A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PROJETO ESTRUTURANTE MADEIRA RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Coordenação Estadual CaixaRS – Agência de Desenvolvimento Dr. Susana Kakuta Agosto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PROJETO ESTRUTURANTE MADEIRA RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Coordenação Estadual CaixaRS – Agência de Desenvolvimento Dr. Susana Kakuta Agosto."— Transcrição da apresentação:

1 PROJETO ESTRUTURANTE MADEIRA RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Coordenação Estadual CaixaRS – Agência de Desenvolvimento Dr. Susana Kakuta Agosto 2008

2 Rio Grande do Sul O novo site florestal no mundo Rio Grande do Sul O novo site florestal no mundo

3 Rio Grande do Sul Porque somos o novo site florestal no mundo? Rio Grande do Sul Porque somos o novo site florestal no mundo? + solo e clima ideais + disponibilidade hídrica + áreas disponíveis = redução em 10 vezes o ciclo florestal Rio Grande do Sul: um ciclo florestal para celulose é de 7 anos Hemisfério Norte: um ciclo florestal para celulose é de 70 anos Histórico + 80 anos de acacicultura (Acácia Negra) + 100 anos da cultura do Eucalipto spp + 50 anos da cultura do Pinus spp. + Modal hidrorodoferroviário + Porto de Rio Grande (novo porto marítimo- São José do Norte) + Novo Porto Fluvial ( Rio Pardo ) + solo e clima ideais + disponibilidade hídrica + áreas disponíveis = redução em 10 vezes o ciclo florestal Rio Grande do Sul: um ciclo florestal para celulose é de 7 anos Hemisfério Norte: um ciclo florestal para celulose é de 70 anos Histórico + 80 anos de acacicultura (Acácia Negra) + 100 anos da cultura do Eucalipto spp + 50 anos da cultura do Pinus spp. + Modal hidrorodoferroviário + Porto de Rio Grande (novo porto marítimo- São José do Norte) + Novo Porto Fluvial ( Rio Pardo )

4 Indústria âncora madeira desagregada Indústria da madeira preservada Indústria da madeira sólida Indústria do carvão Outras indústrias de base florestal Mercado Cadeia de produção Floresta Bens e Serviços Insumos e Utilidades Máquinas Equipamentos Tecnologia P&D Transporte Formação de RH Assessoria Serviços Terceirizados Financiamento Outros Resinas e colas Tintas e vernizes Energia Químicos para industria de celulose Combustíveis e lubrificantes Ferramentas de corte Outros Cluster da Madeira As oportunidades vão muito além da floresta

5 Novos Investimentos no RS EMPRESALOCALIZAÇÃO BASE FLORESTAL (há) VALOR TOTAL US$ bi OBS FASE A (2004/2006) AracruzGuaíba160.0002,8Ampliação VCPMetade Sul100.0001,3Novo MasisaMontenegro30.0000,2Novo Stora EnsoMetade Sul100.0001,3Novo OutrosGeral50.0000,3Ampliação TOTAL-440.0005,9- GM Gravataí- US$ 1 bi - Pólo Petroquímico Triunfo - US$ 1,5 bi - (**) Indústria + Base Florestal Comparação (5 Montadoras Verdes ou 3 Pólos Petroquímicos)

6 Setor empregador mão-de-obra (investimento R$ 10 milhões) Setor empregador mão-de-obra (investimento R$ 10 milhões) RankingSetor Número de empregos gerados DiretosIndiretos Efeito Renda TOTAL 1°Serviços prestados a família6651043111.080 2°Artigos do vestuário6131362501.000 3°Agropecuária393131303828 4°Comércio44984278810 5°Madeira e Mobiliário293219294805 6°Indústria do Café41356323719 7°Fabricação de calçados246174290711 8°Fabricação de açucar32307337677 20°Celulose e Papel59155271485 27°Siderurgia8135259402 Fonte: ABRAF anuário 2007

7 Florestas Plantadas no RS 1 - SERRA – Pinus 2 - LITORAL – Pinus 3 - REGIÃO CENTRAL- Acácia Negra e Eucalipto 4 - ZONA SUL/CAMPANHA- Eucalipto e Acácia Negra 5 - FRONTEIRA OESTE – Novo pólo florestal 1 2 2 3 5 4

8 O que isso representa em números: Aumento do PIB setorial da madeira de R$ 3,5 para R$ 7 bilhões Aumento do PIB setorial da madeira de R$ 3,5 para R$ 7 bilhões Aumento do PIB da Região Sul do Estado em R$ 6,5 bilhões Aumento do PIB da Região Sul do Estado em R$ 6,5 bilhões Aumento da participação do PIB da Região Sul no PIB do RS em 8% Aumento da participação do PIB da Região Sul no PIB do RS em 8% Aumento do PIB per capita da região Sul em R$ 2.600,00 Aumento do PIB per capita da região Sul em R$ 2.600,00 Aumento de 200.000 para 400.000 empregos

9 O que precisamos fazer Implantar o APL Madeira RS envolvendo o setor público e privado; Construir um marco regulat ó rio para garantir segurança ao empreendedorismo local, com base no desenvolvimento sustentável da economia da madeira no RS; Executar um conjunto de programas e projetos para dar sustentação e criação de competências necessárias ao desenvolvimento de longo prazo ao APL Madeira RS. Estabelecer metas e indicadores at é 2020, vislumbrando um setor amplamente gerador de emprego e renda; adensado por empresas dos setores da agricultura, comercio e serviços e da indústria; Implantar o APL Madeira RS envolvendo o setor público e privado; Construir um marco regulat ó rio para garantir segurança ao empreendedorismo local, com base no desenvolvimento sustentável da economia da madeira no RS; Executar um conjunto de programas e projetos para dar sustentação e criação de competências necessárias ao desenvolvimento de longo prazo ao APL Madeira RS. Estabelecer metas e indicadores at é 2020, vislumbrando um setor amplamente gerador de emprego e renda; adensado por empresas dos setores da agricultura, comercio e serviços e da indústria;

10 APL Madeira RS Concepção estratégica Criar uma estratégia de ação político-operacional compartilhada entre público e privada; Focar no aumento da percepção positiva da sociedade sobre os ganhos sócio-econômicos; Engajar novos atores no projeto; Induzir a implantação de APLs;

11 Conceitos Objetivos Parceiros Estrutura Estratégia Programas APL Madeira RS Concepção estratégica

12 Conceitos um conjunto de informações básicas e estratégicas (base comum); um conjunto de argumentos sócio - econômicos compartilhados; um conjunto de exemplos de sucesso. Palavras chave: discurso comum; alternância para o sócio-econômico; convencimento.

13 Objetivos um conjunto de objetivos comuns a serem alcançados com a implantação do APL Madeira RS; objetivos públicos e privados; objetivos para diferentes atores; objetivos de consolidação de um APL amplo num horizonte de 2020; marco regulatório definido; objetivos de criação de competências específicas na região; objetivos de inserção de uma nova vocação empreendedora com base no cluster. Palavras chave: objetivos, metas e indicadores orientados a consolidação novo cluster, marco regulatório.

14 Parceiros atores governamentais e papeis; atores privados de interface direta no APL e seus papéis; articulação de objetivo comum entre público e privado para atingir objetivos; Palavras chave: papel e responsabilidades de cada parceiros; objetivos e metas comuns

15 Estrutura estrutura de governança estratégica compartilhada entre público privada; gestão executiva centralizada para estruturação, articulação e acompanhamento; estrutura de gestão com formatação técnica definida. Palavras chave: fortalecimento da governança; centralização executiva.

16 Estratégia estratégia de comunicação com foco no APL e seus resultados sócio- econômicos – AGENDA POSITIVA; estratégia operacional centrada em poucos projetos de alto impacto em resultado e visibilidade; estratégia de execução compartilhada entre diferentes atores; estratégia de devolução continuada de resultados à sociedade. Palavras chave: fortalecimento da cluster e de seu papel sócio-econômico.

17 Gerenciamento de Projetos Governo do Estado do Rio Grande do Sul Projeto: Madeira RS

18 Meta Escopo Objeto (o que será feito) Desenvolvimento e consolidação da cadeia produtiva de base florestal. Objetivos (para que será feito) 1.Diversificação e ampliação da matriz produtiva do Estado. 2.Geração de empregos e aumento de renda. 3.Aumento do PIB da região sul diminuindo as desigualdades regionais. 4.Aumentar a competitividade setorial. 5.Consolidar o Estado do Rio Grande do Sul como referência em produção sustentável. Prazo Início:03/03/2008Término:19/02/2010Duração:512 dias úteis Custo R$ 620.000,00 Eixo: Desenvolvimento Econômico Sustentável Gerente do Projeto: Floriano Isolan Diretrizes Estratégicas Associadas: Intensificar a atração e promoção de investimentos privados ambientalmente sustentáveis; Ampliar a capacidade de inovação tecnológica gaúcha; Aumentar a competitividade e a sustentabilidade do agronegócio.

19 Declaração do Escopo O que será feito: Articulação entre os setores público x privado alinhando estratégias e ações de desenvolvimento – APL MADEIRA RS; Marco regulatório que dê segurança ao investidor – zoneamento ambiental para silvicultura e legislação; Articular parcerias e cooperações regionais organizadas para o desenvolvimento dos clusters; Atrair novos empreendedores para a cadeia de base florestal; Implementar ações de inovação e tecnologia para pequenas e médias indústrias de base florestal; Implementar a certificação de florestas; Criar um sistema de informações relativa a cadeia de base florestal(oferta de madeira, áreas disponíveis, logística, industrialização, mão de obra, centros de pequisa e ensino, etc.); Criar e disponibilizar linhas de financiamento para a cadeia de base florestal (ex.silvicultura, certificação, logística, energia, industrialização, ações de mercado).

20 Governança GOVERNOSETOR PRIVADO SCTFIERGS SEDAIFARSUL SEMAFECOMÉRCIO SAA / EMATERMOVERGS SEINFRAAGEFLOR CAIXARSSINPASUL SGP / FEEOutros... ESTRATÉGICOESTRATÉGICO OPERACIONALOPERACIONAL GRUPO DE ASSESSORIA TÉCNICA MARCO REGULATÓRIO INOVAÇÃO & TECNOLOGIA GESTÃO AMBIENTAL FORTALECIMENTO DA CADEIA PRODUTIVA COORDENAÇÃO GERAL CÂMARA SETORIAL DE DESENVOLVIMENTO E INOVAÇÃO INFRA ESTR & LOGÍSTICA RELACIONAMENTO COM A SOCIEDADE

21 Cronograma Resumido

22 NOMESETORATRIBUIÇÕES Floriano IsolanCAIXARS Responsável pela etapa de Articulação; Desenvolvimento de Clusters; Atração de novos empreendedores; Financiamento Túlio AmorinFEEMarco Regulatório Doadi BrenaSEDAIZoneamento Ambiental para Silvicultura Fernando SchwankeCAIXARSInovação Tecnológica; Certificação Marília VellosoFEESistema de Informação Ana PelliniFEPAM Homologação do ZAS; Fixar as diretrizes para o licenciamento ambiental José Carlos MartinsSEINFRAMapeamento e soluções logísticas Mário NascimentoEMATERFormação e capacitação profissional Ricardo EnglertSEFAZLiberação do recurso orçamentário para o projeto Matriz de Responsabilidades

23 PROJETO ESTRUTURANTE MADEIRA RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Susanakakuta@caixars.com.br 20.08.2008


Carregar ppt "PROJETO ESTRUTURANTE MADEIRA RS Governo do Estado do Rio Grande do Sul Coordenação Estadual CaixaRS – Agência de Desenvolvimento Dr. Susana Kakuta Agosto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google