A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Gestão de Pessoas: Motivação Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Gestão de Pessoas: Motivação Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros."— Transcrição da apresentação:

1 Gestão de Pessoas: Motivação Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros

2 Teorias Motivacionais: Teoria das Necessidades, A. Maslow. Teoria dos dois Fatores, F. Herzberg. Teoria da Eqüidade, J.S.Adams. Teoria do Reforço, B.F.Skinner. Teorias da motivação interna. Para que servem esta teorias?

3 Teoria das Necessidades Teoria da Hierarquia de Necessidades de, de Abraham Maslow (1954) A motivação humana é complexa! Atribuiu cinco necessidades; Estabeleceu uma hierarquia para as necessidades; Idealizou uma Pirâmide para mostrar a dimensão das necessidades.

4 Hierarquia de Necessidades Necessidades Fisiológicas Necessidades de Segurança Necessidades Sociais Necessidade de Estima Necessidade de Auto-realização Necessidades primárias Necessidades secundárias Hierarquia das necessidades humanas de A. Maslow Internet???

5 Teoria dos dois fatores Herzberg Estudou a satisfação e a insatisfação no trabalho: Descobriu que a satisfação e a insatisfação não são opostas, são pólos diferentes. Criou os dois fatores: higiênicos e motivacionais: Na administração, os fatores higiênicos devem ser vistos como prevenção, profilaxia.

6 Teoria da Eqüidade Teoria da Equidade de J.S. Adams Baseia-se na comparação que as pessoas fazem de si mesmas em relação a outras pessoas.

7 Quando o empregado percebe a justiça na comparação com outras pessoas entre a sua contribuição e retorno, a motivação acontece. Percebida a injustiça, a insatisfação aparece e comanda o comportamento. Teoria da Eqüidade, de J.S.Adams

8 Teoria do Reforço De B.F. Skinner O comportamento é determinado por suas conseqüências.

9 Teoria do Reforço Conseqüências: Reforço Positivo Reforço Negativo Extinção Punição

10 Sistema de Administração de RH S.A.R.H. A administração constitui a maneira com que as coisas sejam feitas da melhor forma possível, a fim de atingir os objetivos; A administração envolve a coordenação de recursos humanos e materiais para o alcance de objetivos; Neste sentido, propõe-se: Alcance de objetivos; Por meio de pessoas; Por mais técnicas; Em uma organização. Cadê Gestão de Pessoas? ???????????????????? ?????????????

11 S.A.R.H. Recursos organizacionais: Convergência de recursos produtivos que de ser aplicados com eficiência e eficácia; Recursos organizacionais podem ser divididos em 5 grupos: Recursos físicos; Recursos financeiros; Recursos humanos; Recursos mercadológicos; Recursos administrativos. Gestão de Pessoas... Cadê vc????????

12 S.A.R.H. ADM GERAL (recursos organizacionais) ADM produção (recursos materiais) ADM financeira (recursos financeiros) ADM mercadológica (recursos mercadológicos) ADM pessoal (recursos Humanos) PESSOAS Olha as pessoas aí, Ó!!!!

13 ESTILOS DE ADM TEORIA X (ADM CIENTÍFICA): Os gerentes são responsáveis por ordenar os elementos da organização; Os gerentes devem orientar os subordinados; Os funcionários são resistentes às necessidades da organização; O funcionário médio é preguiçoso; O funcionário médio não tem ambição e não gosta de ter responsabilidades; O funcionário médio só se preocupa consigo mesmo, não co a organização; O funcionário médio é resistente a mudanças; O funcionário médio é crédulo e pouco inteligente. Lembra? Fayol; Taylor; Ford

14 ESTILOS DE ADM TEORIA Y: (RELAÇÕES HUMANAS) Os gerentes são responsáveis por ordenar os elementos da organização; Os funcionários, por natureza, não são resistentes às necessidades da organização. Eles ficaram assim devido a suas experiências em outras organizações; Os gerentes deveriam tornar possível para os seus subordinados reconhecer e desenvolver suas habilidades organizacionais; Os gerentes deveriam criar condições organizacionais para que os subordinados alcançassem seus próprios objetivos pela busca dos interesses da organização. Gestão de pessoas!!!

15 ESTILOS DE ADM A TEORIA Z: (SISTEMA JAPONÊS) Enfoque baseado em práticas japonesas; Assume que o emprego a longo prazo é a base das organizações eficazes; Expectativas quanto à carreira levam a altos níveis de comprometimento; Empenho em ajudar no sucesso da organização.

16 CARÁTER MULTIVARIADO A Gestão de pessoas envolve necessariamente conceitos de Psicologia, Sociologia, Engenharia, Direito, Medicina, Cibernética, etc... Assuntos da gestão de pessoas referem-se tanto a aspectos internos (abordagem introversiva), como aspectos externos (abordagem extroversiva).

17 CARÁCTER CONTINGENCIAL Não leis ou princípios universais para a gestão de pessoas; Gestão de pessoas é contingencial, depende da situação organizacional (ambiente tecnologia, políticas diretrizes, filosofia da empresa, concepções da organização acerca do homem e sua natureza.

18 A gestão de pessoas não é um fim em si mesma, mas uma maneira de alcançar a eficácia e eficiência das organizações através das pessoas, permitindo condições favoráveis para que estas alcancem os objetivos pessoais. CARÁCTER CONTINGENCIAL

19 Fonte: BANOV, M. R. Psicologia no gerenciamento de pessoas. São Paulo: Atlas, CHIAVENATO, I. Administração de RH. São Paulo: Atlas, BOOG, G. Manual de gestão de pessoas e equipe. São Paulo: Gente, 2002.


Carregar ppt "Gestão de Pessoas: Motivação Prof. Dr. Alexandre H. de Quadros."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google