A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O conflito opinião médica/vontade individual É eticamente aceitável um acto médico opor-se à vontade do paciente? Ana Isabel Marques Diana Coelho.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O conflito opinião médica/vontade individual É eticamente aceitável um acto médico opor-se à vontade do paciente? Ana Isabel Marques Diana Coelho."— Transcrição da apresentação:

1 O conflito opinião médica/vontade individual É eticamente aceitável um acto médico opor-se à vontade do paciente? Ana Isabel Marques Diana Coelho

2 Soluções possíveis Em situação de risco de vida, é aceitável um acto médico opor-se à vontade do paciente ou da sua família. (ética deontológica) Mesmo em situação de risco de vida, os actos médicos devem respeitar a vontade do paciente ou da sua família, se esta estiver de acordo com as leis de Deus. (ética dos mandamentos divinos)

3 A vida acima de tudo Se o que determina a bondade ou malícia de uma acção é a intenção e um acto médico tem por intenção salvar a vida de um paciente em risco, este é um acto bom, correcto e louvável, pois salvar uma vida é um princípio que se deve universalizar. Por isso, um acto médico que pretenda salvar uma vida é sempre aceitável, mesmo que se oponha à vontade do paciente ou da sua família.

4 A vontade individual deve ser respeitada Se a lei de Deus exprime os deveres fundamentais do Homem, então devemos agir de acordo com essas leis, em todos os aspectos da nossa vida. Se esta deve ser a forma de guiar a nossa conduta, a vontade de um paciente ou da sua família, se estiver de acordo com essas mesmas leis ou crenças religiosas, deve ser respeitada. Assim, também os actos médicos devem respeitar essa vontade, mesmo que o paciente se encontre em risco de vida.

5 Conclusão O argumento baseado na ética dos mandamentos divinos é fraco: A mesma lei de Deus diz que devemos proteger e promover a vida Pressupõe a existência de Deus (premissa tanto ou mais discutível que a conclusão) É nosso dever proteger e respeitar a vida de todos. Em situações extremas, um médico pode agir contrariamente à vontade do paciente ou da sua família, se a sua decisão for a favor dos interesses do paciente em causa.


Carregar ppt "O conflito opinião médica/vontade individual É eticamente aceitável um acto médico opor-se à vontade do paciente? Ana Isabel Marques Diana Coelho."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google