A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Planejamento e Controle de Projetos Logístico

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Planejamento e Controle de Projetos Logístico"— Transcrição da apresentação:

1 Planejamento e Controle de Projetos Logístico

2 Mini Currículo Formação Acadêmica:
Mestrado de Engenharia de Produção pela USP Logistics Executive Development Course by University of Nevada MBA em Gestão de Operações e Serviços Educação Continuada pela FGV Graduação em Engenharia de Produção pela FEI Técnico em Mecânica pela ETI LAURO GOMES – 1982 Experienciais Profissionais: Gerente de Operações Logísticas – NEC BRASIL Gerente de Supply Chain – CSN Gerente de Suprimentos – PRADA EMBALAGENS Gerente de PCP - TELEMECANIQUE

3 Informações Adicionais:
Coordenador e Professor acadêmico da Veris Faculdades – Grupo IBMEC das disciplinas: Fundamentos de Logistica, Gestão de Estoque, PCP, Cadeias de Suprimentos, Logistica de Suprimentos e Tomada de Decisão. Artigos Publicados: Estratégias Competitivas na Cadeia de Embalagens Metálicas – X SIMPEP – Simpósio de Engenharia de Produção – UNESP/BAURU - (http://www.simpep.feb.unesp.br/anais10/gestaoestrategicaeornanizacional/arq10.PDF). Estudo da Implantação de sistemas de programação avançada para industria de embalagens metálicas – XXVIII ENEGEP – Rio de Janeiro . Artigos em Congressos Internacionais: GIACON, E. ; MESQUITA, M. A. . Advanced planning and scheduling (APS) survey on Brazilian industry. In: 21th International Conference on Production Research, 2011, Stuttgart, Germany, ICPR21. (paper number 484). Viagens Internacionais: – USA e 2011 – Canadá realizando visitas a empresas e centros de distribuição.

4 Programa da disciplina
Cronograma 03/08 - Metodologia geral para a elaboração de projetos. 10/08 - A natureza dos projetos logísticos. 17/08 - Localização de empreendimentos. 24/08 - Definição de objetivos, escopo e estratégia para execução de projetos. 31/08 - Técnicas de planejamento e de controle. 14/09 - O uso de análises de redes para planejar e controlar projetos. 21/09 - O tratamento econômico-financeiro dos projetos logísticos. 28/09 – Prova

5 Indicação Bibliográfica
Dornier, Philipe P., Ernest, R., Fender, M., Kouvelis, P., Logística e Operações Globais – Texto e Casos, Ed. Atlas, 2000. Krajewski, L., Ritzman, L., Malhotra, M., Adminindtração de Produção e Operaçoes, Ed. Pearson, 8 edição, 2008. Ballou, R.H., Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, Ed. Boookman, 4 edição, 2003. Artigos academicos. Anotações Pessoais.

6 CONTROLE DOS PROJETOS LOGÍSTICOS E FERRAMENTAS DE CONTROLE

7

8

9 CONTROLE DOS PROJETOS LOGÍSTICOS E FERRAMENTAS DE CONTROLE
DISTRIBUIÇÃO FÍSICA Transporte de PA Frete de Inbound custos do inbound custos de estoques custo de processamento de pedidos depreciação de equipamentos custos de equipamentos custos operacionais de estocagem PROCESSOS A SEREM CONTROLADOS

10 IDENTIFICA OPORTUNIDADES 1 IMPLEMENTAR AS MUDANÇAS 6
Gestão de Processos Análise do Processo DEFINE O ESCOPO 2 IDENTIFICA OPORTUNIDADES 1 DOCUMENTAR O PROCESSO 3 IMPLEMENTAR AS MUDANÇAS 6 AVALIAR O DESEMPENHO 4 REDESENHAR O PROCESSO 5

11 Gestão de Processos 1 - Identificar oportunidades:
relacionamento com o fornecedor. desenvolvimento de novo serviço ou produto. execução de pedido. relacionamentos com os clientes.

12 Gestão de Processos 2 – Definir o escopo:
definir o objetivo que se quer alcançar. definir o resultado deste escopo. trabalhar individualmente ou em conjunto. definir o inter-relacionamento com as outras áreas.

13 Gestão de Processos 3 – Documentar o processo:
fazer uma lista dos insumos do processo. fornecedores internos e externos. produtos e clientes. softwares para documentar o processo: SmartDraw, MicrosoftVisio, Micrografx ---- versões gratuitas

14 Gestão de Processos 4 – Avaliar o desempenho: através de indicadores:
tempo para executar cada tarefa. custos. erros. medidas ambientais. etc.

15 Gestão de Processos 5 – Redesenhar o processo:
investigar novas oportunidades. atender novas indicadores. atender novas expectativas de clientes e fornecedores.

16 Gestão de Processos 6 – Implementar as mudanças: quebra de paradigmas.
envolver as pessoas para a mudança. atingir os novos indicadores.

17 Gestão de Processos FERRAMENTAS DE ANÁLISE DE DADOS:
listas de verificação (checklist). histograma ou gráfico de barras. diagramas de PARETO. diagramas de DISPERSÃO. diagramas de CAUSA – EFEITO. gráficos.

18 Gestão de Processos Exemplo: Uma fabricante de revestimentos de tetos – identificar os principais defeitos e encontrar as causas. lista de verificação: Rasgos no tecido 4 Tecido descolorido 3 Placa de fibra quebrada 36 Extremidades irregulares 7 TOTAL 50

19 Gestão de Processos Exemplo: Uma fabricante de revestimentos de tetos – identificar os principais defeitos e encontrar as causas. DIAGRAMA DE CAUSA - EFEITO Pessoas Materiais Fora de especificação Treinamento Absenteismo Não disponiveis Comunicação Placa de Fibra quebrada Umidade Manutenção de máquinas Velocidade de máquina Alterações na programação Configuração errada Outros Processo

20 Gestão de Processos Gráfico de barras

21 Gestão de Processos Exemplo de um fluxo de processo – SLA, KPI, etc

22

23

24

25 Desempenho Logístico QUESITOS A SEREM CONSIDERADOS:
QUALIDADE: A questão chave é a satisfação do cliente e se as operações estão apropriadas e são capazes de produzi-la. PONTUALIDADE: logísticas tem prazo finais, e as atividades da logística tabém afetam a habilidade de outras partes do processo em atender a seus objetivos relativos ao prazo. PRODUTIVIDADE: A produtividade dos recursos utilizados, cujo nível de desempenho é tradicionalmente medido em custos, permanece um desafio inevitável..

26 Desempenho Logístico CUSTOS QUE DEVEM SER MONITORADOS:
Custos de Procurement ( aspectos financeiros e físicos de frete, manutenção e estocagem). Custos de compra (descontos por volume comprado). Custos de produção ( MO. e estoque em processo). Custos de distribuição (frete, preparação do pedido, manutenção de estoques de PA e peças de reposição). Preço de venda de PA (gestão da conta do cliente, cálculo das reduções nas quantidades devido as promoções).

27 Desempenho Logístico escolhas estratégicas que afetam o desempenho logístico: Fornecimento de matérias primas, incluindo componentes e subunidades. Realocação de manufatura. Desenvolvimento de novos mercados geográficos ou consolidação. Investimento em tecnologia de produção, tais como JIT ou outros. Desenvolvimento de uma gama de produtos ou um mix estreito de produtos. Adoção de meios de transporte para grandes quantidades, uso de meios de transporte rápidos ou construção de uma rede de distribuição local. Operação logística de compras e distribuição terceirizada.

28 Desempenho Logístico Relatório Logístico de custos de serviço
Distribuição física Transporte de PA Despesas de frete de entrada para o armazém Despesas de frete de saída do armazém Despesas de frete de devolução de produto para planta Despesas de frete de devolução de campo. Estoques de PA Estoque em transito Custo de estocagem Custo de manuseio nos armazéns Custo do estoque obsoleto Custo de estocagem na planta Custo de movimentação de materiais nas plantas e armazém

29 Desempenho Logístico Relatório Logístico de custos de serviço
Distribuição física Transporte de suprimento de produto Despesas de frete de entrada na planta Despesas de frete expedido Suprimento de produto para estoque Custo de estocagem de matéria prima Custo de movimento de materiais para matérias primas Processamento de pedido Custo de pedido de suprimento Despesas Indiretas e administrativas Rateio de despesa gerencial Depreciações

30 Desempenho Logístico Relatório Logístico de custos de serviço
Suprimento físico Custo de processamento de pedido Processamento de pedido do cliente Processamento de pedido para reabastecimento do armazém Processamento de pedido em aberto Despesas Indiretas e Administrativas Rateio das despesas gerenciais Depreciação do espaço de estocagem Depreciação dos equipamentos de movimentação de materiais Depreciação dos equipamentos de transporte

31 Desempenho Logístico Relatório Logístico de custos de serviço
Serviço ao Cliente % das entregas dentro do mesmo dia % média dos produtos em estoque Total do ciclo de pedido Pedidos preenchidos completos % de devolução de clientes devido a erros % de tempo de produção disponivel desperdiçado devido a falta de estoque para suprir.

32 Desempenho Logístico Principais critérios para medidas eficientes:
Velocidade. Confiabilidade. Simplicidade. Processo para organizar indicadores: Organização dos indicadores por prioridade. Segmentação das medidas. Visualização do conteúdo da função. Clarificação dos objetivos da função ou equipe. Seleção de indicadores que lidam com qualidade. Formatação eficaz das medidas.

33 Desempenho Logístico Exemplo de medida de desempenho Objetivos
Redução de Estoques Desempenho de fluxo Parceria com fornecedores Medida de desempenho Materiais: valor em estoque em matéria-prima, processo e acabado Qualidade de previsão Lead times tempos de expedição. Eficiencia de ciclo tempo de operação total/lead time. Taxa de quebras. Tamanho de lote. Número de quebras. Frequencia de entregas. Tempos de entrega. Porcentagem de entregas de embalagens prontas para o uso. Número de viagens expecionais. Número e porcentagem de fornecedores com garantia de qualidade.

34 6 Sigma

35 6 Sigma

36 6 Sigma

37 6 Sigma

38 6 Sigma

39 6 Sigma

40 6 Sigma

41 6 Sigma

42 6 Sigma

43 6 Sigma

44 6 Sigma

45 6 Sigma

46 6 Sigma

47 6 Sigma

48 6 Sigma

49 6 Sigma

50 6 Sigma

51 6 Sigma

52 6 Sigma

53 6 Sigma

54 6 Sigma

55 6 Sigma

56 Aula 7 – Orçamento, Controle e Risco de um Projeto

57

58

59

60

61

62

63

64

65

66

67

68

69 Contatos: Eng. Edivaldo Giacon,Ms Skype: edivaldo.giacon

70


Carregar ppt "Planejamento e Controle de Projetos Logístico"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google