhar que permite compreender e transformar o mundo, uma busca por restituir a unidade perdida do saber. interdisciplinaridade é como uma atitude, um novo olhar que permite compreender e transformar o mundo, uma busca por restituir a unidade perdida do saber.

7 Segundo Piaget, as relações entre as disciplinas podem-se dar em três níveis: Multidisciplinaridade; Recorrer a informações sobre várias especialidades para estudar um único assunto, sem a preocupação de interligar as disciplinas. Recorrer a informações sobre várias especialidades para estudar um único assunto, sem a preocupação de interligar as disciplinas. Transdiciplinaridade; É a cooperação entre várias especialidades, disciplinas, ocorrendo a possibilidade de termos uma disciplina imperialista, ou seja sobrepor-se às outras.

8 Segundo Piaget, as relações entre as disciplinas podem-se dar em três níveis: 3. interdisciplinaridade; interação entre duas ou mais especialidades / disciplinas.

9 Ivani Fazenda, referência no Brasil, tem, nos últimos 20 anos, conduzido estudos sobre interdisciplinaridade. Ela compartilha que a prática da interdisciplinaridade envolveria o exercício de relações de associação, colaboração, cooperação, complementação e integração entre as disciplinas. Ivani Fazenda, referência no Brasil, tem, nos últimos 20 anos, conduzido estudos sobre interdisciplinaridade. Ela compartilha que a prática da interdisciplinaridade envolveria o exercício de relações de associação, colaboração, cooperação, complementação e integração entre as disciplinas. (1979, p.30-37) (1979, p.30-37)

10 Não existe interdisciplinaridade sem disciplinas. Não existe interdisciplinaridade sem disciplinas. é preciso haver um respeito entre as disciplinas. O problema é que são feitos recortes nos conteúdos que não permitem compreender a sua essencialidade. Fazenda relata que até as cartilhas tradicionais são dignas de respeito, desde que sejam vistas como ferramentas e usadas de forma correta, no momento certo, para o aluno certo. é preciso haver um respeito entre as disciplinas. O problema é que são feitos recortes nos conteúdos que não permitem compreender a sua essencialidade. Fazenda relata que até as cartilhas tradicionais são dignas de respeito, desde que sejam vistas como ferramentas e usadas de forma correta, no momento certo, para o aluno certo.

11 Baseada em Fazenda (1979) os profissionais devem exercer trocas não apenas entre seus conhecimentos e métodos, mas também entre suas experiências e visões de mundo, levando em consideração as riquezas e o crescimento mútuo desse movimento de interação entre as diversas áreas e entre as múltiplas possibilidades de conhecimento que as especialidades podem desdobrar. Baseada em Fazenda (1979) os profissionais devem exercer trocas não apenas entre seus conhecimentos e métodos, mas também entre suas experiências e visões de mundo, levando em consideração as riquezas e o crescimento mútuo desse movimento de interação entre as diversas áreas e entre as múltiplas possibilidades de conhecimento que as especialidades podem desdobrar.

12 Interdisciplinaridade seria um diálogo interessado em descobertas e de mútua transformação, ou seja, seria um meio de renovação, reestruturação e ressignificação das especialidades por meio da interação das diversas possibilidades representadas pelas especialidades.

13 Ela propõe que os profissionais especialistas, reformulem práticas e métodos pedagógicos como forma de perceber os aspectos a serem transformados. Ou seja, enxergar nos outros além de si mesmos. Sugere também a busca da leitura ampliada de suas práticas cotidianas, como fonte de autoconhecimento, base para explorar a dimensão complexa de interação intersubjetiva, humana, e não apenas intelectual.

14 Fazenda (1994, p.81-89), propõe os fundamentos para um ensino interdisciplinar: movimento do diálogo com o professor, com suas práticas pedagógicas, com movimento do diálogo com o professor, com suas práticas pedagógicas, com seus conhecimentos e elaborações. seus conhecimentos e elaborações. preservação (registro) da memória do trajeto percorrido, possibilitando revisão e releitura crítica das experiências de ensino.

15 parceria para incitar o diálogo com outras parceria para incitar o diálogo com outras formas e fontes de conhecimento. Lembrando sempre que as interações Lembrando sempre que as interações representam uma forma de experimentar representam uma forma de experimentar outras nacionalidades, pois nenhuma é suficiente em si mesma.

16 por mais que elabore um discurso racional e objetivo, jamais poderá estar inteiramente desvinculada de suas origens religiosas, místicas, alquimistas ou subjetivas. (Japiassu, 2001:53). por mais que elabore um discurso racional e objetivo, jamais poderá estar inteiramente desvinculada de suas origens religiosas, místicas, alquimistas ou subjetivas. (Japiassu, 2001:53).

17 É muito importante frisar que, apostar na interdisciplinaridade é apostar em pessoas mais polivalentes para enfrentarem uma sociedade na qual a palavra transformação está sempre em evidência no mundo. É muito importante frisar que, apostar na interdisciplinaridade é apostar em pessoas mais polivalentes para enfrentarem uma sociedade na qual a palavra transformação está sempre em evidência no mundo.

18 A UNIVERSIDADE E A INTERDISCIPLINARIDADE Segundo Morin, a universidade deve conservar o conhecimento, no sentido de levar para o futuro o que já foi adquirido no passado, mas não pode ser conservadora a ponto de ser rígida e não aceitar idéias novas, ao mesmo tempo, ela deve conservar o conhecimento e gerar mudanças; Segundo Morin, a universidade deve conservar o conhecimento, no sentido de levar para o futuro o que já foi adquirido no passado, mas não pode ser conservadora a ponto de ser rígida e não aceitar idéias novas, ao mesmo tempo, ela deve conservar o conhecimento e gerar mudanças; Faz-se necessário a reforma da universidade porque sua missão é formar cidadãos capazes de enfrentar os problemas de seu tempo; Faz-se necessário a reforma da universidade porque sua missão é formar cidadãos capazes de enfrentar os problemas de seu tempo; Instruir os alunos a pensar a complexidade; Instruir os alunos a pensar a complexidade; A organização de suas idéias também deve ter como critério a complexidade e não a simplicidade; A organização de suas idéias também deve ter como critério a complexidade e não a simplicidade; A reforma deve ser orientada por valores da ética da civilidade. A reforma deve ser orientada por valores da ética da civilidade.

19 A Universidade e a Interdisciplinaridade A interdisciplinaridade compreende a troca e cooperação, uma verdadeira integração entre as disciplinas, de modo que as fronteiras entre elas tornem-se invisíveis, para que a complexidade do objeto de estudo se destaque. A interdisciplinaridade compreende a troca e cooperação, uma verdadeira integração entre as disciplinas, de modo que as fronteiras entre elas tornem-se invisíveis, para que a complexidade do objeto de estudo se destaque.

20 A Universidade e a Interdisciplinaridade Para Etges (in Jantsch, p74), a conseqüência mais radical da interdisciplinaridade aponta para uma rearticulação total da universidade atual; Para Etges (in Jantsch, p74), a conseqüência mais radical da interdisciplinaridade aponta para uma rearticulação total da universidade atual; Há de ser um lugar de produção de saber e esta se faz mediante a criação de redes interdisciplinares de pesquisa; Há de ser um lugar de produção de saber e esta se faz mediante a criação de redes interdisciplinares de pesquisa; Pesquisadores sêniors de reconhecida liderança e produção científica, determinam livremente o que e como pesquisar e com quem querem trabalhar; Pesquisadores sêniors de reconhecida liderança e produção científica, determinam livremente o que e como pesquisar e com quem querem trabalhar; Os pesquisadores adjuntos, das mais diversas áreas, se ligarão de maneira igualmente livre a eles; Os pesquisadores adjuntos, das mais diversas áreas, se ligarão de maneira igualmente livre a eles; Os doutorandos e mestrandos, se vinculam livremente a estes; Os doutorandos e mestrandos, se vinculam livremente a estes; Todos juntos formarão uma rede de pesquisadores em torno de um grande projeto disciplinar; Todos juntos formarão uma rede de pesquisadores em torno de um grande projeto disciplinar; O exercício interdisciplinar dentro da universidade, aumenta a possibilidade do profissional otimizar sua prática diária. O exercício interdisciplinar dentro da universidade, aumenta a possibilidade do profissional otimizar sua prática diária.

21 A Universidade e a Interdisciplinaridade Um ensino pautado na prática interdisciplinar pretende formar alunos com uma visão global de mundo, aptos para articular, religar, contextualizar e, se possível, globalizar, reunindo os conhecimentos adquiridos, A visão de mundo pautada entre todas as partes, dá o respaldo necessário ao conceito de interdisciplinaridade que concebemos. A importância interdisciplinar não anula a importância disciplinar do conhecimento; A riqueza da interdisciplinaridade depende do grau de desenvolvimento atingido pelas disciplinas; A prática interdisciplinar não é oposta à prática disciplinar, mas sim complementar à essa, na medida em que não pode existir sem ela e, mais ainda, alimenta-se dela;

22 Caracterização da Instituição CENTRO DIA DO IDOSO – Programa de Atenção ao Idoso do município de São Bernardo do Campo. CENTRO DIA DO IDOSO – Programa de Atenção ao Idoso do município de São Bernardo do Campo.

23 Exercício de Campo ÁREAS DE CONHECIMENTO ÁREAS DE CONHECIMENTO Enfermagem Enfermagem Fonoaudiologia Fonoaudiologia Psicologia Psicologia

24 Exercício de Campo Foi realizado uma observação geral para a escolha dos idosos a partir do enfoque fonoaudiológico em dinâmica de grupo, onde observou-se linguagem (fala espontânea) e compreensão, indícios de disfagia durante a refeição. Foi realizado uma observação geral para a escolha dos idosos a partir do enfoque fonoaudiológico em dinâmica de grupo, onde observou-se linguagem (fala espontânea) e compreensão, indícios de disfagia durante a refeição. Foram escolhidos 6 idosos,com idade entre 56 e 74 anos, sendo dois do sexo feminino e 4 do sexo masculino. Foram escolhidos 6 idosos,com idade entre 56 e 74 anos, sendo dois do sexo feminino e 4 do sexo masculino. Dois idosos desse grupo freqüentam o Centro Dia diariamente e 4 deles 3 vezes por semana. Dois idosos desse grupo freqüentam o Centro Dia diariamente e 4 deles 3 vezes por semana.

25 Exercício de Campo Foram realizados no total 4 encontros. Foram realizados no total 4 encontros. Todos os idosos atendidos apresentam uma ou mais patologias: Todos os idosos atendidos apresentam uma ou mais patologias: Hipertensão (02) Hipertensão (02) Diabetes Mellitus (03) Diabetes Mellitus (03) Hipotireoidismo (01) Hipotireoidismo (01) Doença Mental (02) Doença Mental (02) Seqüela de AVE (02) Seqüela de AVE (02)

26 Exercício de Campo - Enfermagem Escala de Dependência-Autonomia. Escala de Dependência-Autonomia. Esta tabela foi utilizada nas 3 especialidades Esta tabela foi utilizada nas 3 especialidades (Enfermagem – Fonoaudiologia – Psicologia)

27

28

29 Exercício de Campo Enfermagem Constatou-se que todos os idosos tiveram Constatou-se que todos os idosos tiveram uma classificação média, segundo a escala de dependência. (IMPAIRMENT) Propusemos uma orientação geral para as famílias e cuidadores da instituição. Propusemos uma orientação geral para as famílias e cuidadores da instituição. Elaboramos um roteiro para tornar o ambiente seguro. Elaboramos um roteiro para tornar o ambiente seguro.

30 Exercício de Campo Enfermagem - Orientação Evitar chinelos largos e escorregadios sem sola, utilizar sapatos e chinelos com sola antiderrapante. Evitar chinelos largos e escorregadios sem sola, utilizar sapatos e chinelos com sola antiderrapante. Utilizar bengalas e outros equipamentos de ajuda quando necessário. Utilizar bengalas e outros equipamentos de ajuda quando necessário. Evitar utilizar roupas longas, esvoaçantes, largas, que possam causar tropeços. Evitar utilizar roupas longas, esvoaçantes, largas, que possam causar tropeços. Não encerar o piso, não utilizar tapetes. Não encerar o piso, não utilizar tapetes. Boa iluminação no ambiente, inclusive escadas com corrimão. No WC utilizar tapete anti-derrapante, barras no box e próximo a vaso sanitário. No quarto manter uma luz acesa à noite. Manter caminho ao WC livre à noite.

31 Exercício de Campo Enfermagem Todos os familiares e cuidadores devem incentivar o auto-cuidado do idoso nas tarefas diárias como: vestir-se, alimentar-se e participar das decisões domésticas. Todos os familiares e cuidadores devem incentivar o auto-cuidado do idoso nas tarefas diárias como: vestir-se, alimentar-se e participar das decisões domésticas.

32 Exercício de Campo - Fonoaudiologia A identificação foi feita em grupo e individualmente. A identificação foi feita em grupo e individualmente. Durante avaliação alimentar, foi observado que os idosos não apresentam alteração de mastigação, deglutição e respiração. Durante avaliação alimentar, foi observado que os idosos não apresentam alteração de mastigação, deglutição e respiração. Não precisam de ajuda para se alimentar; Não precisam de ajuda para se alimentar; Com relação a musculatura intra oral, foi possível observar hipotonia muscular. Com relação a musculatura intra oral, foi possível observar hipotonia muscular. Toda alimentação no Centro Dia é balanceada. Toda alimentação no Centro Dia é balanceada.

33 Exercício de Campo Fonoaudiologia Com relação a comunicação, foi possível identificar que a fala espontânea dos idosos é lentificada, apresenta déficit na compreensão, omissão de palavras, vocabulário diminuído. Com relação a comunicação, foi possível identificar que a fala espontânea dos idosos é lentificada, apresenta déficit na compreensão, omissão de palavras, vocabulário diminuído. A comunicação ocorria quando estimulada. A comunicação ocorria quando estimulada. Todos os idosos avaliados apresentaram audição normal. Todos os idosos avaliados apresentaram audição normal.

34 Exercício de Campo Fonoaudiologia Após avaliação fonoaudiológica, foi possível observar o interesse que os idosos apresentaram em se comunicar por meio da fala. Após avaliação fonoaudiológica, foi possível observar o interesse que os idosos apresentaram em se comunicar por meio da fala.

35 Exercício de Campo Fonoaudiologia A fonoaudiologia visa criar condições que resgatam a liberdade do idoso de ser ele mesmo, mantendo uma comunicação e linguagem ativa com o mundo, e conquistar o seu direito de uma velhice plena. A fonoaudiologia visa criar condições que resgatam a liberdade do idoso de ser ele mesmo, mantendo uma comunicação e linguagem ativa com o mundo, e conquistar o seu direito de uma velhice plena.

36 Exercício de Campo Psicologia Foi utilizado atendimento individual e em grupo para verificar processo de vinculação na instituição. Foi utilizado atendimento individual e em grupo para verificar processo de vinculação na instituição. Utilizou-se a técnica da psicoterapia breve nos atendimentos individuais. Utilizou-se a técnica da psicoterapia breve nos atendimentos individuais. Percebeu-se que os idosos necessitam de apoio psicoterapêutico, alguns se encontram deprimidos, com tendência ao isolamento. Percebeu-se que os idosos necessitam de apoio psicoterapêutico, alguns se encontram deprimidos, com tendência ao isolamento. Quanto aos resultados, verificou-se aceitação em relação ao processo psicoterapêutico; houve solicitação para continuidade nos atendimentos. Quanto aos resultados, verificou-se aceitação em relação ao processo psicoterapêutico; houve solicitação para continuidade nos atendimentos.

37 Considerações Finais Para a realização deste exercício, faz-se necessário um sentimento de pertencimento, adesão e disponibilidade pessoal e de tempo, sendo necessário buscar constantemente novas áreas de conhecimento. Para a realização deste exercício, faz-se necessário um sentimento de pertencimento, adesão e disponibilidade pessoal e de tempo, sendo necessário buscar constantemente novas áreas de conhecimento.

38 Considerações Finais Houve troca de conhecimento entre as especialidades, interação com profissionais presentes na instituição, com intuito de ampliar a qualidade de atendimento aos idosos do Centro Dia de São Bernardo do Campo. Houve troca de conhecimento entre as especialidades, interação com profissionais presentes na instituição, com intuito de ampliar a qualidade de atendimento aos idosos do Centro Dia de São Bernardo do Campo.

39

40 Referências Bibliográficas D Ambrosio,U. Transdisciplinaridade. 2a. Ed.São Paulo. Palas Athena D Ambrosio,U. Transdisciplinaridade. 2a. Ed.São Paulo. Palas Athena Domingues, I. Conhecimento e Transdisciplinaridade. Belo Horizonte-MG. Ed UFMG; IEAT, Domingues, I. Conhecimento e Transdisciplinaridade. Belo Horizonte-MG. Ed UFMG; IEAT, Fazenda, I.C.A. Interdisciplinaridade, História, Teoria e Pesquisa.12a.ed. Campinas-SP. Papirus, Fazenda, I.C.A. Interdisciplinaridade, História, Teoria e Pesquisa.12a.ed. Campinas-SP. Papirus, __________ Integração e Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro: Efetividade ou Ideologia. 4a. ed. São Paulo, Ed. Loyola,1996. __________ Integração e Interdisciplinaridade no Ensino Brasileiro: Efetividade ou Ideologia. 4a. ed. São Paulo, Ed. Loyola,1996.

41 Referências Bibliográficas Jantsch, A.P., Bianchetti, L.(orgs) Interdisciplinaridade para Além da Filosofia do Sujeito. Petrópolis-RJ. Ed. Vozes, Jantsch, A.P., Bianchetti, L.(orgs) Interdisciplinaridade para Além da Filosofia do Sujeito. Petrópolis-RJ. Ed. Vozes, Japiassu, H. Interdisciplinaridade e Patologia do Saber. Rio de Janeiro-RJ. Ed.Imago,1997. Japiassu, H. Interdisciplinaridade e Patologia do Saber. Rio de Janeiro-RJ. Ed.Imago,1997. Morin, E. Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. São Paulo. Ed.Cortez, Morin, E. Os Sete Saberes Necessários à Educação do Futuro. São Paulo. Ed.Cortez, Nicolescu, B.O Manifesto da Interdisciplinaridade. São Paulo. Ed.TRION, Nicolescu, B.O Manifesto da Interdisciplinaridade. São Paulo. Ed.TRION, Roach, S. Introdução à Enfermagem Gerontológica. Rio de Janeiro-RJ. Ed. Guanabara,2001. Roach, S. Introdução à Enfermagem Gerontológica. Rio de Janeiro-RJ. Ed. Guanabara,2001.


Carregar ppt "Introdução histórica sobre interdisciplinariedade No Brasil, a interdisciplinaridade começou no final da década 70. Em 1976, Hilton Japiassu publicou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google