A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gerenciamento de Riscos. Conceito Risco de projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, tem um efeito positivo ou um negativo no objetivo.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gerenciamento de Riscos. Conceito Risco de projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, tem um efeito positivo ou um negativo no objetivo."— Transcrição da apresentação:

1 Gerenciamento de Riscos

2 Conceito Risco de projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, tem um efeito positivo ou um negativo no objetivo de um projeto. Um risco tem uma causa e, se ocorre, uma conseqüência.

3 Conceito Se um ou outro desses eventos de incertezas ocorre, então teremos uma consequência no custo, no cronograma ou na qualidade do projeto. Ele tem sua origem na incerteza que esta presente em todos os projetos.

4 Definição A gerência de risco é o processo sistemático de identificar, analisar e responder ao risco do projeto. Ele inclui maximizar a probabilidade e consequências dos eventos positivos e minizar a probabilidade e consequências dos eventos adversos para o objetivo do projeto.

5 Gerenciamento de Riscos Plano de Gerência do Risco: decide como abordar e planejar as atividades de gerência de risco para um projeto. Identificação do Risco: determina quais riscos podem afetar o projeto e documenta suas características. Análise Qualitativa de Risco: realiza uma análise qualitativa dos riscos e as condições para priorizar seus efeitos nos objeticos do projeto. Análise Quantitativa do Risco: mede a probabilidade e as conseqüências dos riscos e estima suas implicações para os objetivos do projeto. Plano de Respostas ao Risco: desenvolve procedimentos e técnicas para melhorar as oportunidades e reduzir as ameaças para os objetivos do projeto. Monitorando e Controlando Risco: monitora riscos residuais, identifica novos riscos, executa planos de redução de risco e evalia sua eficácia durante toda o ciclo de vida do projeto.

6 Plano de Gerência de Risco

7 Conceito Plano de Gerência de Risco é o processo de decidir como abordar e planejar as atividades de gerência de risco para um projeto. Ele é um plano importante para os processos de gerenciamento do risco para garantir que o nível, tipo, e a visibilidade da gerência de risco são compatíveis com o risco e a importância do projeto para a organização.

8 Entradas 1. Termo de Abertura 2. Políticas de gerência do risco da organização. 3. Definição de papéis e responsabilidades. 4. Tolerâncias a risco das partes envolvidas. 5. Modelo para o plano de gerência de risco das organizações. 6. Estrutura analítica do projeto (EAP).

9 Técnicas e Ferramentas 1.Reuniões de planejamento. Equipes de projeto organizam reuniões de planejamento para elaborar o plano de gerência do risco. A equipe inclui o gerente do projeto, os líderes da equipe do projeto, alguém na organização com responsabilidade para gerenciar o planejamento do e execução de atividades, as partes envolvidas e outros enquanto necessários. Eles usam modelos de gerência do risco e outros inputs quando necessários.

10 Saídas 1. Plano de gerência do risco. O plano de gerência de risco descreve como identificar risco, análise qualitativa e quantitativa, plano de respostas, monitoramento e controle a ser estruturado e realizado durante ao ciclo de vida do projeto.

11 Identificação dos Riscos

12 Conceito A identificação dos riscos envolve em determinar quais os riscos podem afetar o projeto e documentar suas características. Os participantes na identificação do risco geralmente quando possível, são os seguintes: equipe de projeto, equipe de gerência de risco, especialistas no tema de outras partes da companhia, clientes, usuários, outros gerentes de projetos, partes envolvidas e especialistas de fora. A identificação do risco é um processo interativo.

13 Entradas 1. Plano de gerência de risco 2. Saídas do planejamento do projeto. 3. Informação Histórica. 4. Categorias de riscos. Riscos que podem afetar o projeto para melhor ou pior podem ser identificados e organizados dentro das categorias de riscos.

14 Técnicas e Ferramentas 1. Revisões da documentação. 2. Técnicas de obtenção de informação

15 Saídas Detonadores. Detonadores, algumas vezes chamados de sintomas de risco ou sinais de advertência, são indicações que um risco ocorreu ou está preste a ocorrer no cronograma iminente. Entrada em outros processos. Identificação de risco pode identificar a necessidade de uma ação futura em outra área.

16 Análise Qualitativa Realiza análise qualitativa dos riscos e as condições para priorizar seus efeitos nos objetivos do projeto.

17 Análise Quantitativa Mede a probabilidade e as consequências dos riscos e estima suas implicações para os objetivos do projeto.

18 Plano de Respostas

19 Conceito É o processo de desenvolvimento de opções e determinação das ações para melhorar oportunidades e reduzir ameaças para os objetivos do projeto.

20 Entradas 1. Plano de gerência do risco. 2. Lista de riscos priorizada. 3. Classificação do risco do projeto. 4. Lista priorizada de riscos quantificados. 5. Análise probabilística de projeto. 6. Probabilidade de realizar os objetivos de custo e tempo. 7. Lista de respostas potenciais. 8. Limites de risco. 9. Donos do risco. 10. Causas comuns de risco.

21 Técnicas e Ferramentas Evitar. Evitar o risco é mudar o plano de projeto para eliminar o risco ou a condição ou para proteger os objetivos do projeto destes impactos.

22 Técnicas e Ferramentas Transferir. Transferir o risco é procurar mudar a consequência de um risco para uma terceira parte para melhor possibilidade de resposta.

23 Técnicas e Ferramentas Mitigar. Procura reduzir a probabilidade e/ou consequências de um evento de risco de adverso para um aceitável. Tomar ações cedo para reduzir a probabilidade de uma ocorrência ou impacto no projeto é mais eficaz que tentar reparar as consequências depois de ocorrido.

24 Técnicas e Ferramentas Aceitar. Indica que a equipe do projeto decidiu não trocar o plano do projeto para negociar com um risco ou não é possível fazer algo para identificar alguma outra estratégia de resposta apropriada. A aceitação ativa pode incluir desenvolver um plano de contingência para executar quando ocorrer um risco. A aceitação passiva não requer ação, deixando a equipe de projeto fazer um arranjo quando o risco ocorrer.

25 Saídas 1.Plano de resposta ao risco. Riscos identificados, suas descrições, a(s) área(s) do projeto afetada(s), suas causas e como ele pode afetar os objetivos do projeto. Responsáveis e designação de responsabilidades. Resultados dos processos de análises quantitativas e qualitativas de risco. O nível de risco residual esperado para ser concluído depois da estratégia ser implementada. Ações específicas para implementar a estratégia de resposta escolhida. Orçamentos e tempos para as respostas. Planos de contingência e planos de retrocedimento.

26 Saídas Entradas para outros processos. A maioria das respostas ao risco envolve gastos de tempos adicionais, custo ou recursos e requerer mudanças do plano de projeto. Organizações requerem garantias que o gasto é justificável pelo nível de redução do risco. Estratégias alternativas devem alimentar nos processos apropriados em outras áreas de conhecimento.

27 Saídas Entrada para um plano de projeto revisado. Os resultados do processo de planejamento devem ser incorporados no plano de projeto, para assegurar que ações acordadas sejam implementadas e monitoradas como parte de um projeto em andamento


Carregar ppt "Gerenciamento de Riscos. Conceito Risco de projeto é um evento ou condição incerta que, se ocorrer, tem um efeito positivo ou um negativo no objetivo."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google