A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Segurança no Trabalho, Higiene e QVT Disciplina : Gestão de Recursos Humanos II Professora Gláucia Pinheiro Fonte: Gestão de Pessoas – Idalberto Chiavenato.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Segurança no Trabalho, Higiene e QVT Disciplina : Gestão de Recursos Humanos II Professora Gláucia Pinheiro Fonte: Gestão de Pessoas – Idalberto Chiavenato."— Transcrição da apresentação:

1 Segurança no Trabalho, Higiene e QVT Disciplina : Gestão de Recursos Humanos II Professora Gláucia Pinheiro Fonte: Gestão de Pessoas – Idalberto Chiavenato

2

3 Os principais itens do programa de higiene do trabalho estão relacionados com: 1. Ambiente físico de trabalho: envolvendo: Iluminação: luminosidade adequada a cada tipo de atividade. Ventilação: remoção de gases, fumaça e odores desagradáveis, bem como afastamento de possíveis fumantes ou utilização de máscaras. Temperatura: manutenção de níveis adequados de temperatura. Ruídos: remoção de ruídos ou utilização de protetores auriculares. 2. Ambiente psicológico de trabalho: envolvendo: Relacionamentos humanos agradáveis. Tipo de atividade agradável e motivadora. Estilo de gerência democrático e participativo. Eliminação de possíveis fontes de estresse. 3. Aplicação de princípios de ergonomia: envolvendo: Máquinas e equipamentos adequados às características humanas. Mesas e instalações ajustadas ao tamanho das pessoas. Ferramentas que reduzam a necessidade de esforço físico humano. 4. Saúde ocupacional: envolvendo aspectos que veremos a seguir.

4 A higiene do trabalho pretende garantir um ambiente de trabalho saudável e seguro. Higiene do Trabalho refere-se a um conjunto de normas e procedimentos que visa à proteção da integridade física e mental do trabalhador, preservando-o dos riscos de saúde inerentes às tarefas do cargo e ao ambiente físico onde são executadas. Relaciona-se com o diagnóstico e prevenção das doenças ocupacionais a partir do estudo e controle de duas variáveis: o homem e seu ambiente de trabalho (1). Higiene do Trabalho está relacionada com a busca de condições de trabalho saudáveis e higiênicas.

5 Os principais problemas de saúde estão relacionados com: 1.Alcoolismo e dependência química de drogas, medicamentos, fumo, etc. 2.Aids: é a síndrome de deficiência imunológica adquirida que ataca o sistema que protege o organismo de doenças. 3. Estresse no trabalho. 4.Exposição a produtos químicos perigosos, como ácidos. 5.Exposição a condições ambientais frias, quentes, secas, úmidas, contaminadas, barulhentas, pouco iluminadas, etc. 6.Hábitos alimentares inadequados: obesidade ou perda de peso. 7.Vida sedentária, sem contatos sociais e sem exercícios físicos. 8.Auto-medicação sem cuidados médicos adequados.

6

7 Sugestões para tornar saudável o ambiente de trabalho 1.Evitar materiais suspeitos que emitam odores ou toxinas. 2.Proporcionar um ambiente livre de fumaça. 3.Adotar dutos limpos e secos. 4.Prestar atenção às queixas das pessoas. 5.Proporcionar equipamentos adequados. Sugestões para tornar saudável o ambiente de trabalho 1.Evitar materiais suspeitos que emitam odores ou toxinas. 2.Proporcionar um ambiente livre de fumaça. 3.Adotar dutos limpos e secos. 4.Prestar atenção às queixas das pessoas. 5.Proporcionar equipamentos adequados.

8 Um programa de saúde ocupacional requer as seguintes etapas (4): 1. Estabelecimento de um sistema de indicadores, abrangendo estatísticas de afastamentos e acompanhamento de doenças. 2. Desenvolvimento de sistemas de relatórios médicos. 3. Desenvolvimento de regras e procedimentos para prevenção médica. 4. Recompensas aos gerentes e supervisores pela administração eficaz da função de saúde ocupacional. Um programa de saúde ocupacional requer as seguintes etapas (4): 1. Estabelecimento de um sistema de indicadores, abrangendo estatísticas de afastamentos e acompanhamento de doenças. 2. Desenvolvimento de sistemas de relatórios médicos. 3. Desenvolvimento de regras e procedimentos para prevenção médica. 4. Recompensas aos gerentes e supervisores pela administração eficaz da função de saúde ocupacional.

9 Os estressores na vida de cada pessoa:

10 Aspectos positivos: Aspectos negativos: * Confiança do chefe* Autoritarismo do chefe * Sinceridade dos colegas* Desrespeito dos colegas * Simpatia da equipe* Desorganização * Alegria no ambiente* Baixo astral e mau humor * Flexibilidade nos procedimentos* Rigidez nos procedimentos * Reconhecimento e elogios* Falta de consideração às pessoas * Silêncio* Ruído Aspectos positivos: Aspectos negativos: * Confiança do chefe* Autoritarismo do chefe * Sinceridade dos colegas* Desrespeito dos colegas * Simpatia da equipe* Desorganização * Alegria no ambiente* Baixo astral e mau humor * Flexibilidade nos procedimentos* Rigidez nos procedimentos * Reconhecimento e elogios* Falta de consideração às pessoas * Silêncio* Ruído Impactos no ambiente de trabalho

11 SEGURANÇA NO TRABALHO

12

13 Classificação dos acidentes de trabalho

14

15

16

17

18

19 Trabalho sem segurança ainda é muito comum

20 Nº de dias perdidos + Nº de dias computados x CG = Nº de homens/horas trabalhadas Nº de dias perdidos + Nº de dias computados x CG = Nº de homens/horas trabalhadas Estatísticas de Acidentes Nº de acidentes com afastamento x CF = Nº de homens/horas trabalhadas Nº de acidentes com afastamento x CF = Nº de homens/horas trabalhadas

21

22 T Estudo da Associação Brasileira para Prevenção de Acidentes mostra que: Os maiores CFs são encontrados em: · Construção civil (76,88) · Extração de minerais (57,02) · Indústria extrativa vegetal (56,89) · Metalurgia (56,46). Os menores CFs são encontrados em: Indústria de perfumaria, sabões e velas (11,59) · Indústria de material elétrico e de comunicações (19,83) · Serviços de produção e distribuição de energia elétrica (20,93) · Material de transporte (25,33). Por outro lado, os maiores CGs são encontrados em: · Extração de minerais (2.527) · Construção civil (2.494) · Madeira, (2.274) · Serviços de produção e distribuição de energia elétrica (2.074) · Metalúrgica (2.049). Os menores CGs são: · Indústria do mobiliário (506) · Indústria do vestuário, calçado e artefatos de tecidos (518) · Indústria de material elétrico e de comunicações (572) · Indústria de material de transporte (773).

23 ONDE ESTÁ A SEGURANÇA??????

24 1.Envolva a administração e empregados no desenvolvimento de plano de higiene e segurança. 2.Reúna o apoio necessário para implementar o plano. 3.Determine os requisitos de higiene e segurança para cada local. 4.Avalie os riscos existentes no local de trabalho. 5.Corrija as condições de risco existentes. 6.Treine os empregados em técnicas de higiene e segurança. 7.Desenvolva a preocupação de tornar o trabalho isento de riscos. 8.Melhore continuamente o programa de higiene e segurança. ARH DE HOJE: Como desenvolver um programa de Higiene e Segurança

25 É necessário minimizar as condições de insegurança nas empresas. Mas as causas dos atos inseguros podem ser atribuídas a certas características pessoais que predispõem aos acidentes, como ansiedade, agressividade, falta de controle emocional, etc. As características pessoais, a personalidade e a motivação das pessoas provocam certas tendências comportamentais que predispõem a acidentes, como a tendência de assumir riscos e tomar atitudes inadequadas. Essas tendências de comportamentos levam a atos inseguros, como desatenção e falhas em seguir procedimentos e aumentam a probabilidade de provocar acidentes. Como reduzir acidentes

26 ONDE ESTÃO OS EPIs?????????????

27

28 ESSE IMPROVISO NÃO VAI DAR CERTO

29 .Fatores pessoais que influenciam o comportamento acidental.

30

31 ARH DE HOJE: Medidas preventivas (31) A prevenção de acidentes inclui as seguintes medidas: 1.Educação. 2.Treinamento em habilidades. 3.Engenharia. 4.Mapeamento de riscos. 5.Proteção. 6.Regras de reforço. A prevenção de acidentes inclui as seguintes medidas: 1.Educação. 2.Treinamento em habilidades. 3.Engenharia. 4.Mapeamento de riscos. 5.Proteção. 6.Regras de reforço.

32 Avaliação Crítica: Quanto custa um acidente? Acidentes custam caro: tanto para vidas humanas como para as organizações. Em 1990, a OSHA (Occupational Safety and Health Administration) americana fez uma estimativa baseada em estatísticas e chegou à conclusão de que um acidente sério provoca em média custos ao redor de US$ Na Norma Regulamentadora nro. 18, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) estabelece os conceitos de custo direto e indireto do acidente de trabalho. O custo direto do acidente é o total das despesas decorrentes das obrigações para com os empregados expostos aos riscos inerentes ao exercício do trabalho, como as despesas com assistência médica e hospitalar aos acidentados, indenizações por diárias de afastamento ou por incapacidade permanente. Em geral, essas despesas são cobertas por companhias de seguro. Cobrem despesas, mas não cobrem vida ou saúde das pessoas. O que você acha disso?

33 Para Nadler e Lawler, a QVT está fundamentada em quatro aspectos: 1. Participação dos funcionários nas decisões. 2. Reestruturação do trabalho através do enriquecimento de tarefas e de grupos autônomos de trabalho. 3. Inovação no sistema de recompensas para influenciar o clima organizacional. 4. Melhoria no ambiente de trabalho quanto a condições físicas e psicológicas, horário de trabalho, etc. Na medida em que esses quatro aspectos são incrementados haverá uma melhoria na QVT. Para Nadler e Lawler, a QVT está fundamentada em quatro aspectos: 1. Participação dos funcionários nas decisões. 2. Reestruturação do trabalho através do enriquecimento de tarefas e de grupos autônomos de trabalho. 3. Inovação no sistema de recompensas para influenciar o clima organizacional. 4. Melhoria no ambiente de trabalho quanto a condições físicas e psicológicas, horário de trabalho, etc. Na medida em que esses quatro aspectos são incrementados haverá uma melhoria na QVT. Qualidade de Vida no Trabalho (QVT)

34 DICAS: Você sabe o que é CIPA? A CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – é uma imposição legal da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Metade dos componentes da CIPA é indicada pela empresa e outra metade é escolhida pelo voto dos funcionários, periodicamente. Cabe à CIPA apontar os atos inseguros dos trabalhadores e as condições de segurança existentes na organização. Ela deve fiscalizar o que já existe, enquanto os especialistas de RH apontam as soluções. A CIPA tem especial importância nos programas de segurança das pequenas e médias empresas. A CIPA – Comissão Interna de Prevenção de Acidentes – é uma imposição legal da CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Metade dos componentes da CIPA é indicada pela empresa e outra metade é escolhida pelo voto dos funcionários, periodicamente. Cabe à CIPA apontar os atos inseguros dos trabalhadores e as condições de segurança existentes na organização. Ela deve fiscalizar o que já existe, enquanto os especialistas de RH apontam as soluções. A CIPA tem especial importância nos programas de segurança das pequenas e médias empresas.

35 Hackman e Oldhan (34) apresentam um modelo de QVT no qual as dimensões do cargo produzem estados psicológicos críticos que conduzem a resultados pessoais e de trabalho que afetam a QVT. As dimensões do cargo são: 1. Variedade de habilidades: o cargo deve requerer várias e diferentes habilidades, conhecimentos e competências da pessoa. 2. Identidade da tarefa: o trabalho deve ser realizado do início até o fim para que a pessoa possa perceber que produz um resultado palpável. 3. Significado da tarefa: a pessoa deve ter uma clara percepção de como o seu trabalho produz conseqüências e impactos sobre o trabalho das outras. 4. Autonomia: a pessoa deve ter responsabilidade pessoal para planejar e executar as tarefas, autonomia própria e independência para desempenhar. 5. Retroação do próprio trabalho: a tarefa deve proporcionar informação de retorno à pessoa para que ela própria possa auto-avaliar seu desempenho. 6. Retroação extrínseca: deve haver o retorno proporcionado pelos superiores hierárquicos ou clientes a respeito do desempenho na tarefa. 7. Inter-relacionamento: a tarefa deve possibilitar contato interpessoal do ocupante com outras pessoas ou com clientes internos e externos. Hackman e Oldhan (34) apresentam um modelo de QVT no qual as dimensões do cargo produzem estados psicológicos críticos que conduzem a resultados pessoais e de trabalho que afetam a QVT. As dimensões do cargo são: 1. Variedade de habilidades: o cargo deve requerer várias e diferentes habilidades, conhecimentos e competências da pessoa. 2. Identidade da tarefa: o trabalho deve ser realizado do início até o fim para que a pessoa possa perceber que produz um resultado palpável. 3. Significado da tarefa: a pessoa deve ter uma clara percepção de como o seu trabalho produz conseqüências e impactos sobre o trabalho das outras. 4. Autonomia: a pessoa deve ter responsabilidade pessoal para planejar e executar as tarefas, autonomia própria e independência para desempenhar. 5. Retroação do próprio trabalho: a tarefa deve proporcionar informação de retorno à pessoa para que ela própria possa auto-avaliar seu desempenho. 6. Retroação extrínseca: deve haver o retorno proporcionado pelos superiores hierárquicos ou clientes a respeito do desempenho na tarefa. 7. Inter-relacionamento: a tarefa deve possibilitar contato interpessoal do ocupante com outras pessoas ou com clientes internos e externos. ARH DE HOJE: Modelo de QVT de Hackman e Oldhan (40).

36 Para Walton, existem fatores que afetam ao QVT, a saber: 1. Compensação justa e adequada: a justiça distributiva de compensação depende da adequação da remuneração ao trabalho que a pessoa realiza, da eqüidade interna (equilíbrio interno) e da eqüidade externa (equilíbrio com as remunerações do mercado de trabalho). 2. Condições de segurança e saúde no trabalho: envolvendo as dimensões jornada de trabalho e ambiente físico adequado à saúde e bem-estar da pessoa. 3. Utilização e desenvolvimento de capacidades: proporcionar oportunidades de satisfazer as necessidades de utilização de habilidades e conhecimentos do trabalhador, desenvolver sua autonomia, autocontrole e retroinformação quanto ao seu desempenho. 4. Oportunidades de crescimento contínuo e segurança: para oferecer possibilidades de carreira na organização, crescimento e desenvolvimento pessoal e de segurança no emprego. 5. Integração social na organização: envolvendo eliminação de barreiras hierárquicas, apoio mútuo, franqueza interpessoal e ausência de preconceito. 6. Constitucionalismo: refere-se à definição de normas e regras da organização, direitos e deveres do trabalhador, recursos contra decisões arbitrárias e um clima democrático. 7. Trabalho e espaço total de vida: o trabalho não deve absorver todo o tempo e energia do trabalhador em detrimento de sua vida familiar e particular e de seu lazer. ARH DE HOJE: O Modelo de QVT de Walton (41).

37 15.4. Modelo de QVT de Walton

38 Avaliação Crítica: Responsabilidade Social Muitos programas de bem-estar são baratos, como o fornecimento de informação sobre as calorias do cardápio diário do refeitório e o nível de calorias exigido pelo organismo humano. É também o caso de fornecer informação sobre clínicas de redução de peso, de exercícios físicos, de dietas alimentares etc. Outros programas são mais caros, como as salas de fitness centers da IBM. O programa de bem-estar da Xerox inclui fitness center, instrutores de exercícios físicos, educação sobre tabagismo, abuso de substâncias químicas, controle de peso e da alimentação, além de instalações de ginástica, piscinas e trilhas de corrida. Essas organizações extrapolam e ultrapassam o simples local de trabalho e passam a oferecer algo mais para seus funcionários. Aliás, a função social da organização reside nisso: colaborar para o desenvolvimento das pessoas e da comunidade de maneira responsável, pois de nada adianta ser uma ilha de prosperidade no meio de um oceano de pobreza.

39 ARH DE HOJE: A percepção do ambiente de trabalho (44). O Families and Work Institute fez um Estudo Nacional do Ambiente Mutável de Trabalho e localizou as razões mais importantes na decisão das pessoas em assumir seus cargos na organização (em % das respostas): * Comunicações abertas 65* Trabalho estimulante 50 * Efeito sobre a família e vida pessoal 60* Políticas que apóiam a família 46 * Natureza agradável do trabalho 58* Benefícios sociais 43 * Qualidade da Administração 58* Controle da programação 38 * Atitude do supervisor 58* Oportunidades de progresso 37 * Controle constante sobre o trabalho 55* Salários ou ganhos 35 * Aquisição de novas habilidades 55* Acesso à tomada de decisões 33 * Segurança no trabalho 54* Aspectos singulares da empresa 32 * Qualidade dos colegas 53* Oportunidades cargos gerenciais 26 Local de trabalho 50* Tamanho da organização 16 O Families and Work Institute fez um Estudo Nacional do Ambiente Mutável de Trabalho e localizou as razões mais importantes na decisão das pessoas em assumir seus cargos na organização (em % das respostas): * Comunicações abertas 65* Trabalho estimulante 50 * Efeito sobre a família e vida pessoal 60* Políticas que apóiam a família 46 * Natureza agradável do trabalho 58* Benefícios sociais 43 * Qualidade da Administração 58* Controle da programação 38 * Atitude do supervisor 58* Oportunidades de progresso 37 * Controle constante sobre o trabalho 55* Salários ou ganhos 35 * Aquisição de novas habilidades 55* Acesso à tomada de decisões 33 * Segurança no trabalho 54* Aspectos singulares da empresa 32 * Qualidade dos colegas 53* Oportunidades cargos gerenciais 26 Local de trabalho 50* Tamanho da organização 16

40 Caso As Empresas mais admiradas do mundo (45) Pág: 453 A revista Fortune publica anualmente a relação das empresas mais admiradas do mundo, segundo pesquisa do Hay Group. As campeãs em cada país foram: Estados Unidos:Alemanha: PfizerDaimler-Benz Procter & GambleBMW 3MBayer General ElectricHenkel GilletteBasf Inglaterra:Japão: Royal Dutch/ShellToyota Motor British PetroleumSony UnileverHonda Motor Imperium Chemical Inds.Canon HSBC HoldingFuji Photo Film França:Europa (outros países): LÓrealNestlé (Suíça) LVMHAsea Brown Boveri (Suíça) Groupe DanoneL.M.Ericssson (Suécia) TotalABN-Amro Bank (Suíça) Alcatel.Philips Electronics (Holanda)

41


Carregar ppt "Segurança no Trabalho, Higiene e QVT Disciplina : Gestão de Recursos Humanos II Professora Gláucia Pinheiro Fonte: Gestão de Pessoas – Idalberto Chiavenato."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google