A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistema de Administração de Recursos Humanos Motivação; Recursos organizacionais; Estilos de administração; Abordagem sistêmica e contingencial da administração.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistema de Administração de Recursos Humanos Motivação; Recursos organizacionais; Estilos de administração; Abordagem sistêmica e contingencial da administração."— Transcrição da apresentação:

1 Sistema de Administração de Recursos Humanos Motivação; Recursos organizacionais; Estilos de administração; Abordagem sistêmica e contingencial da administração. Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros

2 Teorias Motivacionais: Teoria das Necessidades, A. Maslow. Teoria dos dois Fatores, F. Herzberg. Teoria da Eqüidade, J.S.Adams. Teoria do Reforço, B.F.Skinner. Teorias da motivação interna.

3 Teoria das Necessidades, de Abraham Maslow Ser Humano é portador de várias necessidades. Descobriu cinco necessidades. Estabeleceu uma hierarquia para as necessidades. Idealizou uma Pirâmide para mostrar a dimensão das necessidades.

4 Hierarquia de Necessidades Necessidades Fisiológicas Necessidades de Segurança Necessidades Sociais Necessidade de Estima Necessidade de Auto-realização Necessidades primárias Necessidades secundárias Hierarquia das necessidades humanas de A. Maslow

5 Teoria dos dois fatores, de F. Herzberg Estudou a satisfação e a insatisfação no trabalho. Descobriu que a satisfação e a insatisfação não são opostas, são pólos diferentes. Criou os dois fatores: higiênicos e motivacionais.

6 Fatores Higiênicos, de F. Herzberg Na Medicina, os fatores higiênicos não curam doenças, mas as previnem. Na administração, os fatores higiênicos devem ser vistos como prevenção, profilaxia.

7 Necessidades Fisiológicas Necessidades de Segurança Necessidades Sociais Necessidade de Estima Necessidade de Auto-realização Fatores Motivacionais Fatores Higiênicos Hierarquia de Maslow Fatores de F. Herzberg Comparação entre A.Maslow e F.Herzberg

8 Fatores Motivacionais, de F. Herzberg Os fatores motivacionais são internos, estão sob controle do indivíduo, pois estão relacionados com aquilo que ele faz, com a natureza de suas tarefas. Os fatores motivacionais, quando estão ausentes, são neutros, e não geram insatisfação; mas quando presentes, garantem a satisfação.

9 Teoria da Eqüidade, de J.S.Adams Baseia-se na comparação que as pessoas fazem de si mesmas em relação a outras pessoas.

10 Quando o empregado percebe a justiça na comparação com outras pessoas entre a sua contribuição e retorno, a motivação acontece. Percebida a injustiça, a insatisfação aparece e comanda o comportamento. Teoria da Eqüidade, de J.S.Adams

11 Teoria do Reforço, de B.F.Skinner O comportamento é determinado por suas conseqüências.

12 Teoria do Reforço, de B.F.Skinner Conseqüências: Reforço Positivo Reforço Negativo Extinção Punição

13 Teoria do Reforço Propõe apenas o uso do reforço positivo (prazer e recompensas) e do reforço negativo (retirada de algo indesejável, percebido como recompensa.)

14 Motivação Interna Abordagem Cognitivista As pessoas internalizam opiniões, expectativas e valores que criam objetivos e direcionam a pessoa a atingi-los. Abordagem Freudiana Parte das motivações é inconsciente e está relacionada aos instintos e desejos das pessoas.

15 Sistema de Administração de RH S.A.R.H. A administração constitui a maneira com que as coisas sejam feitas da melhor forma possível, a fim de atingir os objetivos; A administração envolve a coordenação de recursos humanos e materiais para o alcance de objetivos; Neste sentido, propõe-se: Alcance de objetivos; Por meio de pessoas; Por mais técnicas; Em uma organização.

16 S.A.R.H. Recursos organizacionais: Convergência de recursos produtivos que de ser aplicados com eficiência e eficácia; Recursos organizacionais podem ser divididos em 5 grupos: Recursos físicos; Recursos financeiros; Recursos humanos; Recursos mercadológicos; Recursos administrativos.

17 S.A.R.H. ADM GERAL (recursos organizacionais) ADM produção (recursos materiais) ADM financeira (recursos financeiros) ADM mercadológica (recursos mercadológicos) ADM pessoal (recursos Humanos) PESSOAS

18 ESTILOS DE ADM TEORIA X (ADM CIENTÍFICA): Os gerentes são responsáveis por ordenar os elementos da organização; Os gerentes devem orientar os subordinados; Os funcionários são resistentes às necessidades da organização; O funcionário médio é preguiçoso; O funcionário médio não tem ambição e não gosta de ter responsabilidades; O funcionário médio só se preocupa consigo mesmo, não co a organização; O funcionário médio é resistente a mudanças; O funcionário médio é crédulo e pouco inteligente.

19 ESTILOS DE ADM TEORIA Y: (RELAÇÕES HUMANAS) Os gerentes são responsáveis por ordenar os elementos da organização; Os funcionários, por natureza, não são resistentes às necessidades da organização. Eles ficaram assim devido a suas experiências em outras organizações; Os gerentes deveriam tornar possível para os seus subordinados reconhecer e desenvolver suas habilidades organizacionais; Os gerentes deveriam criar condições organizacionais para que os subordinados alcançassem seus próprios objetivos pela busca dos interesses da organização.

20 ESTILOS DE ADM A TEORIA Z: (SISTEMA JAPONÊS) Enfoque baseado em práticas japonesas; Assume que o emprego a longo prazo é a base das organizações eficazes; Expectativas quanto à carreira levam a altos níveis de comprometimento; Empenho em ajudar no sucesso da organização.

21 CARÁTER MULTIVARIADO A ADM de RH envolve necessariamente conceitos de Psicologia, Sociologia, Engenharia, Direito, Medicina, Cibernética, etc... Assuntos da ADM de RH referem-se tanto a aspectos internos (abordagem introversiva), como aspectos externos (abordagem extroversiva).

22 CARÁTER MULTIVARIADO Técnicas de ADM de RH que fornecem dados Decisões baseadas em dados 1. Análise e descrição de cargos; seleção; recrutamento; entrevista 2. Estudo de tempos e movimentos 3. Avaliação de desempenho; registro de ocorrências 4. Avaliação de cargos; análise de mercado de salários 5. Treinamento de supervisores 1. Admissão de pessoal 2. Estabelecimento de padrões de produção 3. Promoções, transferências, readmissões e desligamentos 4. Determinação de salários 5. Supervisão

23 CARÁCTER CONTINGENCIAL Não leis ou princípios universais para a gestão de pessoas; ADM RH é contingencial, depende da situação organizacional (ambiente tecnologia, políticas diretrizes, filosofia da empresa, concepções da organização acerca do homem e sua natureza.

24 ADM RH não é um fim em si mesma, mas uma maneira de alcançar a eficácia e eficiência das organizações através das pessoas, permitindo condições favoráveis para que estas alcancem os objetivos pessoais. CARÁCTER CONTINGENCIAL

25 Fonte: BANOV, M. R. Psicologia no gerenciamento de pessoas. São Paulo: Atlas, CHIAVENATO, I. Administração de RH. São Paulo: Atlas, BOOG, G. Manual de gestão de pessoas e equipe. São Paulo: Gente, 2002.


Carregar ppt "Sistema de Administração de Recursos Humanos Motivação; Recursos organizacionais; Estilos de administração; Abordagem sistêmica e contingencial da administração."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google