A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Integração de um Modelo de Geração de Ondas no MOHID David Brito No âmbito do TFC.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Integração de um Modelo de Geração de Ondas no MOHID David Brito No âmbito do TFC."— Transcrição da apresentação:

1 Integração de um Modelo de Geração de Ondas no MOHID David Brito No âmbito do TFC

2 Âmbito Modelo Resultados Discussão Qualidade H 2 0 Sedimentos Produção Primária Transporte e Remoção Poluentes OndasRessuspensão

3 Âmbito Modelo Resultados Discussão Objectivo Modelo de Geração de Ondas Vento Batimetria, H Altura de Onda Período de Onda Tensão Corte Fundo Devida às Ondas MOHID

4 Âmbito Modelo Resultados Discussão CE-QUAL-W2 Base MOHID W(m/s), H(m), F(m) Limitações Final. Fonte: CE-QUAL-W2 2003; (Kang,1982); (Seymour, 1977).

5 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID. Fonte: JFK School

6 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID CE-QUAL-W2 W Input Meteorologia Velocidade Vento Profundidade H Mais Baixa F Fetch Direcção Vento

7 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID W Atmosphere Data file Velocidade Vento Profundidade H Da Célula F Fetch Direcção Vento + Fetch 2D 8 direc.

8 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID Fetch Limitação Invariabilidade Vento INPUT Fetch Restrito + Direcções Forma Fetch Efectivo

9 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID Fetch Cálculo Equação Distâncias 168 Pesos (Rogala,1997);(Howes, 1997) F1F1 F2F2 F3F3 α

10 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID Distâncias Limitação Distâncias até Terra ou final malha Malhas regulares Rodadas Condições Fronteira Zonas fechadas Inteiramente cobertas pela malha

11 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID Distâncias Cálculo Water point 4Muda Direcção 5Muda Célula

12 Âmbito Modelo Resultados Discussão Base MOHID Funcionamento MOHID Construct – para cada célula é calculado o Fetch para 8 direcções cardeais (waterpoints) Modify – Em cada instante, a direcção do vento determina qual o valor do fetch que vai ser chamado. Modify – A partir do Fetch, da profundidade e da velocidade do vento, são calculadas a altura e período da onda

13 Âmbito Modelo Resultados Discussão Modelo Sedimentos Consolidação Tensões Corte Críticas Erosão 1 mês e meio

14 Âmbito Modelo Resultados Discussão Ondas Tensões Corte Fundo Sedimentos Suspensão Sedimentos Fundo Altura de Onda Período de Onda Simulação 7 dias CSE

15 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Vento 3 m/s Altura Onda (m) Período Onda (s)

16 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Vento 5 m/s Altura Onda (m) Período Onda (s)

17 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Vento 7 m/s Altura Onda (m) Período Onda (s)

18 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Relação Altura/Período com Profundidade Batimetria Altura Onda (m) 7m/s

19 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento SW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Altura Onda (m) 5m/s Altura Onda (m) 7m/s

20 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Altura Onda (m) TS13

21 Âmbito Modelo Resultados Discussão 1.Ondas Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Altura Onda (m) TS5

22 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Tensão Corte (N/m 2 ) sem vento Tensão Corte (N/m 2 ) 3 m/s

23 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Tensão Corte (N/m 2 ) 5 m/s Tensão Corte (N/m 2 ) 7 m/s

24 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Tensão Corte (N/m 2 ) 5 m/s Batimetria Relação Tensão Corte com Profundidade

25 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Relação Tensão Corte com Profundidade Batimetria Tensão Corte (N/m 2 ) 7 m/s

26 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento SW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Tensão Corte (N/m 2 ) 7 m/s Tensão Corte (N/m 2 ) 5 m/s

27 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Tensão Corte (N/m 2 ) TS13

28 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Tensão Corte (N/m 2 ) TS5

29 Âmbito Modelo Resultados Discussão 2. Tensão Corte Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Acréscimo Tensão Corte Profundidade Baixa Altura e Período Onda Elevados Decaimento Velocidade Orbital Nota: para 1m/s nunca se encontraram diferenças em relação ao cenário sem vento.

30 Âmbito Modelo Resultados Discussão 3. Sedimentos Fundo Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas de resultados ao fim de 7 dias

31 Âmbito Modelo Resultados Discussão 3. Sed. Fundo Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Sedimentos (Kg/m 2 ) sem vento Sedimentos (Kg/m 2 ) 7 m/s Deslocamento Para zonas perto onde tensão mais baixa mais tempo

32 Âmbito Modelo Resultados Discussão 3. Sed. Fundo Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Sedimentos (N/m 2 ) TS13 Erosão

33 Âmbito Modelo Resultados Discussão 3. Sed. Fundo Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series Sedimentos (N/m 2 ) TS9 Próximo Deposição

34 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Sedimentos (mg/l) sem vento Sedimentos (mg/l) 3 m/s Para 1 m/s não se encontram diferenças

35 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Sedimentos (mg/l) 2h após início 0 m/s 5 m/s 7 m/s

36 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Sedimentos (mg/l) 1d 7h após início 0 m/s 5 m/s 7 m/s

37 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas Sedimentos (mg/l) 5d 19h após início 0 m/s 5 m/s 7 m/s

38 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Mapas MTZ + Zona Ressusp 5 m/s 7 m/s

39 Âmbito Modelo Resultados Discussão 4. Sed. Suspensão Vento NW Ondas T. Corte S. Fundo S. Suspensão Time Series ST 13 ST 9 ST 6 Estabilização Fundo 0kg Deposição

40 Âmbito Modelo Resultados Discussão Ideias Principais Limitações Modelo Geração Local por acção vento; (Swell) Aplicação a zonas com Fetch restrito Cond. Fronteira para utilizar com malhas-filha Invariância do vento (velocidade e direcção) W equação (estação - estuário) N S EO SE NO NE SO Maiores Distâncias N-S – 15km E-O – 20km NE-SO – 20km SE-NO – 10km 6h 1m/s 1h 6m/s 10 km Bretschneider

41 Âmbito Modelo Resultados Discussão Ideias Principais Concentrações Suspensão Muito Elevadas Tensões Corte Fundo Sobre estimadas Zonas baixas 4N/m 2 CSE- 0.5 N/m 2 Máximo 1.9N/m 2 10 kmZonas Baixa Profundidade Fetch Ressus U BW H V Ondas Correntes x,y,z,t

42 Âmbito Modelo Resultados Discussão Cálculo da Tensão Corte (ondas) Excel + VB Fetch 10km W H,T U BW w

43 Âmbito Modelo Resultados Discussão Cálculo da Tensão Corte 2 alternativas Limitar tensões de corte para profundidade até 2 ou 3m (perde sensibilidade ao vento) Fw = f(Rugosity, ABW)

44 Âmbito Modelo Resultados Discussão Trabalho Futuro Testar Modelo com limitação Tensões Corte Associar Time Series a Boxes para entrada dados meteorológicos e resolução Invariabilidade Cálculo só aplicado para interior do Estuário Calibração e validação resultados


Carregar ppt "Integração de um Modelo de Geração de Ondas no MOHID David Brito No âmbito do TFC."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google