A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE."— Transcrição da apresentação:

1 1

2 2

3 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE AÇÃO FLUÍDICA DA PRECE AÇÃO FLUÍDICA DA PRECE CORPO PINEAL OU EPÍFISE ; ANIMISMO CORPO PINEAL OU EPÍFISE ; ANIMISMO ONDAS, PAPEL DO PERISPÍRITO ONDAS, PAPEL DO PERISPÍRITO INFLUÊNCIA MORAL INFLUÊNCIA MORAL OBSESSOR, OBSIDIADO E O PROCESSO OBSESSOR, OBSIDIADO E O PROCESSO OBSESSÃO TIPOS E GRAUS, MEDIUNIDADE E LOUCURA OBSESSÃO TIPOS E GRAUS, MEDIUNIDADE E LOUCURA DESOBSESSÃO DESOBSESSÃO MANIFESTAÇÕES EFEITOS FÍSICOS, INTELECTUAIS E VISUAIS MANIFESTAÇÕES EFEITOS FÍSICOS, INTELECTUAIS E VISUAIS TERAPIA ESPÍRITA DAS OBSESSÕES TERAPIA ESPÍRITA DAS OBSESSÕES EVOLUÇÃO DA MEDIUNIDADE, ANALISE E DIVULGAÇÃO MENSAGENS EVOLUÇÃO DA MEDIUNIDADE, ANALISE E DIVULGAÇÃO MENSAGENS O PAPEL DOS ENCARNADOS E DESENCARNADOS O PAPEL DOS ENCARNADOS E DESENCARNADOS O TRANSE MEDIÚNICO, CONCEITO E GRAU O TRANSE MEDIÚNICO, CONCEITO E GRAU MECANISMO DO INTERCÂMBIO MEDIÚNICO MECANISMO DO INTERCÂMBIO MEDIÚNICO A MANIFESTAÇÃO DO FENÔMENO MEDIÚNICO A MANIFESTAÇÃO DO FENÔMENO MEDIÚNICO MEDIUNIDADE DE PSICOFONIA, PSICOGRAFIA, VIDÊNCIA, AUDIENTE, INTUIÇÃO, INSPIRAÇÃO, PRESSENTIMENTO, ARTISTICA, XENOGLOSSIA, PROFECIA, ECTOPLASMIA MEDIUNIDADE DE PSICOFONIA, PSICOGRAFIA, VIDÊNCIA, AUDIENTE, INTUIÇÃO, INSPIRAÇÃO, PRESSENTIMENTO, ARTISTICA, XENOGLOSSIA, PROFECIA, ECTOPLASMIA DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS

4 4 Diga-nos o que deve fazer, dentro de suas capacidades, um médium, a fim de poder ser completo e útil para o Plano Espiritual? Diga-nos o que deve fazer, dentro de suas capacidades, um médium, a fim de poder ser completo e útil para o Plano Espiritual? Chico Xavier: - Devotamento ao bem do próximo, sem a preocupação de vantagens pessoais, eis o primeiro requisito para que o medianeiro se torne sempre mais útil ao Plano Espiritual. Em seguida, quanto mais o médium se aprimore através do estudo e do dever nobremente cumprido, mais valioso se torna para a execução de tarefas com os instrutores da Vida Maior. Chico Xavier: - Devotamento ao bem do próximo, sem a preocupação de vantagens pessoais, eis o primeiro requisito para que o medianeiro se torne sempre mais útil ao Plano Espiritual. Em seguida, quanto mais o médium se aprimore através do estudo e do dever nobremente cumprido, mais valioso se torna para a execução de tarefas com os instrutores da Vida Maior.

5 5 ESTUDO E EDUCAÇÃO DA MEDIUNIDADE O DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS COMUNICANTES O DIÁLOGO COM OS ESPÍRITOS COMUNICANTES 26/30 26/30

6 6 O RELACIONAMENTO COM O MUNDO ESPIRITUAL REVESTE-SE DE ENGANOSA SIMPLICIDADE O RELACIONAMENTO COM O MUNDO ESPIRITUAL REVESTE-SE DE ENGANOSA SIMPLICIDADE EM PRINCÍPIO, QUALQUER PESSOA DOTADA DE FACULDADES MEDIÚNICAS, MESMO INCIPIENTES, PODE ESTABELECER CONTATO COM OS DESENCARNADOS, CONSCIENTE OU INCONSCIENTE, SERENA OU TUMULTUADAMENTE. EM PRINCÍPIO, QUALQUER PESSOA DOTADA DE FACULDADES MEDIÚNICAS, MESMO INCIPIENTES, PODE ESTABELECER CONTATO COM OS DESENCARNADOS, CONSCIENTE OU INCONSCIENTE, SERENA OU TUMULTUADAMENTE.

7 7 O IMPORTANTE É QUE, AO INICIARMOS O TRATO COM OS ESPÍRITOS DESENCARNADOS, ESTEJAMOS COM UM MÍNIMO DE PREPARAÇÃO APOIADA NUM MÍNIMO DE INFORMAÇÃO O IMPORTANTE É QUE, AO INICIARMOS O TRATO COM OS ESPÍRITOS DESENCARNADOS, ESTEJAMOS COM UM MÍNIMO DE PREPARAÇÃO APOIADA NUM MÍNIMO DE INFORMAÇÃO A PRÁTICA MEDIÚNICA NÃO DEVE SER IMPROVISADA, POIS NÃO COADUNA COM DESPREPARO E IGNORÂNCIA A PRÁTICA MEDIÚNICA NÃO DEVE SER IMPROVISADA, POIS NÃO COADUNA COM DESPREPARO E IGNORÂNCIA

8 8 PODEMOS CONTAR QUE RECEBEREMOS DOS BENFEITORES : PODEMOS CONTAR QUE RECEBEREMOS DOS BENFEITORES : BOA VONTADE E A AJUDA BOA VONTADE E A AJUDA PROTEÇÃO CARINHOSA PROTEÇÃO CARINHOSA

9 9 TEMOS QUE DESENVOLVER EM NÓS : TEMOS QUE DESENVOLVER EM NÓS : PROCEDIMENTO RETO PROCEDIMENTO RETO ESFORÇO MORALIZADOR ESFORÇO MORALIZADOR APRENDIZADO CONSTANTE APRENDIZADO CONSTANTE DEDICAÇÃO DESINTERESSADA AO SEMELHANTE DEDICAÇÃO DESINTERESSADA AO SEMELHANTE

10 10... HÁ ALGUNS PROBLEMAS LIGADOS À FREQÜÊNCIA DE TRABALHOS MEDIÚNICOS.... HÁ ALGUNS PROBLEMAS LIGADOS À FREQÜÊNCIA DE TRABALHOS MEDIÚNICOS. O PRIMEIRO DELES É DOS MAIS SÉRIOS, É O DA PRÓPRIA MEDIUNIDADE, ESSA ESTRANHA FACULDADE HUMANA SOBRE A QUAL AINDA HÁ MUITO QUE SE APRENDER O PRIMEIRO DELES É DOS MAIS SÉRIOS, É O DA PRÓPRIA MEDIUNIDADE, ESSA ESTRANHA FACULDADE HUMANA SOBRE A QUAL AINDA HÁ MUITO QUE SE APRENDER

11 11 ORGANIZAÇÃO DE UM BOM GRUPO ORGANIZAÇÃO DE UM BOM GRUPO REGULARIDADE REGULARIDADE SERIEDADE SERIEDADE CONHECIMENTO / ESTUDO CONHECIMENTO / ESTUDO HARMONIA DO GRUPO HARMONIA DO GRUPO EVANGELHO DE JESUS / AMOR EVANGELHO DE JESUS / AMOR

12 12 A CADA BOM GRUPO DE SERES A CADA BOM GRUPO DE SERES ENCARNADOS DISPOSTOS À TAREFA, ENCARNADOS DISPOSTOS À TAREFA, CORRESPONDERÁ UM GRUPO CORRESPONDERÁ UM GRUPO EQUIVALENTE DE ESPÍRITOS, NUM EQUIVALENTE DE ESPÍRITOS, NUM INTERCÂMBIO SALUTAR DE INTERCÂMBIO SALUTAR DE PROFUNDAS REPERCUSSÕES, POIS PROFUNDAS REPERCUSSÕES, POIS ESPIRITISMO É DOUTRINA, MAS É ESPIRITISMO É DOUTRINA, MAS É TAMBÉM PRÁTICA MEDIÚNICA TAMBÉM PRÁTICA MEDIÚNICA

13 13 O ESPÍRITO COMUNICANTE : O ESPÍRITO COMUNICANTE : NÃO ESTÁ EM CONDIÇÕES, DE RECEBER INSTRUÇÕES DOUTRINÁRIA NÃO ESTÁ EM CONDIÇÕES, DE RECEBER INSTRUÇÕES DOUTRINÁRIA MUITAS VEZES SABE / OU NÃO QUE É UM ESPÍRITO DESENCARNADO MUITAS VEZES SABE / OU NÃO QUE É UM ESPÍRITO DESENCARNADO CONHECE / OU NÃO DOUTRINA CONHECE / OU NÃO DOUTRINA ESPÍRITA ESPÍRITA ACREDITA / OU NÃO NA EXISTÊNCIA ACREDITA / OU NÃO NA EXISTÊNCIA DE DEUS DE DEUS

14 14 CONHECE / OU NÃO SOBRE COMUNICABILIDADE DOS ESPÍRITOS CONHECE / OU NÃO SOBRE COMUNICABILIDADE DOS ESPÍRITOS SABE / OU NÃO DAS RESPONSABILIDADES PERANTE AS LEIS SABE / OU NÃO DAS RESPONSABILIDADES PERANTE AS LEIS TEM CONHECIMENTO NA ÁREA FILOSÓFICA TEM CONHECIMENTO NA ÁREA FILOSÓFICA ESTADO FIXAÇÃO, ÓDIO, VINGANÇA, TRAIÇÃO, PRISÃO, DOENÇA, DOR... ESTADO FIXAÇÃO, ÓDIO, VINGANÇA, TRAIÇÃO, PRISÃO, DOENÇA, DOR...

15 15 NEBULOSA PLANETÁRIA

16 16 ESSENCIAL DO ESCLARECIMENTO : ESSENCIAL DO ESCLARECIMENTO : ATINGIR O CENTRO DE INTERESSE DO ESPÍRITO PRESO A IDÉIAS FIXAS PARA SE DESCONGESTIONAR O CAMPO MENTAL ATINGIR O CENTRO DE INTERESSE DO ESPÍRITO PRESO A IDÉIAS FIXAS PARA SE DESCONGESTIONAR O CAMPO MENTAL

17 17 O ESCLARECEDOR O ESCLARECEDOR É UM COMPONENTE DO GRUPO É UM COMPONENTE DO GRUPO - DIRIGENTE E SUBSTITUTO - DIRIGENTE E SUBSTITUTO - MÉDIUNS OSTENSIVOS - MÉDIUNS OSTENSIVOS - MÉDIUNS ESCLARECEDORES - MÉDIUNS ESCLARECEDORES - MÉDIUNS DO PASSE - MÉDIUNS DO PASSE - EQUIPE DE APOIO - EQUIPE DE APOIO

18 18 QUALIDADES QUALIDADES FORMAÇÃO DOUTRINÁRIA FORMAÇÃO DOUTRINÁRIA LIVROS DA CODIFICAÇÃO LIVROS DA CODIFICAÇÃO EVANGELHO DE JESUS EVANGELHO DE JESUS AUTORIDADE MORAL AUTORIDADE MORAL

19 19 FÉ FÉ A FÉ É O FIRME FUNDAMENTO DAS COISAS QUE SE ESPERAM E A PROVA DAS COISAS QUE SE NÃO VÊEM A FÉ É O FIRME FUNDAMENTO DAS COISAS QUE SE ESPERAM E A PROVA DAS COISAS QUE SE NÃO VÊEM PAULO – HEBREUS CAP 11 PAULO – HEBREUS CAP 11

20 20 AMOR AMOR O AMOR RESUME A DOUTRINA DE JESUS TODA INTEIRA, VISTO QUE É O SENTIMENTO POR EXCELÊNCIA, E OS SENTIMENTOS SÃO OS INSTINTOS ELEVADOS À ALTURA DO PROGRESSO FEITO O AMOR RESUME A DOUTRINA DE JESUS TODA INTEIRA, VISTO QUE É O SENTIMENTO POR EXCELÊNCIA, E OS SENTIMENTOS SÃO OS INSTINTOS ELEVADOS À ALTURA DO PROGRESSO FEITO E.S.E. CAP XI – AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO - ITEM 8 - E.S.E. CAP XI – AMAR AO PRÓXIMO COMO A SI MESMO - ITEM 8 -

21 21

22 22 PACIÊNCIA PACIÊNCIA SENSIBILIDADE SENSIBILIDADE TATO TATO ENERGIA ENERGIA VIGILÂNCIA VIGILÂNCIA

23 23 HUMILDADE HUMILDADE DESTEMOR DESTEMOR PRUDÊNCIA PRUDÊNCIA

24 24 ESPÍRITOS COMUNICANTES ESPÍRITOS COMUNICANTES PRESOS ÀS DORES DAS ENFERMIDADES PRESOS ÀS DORES DAS ENFERMIDADES OS QUE SE SENTEM SOB IMPACTO DA DESENCARNAÇÃO VIOLENTA OS QUE SE SENTEM SOB IMPACTO DA DESENCARNAÇÃO VIOLENTA AS SENSAÇÕES DOS PRAZERES MUNDANOS, COMIDA, DROGAS, SENSUALIDADE... AS SENSAÇÕES DOS PRAZERES MUNDANOS, COMIDA, DROGAS, SENSUALIDADE...

25 25 APEGADOS AOS HÁBITOS – RIQUEZA, PODER, VAIDADE... APEGADOS AOS HÁBITOS – RIQUEZA, PODER, VAIDADE... GOZADORES, IRÔNICOS, ZOMBETEIROS GOZADORES, IRÔNICOS, ZOMBETEIROS SUICIDAS SUICIDAS ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS, OU FIXADOS NOS CONCEITOS ORGANIZAÇÕES RELIGIOSAS, OU FIXADOS NOS CONCEITOS OS OBSESSORES DECLARADOS OS OBSESSORES DECLARADOS

26 26 FILIADOS EM ORGANIZAÇÕES, VINGADORES, JUSTICEIROS FILIADOS EM ORGANIZAÇÕES, VINGADORES, JUSTICEIROS VAMPIRIZADORES, VAMPIRIZADORES, ZOANTROPIA, LOUCURA ZOANTROPIA, LOUCURA OS FIXADOS, INDIFERENTES, DEPRIMIDOS OS FIXADOS, INDIFERENTES, DEPRIMIDOS OS MALFEITORES DIVERSOS OS MALFEITORES DIVERSOS

27 27

28 28 MÉDIUM ESCLARECEDOR MÉDIUM ESCLARECEDOR SABER OUVIR SABER OUVIR DIÁLOGO, NÃO MONOLOGO DIÁLOGO, NÃO MONOLOGO RACIONALIDADE RACIONALIDADE RAPIDEZ DE PERCEPÇÃO RAPIDEZ DE PERCEPÇÃO INTERVENÇÕES OPORTUNAS INTERVENÇÕES OPORTUNAS

29 29 CONHECIMENTO DAS TERAPIAS PASSE PASSE SONOTERAPIA SONOTERAPIA SUGESTÃO HIPNÓTICA SUGESTÃO HIPNÓTICA REGRESSÃO DE MEMÓRIA REGRESSÃO DE MEMÓRIA

30 30 NÃO ESTENDER EM DEMASIA O TEMPO DO DIÁLOGO NÃO ESTENDER EM DEMASIA O TEMPO DO DIÁLOGO NÃO CONFIAR CEGAMENTE NA INTUIÇÃO NEM DESPREZÁ-LA TOTALMENTE, FICAR ATENTO EXERCITAR A LÓGICA E O BOM SENSO NO TRATO COM OS ESPÍRITOS NÃO CONFIAR CEGAMENTE NA INTUIÇÃO NEM DESPREZÁ-LA TOTALMENTE, FICAR ATENTO EXERCITAR A LÓGICA E O BOM SENSO NO TRATO COM OS ESPÍRITOS NÃO DEDUZIR O ASSUNTO DEIXAR O ESPÍRITO FALAR NÃO DEDUZIR O ASSUNTO DEIXAR O ESPÍRITO FALAR NÃO TOCAR O CORPO DO MÉDIUM NÃO TOCAR O CORPO DO MÉDIUM

31 31 TAREFA DE CASA NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE CAP 26 – PSICOMETRIA NOS DOMÍNIOS DA MEDIUNIDADE CAP 26 – PSICOMETRIA LIVRO DOS MÉDIUNS – CAP 27 DAS CONTRADIÇÕES E MISTIFICAÇÕES LIVRO DOS MÉDIUNS – CAP 27 DAS CONTRADIÇÕES E MISTIFICAÇÕES RECOMENDAMOS O LIVRO DIÁLOGO COM AS SOMBRAS – TEORIA E PRÁTICA DA DOUTRINAÇÃO - HERMÍNIO MIRANDA RECOMENDAMOS O LIVRO DIÁLOGO COM AS SOMBRAS – TEORIA E PRÁTICA DA DOUTRINAÇÃO - HERMÍNIO MIRANDA 26/30 26/30

32 32


Carregar ppt "1. 2 3 ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO ESPÍRITO; MATÉRIA; FLUIDOS; PERISPÍRITO PRINCÍPIO VITAL PRINCÍPIO VITAL FLUIDOTERAPIA ESPÍRITA – O PASSE."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google